segunda-feira, 5 de agosto de 2013

Via Email: BRASIL! BRASIL!: Desigualdade de renda cai em 80% dos municípios do Brasil em uma década


BRASIL! BRASIL!


Qual universidade para o Brasil avançar?

Posted: 04 Aug 2013 05:17 PM PDT


Saul Leblon, Carta Maior / Blog das Frases

"Não se pode pedir às ruas o que não cabe às ruas prover.

A resposta aos gargalos do desenvolvimento brasileiro não virá das escaramuças na avenida Paulista.

Nada que desabone o papel da avenida Paulista na história.

Ao contrário.

Os fatos, em geral, caminham à frente das ideias.

Mas as ideias são indispensáveis para ajudar os fatos com a força dos argumentos, adicionando-lhes um sentido e uma extensão muitas vezes ignorados pelos seus próprios protagonistas.

Os fatos de junho sacudiram um certo entorpecimento das ideias no país, acomodadas depois de 12 anos de governos progressistas.
Mais informações »

A música dos protestos em Portugal

Posted: 04 Aug 2013 04:57 PM PDT

Caso Siemens-PSDB chega ao tucano que sabe demais

Posted: 04 Aug 2013 04:35 PM PDT


"Se Robson Marinho contar o que sabe, elo entre cartel no metrô paulista e gestões do PSDB pode se fechar; ex-chefe da Casa Civil de Mario Covas, atual deputado federal já tem US$ 3 milhões identificados em contas secretas na Suíça; suspeita é origem na Alstom; chefão entre os tucanos, Marinho já foi presidente da Assembleia e conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (foto); na Siemens, escândalo derruba presidente no Brasil Peter Loscher; governador Geraldo Alckmin virou alvo das ruas; investigação chega ao paraíso fiscal de Liechtenstein


Os tucanos de São Paulo tem mais um homem-bomba – e dos graúdos. Robson Marinho, o deputado federal que está ligado a contas secretas na Suíça com cerca de US$ 3 milhões em depósitos, é esse personagem. Poderoso desde os tempos em que os atuais social-democratas paulistas se aninhavam no PMDB, Marinho foi chefe da Casa Civil do governo Mario Covas, em 2000, presidiu a Assembléia Legislativa e foi conselheiro do Tribunal de Contas dos Estado.

Mais informações »

Charge do Bessinha

Posted: 04 Aug 2013 04:05 PM PDT


Desigualdade de renda cai em 80% dos municípios do Brasil em uma década

Posted: 04 Aug 2013 04:04 PM PDT


"Entre 2000 e 2010, rendimento dos 20% mais pobres cresceu mais rapidamente do que o dos 10% mais ricos em quatro de cada cinco cidades do País; nos dez anos anteriores, a desigualdade medida pelo índice de Gini havia crescido em 58% das cidades

José Roberto de Toledo e Amanda Rossi, O Estado de S. Paulo

De 2000 a 2010 aconteceu algo inédito no Brasil: em 80% dos municípios, a desigualdade de renda entre seus habitantes diminuiu. O fato é ainda mais relevante porque reverteu uma tendência histórica. Na década anterior, a desigualdade medida pelo índice de Gini aumentara em 58% das cidades brasileiras.

A maior queda da desigualdade aconteceu numa cidadezinha do interior de São Paulo. No extremo oeste, perto de Presidente Prudente, Emilianópolis viu seu índice de Gini cair pela metade, de 0,76 para 0,38 em 2010. A escala varia de zero a 1. Se os 3 mil emilianopolenses ganhassem igual, o índice seria 0. Se um deles concentrasse toda a renda da cidade, o Gini seria 1.

Emilianópolis é um bom exemplo, uma vez que as condições em que se deu a redução da desigualdade são representativas do que aconteceu em outros 4.431 municípios brasileiros. O Gini da cidade crescera nos anos 1990, de 0,43 para 0,76. A reversão na década seguinte ocorreu com o enriquecimento da população em geral: a renda do emilianopolense foi de R$ 373 para R$ 585."
Matéria Completa, ::AQUI::

McDonald's lança cartilha que ensina empregados a gerir baixos salários

Posted: 04 Aug 2013 03:39 PM PDT


Funcionários denunciam violações trabalhistas, em frente à sede do McDonald's em Chicago, no último 6 de junho. (Foto: National Guestworker Alliance)


"O McDonald's criou, em conjunto com a Visa, uma página na internet – Practical Money Skills – para orientar seus funcionários a serem "bem-sucedidos financeiramente" com os ganhos recebidos na empresa, um ambiente de trabalho "gratificante e compensador". A campanha, realizada pelas sedes das duas companhias nos Estados Unidos, procura guiar os empregados da rede de fast foods a gerirem sua remuneração salarial.

