sexta-feira, 26 de abril de 2013

Via Email: BRASIL! BRASIL!: Desemprego em março é o menor em 12 anos


BRASIL! BRASIL!


Supremo X Congresso: em Brasília, o clima esquenta

Posted: 25 Apr 2013 05:02 PM PDT


Ricardo Kotscho, Balaio do Kotscho

"Ao terminar meu comentário de terça-feira no Jornal da Record News, com o Heródoto Barbeiro, fiz a  previsão óbvia sobre a novela da criação dos novos partidos: "O projeto das restrições aprovado por 240 votos a 30 na Câmara vai agora ao Senado. E, pelo jeito, o caso vai parar, mais uma vez, no Supremo Tribunal Federal".

Não deu outra. No dia seguinte, o ministro Gilmar Mendes, do STF, concedeu liminar ao pedido do senador Rodrigo Rollemberg (PSB-DF) e suspendeu a tramitação do projeto que restringe a criação de novos partidos no país, uma iniciativa do governo e dos partidos da base aliada, antes que ele chegasse ao Senado.
Mais informações »

Charge do Bessinha

Posted: 25 Apr 2013 04:44 PM PDT


Jornalista cria site em que adapta notícias para crianças

Posted: 25 Apr 2013 04:43 PM PDT


Redação, PortalIMPRENSA

"Após observar as dúvidas que seu filho tinha ao ouvir e ler notícias, a jornalista Simone Ronzani criou o Recontando, um site que cria animações sobre as notícias mais repercutidas na internet.

"O Recontando foi o projeto da minha pós-graduação. Após os estudos, percebi que existia um 'gap' no mercado editorial — as notícias", diz a responsável pelo projeto. "Durante a minha pesquisa, notei que as crianças 'torciam o nariz' para os jornais, mas que as notícias sempre chegavam nelas, independente do meio."

Segundo a Info, cada animação é desenvolvida para deixar a informação mais clara e didática para que as crianças, principal público da iniciativa. Os vídeos são produzidos por três jornalistas e três ilustradores que, segundo Simone, dedicam todo o seu tempo ao site.

A iniciativa possui uma parceria com a Escola Nossa, em Niterói, no Rio de Janeiro. Quinzenalmente, a equipe do site vai ao colégio e apresenta um episódio inédito para os alunos, seguido de atividades.

No mais recente vídeo, postado nesta quinta-feira (25/4), o canal explica aos pequenos o funcionamento da nova lei para coleta seletiva no Rio de Janeiro.

Assista:

Presidente da Câmara acha 'estranha' liminar do STF em lei sobre partidos

Posted: 25 Apr 2013 03:21 PM PDT


Henrique Alves, presidente da Câmara.
STF suspende projeto que teve tramitação
pauta por democracia
(Luiz Macedo/Ag. Câmara)

"Ao mesmo tempo, Eduardo Henrique Alves diz que não dará prosseguimento à PEC que limita poderes da Corte sobre matérias constitucionais enquanto não tiver 'definição clara' sobre independência dos poderes


– O presidente da Câmara, deputado Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), considerou "estranha" a liminar do ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), que suspendeu ontem (24) a tramitação do projeto de lei que inibe o troca-troca partidário, impedindo que deputados de mudem de legenda levem consigo, para o novo partido, parcelas do fundo partidário e do tempo de propaganda político-eleitoral na TV.

O projeto – que é criticado por partidos de oposição ao governo Dilma Rousseff (PT), por considerar que os enfraquece na disputa de 2014 – foi aprovado pela Câmara e já estava em discussão no Senado.

"Estranhamos muito porque foi uma decisão soberana desta Casa, de forma democrática, transparente. Cumpriu todos os preceitos regimentais e, portanto, achamos estranha e não concordamos com ela. Vamos ver de que maneira a gente pode verificar com o Supremo para que o mérito [da ação] seja levado rápido [ao plenário da Corte] para que haja uma decisão correta em relação aos Poderes e às decisões desta casa", argumentou Henrique Alves.

