quarta-feira, 7 de agosto de 2013

Via Email: BRASIL! BRASIL!: Inflação zera, mas Miriam Leitão não perde a pose


BRASIL! BRASIL!


Charge do Bessinha

Posted: 06 Aug 2013 06:01 PM PDT


Fenametro e Metroviários engrossam as denúncias contra o Metrô de SP

Posted: 06 Aug 2013 06:00 PM PDT


GGN

"A multinacional alemã Siemens denunciou ao Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) que, junto com mais 11 empresas, fazia parte de um esquema de formação de cartel nos contratos para as obras do metrô e trens do governo do Estado de São Paulo.

Ao denunciar o esquema, a Siemens assinou um "acordo de leniência" (delação premiada). Assim, pretende garantir imunidade administrativa e criminal, livrando-se de punição caso o cartel seja condenado. Quando uma empresa que opera em 190 países resolve recorrer à "delação premiada" para denunciar maracutaias de bilhões de dólares é porque, como dizem os metroviários, "a casa caiu geral" e o que esta sendo denunciado é apenas a ponta do iceberg.

Para o presidente da Federação Nacional dos Metroviários, e Secretário Geral do Sindicato dos Metroviários de São Paulo, Paulo Pasin, denúncias como essas sempre foram levadas para o Ministério Público, mas os esquemas sempre foram blindados.

A Federação aponta para o caso da implantação do CBTC no Metrô. "O governo fez muita propaganda dizendo que essa nova tecnologia seria uma grande solução para o sufoco dos usuários, porém não é isso que os usuários vivem no dia-a-dia", disse Pasin.

O governo do estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, firmou em 2008 um contrato de 800 milhões para conclusão da implantação nas três linhas em 2011, com uma empresa que não estava capacitada tecnicamente para garantir no prazo previsto o serviço, a Alstom. O resultado foi desastroso:
 estamos em 2013 e os testes do sistema na Linha 2 fracassaram. "Foram detectados sérios problemas que envolvem a segurança dos usuários e funcionários", afirma Pasin."

Inflação zera, mas Miriam Leitão não perde a pose

Posted: 06 Aug 2013 05:50 PM PDT


Fernando Brito, Tijolaço

"Miriam Leitão "anunciou" hoje o Índice de Preços ao Consumidor que o IBGE irá anunciar amanhã: inflação zero em julho.

Não é, apesar de parecer, inside information.  Toda a torcida do Flamengo e do Corinthians nos meios econômicos sabe disso.

É possível que venha até ligeiramente negativo o IPCA, embora não se possa, de boa-fé, fazer projeções com centésimos de pontos.

Sabe, porque dois índices muito semelhantes, em sua conformação, ao IPCA foram anunciados no final da semana e hoje: os Índices de Preços ao Consumidor da Fipe e da Fundação Getúlio Vargas, que caíram 0,13 e 0,17%, respectivamente.
Mais informações »

Aécio e Miriam Leitão mordem a língua

Posted: 06 Aug 2013 05:34 PM PDT


Altamiro Borges, Blog do Miro

"Segundo pesquisa divulgada nesta terça-feira (6) pelo Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (Dieese), os preços dos produtos da cesta básica caíram em todas as 18 capitais sondadas pelo órgão. Meio a contragosto, o Estadão noticiou: "Recuo generalizado de preços de alimentos não ocorria desde maio de 2007". O jornalão ainda registra que o tomate – o temido perigo vermelho difundido pela mídia – foi um dos destaques na queda da inflação.

Já o jornal Valor dá outra notícia que deve ter agastado os "urubólogos" de plantão na mídia. "A caderneta de poupança marcou o 17º mês seguido com captação líquida de recursos. Os depósitos superaram os saques em R$ 9,331 bilhões no mês. O resultado é recorde para meses de julho... O ingresso líquido de recursos nos sete primeiros meses do ano soma R$ 37,605 bilhões, o que também resulta em recorde histórico para o período. Nos sete primeiros meses de 2012, essa cifra estava em R$ 23,738 bilhões".

Miriam Leitão, a musa dos "urubólogos", deve estar ruborizada. Entre suas previsões nos vários veículos das Organizações Globo, a "calunista" garantiu que era iminente um apagão elétrico no Brasil. A tragédia não ocorreu! Ela também disse que a inflação estava fora de controle e apostou no tomate como a nova expressão do caos na economia. Também errou feio! Quando das mudanças nas regras da poupança, efetuadas pelo governo Dilma, ele jurou que ia dar errado. Queimou novamente a língua!

Outro que deve estar de ressaca é o senador Aécio Neves, o cambaleante presidenciável tucano. Ele apostou todas as fichas no quanto pior, melhor. No programa de rádio e tevê do PSDB no final de maio, ele garantiu que a inflação estava descontrolada. Segundo relato entusiasmado da Folha, "nos encontros com eleitores, vários participantes da conversa reclamam da alta dos preços de produtos como o tomate. Aécio diz que os tucanos garantiram a estabilidade da economia, que estaria 'ameaçada' pela atuação da administração petista". Pelo jeito, não é só bafômetro que flagra o tucano. Ele também costuma morder a língua!"