O salário de um empregado do restaurante é, em média, de US$ 8,25 por hora nos EUA. No site, há uma cartilha que ensina, passo a passo, a "melhor maneira de gastar seu dinheiro". Entre as recomendações o guia propõe um orçamento mensal de US$ 20 para despesas com saúde. No país, porém, não há sistema público de saúde, e toda e qualquer necessidade médica deve passar por hospitais ou clínicas particulares.
Mais informações »

As provas do esquema vêm aí

Posted: 04 Aug 2013 09:12 AM PDT


"MP receberá documentos que deverão detalhar movimentações de beneficiários do esquema montado para desviar recursos do Metrô e trens de SP. Há indícios de uso de paraísos fiscais e fundações em Liechtenstein para ocultar rastros da propina

Alan Rodrigues, Pedro Marcondes de Moura e Sérgio Pardellas / ISTOÉ

O Ministério Público espera a chegada de uma nova leva de documentos da Suíça para avançar nas investigações de superfaturamento e outras irregularidades cometidas por autoridades e servidores públicos no esquema montado por empresas da área de transporte sobre trilhos durante os sucessivos governos do PSDB em São Paulo. Havia mais de três anos que o MP paulista tentava obter esses documentos. Para conseguir a autorização para receber a papelada, foram necessários um pedido da Justiça Estadual, outro do governo federal, por meio do Ministério da Justiça, e do aval das autoridades suíças.

Na última semana, a empresa alemã Siemens forneceu às autoridades brasileiras papéis em que afirma que o governo de São Paulo teve conhecimento e deu sinal verde para a formação do cartel para licitações de obras do Metrô e dos trens metropolitanos. De acordo com a multinacional, o governo avalizou o conluio entre as empresas para a partilha da Linha 5 do Metrô. As provas da negociação seriam os diários apresentados pela Siemens, uma das empresas participantes do cartel, ao Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade). A Siemens também confirmou, conforme antecipou ISTOÉ, que os acertos começaram em 2000, durante o governo de Mário Covas, e que acordos permitiram ampliar em 30% o preço pago por licitações para manutenção de trens da CPTM."
Matéria Completa, ::AQUI::

Dilma insiste no erro

Posted: 04 Aug 2013 07:55 AM PDT


Dilma encontrou resistência até no próprio
partido / Fabio Rodrigues Pozzebom/ABr

"Eleita em ambiente político viciado, a presidenta tentou mudar costumes, mas acabou cedendo diante da resistência de aliados e do próprio PT. Grave agora é não voltar atrás

Mauricio Dias, CartaCapital

Os aliados reclamam por ela não fazer política. Os adversários criticam por fazer política demais. Ela sofre restrições na base governista, onde se diz que a presidenta não gosta do partido dela, o PT, e menos ainda dos coligados: um amontoado de 14 legendas unidas por todos os tipos de interesses. Inclusive os legítimos.

Condenada pelos oposicionistas por contar com 39 ministérios para atender partidários, vê repentinamente o PMDB, cujo maior líder é o vice-presidente da República, Michel Temer, propor a redução do número de ministros para atender o que pensa ser a voz das ruas. Um jogo de cena explicável. Estava escrito. Os dois maiores partidos da base governista, PMDB e PT, entrariam em choque em busca da maioria na Câmara na eleição de 2014.
Mais informações »

Sociedade? Não existe isso

Posted: 04 Aug 2013 07:32 AM PDT


"No auge da globalização do capital financeiro, durante os momentos de apogeu e êxtase das políticas neoliberais Francis Fukuyama, profeta do mercado, do Departamento de Estado norte-americano, anunciava aos quatro cantos da Terra o surgimento de uma nova época onde predominaria a paz, o crescimento econômico, a ausência de guerras, a harmonia entre os povos em um mundo desprovido de qualquer fronteira nacional.

Eduardo Bomfim, Vermelho

Na verdade, o que nós assistíamos era o início de uma hegemonia multilateral econômica, política, ideológica, midiática, financeira, militar das forças do mercado, especialmente do capital especulativo internacional cuja fita simbólica mas absolutamente real foi cortada pela ex - primeira ministra da Grã Bretanha, Margaret Thatcher, e o ex-presidente dos Estados Unidos, Ronald Reagan.
Mais informações »

Ombudsman: Folha errou ao omitir PSDB no caso Siemens

Posted: 04 Aug 2013 06:19 AM PDT


"Jornalista Suzana Singer afirma que o noticiário da Folha sobre o caso Siemens teria sido mais equilibrado se o jornal tivesse citado que o escândalo dos trilhos do metrô, denunciado pela multinacional alemã, se deu em governos tucanos


Embora cautelosa, a jornalista Suzana Singer, ombudsman da Folha, admite que o jornal errou ao preservar o PSDB em seu noticiário sobre o escândalo Siemens nas obras do metrô. Leia abaixo a autocrítica:

Na trilha do cartel

No caso Siemens, jornal errou ao preservar, no início, o PSDB, mas acertou ao não propagar acusações sem provas
Há DUAS semanas, a Folha vem sendo sendo alvo de uma "guerrilha verbal" na internet, para usar uma expressão que o jornal cunhou no editorial "Mitos das redes sociais", do domingo passado.
Mais informações »
You are subscribed to email updates from Brasil! Brasil!
To stop receiving these emails, you may unsubscribe now.
Email delivery powered by Google
Google Inc., 20 West Kinzie, Chicago IL USA 60610



--
Francisco Almeida 




Postar um comentário