terça-feira, 3 de setembro de 2013

Via Email: BRASIL! BRASIL!: Diplomacia de Dilma segue a doutrina Chico Buarque


BRASIL! BRASIL!


Charge do Bessinha

Posted: 02 Sep 2013 04:51 PM PDT


Afinal, onde querem chegar os Anonymous e os Black Blocs?

Posted: 02 Sep 2013 04:50 PM PDT


Ricardo Kotscho, Balaio do Kotscho

"Depois que os manifestantes das "Jornadas de Junho" se retiraram gradativamente das ruas e foram cuidar da vida, restaram os "protestos" isolados com pouca gente _ na verdade, atos do mais puro vandalismo, organizados por dois grupos que se apresentam como Anonymous e Black Blocs.

Além de infernizar a vida de quem precisa se locomover entre a casa e o trabalho nas nossas grandes cidades, fechando quase todos os dias suas principais ruas e avenidas, atacar fachadas de bancos e de concessionárias de automóveis, o que mais move estes grupos? Onde querem chegar? Derrubar o governo, fechar o Congresso Nacional e acabar com o capitalismo?

Ao ver as imagens destes guerrilheiros urbanos arrebentando o que encontram pela frente a marretadas e pontapés, me lembrei de um velho amigo jornalista, Matinas Molina, jejuno na matéria, que assistia à inauguração de uma cancha de bochas em Curitiba, muitos anos atrás, sem conseguir descobrir o que estava em jogo. "Eu só queria entender qual é a finalidade...".
Artigo Completo, ::AQUI::

Diplomacia de Dilma segue a doutrina Chico Buarque

Posted: 02 Sep 2013 03:35 PM PDT



"Eu gosto da diplomacia do Lula porque nem fala grosso com a Bolívia nem fala fino com os Estados Unidos", definiu nos tempos do governo anterior o compositor carioca; fã de Chico Buarque, presidente Dilma Rousseff pratica a seu modo essa doutrina; depois de tratar respeitosamente com Evo Morales sobre a fuga do senador Roger Molina, governo cobra explicações por escrito da administração Barack Obama sobre espionagem nas mensagens eletrônicas da presidente; País junta provas para fazer carga na ONU, exigindo legislação internacional dura; visita a Obama está mantida para que ela possa apontar "olhos nos olhos" a vilania da atitude americana; Chico enfrentou a ditadura com a inteligência; governo procura usar mesma arma frente ao Big Brother


Olhos nos olhos, a presidente Dilma Rousseff está praticando o tipo de doutrina diplomática que o consagrado Chico Buarque de Hollanda resumiu, brilhantemente, em apenas uma frase. "Eu gosto da diplomacia do Lula porque nem fala grosso com a Bolívia nem fala fino com os Estados Unidos", disse ele, nos tempos do governo anterior.

Ao seu próprio modo, Dilma está seguindo por este caminho. Enquanto o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, manifestava o "inconformismo" do governo brasileiro sobre uma violação "inconcebível e inaceitável" praticada pelos Estados Unidos - a espionagem sobre os e-mails da presidente, ministros e assessores -, os gestos objetivos das autoridades foram coerentes ao discurso. E o que é ainda mais forte, não foram precipitados.
Mais informações »

Elio Gaspari: a raiva reelegerá Dilma em 2014

Posted: 02 Sep 2013 10:19 AM PDT


"Dilma vai para a reeleição (isso se não for preciso tirar Lula do banco de reservas) porque o PSDB tem mais ressentimentos que planos e mais queixas que projetos

Elio Gaspari / Pragmatismo Político

A recuperação da popularidade do governo da doutora Dilma foi audaciosamente prevista pelo marqueteiro João Santana, durante o rescaldo das manifestações de junho, quando ele disse que tudo não passava de um desabafo temporário. 

A doutora, que tivera 57% de aprovação, tomara uma vaia de estádio e caíra para 30%. Acredita-se que já retornou à faixa dos 40%.

Santana tinha motivos para acreditar na força de Dilma. Não foi ela quem aumentou as tarifas de transporte (pelo contrário, torceu o braço dos prefeitos Eduardo Paes e Fernando Haddad para baixá-las).
Mais informações »

Kátia e Alvaro Dias rejeitam Serra

Posted: 02 Sep 2013 09:48 AM PDT


Altamiro Borges, Blog do Miro

"Há fortes boatos de que José Serra anunciará nos próximos dias o abandono do conflagrado ninho tucano e seu ingresso no PPS, chefiado pelo servil Roberto Freire. Totalmente isolado no PSDB e motivo de galhofa de seus antigos bajuladores, ele já não acredita na realização das prévias internas para definir o candidato da sigla. A absoluta maioria da legenda está com Aécio Neves, o cambaleante senador mineiro. "Magoado", Serra inclusive já estaria procurando um vice para compor sua chapa para as eleições presidenciais de 2014. Até agora, porém, não obteve sucesso.

