sábado, 27 de julho de 2013

Via Email: BRASIL! BRASIL!: São Paulo: Trens e Metrô superfaturados em 30%


BRASIL! BRASIL!


Charge do Bessinha

Posted: 26 Jul 2013 05:53 PM PDT


São Paulo: Trens e Metrô superfaturados em 30%

Posted: 26 Jul 2013 05:52 PM PDT


PROPINODUTO
Segundo integrantes do MP e do Cade, seis projetos de
trem e metrô investigados apresentaram sobrepreço de 30%

"Ao analisar documentos da Siemens, empresa integrante do cartel que drenou recursos do Metrô e trens de São Paulo, o Cade e o MP concluíram que os cofres paulistas foram lesados em pelo menos R$ 425 milhões

Alan Rodrigues, Pedro Marcondes de Moura e Sérgio Pardellas / ISTOÉ

Na última semana, ISTOÉ publicou documentos inéditos e trouxe à tona o depoimento voluntário de um ex-funcionário da multinacional alemã Siemens ao Ministério Público. Segundo as revelações, o esquema montado por empresas da área de transporte sobre trilhos em São Paulo para vencer e lucrar com licitações públicas durante os sucessivos governos do PSDB nos últimos 20 anos contou com a participação de autoridades e servidores públicos e abasteceu um propinoduto milionário que desviou dinheiro das obras para políticos tucanos. Toda a documentação, inclusive um relatório do que foi revelado pelo ex-funcionário da empresa alemã, está em poder do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), para quem a Siemens – ré confessa por formação de cartel – vem denunciando desde maio de 2012 as falcatruas no Metrô e nos trens paulistas, em troca de imunidade civil e criminal para si e seus executivos. Até semana passada, porém, não se sabia quão rentável era este cartel.


Ao se aprofundarem, nos últimos dias, na análise da papelada e depoimentos colhidos até agora, integrantes do Cade e do Ministério Público se surpreenderam com a quantidade de irregularidades encontradas nos acordos firmados entre os governos tucanos de São Paulo e as companhias encarregadas da manutenção e aquisição de trens e da construção de linhas do Metrô e de trens. Uma das autoridades envolvidas na investigação chegou a se referir ao esquema como uma fabulosa história de achaque aos cofres públicos, num enredo formado por pessoas-chaves da administração – entre eles diretores do metrô e da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) –, com participação especial de políticos do PSDB, os principais beneficiários da tramoia. Durante a apuração, ficou evidente que o desenlace dessa trama é amargo para os contribuintes paulistas. A investigação revela que o cartel superfaturou cada obra em 30%. É o mesmo que dizer que os governantes tucanos jogaram nos trilhos R$ 3 de cada R$ 10 desembolsado com o dinheiro arrecadado dos impostos. Foram analisados 16 contratos correspondentes a seis projetos. De acordo com o MP e o Cade, os prejuízos aos cofres públicos somente nesses negócios chegaram a RS 425,1 milhões. Os valores, dizem fontes ligadas à investigação ouvidas por ISTOÉ, ainda devem se ampliar com o detalhamento de outros certames vencidos em São Paulo pelas empresas integrantes do cartel nesses e em outros projetos."
Matéria Completa, ::AQUI::

Terror midiático naufraga diante da realidade

Posted: 26 Jul 2013 05:20 PM PDT


"Programas oficiais como Bolsa-família, Enem e Mais Médicos, o regime de pleno emprego e o controle da inflação já foram, um a um, dinamitados, antecipadamente, pela mídia tradicional; ao que se pode ler nos últimos meses em revistas como Veja, Exame e Época, fracasso de todas as principais iniciativas do governo Dilma, sem exceção, era líquido e certo; na vida real, porém, quadro é outro: inflação de junho foi de 0,07%, Mais Médicos bateu metas, Enem superou recordes, Bolsa-família é copiado mundialmente e estádios que Veja previu para 2038 já foram entregues e estão em uso; até aposta em que se cantaria o Hino Nacional de costas, na Copa das Confederações, deu errado, assim como a do apagão de energia; mídia vai se emendar?