Mídia de massa vs. massa de mídias

Posted: 06 Aug 2013 05:16 PM PDT


Luciano Martins Costa, Observatório daImprensa

"A Folha de S. Paulo foi o único dos jornais de circulação nacional a reservar um espaço para a participação de representantes do coletivo Mídia Ninja no programa Roda Viva, da TV Cultura de São Paulo, exibido na segunda-feira (5/8). Ainda assim, o texto é apenas um relato burocrático de parte das perguntas e respostas, com um título que falseia o que foi o evento.

"Idealizadores do grupo Mídia Ninja negam vinculação partidária", diz o título da Folha na edição de terça-feira (6). No subtítulo, logo abaixo, pode-se ler: "Ao Roda Viva, Pablo Capilé e Bruno Torturra admitem captação de recursos públicos".

Trata-se de um artifício primário de manipulação de informação, uma vez que esses dois tópicos compuseram uma parte irrelevante do programa e haviam sido extensivamente esclarecidos pelos dois entrevistados. A afirmação negativa é uma maneira tosca de insinuar ser verdadeiro aquilo que está sendo desmentido.
Mais informações »

Ibope-OAB: 85% querem reforma política

Posted: 06 Aug 2013 04:10 PM PDT


"78% são contra o financiamento privado de campanhas; 90% pedem punições mais rigorosas contra prática de caixa-dois; 56% são a favor do voto em lista, contra 38% favoráveis à maneira atual, no nome do candidato; demandas prioritárias são, pela ordem, saúde, educação e controle de gastos; instituto entrevistou 1.500 pessoas em todo o país de 27 a 30 de julho; pesquisa foi apresentada nesta terça-feira (6) pelo presidente do Conselho Federal, Marcus Vinicius Furtado, e pelo presidente da OAB-Goiás, Henrique Tibúrcio


Pesquisa Ibope divulgada nesta terça-feira (6) pelo Conselho Federal da OAB revela que 85% dos entrevistados são favoráveis à reforma política e que 92% dos entrevistados são a favor de projeto de lei nesse sentido por iniciativa popular.

A ordem encabeça o Comitê de Reforma Política criado em junho junto a diversas instituições da sociedade civil para coletar em todo o País assinaturas em favor do projeto de lei de iniciativa popular.
Mais informações »

Charge do Bessinha

Posted: 06 Aug 2013 09:05 AM PDT


Cadê os Amarildos?

Posted: 06 Aug 2013 09:04 AM PDT


"Um trabalhador que some ao ser abordado por policiais revela que a política de segurança pública do Rio não é o sucesso que se apregoa

Leonardo Attuch, Brasil 247

"Cadê o Amarildo, Cabral?"

"Cadê o Amarildo, Beltrame?"

Do Rio, a pergunta incômoda ganhou o mundo e foi estampada em dois jornais ingleses. "Where is Amarildo?", perguntaram o Financial Times e o Independent, em reportagens publicadas neste fim de semana sobre o trabalhador – um pedreiro – que sumiu ao ser abordado por policiais na Rocinha, há duas semanas.
Mais informações »

Mídia Ninja no Roda Viva

Posted: 06 Aug 2013 08:47 AM PDT

Preço da cesta básica cai nas 18 capitais pesquisadas pelo Dieese

Posted: 06 Aug 2013 08:27 AM PDT


Agência Brasil
 
"O preço da cesta básica caiu em julho nas 18 capitais pesquisadas mensalmente pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese). A última vez em que houve recuo no preço em todas as localidades acompanhadas pelo órgão foi em maio de 2007, quando o levantamento era feito em 16 cidades (não participavam Manaus e Campo Grande).

As retrações mais significativas foram registradas em Brasília (-8,86%), Florianópolis (-7,61%), Porto Alegre (-7,06%) e Goiânia (-7%). As menores variações ocorreram em Salvador (-0,18%), Vitória (-1,55%) e Manaus (-1,82%).

A cidade de São Paulo continuou a ser a capital com o maior valor (R$ 327,44) para os gêneros alimentícios de primeira necessidade, apesar do recuo de 3,82% ocorrido no mês passado no custo da cesta paulistana. A capital do Espírito Santo (Vitória) vem em segundo lugar com R$ 310,73, seguida por Manaus (R$ 310,52) e Porto Alegre (R$ 305,91). Os menores valores médios foram observados em Aracaju (R$ 239,36), Salvador (R$ 259,73) e Campo Grande (R$ 264,87).