Josias de Souza, blogueiro da Folha, revelou ontem (31) que "convidado por José Serra a deixar o PSDB para tornar-se seu vice por outra legenda, o senador paranaense Alvaro Dias sinalizou em privado que refugará a oferta". Já o colunista Felipe Patury, da revista Época, informa hoje que o dissidente tucano sondou a senadora ruralista Kátia Abreu (PSD-TO) para ocupar o posto. "Contou-lhe que tenta arregimentar tempo de TV e gostaria que o PSD endossasse o seu nome ao Planalto. Kátia desconversou. Disse que está em campanha para renovar o mandato no Senado e à frente da Confederação Nacional da Agricultura".

Os próximos dias serão decisivos para o futuro da oposição tucana. Pela lei em vigor, o prazo para definir sobre a troca de legenda termina em 5 de outubro. A cada lance de Serra, a cúpula tucana também se movimenta. No caso de Alvaro Dias, ele foi procurado pelo próprio Aécio Neves. O esforço foi para pacificar as relações entre o senador e o governador do Paraná, Beto Richa. Os dois vivem se bicando com os piores adjetivos. Pelo jeito, Alvaro Dias topou a trégua. Ele só tem coragem para apoiar os golpistas do Paraguai e para criticar Evo Morales. No seu quintal, ele é bem pragmático.

"Se deixasse a legenda atual, Alvaro teria duas opções: ou iria para o PPS, partido que se dispõe a lançar Serra ao Planalto, ou migraria para o PV. Concluiu, segundo apurou o repórter, que por mais que o PSDB lhe pareça uma prisão, a cela tucana é mais ampla do que as demais", relata Josias de Souza. No caso de Kátia Abreu, o PSD intensificou as conversas para apoiar a reeleição de Dilma - sabe-se lá a que preço. Mesmo com as duas desistências, José Serra parece disposto a deixar a sigla para enfrentar a briga sucessória. Ele não está disposto a ficar na condição de coadjuvante no PSDB.

Segundo relatos da mídia, FHC ainda tenta demovê-lo da decisão e caciques tucanos autorizaram um risível movimento do "Fica Serra". Ninguém morre de amores pelo ex-governador, mas todos temem os estragos que ele causará à candidatura de Aécio Neves, principalmente em São Paulo. Como candidato pelo PPS, Serra dividiria o eleitorado tucano. O risco é de nenhum dos dois conseguir empolgar e, caso haja segundo turno, eles serem obrigados a apoiar Marina Silva. Seria o fim do PSDB, o partido dos neoliberais tupiniquins. Os tucanos iriam para o inferno junto com os demos!"

Pai dos BRIC's contesta "pessimismo exagerado"

Posted: 02 Sep 2013 07:35 AM PDT


"Economista inglês Jim O'Neill aposta em crescimento de 4% para o PIB brasileiro este ano; criador do termo BRICs, para definir os emergentes Brasil, Rússia, Índia e China, O'Neill foi a voz dissonante no Congresso da BM&F Bovespa realizado no fim de semana; no mesmo ambiente em que estavam Persio Arida, do BTG Pactual, que defendeu doses de desemprego para frear a economia, e o ex-presidente do BC Gustavo Franco, que previu um 2014 cheio de chuvas e trovoadas, britânico ensinou: "A avaliação da economia, aqui, sobe e cai muito influenciada pelos eventos que acabaram de acontecer"; disse ainda que desvalorização do real pode fazer bem à economia; humildade, senhores!


Conhecido como pai dos BRIC´s (foi criador do termo que representa o grupo de potências econômicas Brasil, Rússia, Índia e China), o economista inglês Jim O'Neill não só acredita num maior potencial de crescimento do Brasil, em comparação a outros economistas – especialmente brasileiros –, como avalia que existe um "pessimismo exagerado" sobre esse tema. O'Neill vê como erradas as projeções de que o crescimento do País seria de no máximo 2,5%. Com base no desempenho da economia nacional este ano, ele acredita que o PIB ainda pode avançar a uma taxa de até 4%.
Mais informações »

ogaram m... e o Globo pede desculpas

Posted: 02 Sep 2013 06:29 AM PDT

"O Brasil não é o quintal da casa dos irmãos Marinho e muito menos de seus empregados tão dedicados em agradá-los, que chegam ao ponto de superar os seus afazeres e a fazer mais do que as suas realidades de empregados lhes permitem

Davis Sena Filho, Brasil 247

As Organizações(?) Globo sempre tentaram passar uma ideia de que são queridas pelo povo brasileiro. Ledo engano. As pessoas sabem do que se trata tais organizações e do que os seus proprietários, os irmãos Marinho, são capazes para terem seus interesses concretizados, bem como são conhecidos como porta-vozes não somente dos conservadores tupiniquins, mas também da direita internacional, que luta desde o início da humanidade para limitar e estancar o desenvolvimento social e econômico da humanidade.

Com a conquista da Presidência da República há 11 anos por parte dos trabalhistas, além da ascensão do Partido dos Trabalhadores (PT), partido reformista e não revolucionário, os meios de comunicação privados e de concessão pública dos Marinho deixaram de lado o pudor e passaram a fazer oposição política e intermitente contra os governos dos petistas Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff.
Mais informações »
You are subscribed to email updates from Brasil! Brasil!
To stop receiving these emails, you may unsubscribe now.
Email delivery powered by Google
Google Inc., 20 West Kinzie, Chicago IL USA 60610



--
Francisco Almeida 




Postar um comentário