Um a um, todos os principais programas lançados pela presidente Dilma Rousseff foram dinamitados, desde logo e sem piedade, pela imprensa tradicional. A vida real, no entanto, mostrou, com o tempo, que todas, repita-se, to-das as sinistras previsões multiplicadas pela mídia não pagaram as apostas. Em outras palavras, o escrito não valeu. Acompanhe:

INFLAÇÃO DISPARADA - O terrorismo midiático com forte viés ideológico previu, no início do ano, uma disparada sem freios da inflação, com uma capa da revista Veja, em janeiro, mostrando Dilma, em montagem grosseira, pisando no tomate. Na Rede Globo, Ana Maria Braga, quem não se lembra?, exibiu um colar em que os legumes vermelhos faziam as vezes de pérolas. Em junho, no entanto, a variação do Índice de Preços aos Consumidor (IPC) foi de ínfimos 0,07% e, para julho, todas as previsões convergem para uma deflação. Até o presidenciável José Serra, em teleconferência esta semana, admitiu que o índice inflacionário fechará o ano dentro da meta prevista pelo BC. O assunto, assim, saiu da pauta.
Mais informações »

O papa e o complexo de vira-lata

Posted: 26 Jul 2013 05:04 PM PDT

Altamiro Borges, Blog do Miro

"A visita do papa Francisco é reveladora do complexo de vira-lata da mídia nativa. Além da overdose na exposição do evento – que transformou a programação das tevês numa espécie de missa pública e colocou em dúvida se o Brasil é realmente um país laico –, ainda há os que só veem defeitos na recepção ao líder católico. Tudo deu errado e a culpa, lógico, é da presidente Dilma e da incompetência brasileira. Eliane Cantanhêde, a da "massa cheirosa" da Folha, não perde oportunidade para desferir as suas bicadas tucanas:

"Na chegada, o carro do papa Francisco espremido entre táxis e ônibus, num baita engarrafamento na Avenida Presidente Vargas, centro do Rio, enquanto na larga pista ao lado, interditada, não se via uma única bicicleta. Um vexame inexplicável. Logo mais, no Palácio Guanabara, a presidente Dilma, em vez de um singelo discurso de boas-vindas ao papa, puxou e leu um discurso maior do que o da grande estrela do evento. Faltou 'semancol'. Na mesma noite, enquanto o mundo queria saber a quantas andava o papa no Brasil, o que se via era uma guerra campal entre policiais, vândalos e infiltrados de toda ordem. Uma violência vergonhosa".
Artigo Completo, ::AQUI::

Pesquisas pós-manifestações

Posted: 26 Jul 2013 04:20 PM PDT


Marcos Coimbra, CartaCapital

"Na recente safra de pesquisas, uma única coisa interessa: o que dizem a respeito da sucessão presidencial. O demais é secundário. Ou melhor, só é relevante por seus efeitos sobre essa questão fundamental.

Se não tivéssemos uma eleição daqui a pouco mais de um ano e se a presidenta não fosse candidata, perguntas sobre a avaliação do governo e de políticas seriam de relevância menor.

Todas concordam que Dilma Rousseff caiu do patamar onde estava até o início de junho. Naquelas, obtinha, no voto espontâneo, perto de 25%. Nas novas, minguou para 15%.

No chamado voto estimulado, ficava entre 50% e 58%, a depender dos adversários. Nas de agora, mal chega a 35% nas simulações de primeiro turno e vai, no máximo, a 42% naquelas de segundo.

É preciso lembrar que a predisposição a votar na presidenta estava em queda de março para junho. No voto espontâneo, fora de 35% para 25%, e caíra de 60% para 50% na estimulada. Ou seja, suas chances de vitória tinham se reduzido, apesar de permanecerem elevadas.
Mais informações »

"Dilma perdeu popularidade, mas não a eleição"

Posted: 26 Jul 2013 03:51 PM PDT


"Afirmação é da jornalista Maria Inês Nassif, dos sites GGN e Carta Maior, que acredita que a presidente "não foi derrotada pelas ruas". Em sua avaliação, "se aliados de conveniência querem pular fora já, podem estar cometendo um grande erro"


A presidente Dilma Rousseff caiu nas pesquisas, sim, mas isso não quer dizer que perdeu a eleição. Nas palavras da jornalista Maria Inês Nassif, dos sites GGN e Carta Maior, a situação política da candidata do PT "ainda é a de franca favorita".

A jornalista afirma ainda que "se aliados de conveniência querem pular fora já, podem estar cometendo um grande erro". E que "a melhor forma de avaliar isso é: se não for Dilma a vitoriosa, quem vai ser?"

Leia abaixo seu artigo, publicado no Jornal GGN:

Dilma perdeu popularidade, mas não a eleição

Maria Inês Nassif


As manifestações de julho deixaram como saldo uma alta queda na popularidade da presidente Dilma Rousseff. Mas daí a tratá-la como derrotada em 2014 vai uma enorme distância. Dilma ganharia a eleição no primeiro turno, antes de julho. Após julho, leva no segundo turno. A situação política da candidata do PT, mesmo agravada por uma onda difusa de insatisfações, ainda é a de franca favorita.
Mais informações »

Charge do Bessinha

Posted: 26 Jul 2013 09:11 AM PDT


É hora de investigar. Ou não ?