A ação foi proposta pelo senador Rodrigo Rollemberg (PSB-DF). Embora seja da base governista, o PSB se juntou aos protestos da oposição pelo fato de o presidente do partido, governador Eduardo Campos (PE), também querer disputar a Presidência da República no ano que vem."
Matéria Completa, ::AQUI::

Deputado tucano vira réu no STF acusado de desviar recursos

Posted: 25 Apr 2013 03:11 PM PDT


Agência Brasil

"O deputado federal Emanuel Fernandes (PSDB-SP) tornou-se réu em ação penal aberta nesta quinta-feira (25) pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Por unanimidade, a Corte entendeu que há indícios de que o parlamentar participou de um esquema de desvio de verbas públicas na época em que era prefeito de São José dos Campos. Ele exerceu o cargo entre 1997 e 2004.

Segundo denúncia do Ministério Público, o político teria desviado recursos públicos em proveito da empresa Refeicheque Administração Ltda. no fornecimento de auxílio alimentação a funcionários municipais.
Mais informações »

Violência em disparada quebra moral de Alckmin

Posted: 25 Apr 2013 11:47 AM PDT


"Indicadores oficiais de março sobre violência mostram fracasso da política de segurança pública em São Paulo; homicídios dolosos cresceram 37,3% na capital e 9,95% nas outras cidades; estupros e roubos de carros igualmente ficaram maiores; segurança dificilmente será trunfo de campanha à reeleição do tucano Geraldo Alckmin, em 2014, mas quem sofre com isso é a população  

Brasil 247

Segurança pública, combate à violência e aumento da criminalidade não são, decididamente, os assuntos prediletos do governador Geraldo Alckmin. Nesses quesitos, sua terceira administração em São Paulo é um rematado fracasso. Números que acabam de ser divulgados pela Secretaria da Segurança Pública do Estado mostram pioras em quase todos os índices de criminalidade na capital paulista entre fevereiro e março deste ano.

O número de vítimas de homicídios dolosos cresceu 37,3%, de 91 em fevereiro para 125 em março. Na comparação com março de 2012, a alta foi de 26,2%. À época, foram registradas 99 vítimas.

Os casos de estupro cresceram e 8%, saindo de 287 em fevereiro deste ano para 311 em março. Esse indicador registra aumentos consecutivos desde dezembro de 2012."
Matéria Completa, ::AQUI::

Aliado e opositor

Posted: 25 Apr 2013 11:34 AM PDT


Janio de Freitas, Folha de São Paulo

"Eduardo Campos não faz crítica, como diz: a mera atribuição de erro ou insucesso é oposição

Aspirante à sucessão presidencial e governador pernambucano, Eduardo Campos apresentará hoje na TV, se não mudar na última hora o programa gravado, sua lista do que considera os erros desastrosos de Dilma Rousseff. Pelos quais, no entanto, ele é corresponsável.

Se o PSB, conduzido por Eduardo Campos, se fez sócio dos êxitos do governo federal, não tem como fugir da condição de sócio do que sejam os erros e insucessos do governo em que tem até ministério e integra a "base aliada" no Congresso. Não há conversa farsesca que anule essa obviedade.

Eduardo Campos não faz crítica, como diz. Poderia e talvez devesse fazê-la se, como caberia mesmo a um aliado, examinasse a natureza do erro, como e por que ocorre. A mera atribuição de erro ou insucesso não é crítica, é oposição. "O Brasil caminha para a crise", como já disse Eduardo Campos a empresários do Sul, é uma advertência grave demais, sobretudo partindo do governador de Estado com a importância de Pernambuco, para que passe sem a exposição de embasamento sério, seja convincente ou não.

Do joguinho de aliado e opositor, de sugar proveito dos dois lados, o que resulta é simples: embuste como aliado e embuste como oposição, ou, vá lá, "crítico".

A mesma evidência ressalta deste ridículo: "Nós não temos um projeto de poder, nós temos um projeto de país". Até em nome do pudor alheio, se não puder ser do próprio, quem deixa lá o seu governo e sai pelo país em óbvia pré-campanha pelo poder –na qual ainda não ofereceu nem uma só ideia nova para o país– deve apresentar um engodo melhorzinho."

