terça-feira, 23 de abril de 2013

Via Email: BRASIL! BRASIL!: Por que o governo coloca tanto dinheiro na Globo


BRASIL! BRASIL!


Por que o governo coloca tanto dinheiro na Globo?

Posted: 22 Apr 2013 05:14 PM PDT

Interessa incentivar uma programação que vai dar em coisas como o BBB?

"Foram quase 6 bilhões de reais nos últimos dez anos em cima de uma lógica altamente discutível.


Primeiro, a boa notícia: a transparência nos gastos com publicidade no governo.

Transparência é detergente: elimina muita sujeira.

Então seguem as palmas à Secretaria de Comunicação, a Secom, por detalhar onde o governo coloca seu dinheiro.

Depois, a má notícia: a lógica do investimento "técnico", graças ao qual a Globo desde 2000 levou quase 6 bilhões de reais do governo, não se sustenta.
Mais informações »

Pesquisa FGV: 79% dos brasileiros reconhecem o apelo ao "jeitinho"

Posted: 22 Apr 2013 04:59 PM PDT


Viatura policial estaciona em local proibido
(Foto: João Alberto Campos/VC repóter)


"Pesquisa realizada pela Fundação Getúlio Vargas aponta que 79% dos brasileiros acreditam que, sempre que possível, o cidadão apela para famoso "jeitinho" na hora de resolver seus problemas. E mais: 82% dos entrevistados acreditam que é fácil descumprir as leis vigentes no país.

Os dados são resultado de um estudo do Centro de Pesquisa Jurídica Aplicada da Escola de Direito de São Paulo da Fundação Getúlio Vargas (CPJA/DIREITO GV) para a criação de um novo índice, o IPCLBrasil (Índice de Percepção do Cumprimento da Lei), que será apresentado ao público nesta terça-feira (23), em evento na capital paulista.

O IPCLBrasil é composto por dois subíndices: de percepção, formado pelos indicadores de legitimidade, instrumentalidade, controle social e moralidade. E o de comportamento, com questões que buscam avaliar a frequência com que os entrevistados disseram ter realizado condutas que violam leis ou regras de convivência social.

Para isso, foram feitas perguntas sobre a prática de infrações como jogar lixo nas ruas, fumar em local proibido, atravessar fora da faixa de pedestres, comprar produtos piratas ou ainda utilizar carteiras de estudante de maneira irregular.

Foram ouvidas pessoas de até 34 anos e alta escolaridade no Amazonas, Bahia, Distrito Federal, Minas Gerais, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e São Paulo, entre o quarto trimestre de 2012 e o primeiro trimestre de 2013."

Sem candidatos, velho poder parte para cima de Dilma

Posted: 22 Apr 2013 03:48 PM PDT


Ricardo Kotscho, Balaio do Kotscho

"Desistiram de Serra, não conseguem confiar em Aécio, ainda não descobriram qual é a de Eduardo Campos e não botam fé na sustentabilidade de Marina Silva. Sem candidatos viáveis para enfrentar Dilma Rousseff, o antigo aparato midiático-jurídico-financeiro resolveu jogar todas as suas fichas para desidratar a popularidade e combater o governo da presidente em várias frentes, após a divulgação das últimas pesquisas que apontam seu amplo favoritismo para ganhar as eleições de 2014 já no primeiro turno.

Acabou a trégua que a grande imprensa concedeu a Dilma, na esperança de desgastar a sua imagem, a do seu partido e a do seu principal cabo eleitoral, o ex-presidente Lula. no episódio do mensalão. Também não deu certo a estratégia de jogar criador contra criatura, preservando a imagem de Dilma enquanto miravam todos os seus ataques em Lula e no PT.
Mais informações »

Inflação e juros baixam, mas especulação segue

Posted: 22 Apr 2013 03:26 PM PDT


"Dados do Banco Central mostram que sete das nove categorias acompanhadas pelo IPCA-15, entre elas alimentos e bebidas, apresentaram desaceleração em abril, o que pode levar a inflação de volta para dentro da meta neste mês; além disso, analistas consultados pela pesquisa Focus reduziram a expectativa para a Selic; na BM&F, juros futuros caem de 8,50% para 8,25%; previsão é de inflação em queda também em maio, junho e julho; apesar da boa perspectiva, especuladores insistem em atacar política monetária, de olho no Copom de maio

