sábado, 16 de março de 2013

Via Email: BRASIL! BRASIL!: Candidatura de Eduardo Campos é balão sem ar


BRASIL! BRASIL!


T – D (Todos menos Dilma)

Posted: 15 Mar 2013 06:27 PM PDT


Emir Sader, Carta Maior / Blog do Emir

"A direita – tanto seus partidos, como sua mídia – já tem candidato para 2014: T – D. Todos menos Dilma. Todos contra a Dilma.

O objetivo que a direita coloca para si é tratar de impedir a vitória da Dilma no primeiro turno e, se der, tentar derrotá-la no segundo turno.

Para isso, recomeçou a busca de votos de todos os matizes: direita, extrema-direita, centro, centro-esquerda, extrema-esquerda. Vale tudo, contanto que some votinhos que eventualmente possam impedir a anunciada – por seus próprios cronistas – vitória da Dilma no primeiro turno.
Mais informações »

A propósito de Francisco

Posted: 15 Mar 2013 05:53 PM PDT


Assis. No sonho pintado por Giotto, Inocêncio III vê o santo reerguer a Igreja. Mas este é outro Francisco…

Mino Carta, CartaCapital

"Quando me ajoelhei aos pés do altar para receber a Primeira Comunhão, meus olhos ficaram embaçados e desmaiei. No dia anterior, de retiro espiritual orientado pelas minhas inesquecíveis freiras marcelinas, ao enfrentar momentos de inequívoca materialidade almoçara risotto com espinafre demoniacamente amanteigado. Não me surpreenderia se o próprio Lúcifer tivesse estacionado na cozinha. Passei uma noite no inferno, entre 16 e 17 de maio de 1942, dia da comunhão.

Atordoado, à beira da inconsciência, degluti a hóstia que me foi imposta goela abaixo por santas razões, pois a oportunidade não poderia ser desperdiçada a bem das expectativas dos familiares presentes, e logo me reencontrei na sacristia diante de um café da manhã monumental. Boa lembrança, além de definitiva.
Mais informações »

Candidatura de Eduardo Campos é balão sem ar

Posted: 15 Mar 2013 05:41 PM PDT

"O presidente do PSB busca espaço em âmbito nacional, o que é legítimo para qualquer político. Contudo, não se pode confundir sua ambição pessoal com o projeto nacional do qual ele faz parte desde o início. Ponto

Davis Sena Filho, Brasil 247

A direita brasileira não sabe mais o que fazer para rachar o Governo, o PT e seus aliados. Chegam a ser engraçadas as tentativas de promover a discórdia na base parlamentar e partidária do Governo trabalhista da presidenta Dilma Rousseff. Uma pessoa desavisada ou que não acompanhe rotineiramente a política brasileira certamente, ao ouvir, ler ou ver os comentários de nossos "especialistas" distribuídos por todos os meios de comunicação de negócios privados, vai acreditar que o Governo Dilma está em apuros e que sua base de sustentação está a derreter como sorvete em um dia de 40 graus.

É formidável a nossa imprensa de mercado e completamente alienígena e por isso irremediavelmente distante quando se trata dos interesses do Brasil e de seu povo. Primeiramente, os arautos da grande imprensa mercantilista apostaram na desunião entre a presidenta Dilma Rousseff e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Repercutiram esse lenga-lenga enfadonho e cínico durante meses, talvez mais de um ano. Os "pitaqueiros" de direita tentaram, inclusive, mostrar a presidenta trabalhista como uma pessoa politicamente antagônica a Lula, bem como uma administradora mais competente, que rejeita acordos políticos e se recusa a negociar com seus parceiros, que lhe dão sustentação política e partidária no Congresso, nos estados da Federação e nos municípios. Surreal, não? Transformam o processo político em simples conchavos de malfeitores, que somente pensam em benefício próprio."
Artigo Completo, ::AQUI::

Argentina determina que Vale não demita 6 mil

Posted: 15 Mar 2013 04:36 PM PDT


"Não poderá haver nenhuma demissão", disse o ministro do Trabalho argentino, Carlos Tomada, a jornalistas, acrescentando que a conciliação compulsória se aplica tanto para os trabalhadores contratados pela Vale como por terceiros; o projeto bilionário de potássio Rio Colorado foi suspenso pela empresa no início da semana

Brasil 247 / Reuters

O governo argentino informou nesta sexta-feira que ordenou que a mineradora brasileira Vale mantenha os 6,5 mil funcionários que executavam o projeto bilionário de potássio Rio Colorado, suspenso pela empresa no início da semana.