Num quartel em Osasco, soldados do Esquadrão da Morte

Posted: 25 Apr 2013 07:31 AM PDT

O cabrito e a horta

Posted: 25 Apr 2013 07:20 AM PDT


"Caiu no Reino Unido um dos grandes tabus do liberalismo: a ideia de que a liberdade de imprensa é absoluta, sem limites

Lalo Leal, Revista do Brasil / Rede Brasil Atual

A partir de agora a mídia impressa britânica (jornais, revistas e internet) será regulada por um órgão independente do governo e das empresas de comunicação.  O rádio e a TV já se submetem a outra agência reguladora, a Ofcom. Em 2013 a autorregulação exercida atualmente pela PCC (sigla em inglês da Comissão de Reclamações sobre a Imprensa) completaria 60 anos. Mas não resistiu aos escândalos mais recentes, com jornalistas grampeando telefones de artistas e de pessoas envolvidas em casos policiais, inclusive o de familiares do brasileiro Jean Charles, morto pela polícia inglesa.  

Entre os crimes cometidos pela imprensa, talvez o mais dramático tenha sido o praticado pelo diário News of the World. Um detetive a serviço do jornal grampeou o telefone celular de Milly Dowler, uma menina de 13 anos desaparecida em 2002, apagando suas mensagens. A polícia e a família, diante da manipulação da caixa postal, acreditavam que ela ainda estivesse viva até o corpo ser encontrado.  O jornal foi fechado pelo próprio dono, o magnata Rupert Murdoch, mas as denúncias de invasão de privacidade e as reclamações sobre publicações incorretas realizadas por outros veículos não cessaram.
Mais informações »

Charge do Bessinha

Posted: 25 Apr 2013 06:35 AM PDT


Desemprego em março é o menor em 12 anos

Posted: 25 Apr 2013 06:34 AM PDT


Agência Brasil

"A taxa de desocupação no Brasil ficou em 5,7% em março, praticamente estável em relação à de fevereiro (5,6%). O dado faz parte da Pesquisa Mensal de Emprego (PME), divulgada hoje (25) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A taxa é a menor registrada para o mês de março desde o início da série histórica, em 2002. Na comparação com março do ano passado (6,2%), o índice é 0,5 ponto percentual menor.

A população desocupada totalizou 1,4 milhão de pessoas no mês passado.

A Pesquisa Mensal de Emprego é feita nas regiões metropolitanas do Recife, de Salvador, de Belo Horizonte, do Rio de Janeiro, de São Paulo e de Porto Alegre."

Quem tira poder de quem?

Posted: 25 Apr 2013 06:12 AM PDT


"Defensor da "supremocracia", ou seja, do império absoluto do Poder Judiciário e do enfraquecimento da política, o jornal O Globo noticia que a Câmara dá o primeiro passo para retirar poderes do STF; no entanto, a notícia mais forte do dia é a liminar concedida pelo ministro Gilmar Mendes, que anula uma decisão soberana da Câmara dos Deputados sobre a criação de novos partidos, conforme noticia a Folha; no momento atual do Brasil, cabe a pergunta: afinal, para que serve o Congresso Nacional?

Brasil 247

O momento político brasileiro inspira cuidados. Apenas para citar casos recentes, o Supremo Tribunal Federal já anulou várias decisões soberanas do Congresso Nacional, por meio de decisões liminares. Luiz Fux, por exemplo, conseguiu, no ano passado, travar a votação do orçamento e congelar a decisão dos royalties do petróleo. Celso de Mello agiu para que se evitasse a posse de deputados legitimamente eleitos. Ontem, foi a vez de Gilmar Mendes, que, com uma canetada, anulou a lei aprovada pela Câmara dos Deputados, que restringe a criação de novos partidos políticos.

Sem entrar no aspecto político da discussão em si, sobre o casuísmo ou não do Congresso de impor amarras às novas legendas, agora que elas se situam fora da base governista, ao contrário do recém-criado PSD, a questão que se coloca é outra. Afinal, para que serve o Congresso Nacional, com representantes eleitos pelo povo, se todas as suas decisões de nada valem diante da chamada supremocracia?"
Matéria Completa, ::AQUI::
You are subscribed to email updates from Brasil! Brasil!
To stop receiving these emails, you may unsubscribe now.
Email delivery powered by Google
Google Inc., 20 West Kinzie, Chicago IL USA 60610



--
Francisco Almeida 




Postar um comentário