domingo, 28 de julho de 2013

Via Email: BRASIL! BRASIL!: O massacre dos coxinhas na Cantina Brasil


BRASIL! BRASIL!


Charge do Bessinha

Posted: 27 Jul 2013 05:40 PM PDT


O massacre dos coxinhas na Cantina Brasil

Posted: 27 Jul 2013 05:13 PM PDT


Renato Rovai, Blog do Rovai / Revista Forúm

"É impressionante como as coisas ficaram sérias na Cantina Brasil. De repente quibes e empadinhas resolveram se revoltar como nunca antes na história deste país contra os coxinhas.

Mas quem são os tais ou as tais coxinhas na opinião dos outros quitutes?

Do ponto de vista da análise clássica marxista seriam os burgueses, esse segmento que é um cancro social ao qual não estão vinculados, por exemplo, quibes e empadinhas. E que utilizam o lupenzinato para impor sua agenda e sua pauta. Além de operar para impedir as grandes transformações revolucionárias que o atual governo estaria operando.
Mais informações »

Por que a Globo capturou o Papa

Posted: 27 Jul 2013 04:37 PM PDT


"A Globo é a elite. E a Igreja está dentro dela(s)

Paulo Henrique Amorim, Conversa Afiada

O Bonner vai espargir essência de rosas no cenário, logo antes do jornal nacional.

Os homossexuais serão banidos da novela das oito.

O Boninho vai exigir recolocação do hímen das participantes do BBB, se necessário.

No refeitório está proibido servir cabelo de anjo.

O Na Moral do Bial vai substituir o tema da legalização da maconha por "as virtudes da monogamia" – com o mesmo entrevistado, o FHC.

As assistentes de palco do Faustão passarão a trajar o vestido da Cassia Kiss num dos Passos da Paixão.
Mais informações »

Por que Alckmin é tão blindado pela mídia?

Posted: 27 Jul 2013 03:40 PM PDT


"Nas duas últimas semanas, a revista Istoé dedicou capas ao escândalo do metrô de São Paulo. Na primeira, obteve o depoimento de um ex-funcionário da Siemens, que revelou como era paga a propina nos governos tucanos. Na mais recente, revela o superfaturamento de R$ 425 milhões. Sabe quantos segundos esse assunto mereceu no Jornal Nacional? Ou quantas linhas ganhou no Estado de S. Paulo ou mesmo na Folha, a primeira a revelar o caso Siemens? Zero. Por que será?


Duas semanas atrás, no dia 14 de julho, a Folha de S. Paulo revelou ao País o chamado "caso Siemens". De acordo com a reportagem, a empresa denunciou um cartel na venda de equipamentos ao metrô, do qual ela própria fazia parte, e aceitou um acordo de delação premiada, para reduzir suas penalidades (leia mais aqui).

Nos dias que se seguiram, a Folha, curiosamente, tirou seu time de campo e praticamente não voltou ao assunto.

No fim de semana passado, a revista Istoé, da Editora Três, dedicou sua primeira capa ao tema. A publicação obteve o depoimento de um ex-funcionário da Siemens, que revelou até o nome da empresa que recolhia a propina, chamada MGE, que dizia agir em nome dos governos tucanos (leia aqui).

A contrapartida da propina, naturalmente, era a possibilidade de vender os equipamentos a um preço mais alto. Neste fim de semana, a nova capa de Istoé sobre o tema aponta superfaturamentos de até R$ 425 milhões no metrô de São Paulo (o suficiente para vários mensalões) (leia aqui).
Dito isso, algumas questões intrigantes:

1) por que a Folha não voltou ao assunto?

2) por que jornais concorrentes, como Estado ou Globo, não decidiram apurar o caso Siemens?

3) por que o Jornal Nacional não dedicou nenhum mísero segundo ao tema?

