segunda-feira, 22 de julho de 2013

Via Email: BRASIL! BRASIL!: Adeus inflação. E agora?


BRASIL! BRASIL!


Snowden e a questão nacional

Posted: 21 Jul 2013 05:46 PM PDT


"Na década de 60 passada o ex-presidente dos Estados Unidos Dwight Eisenhower usou o termo Complexo Industrial-militar para denominar a junção de grandes corporações capitalistas norte-americanas na produção de máquinas de guerra tanto para fins de defesa dos interesses imperiais, quanto no bilionário negócio internacional de armamentos.

Eduardo Bomfim, Vermelho

De lá para cá o mundo sofreu colossais transformações incluindo a mais importante em questões geopolíticas: o fim da União Soviética, o surgimento da hegemonia unipolar global norte-americana e países satélites.

As mudanças econômicas fruto da nova realidade mundial foram ainda mais significativas com a emergência, sem a polarização do chamado campo socialista ocidental, de uma nova etapa de expansão, concentração, centralização do capital e sua face parasitária, do avanço em escala planetária da doutrina neoliberal promovendo a divinização do mercado, a implementação das políticas do Estado mínimo.
Mais informações »

McDonald´s será o restaurante oficial da visita do Papa Francisco ao Brasil

Posted: 21 Jul 2013 04:57 PM PDT


"Acordo firmado com a organização da Jornada Mundial da Juventude prevê a entrega de um cartão especial com o qual os participantes poderão comprar lanches da rede de fast food


A visita do Papa Francisco ao Brasil para participar da Jornada Mundial da Juventude terá como restaurante oficial o McDonald´s. A rede de fast food assinou, no final do mês de junho, um acordo de exclusividade com a organização do evento, que acontece no Rio de Janeiro a partir da terça-feira (23) e espera reunir 2 milhões de pessoas.

Os participantes ganharão um cartão especial com o qual poderão comprar lanches no restaurante. O McDonald´s teria, inclusive, desenvolvido até um "combo do peregrino", composto por um sanduíche mais acompanhamentos.
Mais informações »

Seriam os políticos uns 'sem noção'?

Posted: 21 Jul 2013 04:30 PM PDT

"Cada semana é uma nova manchete de capa denunciando um escândalo de corrupção. Mas por que os pecados de uns são mais sujos que os de outros?

Lula Miranda, Brasil 247

O exercício pleno da política é essencial para a evolução da sociedade, para o desenvolvimento dos países – e para o bem-estar da humanidade, digamos assim. A boa Política pode nos conduzir a um desenvolvimento com mais distribuição de renda e justiça social. Temos que valorizar e moralizar a Política, não condená-la, vilipendiá-la ou detratá-la. Vamos colocá-la aqui assim, em maiúscula, para distingui-la da outra, a política minúscula, que rasteja ao rés-da-lama.

"Mas quem detrata e desmoraliza a Política são os próprios políticos!". Perfeito. Ligeiro, rápido no gatilho, você já argumenta, de chofre. Correto! Os políticos, dando o mau exemplo, reiteradas e incansáveis vezes, mas também, faço indispensável ressalva, a grande imprensa, que se restringe a fazer uma cobertura moralista, focada na espetacularização do escândalo, na condenação dos inimigos políticos e na proteção aos amigos.

Um dia é o "mensalão" do DEM; no outro, do PSDB; depois, do PT. Isso porque "esqueceram-se" de citar os "mensalões" dos demais partidos. Porque, como já disse aqui, reiteradas vezes, TODOS OS PARTIDOS se utilizam de esquemas marginais de financiamento de campanhas. Lógico que isso não absolve a todos, mas sim condena a todos. Mas "condenar", de modo hipócrita e seletivo, nada resolve. Escamoteia, camufla. É preciso mudar."
Artigo Completo, ::AQUI::

Charge do Bessinha

Posted: 21 Jul 2013 08:58 AM PDT


Aécio em terceiro lugar

Posted: 21 Jul 2013 08:56 AM PDT


"Mais uma vez, uma pesquisa eleitoral mostra as mudanças de cenário político depois dos protestos de junho.

Paulo Moreira Leite, ISTOÉ

Por motivos mais do que esperados, uma grande novidade tem sido evitada, pudicamente, por nossos comentaristas e observadores: pelos números de hoje, Aécio Neves está longe do segundo turno.
Claro que há muito chão pela frente e este ambiente pode mudar.  Os arquivos políticos estão abarrotados de profecias eleitorais fracassadas, ainda mais aquelas anunciadas com tanta antecedência. 

Mas este quatro é ilustrativo dos humores do eleitorado.

A candidatura de Aécio não só perdeu pontos – o único a enfrentar um esvaziamento além de Dilma – mas encontra-se a uma distância cada vez maior em relação a Marina Silva.

A novidade real das pesquisas é essa: se as eleições fossem hoje, Dilma e Marina iriam para o segundo turno.
Mais informações »

Democracia, a bandeira esquecida

Posted: 21 Jul 2013 08:37 AM PDT


Alberto Dines, Observatório da Imprensa

"Mesmo quando distanciado do jogo partidário, há momentos em que o cidadão percebe que a política cruza o seu caminho. Isso não se dá exclusivamente na hora de depositar o voto na urna. A agenda eleitoral, como todas as rotinas, tem algo de automatizado. No Brasil vota-se porque o voto é obrigatório, mas as libações cívicas de junho e estas ressacas de julho – principalmente elas – configuram uma dessas tangências entre o caminhar desatento da pessoa física e o despertar dos instintos da pessoa cívica.