"Não poderá haver nenhuma demissão", disse o ministro do Trabalho argentino, Carlos Tomada, a jornalistas, acrescentando que a conciliação compulsória se aplica tanto para os trabalhadores contratados pela Vale como por terceiros.

"No caso de as companhias não respeitarem, multas significativas serão aplicadas", acrescentou Tomada."
Matéria Completa, ::AQUI::

Justin Bieber condena veículos por "incontáveis mentiras" sobre ele

Posted: 15 Mar 2013 04:15 PM PDT


Cantor diz que a mídia mente sobre ele

Redação, PortalIMPRENSA

"Na última quinta-feira (14/3), o cantor Justin Bieber utilizou sua conta no Instagram para criticar a imprensa por publicar "incontáveis mentiras" a seu respeito, informou a Reuters.

Bieber (19) afirmou que não está em reabilitação e que não considera que tenha feito algo para merecer a cobertura negativa. "Todo mundo na minha equipe fica me dizendo para 'manter a imprensa feliz', mas estou cansado de todas as incontáveis mentiras na imprensa atualmente", escreveu.

"Sou uma boa pessoa, com um bom coração. E não acho que eu mereça toda essa cobertura negativa. Ralei para chegar aonde estou, e meu trabalho duro não para por aqui... Tudo isso não é fácil. Às vezes fico bravo. Sou humano. Vou cometer erros. Vou crescer e melhorar com eles", acrescentou.

Na semana passada, um show do cantor em Londres começou com duas horas de atraso, em outra noite, ele desmaiou no palco e, depois foi flagrado xingando um fotógrafo."

Charge do Bessinha

Posted: 15 Mar 2013 09:11 AM PDT


Máscaras de carne e osso

Posted: 15 Mar 2013 09:02 AM PDT


Saul Leblon, Carta Maior / Blog das Frases

"O país vive dias buliçosos.

Como se não houvesse amanhã, nem ontem, Aécio cogita a necessidade de reestatizar a Petrobrás. Vai além: promete fazê-lo.

Serra ressurge das cinzas.

E reacende seu fogo 'desenvolvimentista' – 'de boca', entrecortou, um dia, Maria da Conceição Tavares, em aparte rápido, definitivo.

Aguarda-se a chegada de Alckmin. Especula-se um figurino chão de fábrica, na defesa carbonara do salário mínimo do Dieese. Ou isso, ou greve geral.

O que falta ainda? A mídia. Conhecida pela isenção com que aborda as causas da miséria brasileira, mostra-se indignada. O país 'estacionou' na 85ª posição do IDH mundial, denunciam manchetes sulforosas.

Cegas, ignoram que o IDH brasileiro de 2012 baseou-se em dados de 2005,no caso da educação, por exemplo. Sete anos desconsiderados.
Mais informações »

Dilma: "Relação do prende e arrebenta acabou"

Posted: 15 Mar 2013 08:48 AM PDT


"Presidente diz que entendimento com empresários e políticos é sua forma de governar; "O governo dialoga, persuade", disse ela aos jornalistas, após lançar plano em defesa do consumidor; ela respondia ao fato de os preços dos alimentos não terem baixado mesmo após a desoneração da cesta básica, e acrescentou que a questão agora é com os empresários; o governo trabalha "mais no lado da persuasão, não da ameaça, nem da coação" 


A presidente Dilma Rousseff declarou nesta sexta-feira 15 que "a relação do prende e arrebenta acabou", ao ser questionada por jornalistas sobre a possibilidade de a desoneração dos produtos da cesta básica não terem efeito direto sobre o consumidor. Segundo ela, a questão agora está com os empresários, responsáveis pela redução nos preços dos alimentos.