Brasil 247

O aumento da inflação, que extrapolou o teto da meta de 6,5% em março, levou o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central a elevar a taxa básica de juros pela primeira vez desde julho de 2011, para 7,5% ao ano, na semana passada. A elevação da taxa atendeu em parte às pressões do mercado financeiro, que vinha pintando, com o auxílio de algumas publicações, um quadro de crise. Quadro que os últimos números divulgados pelo Banco Central desmentem.

Dados do BC mostram que sete das nove categorias acompanhadas pelo IPCA-15, entre elas alimentos e bebidas, apresentaram desaceleração em abril, o que pode levar a inflação de volta para dentro da meta neste mês. Nos últimos 12 meses, o índice acumulou 6,51%, ultrapassando o teto da meta, de 6,5% -- em março, o IPCA já havia batido em 6,59%. Se o IPCA apurado no mês fechar entre 0,45% e 0,5%, contudo, o índice volta para dentro da meta, e vai continuar por lá pelo menos durante mais um mês."
Matéria Completa, ::AQUI::

Charge do Bessinha

Posted: 22 Apr 2013 08:43 AM PDT


A mídia e o mafioso eleito no Paraguai

Posted: 22 Apr 2013 08:42 AM PDT


Altamiro Borges, Blog do Miro

"O bilionário Horácio Cartes é o novo presidente do Paraguai. A vitória do candidato do Partido Colorado foi anunciada no final da noite deste domingo (21) pelo ministro do Tribunal Superior de Justiça Eleitoral, Alberto Zambonini, quando mais de 80% dos votos já estavam apurados. O empresário liderava com 46% dos votos, seguindo pelo postulante do Partido Liberal Radical Autêntico (PLRA), Efrain Alegre, com 37% das preferências. A eleição de Horácio Cartes cria constrangimentos para a mídia colonizada do Brasil, que apoiou o golpe contra o ex-presidente Fernando Lugo e agora precisará conviver com um notório mafioso.
Mais informações »

Brasil precisa de 6 milhões de profissionais estrangeiros, diz SAE

Posted: 22 Apr 2013 07:39 AM PDT


Governo já estuda a importação de médicos estrangeiros, mas sindicato discorda

"Uma nova estratégia de "atração de cérebros" poderá trazer cerca de 6 milhões de profissionais estrangeiros para o Brasil nos próximos anos, segundo a Secretaria de Assuntos Estratégicos (SAE) do governo.

Camilla Costa, BBC Brasil

Com o auxílio de grupos de especialistas e consultorias de mercado, a secretaria quer desenvolver uma política de atração de profissionais - o número, no entanto, não inclui imigrantes de baixa qualificação e, sim, profissionais altamente qualificados que possam atender a demanda atual da economia brasileira.

"Ainda não é uma proposta fechada do governo, mas é a nossa meta atual", disse o ministro-chefe interino da SAE Marcelo Neri à BBC Brasil. "Imigrantes qualificados são o foco do esforço. Não é uma política geral de imigração, é uma estratégia de atração de cérebros."

Neri afirmou que a estimativa de 6 milhões foi feita depois de levantamentos de uma comissão de especialistas e de pesquisas com as empresas e o público em geral.

Segundo Neri, o Brasil é um dos países com a menor proporção de imigrantes na população, o que reflete "um fechamento do país ao fluxo de pessoas". Os estrangeiros representam hoje 0,2% da população. Com a adição de seis milhões nos próximos anos, este percentual subiria para cerca de 3%.