Segundo o Dieese, o menor salário pago em julho para atender às despesas de uma família deveria ser R$ 2.750,83, ou seja, 4,06 vezes o mínimo em vigor (R$ 678,00).  Para chegar a esse valor, o Dieese leva em consideração a determinação constitucional que estabelece que o salário mínimo deve ser capaz de suprir as despesas de um trabalhador e sua família com alimentação, moradia, saúde, educação, vestuário, higiene, transporte, lazer e previdência. Em junho, o mínimo necessário era maior e equivalia a R$ 2.860,21, ou 4,22 vezes o piso vigente. Já em julho de 2012, o valor necessário para atender às despesas de uma família chegava a R$ 2.519,97, o que representava 4,05 vezes o mínimo de então (R$ 622,00).

Entre janeiro e julho deste ano, somente em Florianópolis a variação acumulada do preço da cesta básica apresentou queda (-2,08%). Nas demais 17 localidades houve alta, com os maiores aumentos verificados no Nordeste – região que atravessa período de forte seca: Aracaju (17,30%), João Pessoa (15,85%), Salvador (14,36%), Natal (13,34%) e Recife (12,46%). Belo Horizonte (0,89%), Goiânia (2,34%), Curitiba e Brasília (ambas com 3,08%) apresentaram as menores variações acumuladas."

Número de pedidos de falência em julho é o segundo menor do ano, mostra Serasa

Posted: 06 Aug 2013 07:19 AM PDT


Flávia Albuquerque, Agência Brasil 

"O número de empresas que entraram com pedido de falência em todo o país chegou a 136 em julho deste ano, de acordo com levantamento da empresa de consultoria Serasa Experian.  Foi o segundo menor número de requerimentos verificados neste ano, superior apenas aos 100 pedidos feitos em fevereiro. Dos 136 pedidos, 73 foram feitos por micro e pequenas empresas, 43 por médias e 20 por grandes.

Já as recuperações judiciais requeridas chegaram a 56 em julho, número superior apenas aos 49 observados em março.
Segundo os economistas da instituição, esses resultados são decorrentes do recuo na inadimplência do consumidor e das empresas, melhorando a posição do fluxo de caixa dos negócios. 

Apesar da queda no número de pedidos de falências e de recuperações judiciais, os economistas ressaltam que a quantidade de falências decretadas no mês passado foi alta (69) e ficou muito próxima à que foi registrada no mês de abril (70). Esse fato está relacionado, em parte, a fatores não favoráveis no período, como a inflação, os juros altos e a queda nas vendas, destaca a Serasa."

Metrô SP: o cartel planeja a sociedade

Posted: 06 Aug 2013 07:01 AM PDT


Saul Leblon, Carta Maior / Blog das Frases

"A coisa goteja de forma dolorosa no noticiário conservador, que resiste em expelir o que sabe como quem guarda uma pedra no rim.

Machuca mais segurar ou botar para fora?

Difícil.

A Siemens, uma das grandes fornecedoras de equipamentos do metrô de São Paulo, já decidiu.

E contou tudo ou quase tudo sobre a pré-definição ilegal de cotas e preços entre 'concorrentes' nas grandes licitações tucanas.

A acomodação desse condomínio de interesses lesou o cofre público com um sobrepreço ora aventado em torno de 30%.

Durante década e meia. Período no qual a rede metroviária da capital avançou a passo de preguiça para somar 74 km de trilhos: 1/3 da mexicana, que começou junto.
Mais informações »

PF indiciou Matarazzo por propina da Alstom

Posted: 06 Aug 2013 06:07 AM PDT



"Francesa confessou distribuição de US$ 6,8 milhões, entre 1998 e 2001, a governos do PSDB. Segundo o procurador Rodrigo de Grandis, a mensagem que incriminaria o vereador de São Paulo no esquema se refere a um contrato de R$ 72 milhões, assinado em 1998 quando era secretário de Mario Covas e do vice-governador Geraldo Alckmin, para fornecimento de equipamentos para a EPTE. Serrista vai responder por suspeita de corrupção passiva. Alstom é uma das empresas acusadas pela alemã Siemens de participar de um cartel criado por grupos interessados em licitações do metrô e da CPTM

Brasil 247 / SP 247

A Polícia Federal indiciou o vereador de São Paulo Andrea Matarazzo (PSDB) por suspeita de corrupção passiva, por acreditar que recebeu propina do grupo francês Alstom quando foi secretário estadual de Energia, em 1998.

No relatório final do inquérito, baseado em informações obtidas pelo Ministério Público da Suíça, o delegado Milton Fornazari Junior cita como evidência para indiciar Matarazzo uma troca de mensagens de 1997 em que executivos da Alstom discutiriam o pagamento de vantagens para o PSDB, a Secretaria de Energia e o Tribunal de Contas.
Mais informações »
You are subscribed to email updates from Brasil! Brasil!
To stop receiving these emails, you may unsubscribe now.
Email delivery powered by Google
Google Inc., 20 West Kinzie, Chicago IL USA 60610



--
Francisco Almeida 




Postar um comentário