"O governo dialoga, o governo persuade", disse Dilma, em referência a sua relação com os empresários, indicando que não poderia obrigá-los a reduzir os preços. "É uma questão que beneficia o empresário. Se ele tiver desoneração, ele vai ter mais renda", afirmou, sobre a medida anunciada há uma semana. "Mas é mais o lado da persuasão, não o lado da ameaça e da coação", acrescentou a presidente.

"Eu tenho certeza que tem vários produtores, vários empresários, que já desoneraram. Alguns não fizeram. Esse é um processo de educação, de conscientização", acrescentou Dilma. Nesta última semana, apesar da desoneração anunciada pelo governo, os preços dos itens de primeira necessidade tiveram reajuste de 0,55%. O valor médio de uma cesta com 31 produtos, que na quinta-feira passada era de R$ 384,58, passou para R$ 386,71 na quarta-feira 13.

Aberta a críticas

Em relação à série de críticas recebida por seu governo, a presidente afirmou que "qualquer um" pode atacar "este governo". Para mencionar o período de democracia vivido atualmente, ela relatou aos jornalistas de quando esteve no pátio da Polícia Federal e se lembrou de que havia estado lá antes, presa, na época da ditadura militar, e que naquele momento o ambiente era ocupado por manifestações. "Eu assisti a ditadura e o maior período de democracia na América Latina", declarou. Sobre a reforma no ministério, que pode ser anunciada ainda nesta sexta-feira, ela foi taxativa: "Eu não vou discutir ministério".

Kassab dá nó em Dilma à espera de Campos

Posted: 15 Mar 2013 08:25 AM PDT


Ricardo Kotscho, Balaio do Kotscho

"Demorou tanto a presidente Dilma Rousseff para anunciar as mudanças em seu ministério, esperadas desde o final do ano passado, que o PSD desistiu de aderir ao governo agora, à espera de uma definição do governador pernambucano, Eduardo Campos, do PSB.

O ex-prefeito paulistano  Gilberto Kassab, fundador e presidente do PSD, comunicou sua decisão à presidente em jantar na noite de quarta-feira, no Palácio da Alvorada, pegando todo mundo de surpresa, já que ao seu partido estavam reservadas uma ou duas vagas ministeriais.

Com o cacife de 52 deputados federais e o correspondente tempo de televisão na propaganda eleitoral, a moeda de troca mais valiosa em qualquer campanha, Dilma esperava que o PSD pudesse compensar a perda quase certa do PSB na base aliada.
Mais informações »

Inflação medida pelo IGP-10 cai para 0,22% em março

Posted: 15 Mar 2013 08:08 AM PDT


Vitor Abdala, Agência Brasil

"O Índice Geral de Preços – 10 (IGP-10) registrou inflação de 0,22%, em março deste ano, taxa inferior ao 0,29% do mês anterior e ao 0,27% de março de 2012. Em 12 meses, o IGP-10, medido pela Fundação Getulio Vargas (FGV), acumula inflação de 8,01%.

A queda do índice em março foi provocada por inflações menores nos subíndices de Preços ao Consumidor (IPC) e de Custo da Construção (INCC). O IPC passou de 0,74% em fevereiro para 0,49% em março. Os alimentos foram os itens que mais contribuíram para a redução da inflação, já que sua taxa passou de 2,06% para 1,26%.

Já o INCC caiu de 0,84% em fevereiro para 0,37% em março, devido a inflações menores nos materiais de construção (cuja taxa passou de 0,59% para 0,41%) e mão de obra (cuja taxa passou de 1,08% para 0,32%).

Em sentido oposto, o subíndice de Preços ao Produtor Amplo (IPA) subiu de 0,05% em fevereiro para 0,11% em março. O IGP-10 é calculado com base em preços coletados entre os dias 11 do mês anterior e 10 do mês de referência."

Monitoramento de audiência nos EUA contabilizará internet; Ibope estuda modelo

Posted: 15 Mar 2013 08:00 AM PDT


Fernanda Reis, Folha de S. Paulo

"De olho nos cliques em vídeos na internet, a Nielsen --empresa que mede a audiência televisiva nos EUA-- anunciou uma importante mudança: a audiência na internet, agora, também conta.