Posted: 26 Jul 2013 09:10 AM PDT


Rodolpho Motta Lima, Direto da Redação

"No Brasil de hoje, chega a ser escandaloso esse monopólio da grande mídia, propriedade de poucas dezenas de famílias que conduzem a notícia e  manipulam os fatos de acordo com sua conveniência, que  se confunde com interesses econômicos de outros grandes grupos empresariais. 

Quando se fala em regulação dos  nossos meios de informação, a  mídia tupiniquim se enche de brios libertários, acena com o terrível espectro da censura e passa por cima do que efetivamente se deseja discutir: a ausência de um contraponto que possibilite a boa informação, aquela que não se pauta apenas pelos assuntos que convêm a um propósito político de poder, mas que procura também, com isenção, o contraditório.
Mais informações »

A visita do reformador

Posted: 26 Jul 2013 08:56 AM PDT


Como São Francisco, Bergoglio
mira no futuro / AFP

"João Paulo II também veio ao Brasil, mas papa Francisco toma rumo oposto àquele de Wojtyla


"Há quem diga, com alguma ironia, que o argentino é um italiano que fala espanhol e pensa ser inglês. Deve-se a definição ao fato de que são muitos os argentinos de origem peninsular. O papa Bergoglio é filho de italianos, mas certamente não se imagina inglês.

Quando Francisco foi eleito, não fui solitário ao supor que a escolha de um pontífice sul-americano pudesse indicar a especial preocupação do Vaticano em relação a um subcontinente progressivamente governado por forças esquerdistas, ou tidas como tais. Bergoglio está a revelar outra especial preocupação, especialíssima, a da Igreja Católica em relação a si mesma.
Mais informações »

Inadimplência tende a cair mais

Posted: 26 Jul 2013 08:17 AM PDT


Kelly Oliveira, Agência Brasil

"A inadimplência deve continuar a cair, de acordo com avaliação do chefe do Departamento Econômico do Banco Central (BC), Tulio Maciel. Segundo dados do BC divulgados hoje (26), a inadimplência - considerados os atrasos acima de 90 dias - do crédito de todo o sistema financeiro caiu 0,2 ponto percentual para as empresas (2,1%) e 0,3 ponto percentual para as famílias (5%).

A inadimplência do crédito livre para pessoas físicas também caiu 0,3 ponto percentual, para 7,2%, o menor patamar desde agosto de 2011 (7,1%). No caso das empresas, houve redução de 0,2 ponto percentual para 3,5%. A inadimplência do crédito com recursos direcionados ficou em estável para as empresas em 0,6% e caiu 0,3 ponto percentual para as famílias (1,8%).

Para Maciel, a educação financeira e a maior seletividade dos bancos, com melhor análise de perfil dos clientes e das garantias, contribuem para a queda da inadimplência. Maciel citou também o crescimento do emprego e da renda, o que garante condições para que os consumidores e empresas honrem compromissos.

Segundo Maciel, os atrasos de 15 a 90 dias indicam a tendência de continuidade da queda da inadimplência. "Esses atrasos também têm recuado. Isso é um indicativo de que a inadimplência deve permanecer com a evolução favorável", disse.

De maio para junho, esses atrasos caíram 0,3 ponto percentual para 6,5%, o menor patamar da série histórica do BC, iniciada em março de 2012."

48 mil confirmados no "Golpe Comunista 2014 no Brasil"

Posted: 26 Jul 2013 06:35 AM PDT


Golpe Comunista 2014 no Brasil conta com quase 50 mil confirmados. Evento foi criado para satirizar o alarmismo de setores conservadores que classificaram a vinda de médicos cubanos ao Brasil como um 'golpe comunista'

"Golpe comunista 2014 no Brasil" tem quase 50 mil confirmados. Página do evento viralizou no Facebook e abriga dezenas de enquetes bem-humoradas. Veja a seguir algumas das melhores


Criada para satirizar o temor de determinados setores conservadores da sociedade, segundo os quais o Brasil estaria à beira de uma ditadura comunista, o evento "Golpe Comunista 2014 no Brasil" passou hoje de 48 mil pessoas com "presença confirmada" no Facebook.
Mais informações »
You are subscribed to email updates from Brasil! Brasil!
To stop receiving these emails, you may unsubscribe now.
Email delivery powered by Google
Google Inc., 20 West Kinzie, Chicago IL USA 60610



--
Francisco Almeida 




Postar um comentário