domingo, 21 de julho de 2013

Via Email: BRASIL! BRASIL!: Se o Brasil estivesse em crise a sua vida já teria piorado


BRASIL! BRASIL!


Se o Brasil estivesse em crise a sua vida já teria piorado

Posted: 20 Jul 2013 05:31 PM PDT


Eduardo Guimarães, Blog da Cidadania
 
'Quem melhor definiu a atual conjuntura política do país foi, de forma surpreendentemente, o correspondente do diário espanhol El País no Brasil, Juan Arias, em meados do mês passado. Antes de abordar o que ele disse, vale explicar que a opinião desse jornalista chega a surpreender porque há anos ele vem sendo um dos grandes críticos dos governos Lula e Dilma.
Abaixo, alguns trechos do artigo de Arias em questão, publicado no diário espanhol.

—–

" (…) Por enquanto, o que existe é um consenso de que o Brasil, invejado internacionalmente até agora, vive uma espécie de esquizofrenia ou paradoxo que ainda deve ser analisado ou explicado.

(…)

Agora surge um movimento de protesto quando, ao longo dos últimos dez anos, o Brasil viveu como que anestesiado por seu êxito compartilhado e aplaudido mundialmente.

(…)

O Brasil está pior do que há dez anos? Não, está melhor. Está mais rico, tem menos pobres e testemunha o crescimento do seu número de milionários. É mais democrático e menos desigual. 

(…)

Por que então saem às ruas para protestar contra a alta dos preços dos transportes públicos jovens que normalmente não usam esses meios porque já têm carros, algo impensável há dez anos? 

(…)

Por que protestam estudantes de famílias que até pouco tempo não tinham sonhado em ver seus filhos pisarem na universidade? (…)"

—–

Quando se analisa a situação do país até ao menos o mês de maio, ganha sentido o uso do termo "esquizofrenia" pelo jornalista espanhol, de forma a caracterizar o sentimento que se formou entre grande parte dos brasileiros."
Matéria Completa, ::AQUI::

"Mate o Mc DaLeste": O perigo da intolerância cultural

Posted: 20 Jul 2013 03:40 PM PDT

Imagem do game "Mate Mc DaLeste", que circula na internet
"Game permite assassinar o funkeiro. "Comemorar a morte de uma pessoa só porque você não gosta do estilo de música é osso, hein?". Por Joseh Silva

Joseh Silva, CartaCapital

Jogo bom, merece ganhar o jogo no ano 2013"; "Sacanagem não terem criado ainda outros níveis com outros funkeiros"; "FUNKEIRO BOM É FUNKEIRO MORTO"; "Ja baixei e joguei é divertido! :D zerei 3 vezes ja! Muita alegria mata esse verme!!!!! hehehe"; "Não sou fã de funk , mas comemorar a morte de uma pessoa só porque você não gosta do estilo de música que ele faz é osso hein"; Estes são alguns dos 26.373 comentários embaixo do vídeo ilustrativo do jogo Mate o MC Daleste, que está disponível para download em alguns sites.

O jogo mostra Daleste em cima de um palco cantando a música "mata os policia é a nossa meta". Sucesso do Mc em um tempo que o funk "proibidão" estava em evidencia na cidade de São Paulo.  O cenário mostra jovens sem camisa portando fuzis, a Regina Casé  - fazendo alusão ao programa Esquenta, o logotipo da rede Globo ao lado da bandeira do PT e do programa Bolsa Família. MC Tati Quebra Barraco também está em cena. Todos são assassinados.
Mais informações »

Charge do Bessinha

Posted: 20 Jul 2013 08:37 AM PDT


PIG ganha reforço com peemedebismo de vento em popa

Posted: 20 Jul 2013 08:35 AM PDT


'Uma das consequências das manifestações de rua que tomaram conta do país, por incrível que pareça, foi o alastramento do peemedebismo no Congresso. Contra tudo e contra todos, o peemedebismo se aproveita da queda na popularidade de Dilma para saborear o prato que se come frio.

Antonio Lassance, CartaMaior

Até agora, a sigla PIG, cunhada pelo deputado Fernando Ferro (PT-PE), era conhecida como a abreviatura de Partido da Imprensa Golpista. Ultimamente, o PIG ganhou um reforço: o dos Políticos Insatisfeitos com o Governo.

Os PIGs são hoje a maior coalizão da Câmara, pois reúnem, além da oposição, a maior parte do PMDB, sob a liderança de Eduardo Cunha (PMDB-RJ), e também a parte insatisfeita do PT. O deputado Cândido Vaccarezza (PT-SP) tem se afirmado como um expoente dos insatisfeitos e do fenômeno conhecido como peemedebismo.
Mais informações »

Folha diz que dinheiro de Alves ia pagar imóvel

Posted: 20 Jul 2013 08:13 AM PDT


"Versão sobre o destino dos R$ 100 mil roubados do assessor do presidente da Câmara em Brasília ainda deixa dúvidas; ao jornal, o deputado federal João Maia (PR-RN), que receberia a quantia, conforme noticiou com exclusividade o 247, confirmou a venda de um apartamento em Natal por R$ 1 milhão; perguntas a serem respondidas, porém, são: por que o dinheiro estava em espécie? Por que Henrique Alves (PMDB-RN) preferiu não revelar seu destino, em entrevista à Folha, há três dias? Por que o inquérito sobre o assalto corre em segredo?