A partir de setembro deste ano, as casas norte-americanas que não tiverem TV por assinatura -mas que tiverem seus aparelhos conectados à internet- também serão consideradas nas aferições.

Com esses números à mão, os canais terão bases mais sólidas para vender espaço publicitário e decidir o que será exibido para os espectadores.

Em franca expansão, o segmento on-line levou à produção de séries exclusivas para a internet, como "House of Cards", do serviço Netflix, e o resgaste de atrações que acabaram pela baixa audiência na TV paga --mas que eram assistidos via internet."
Matéria Completa, ::AQUI::

Serra quer presidir o PSDB. Ou sai

Posted: 15 Mar 2013 07:10 AM PDT


"Ex-governador de São Paulo exige o comando do partido para permanecer no ninho tucano; ele tem convites do PPS para apoiar Eduardo Campos, no plano nacional, ou para disputar o governo de São Paulo, contra Geraldo Alckmin; risco de "revolução" no PSDB, apontado por Alberto Goldman ao 247, é cada vez maior

Brasil 247

A "revolução" prevista pelo ex-governador Alberto Goldman em entrevista na quarta-feira 13 ao 247 está em curso. Foi com esse termo que ele se referiu à possibilidade de o ex-governador José Serra deixar o partido pelo qual concorreu duas vezes à Presidência da República – e Serra nunca esteve tão perto de deixar o ninho azul e amarelo.

Sentindo ser alvo de "uma ofensa" dentro da agremiação – é esse o termo que Serra tem usado a amigos e, mais insistentemente, ao mais amigo Fernando Henrique Cardoso --, Serra está mandando um recado direto para o presidente da legenda, seu ex-amigo Sérgio Guerra, e ao senador e aparentemente amigo Aécio Neves: ou entra na convenção partidária, adiada de final de março para maio, com tudo certo para ser eleito presidente do PSDB, ou pega suas intenções de voto para presidente da República e muda de partido.

No PPS de Roberto Freire, a quem a estratégia política de Serra, como governador, em 2010, elegeu deputado federal por São Paulo, tudo está pronto para recebê-lo. A prontidão do PPS em benefício de Serra igualmente foi adiantada por 247, no início do ano. O acréscimo, agora, é uma manobra esperta. Outra, de resto. O PPS já tem tudo pronto para se fundir com o inexpressivo PMN. A fusão abriria novas condições legais para migrações partidárias, o que poderia engordar a legenda com serristas de todo o País. O estrago nas fileiras tucanas seria considerável."
Matéria Completa, ::AQUI::

Oposição (Folha, Globo, Veja...) nervosa: economia brasileira inicia o ano em forte crescimento

Posted: 15 Mar 2013 06:25 AM PDT


Kelly Oliveira, Agência Brasil

"A economia brasileira iniciou o ano em crescimento. Em janeiro, o Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br) ajustado para o período (dessazonalizado), divulgado hoje (15) pela instituição, apresentou expansão de 1,29% na comparação com dezembro de 2012. Esse é o maior percentual de crescimento, nesse tipo de comparação, desde janeiro de 2004, quando a alta, em relação a dezembro de 2003, chegou a 1,99%.

De acordo com os dados revisados, em dezembro comparado com novembro do ano passado, houve queda de 0,45% no IBC-Br.

Na comparação entre janeiro deste ano e o mesmo mês de 2012, houve crescimento de 3,84%, de acordo com o dado sem ajustes para o período, considerado o mais adequado para esse tipo de comparação. Em 12 meses encerrados em janeiro, a atividade econômica apresentou expansão de 0,84% (sem ajustes).

O IBC-Br é uma forma de avaliar e antecipar a evolução da atividade econômica brasileira. O acompanhamento do IBC-Br é considerado importante pelo Banco Central para que haja maior compreensão da atividade econômica. Esse acompanhamento também contribui para as decisões do Comitê de Política Monetária (Copom), responsável por definir a taxa básica de juros, atualmente, em 7,25% ao ano."
You are subscribed to email updates from Brasil! Brasil!
To stop receiving these emails, you may unsubscribe now.
Email delivery powered by Google
Google Inc., 20 West Kinzie, Chicago IL USA 60610



--
Francisco Almeida 




Postar um comentário