Cada veículo de comunicação adota seus próprios critérios. Mas o fato é que Geraldo Alckmin, ao menos junto à chamada "grande imprensa", conseguiu se blindar. Por que será?"

Para Augustin, Brasil cresce mais que a maioria dos países

Posted: 27 Jul 2013 09:16 AM PDT

GGN / Agência Brasil

"Mesmo com o crescimento reduzido, a economia brasileira apresenta um ritmo de expansão mais forte do que a média global. A afirmação foi feita pelo secretário do Tesouro Nacional, Arno Augustin.

Em entrevista coletiva, Augustin disse que o país está crescendo mais este ano do que em 2012, e as perspectivas para o PIB (Produto Interno Bruto) doméstico são favoráveis, apesar da volatilidade registrada no mercado internacional. "O Brasil tem um efeito internacional forte. Se esquecermos de avaliar o crescimento dos outros países, qualquer análise sobre a economia brasileira estará enviesada", destacou o secretário, de acordo com informações da Agência Brasil.
Mais informações »

Papa Francisco aos padres: #vempraruavem

Posted: 27 Jul 2013 08:48 AM PDT


"Cada vez mais político, o papa Francisco pede aos bispos, sacerdotes e religiosos que deixem a zona de conforto e busquem estar próximos ao povo; "e nas favelas que nós devemos ir procurar e servir a Cristo", lembrou; antes disso, ele já havia dito que a igreja deve oferecer respostas aos que se desencantaram com a política

Brasil 247 / Reuters

O papa Francisco pediu neste sábado ao clero católico que deixe a zona de conforto e o isolamento para sair às ruas e servir os mais pobres e necessitados.

Em missa celebrada na Catedral Metropolitana do Rio de Janeiro para bispos, sacerdotes e religiosas, o papa ressaltou a importância de três aspectos da vocação: os chamados para Deus, chamados para anunciar o Evangelho e chamados a promover a cultura do encontro.
Mais informações »

Imprensa boicota os grandes eventos no Brasil por finalidade política

Posted: 27 Jul 2013 06:35 AM PDT

"Eis que surge novamente a imprensa de mercado para transformar qualquer problema de estrutura em uma tragédia ou caos, visando transformar definitivamente o Brasil em um País incompetente

Davis Sena Filho, Brasil 247

O município do Rio de Janeiro, segundo dados do IBGE de 2010, tem quase 6,5 milhões de habitantes. Vieram à Cidade Maravilhosa para participar da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) cerca de dois milhões de pessoas — dados não oficiais —, o que, sobremaneira, vai sobrecarregar a infraestrutura da cidade, que, evidentemente, é a mais preparada do Brasil para receber megaeventos, a exemplo do Rock in Rio, da JMJ, da Copa de 1950, dos Jogos Panamericanos, da Copa das Confederações, do Carnaval, dos Jogos Militares, da Rio/Eco 92, da Rio+20, das Olimpíadas, dos Reveillons, que chegam a atrair três milhões de pessoas, e de tantos outros incontáveis eventos que os cariocas estão acostumados a ser seus anfitriões.

Eis que surge novamente a imprensa de mercado para transformar qualquer problema de estrutura em uma tragédia ou caos, palavra esta predileta da imprensa de negócios privados, incansável em sua cruzada que visa, sobretudo, transformar definitivamente o Brasil em um País incompetente, completamente atrasado e que não tem condições para receber, administrar e coordenar grandes eventos nacionais e internacionais, o que, também definitivamente, não é a verdade, porque a imprensa alienígena e colonizada mente, dissimula e distorce os fatos e as realidades. A imprensa corporativa age, sistematicamente, contra o Brasil e a emancipação do povo brasileiro.
Mais informações »
You are subscribed to email updates from Brasil! Brasil!
To stop receiving these emails, you may unsubscribe now.
Email delivery powered by Google
Google Inc., 20 West Kinzie, Chicago IL USA 60610



--
Francisco Almeida 




Postar um comentário