O episódio que envolve os R$ 100 mil do presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), carregados numa maleta por seu assessor em Brasília, recebe fatos novos, mas não chega a ser esclarecido. Ainda há muitos pontos obscuros, como afirmou o 247 nesta sexta-feira, quando revelou com exclusividade os detalhes do assalto sofrido pelo secretário parlamentar Wellington Ferreira da Costa e o destino da maior parte do dinheiro – R$ 90 mil iriam para o deputado João Maia (PR), conterrâneo de Alves.
Mais informações »

O ocaso de Gurgel

Posted: 20 Jul 2013 08:02 AM PDT


Revezes. Até a presidenta Dilma contribui
para a amargura final de Gurgel
Foto: José Cruz/ABr

"Próximo do fim do seu mandato, o procurador-geral da República só coleciona derrotas e não dará posse ao sucessor



Por decisão do Supremo Tribunal Federal, Roberto Gurgel está forçado a levantar o manto de proteção mantido em torno da gestão dele na Procuradoria-Geral da República (PGR). A decisão do STF resulta das insistentes negativas aos ofícios de Luiz Moreira, do Conselho Nacional do Ministério Público. Gurgel tentou bloquear o pedido no STF. Perdeu. Agora terá de explicar decisões administrativas que vão dos pregões para compra de veículos até a avaliação das coberturas indevidas do Programa de Saúde Assistencial.

É uma faxina. Não se sabe quanta poeira levantará. Isso ocorre a poucos dias do fim do reinado de Gurgel. A presidenta Dilma Rousseff, até o momento, não anunciou o substituto dele. E tudo indica que só em agosto o nome será conhecido.
Mais informações »

Propinoduto do tucanato paulista: o esquema que saiu dos trilhos

Posted: 20 Jul 2013 06:29 AM PDT



PROTEÇÃO GARANTIDA
Os governos tucanos de Mario Covas (abaixo), Geraldo Alckmin
e José Serra (acima) nada fizeram para conter o esquema de corrupção
"Um propinoduto criado para desviar milhões das obras do Metrô e dos trens metropolitanos foi montado durante os governos do PSDB em São Paulo. Lobistas e autoridades ligadas aos tucanos operavam por meio de empresas de fachada

Alan Rodrigues, Pedro Marcondes de Moura e Sérgio Pardellas / ISTOÉ

Ao assinar um acordo com o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), a multinacional alemã Siemens lançou luz sobre um milionário propinoduto mantido há quase 20 anos por sucessivos governos do PSDB em São Paulo para desviar dinheiro das obras do Metrô e dos trens metropolitanos. Em troca de imunidade civil e criminal para si e seus executivos, a empresa revelou como ela e outras companhias se articularam na formação de cartéis para avançar sobre licitações públicas na área de transporte sobre trilhos. Para vencerem concorrências, com preços superfaturados, para manutenção, aquisição de trens, construção de linhas férreas e metrôs durante os governos tucanos em São Paulo – confessaram os executivos da multinacional alemã –, os empresários manipularam licitações e corromperam políticos e autoridades ligadas ao PSDB e servidores públicos de alto escalão. O problema é que a prática criminosa, que trafegou sem restrições pelas administrações de Mario Covas, José Serra e Geraldo Alckmin, já era alvo de investigações, no Brasil e no Exterior, desde 2008 e nenhuma providência foi tomada por nenhum governo tucano para que ela parasse. Pelo contrário. Desde que foram feitas as primeras investigações, tanto na Europa quanto no Brasil, as empresas envolvidas continuaram a vencer licitações e a assinar contratos com o governo do PSDB em São Paulo. O Ministério Público da Suíça identificou pagamentos a personagens relacionados ao PSDB realizados pela francesa Alstom – que compete com a Siemens na área de maquinários de transporte e energia – em contrapartida a contratos obtidos. Somente o MP de São Paulo abriu 15 inquéritos sobre o tema. Agora, diante deste novo fato, é possível detalhar como age esta rede criminosa com conexões em paraísos fiscais e que teria drenado, pelo menos, US$ 50 milhões do erário paulista para abastecer o propinoduto tucano, segundo as investigações concluídas na Europa."
Matéria Completa, ::AQUI::
You are subscribed to email updates from Brasil! Brasil!
To stop receiving these emails, you may unsubscribe now.
Email delivery powered by Google
Google Inc., 20 West Kinzie, Chicago IL USA 60610



--
Francisco Almeida 




Postar um comentário