Para Neri, esse "fechamento" deve ser revertido para responder à demanda crescente por profissionais altamente qualificados, especialmente na áreas de engenharia e saúde."
Matéria Completa, ::AQUI::

Onde germina o terror

Posted: 22 Apr 2013 07:23 AM PDT


Luciano Martins Costa, Observatório daImprensa

"O noticiário a respeito do atentado ocorrido em Boston na semana passada tende a arrefecer nos próximos dias, a menos que um elemento relevante venha a provocar alguma desconfiança na imprensa sobre a versão oficial apresentada até aqui pelas autoridades americanas.Questionamentos divulgados por adeptos de teorias conspiratórias vêm sendo amplificados por veículos alternativos, mas até a manhã de segunda-feira (22/4), tais especulações não haviam avançado além de algumas obviedades.

Uma delas: se os supostos autores eram terroristas chechenos, por que atacar os Estados Unidos e não a Rússia?

A informação segundo a qual o irmão sobrevivente não poderá falar por causa de um ferimento a bala reduz as chances de ampliação das dúvidas, mesmo porque é tradição das autoridades americanas definir rapidamente o relato oficial, para reduzir o efeito emocional de tragédias sobre a população. Uma versão central induz a um sentimento coletivo e facilita o controle. A imprensa hegemônica, tanto lá como aqui, tende a seguir o que está escrito, e eventuais discordâncias acabam nos registros marginais da História.
Mais informações »

Reduzir a maioridade penal é um "atestado de falência do sistema de proteção social do país", diz especialista

Posted: 22 Apr 2013 07:15 AM PDT


Thais Leitão, Agência Brasil
 
"Reduzir a maioridade penal é reconhecer a incapacidade do Estado brasileiro de garantir oportunidades e atendimento adequado à juventude. Para o advogado Ariel de Castro Alves, especialista em políticas de segurança pública e ex-integrante do Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente (Conanda), "seria um atestado de falência do sistema de proteção social do país".
O debate sobre o tema voltou à tona nos últimos dias, após o assassinato do estudante Victor Hugo Deppman, 19 anos, durante um assalto em frente a sua casa no bairro de Belém, zona leste de São Paulo. O agressor era um adolescente de 17 anos que, dias depois, completou 18. Com isso, ele cumprirá medida socioeducativa, pois o crime foi cometido quando ainda era menor.

Além disso, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, veio a Brasília na semana passada para defender alterações no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) e no Código Penal com o objetivo de tentar coibir a participação de adolescentes em crimes. Uma das propostas é ampliar para até oito anos o período de internação do menor em conflito com a lei.
Mais informações »

Mercado prefere Campos e Aécio, mas aposta em Dilma

Posted: 22 Apr 2013 05:51 AM PDT


"Sem citar nomes, enquete realizada pelo jornal da família Mesquita, com banqueiros, economistas de instituições financeiras, operadores e donos de fundos de investimento, aponta que imagem de Dilma está em "processo de deterioração galopante no mercado", mas garante sua vitória nas eleições de 2014 e no 1.º turno; no final de semana, publicação partiu para a agressão contra Dilma em editorial, questionando sua capacidade cognitiva

Brasil 247

O Estadão não esconde sua discordância com a gestão de Dilma Rousseff. No final de semana, publicou um editorial em que parte para a agressão contra a presidente, praticamente questiona a sua capacidade cognitiva (Leia aqui). Na sequência, sem citar nomes, publica uma enquete com dez influentes integrantes do mercado, entre os quais banqueiros, economistas de instituições financeiras, operadores e donos de fundos de investimento, em que a imagem da presidente Dilma Rousseff aparece desgastada.

A pesquisa apontaria que, a um ano e meio da eleição, o setor mostra preferência pelos nomes do senador Aécio Neves (PSDB-MG) e do governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB).

Segundo a publicação, apesar da resistência à presidente e, especificamente, ao ministro da Fazenda, Guido Mantega, os integrantes do mercado avaliam que Dilma vencerá a eleição, no 1.º turno."
Matéria Completa, ::AQUI::
You are subscribed to email updates from Brasil! Brasil!
To stop receiving these emails, you may unsubscribe now.
Email delivery powered by Google
Google Inc., 20 West Kinzie, Chicago IL USA 60610



--
Francisco Almeida 




Postar um comentário