O motim da noite de quarta-feira (17/7) no Rio, a poucos dias da visita do papa Francisco, não assustou apenas os cariocas pela violência das ações ou pela paralisia da polícia em exercer algum controle. Assustou o país inteiro pela gratuidade. Comparado com Paulo Maluf, o governador Sérgio Cabral Filho é um anjo impoluto. José Sarney, que já protagonizou os maiores despudores da nossa cena política, conseguiu safar-se e se manteve absolutamente invisível e intocado ao longo dessas quase oito semanas de desabafos e efervescência.
Mais informações »

Ser doutor é mais fácil do que se tornar médico

Posted: 21 Jul 2013 07:25 AM PDT


'A resistência ao projeto que obrigará os estudantes de medicina a trabalhar dois anos no SUS expõe a fratura social do Brasil

Eliane Brum, Época

O programa "Mais Médicos", lançado pela presidente Dilma Rousseff, não vai resolver o problema do Sistema Único de Saúde (SUS). Mas pode, sim, ser parte da solução. Ou alguém realmente acredita que colocar mais médicos nos lugares carentes do Brasil pode fazer mal para a população? Sério que, de boa fé, alguém acredita nisso? A veemência dos protestos contra o projeto de ampliar o curso de medicina de seis para oito anos e tornar esses dois últimos anos um trabalho remunerado para o SUS revela muito. Especialmente o quanto é abissal a fratura social no Brasil. E o quanto a parte mais rica é cega para a possibilidade de fazer a sua parte para diminuir uma desigualdade que deveria nos envergonhar todos os dias – e que, no caso da saúde, mata os mais frágeis e os mais pobres.

Para resolver o problema do SUS é preciso assumir, de fato, o compromisso com a saúde pública gratuita e universal. O que significa investir muito mais recursos. Em 2011, segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), o Brasil gastou US$ 477 per capita em saúde. Menos do que vizinhos como Uruguai (US$ 817,8) e Argentina (US$ 869,4), por exemplo. E quase seis vezes menos do que o Reino Unido (US$ 2.747), cujo sistema de saúde tem sido apresentado como referência do projeto do governo. Hoje, falta dinheiro e falta gestão eficiente. Sem dinheiro e sem eficiência, duas obviedades, não se constrói um sistema decente. Mas, para investir mais dinheiro no SUS, é preciso tocar também em questões sensíveis, como o financiamento da saúde privada. Falta dinheiro no SUS também – mas não só – porque o Estado tem subsidiado a saúde dos mais ricos via renúncia fiscal."
Artigo Completo, ::AQUI::

Adeus inflação. E agora?

Posted: 21 Jul 2013 07:06 AM PDT


"A inflação vem caindo, independentemente do BC, e continuará caindo, pois refluíram os preços dos alimentos. Mas, atenção, o mercado financeiro vai tentar mais uma vez torcer os fatos e atribuir a elevação da Selic como a responsável pela queda da inflação. Por Amir Khair

Amir Khair, Carta Maior

Ao final de cada ano o mercado financeiro inicia o processo de ameaça com o fantasma da inflação. Aproveita a sazonalidade característica de maior ritmo inflacionário típico do início de cada ano.

Nesse início há os reajustes e pagamentos no IPTU, IPVA, despesas escolares e contratos com vencimentos de início de ano, visando recompor a inflação ocorrida no ano anterior. É um período favorável para as ameaças de inflação e, ato contínuo pressão ao governo para elevar a Selic.

Neste ano esses arautos do fantasma da inflação tiveram uma ajuda extra importante. Foi o choque climático que reduziu a oferta de vários alimentos in natura, sendo o tomate tomado como símbolo. Isso tudo convergiu para dar suporte a essa campanha conduzida com competência pelos representantes do mercado financeiro, que têm nos principais meios de comunicação, seus propagadores.
Mais informações »

Barbosa compra apê de R$ 1 mi em Miami e foge do Leão

Posted: 21 Jul 2013 06:17 AM PDT


"O presidente do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa, surpreende mais uma vez; depois da reforma de R$ 90 mil do banheiro, da relação questionável com Luciano Huck e da liminar sorrateira que suspendeu uma decisão do Congresso, a bomba: ele comprou um imóvel avaliado em R$ 1 milhão na Meca dos endinheirados latinos e usou de um artifício fiscal para obter benefícios fiscais; comprou o apartamento em nome de uma empresa criada nos Estados Unidos, a Assas JB Corp.; em nota, Barbosa disse que a estrutura da operação foi a recomendada por um advogado; "tenho meios de sobra para adquirir imóvel desse porte", disse ele


Potencial candidato à presidência da República em 2014, graças à fama de justiceiro conquistada durante o julgamento da Ação Penal 470, da qual foi relator, o ministro Joaquim Barbosa, presidente do Supremo Tribunal, não cansa de surpreender. A mais nova estripulia é a compra de um imóvel de R$ 1 milhão em Miami, Meca dos endinheirados latino-americanos, seguindo uma estrutura de planejamento tributário criada para obter benefícios fiscais.
Mais informações »
You are subscribed to email updates from Brasil! Brasil!
To stop receiving these emails, you may unsubscribe now.
Email delivery powered by Google
Google Inc., 20 West Kinzie, Chicago IL USA 60610



--
Francisco Almeida 




Postar um comentário