segunda-feira, 11 de março de 2013

Via Email: BRASIL! BRASIL!: O cerco ao Brasil e o mito mexicano



BRASIL! BRASIL!


Posted: 10 Mar 2013 06:12 PM PDT

Posted: 10 Mar 2013 06:11 PM PDT


"Virou moda no Brasil, e em alguns países da América Latina, fazer comparações entre o nosso país e o México, no que se refere ao desempenho econômico. Elas escoram as críticas que a imprensa econômica internacional faz a um suposto aumento do "intervencionismo" do Governo brasileiro na economia.

Mauro Santayana, Carta Maior

Nos últimos tempos, virou moda no Brasil, e em alguns países da América Latina, fazer comparações entre o nosso país e o México, no que se refere ao desempenho econômico. Elas escoram as críticas que a imprensa econômica internacional faz a um suposto aumento do "intervencionismo" do Governo brasileiro na economia.

Parte disso deriva do fim da farra dos bancos e especuladores estrangeiros no Brasil, que aqui ganhavam gigantescas fortunas da noite para o dia, graças ao tripé : maiores juros do mundo; valorização da bolsa e do câmbio, que foi, de quase 100% com relação ao dólar nos últimos dez anos.
Mais informações »
Posted: 10 Mar 2013 06:04 PM PDT


"Para o prefeito de São Bernardo do Campo e um dos principais interlocutores de Lula, governador deveria deixar candidatura para 2018

Fernando Gallo, O Estado de S.Paulo

O recado para o governador de Pernambuco vem de São Bernardo do Campo (SP), e de um dos principais interlocutores do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva: "Ninguém vai ficar de joelhos para Eduardo Campos não ser candidato".
Em entrevista ao Estado, o prefeito Luiz Marinho (PT) afirma que Campos deveria esperar para ter condições de liderar a sucessão da presidente Dilma Rousseff em 2018. Ele diz torcer para o senador Aécio Neves (MG) ser o candidato tucano, pois abriria espaço para o PT em Minas, e avalia que o PSDB resgata Fernando Henrique porque foi "o que sobrou". 

Como o sr. avalia a possibilidade da candidatura de Eduardo Campos?

A depender de nós, o Eduardo não é candidato. É um jovem inteligente, um quadro importante de nossa aliança. Se as ponderações puderem ser realizadas, ele continua na aliança aguardando o futuro.


Quais ponderações?

É um jovem brilhante, competente. Se quer eventualmente buscar liderar, na transição pós-Dilma, esse nosso projeto que está em andamento, ele tem que ficar desse lado, e não disputar contra. Se disputa, está dado que, em 2018, esquece, vamos criar outro candidato. Não estou dizendo com isso que Eduardo será o candidato.


O que o sr. está dizendo, então?

Se eu estivesse no lugar do Eduardo, tensionaria até o último segundo, sentaria com a Dilma e faria uma composição, buscando condições de liderar esse processo em 2018. Na minha cabeça está muito claro que não vamos ter um projeto de longo prazo sempre com lideranças do PT encabeçando. É possível que uma liderança dos partidos aliados venha a liderar o processo. 



Sem o PSB, a presidente Dilma teria menos tempo de TV em 2014.

Hoje a Dilma não precisa do mesmo tempo que precisou em 2010, quando não era conhecida. Ela é a presidenta, tem todo o conhecimento do povo."
Entrevista Completa, ::AQUI::
Posted: 10 Mar 2013 05:44 PM PDT


"À Carta Maior, o embaixador Samuel Pinheiro Guimarães fala sobre as incertezas políticas no continente após a morte de Hugo Chávez. Para ele, Brasil e Argentina desempenharão papel fundamental nesse processo. É importante que esses países estejam vigilantes, desestimulando eventuais movimentos golpistas. Juntas, Dilma e Cristina podem influir poderosamente. Por Dario Pignotti.

Dario Pignotti - @DarioPignotti / CartaMaior

Hugo Chávez citava frequentemente Samuel Pinheiro Guimarães para defender a aliança vital com o Brasil ou repudiar as tentativas de anexação por parte dos Estados Unidos sob o manto da Alca.

Chávez conhecia os bastidores do Itamaraty e quando citava Samuel talvez procurasse fortalecê-lo frente aqueles que tentavam afastá-lo da secretaria geral da Chancelaria para reestabelecer a diplomacia do Consenso de Washington. O diplomata também foi mencionado pela embaixada dos EUA para quem ele é um "antiamericano virulento", segundo documento divulgado pelo Wikileaks.
Mais informações »
Posted: 10 Mar 2013 05:30 PM PDT


"Presidenciável do PSB aproveita indecisão do PSDB para avançar como nome da oposição em 2014; "Converso com todo mundo, da direita à esquerda", diz Campos; ele quer Marcio Lacerda, prefeito de Belo Horizonte, candidato a governador de Minas em 2014; te cuida, Aécio!

Brasil 247

Por essa o PSDB do presidenciável Aécio Neves não esperava. É por Minas Gerais, num evento com data ainda a ser marcada, que o governador de Pernambuco, Eduardo Campos, pretende começar seus eventos públicos de pré-campanha presidencial com vistas a 2014. Com seu partido, o PSB, na mão, ao contrário de Aécio, que ainda não encontrou a unidade necessária entre os tucanos para se sentir seguro a lançar oficialmente sua candidatura, Campos já convence os analistas políticos de que está alguns quilômetros à frente de Aécio na intenção de ambos chegarem a 2014 como maior personificação da oposição ao governo Dilma – e isso mesmo sendo o PSB uma agremiação amarrada, até aqui, à base aliada da administração federal.

Em Minas, Campos já combina com o prefeito de Belo Horizonte, Marcio Lacerda, também do PSB, um evento de inauguração de obra em que possa estar ao lado dele, associando-se à realização. Para 2014, de acordo com os planos do presidenciáve socialista, Lacerda deverá concorrer ao governo do Estado, dando-lhe um palanque forte para sua própria campanha ao Palácio do Planalto. Ao mesmo tempo em que, com isso, fincaria uma estaca no coração do segundo maior colégio eleitoral do País, Campos também barraria a intenção de Aécio de contar com Lacerda como seu apoiador na corrida presidencial. Nas contas do tucano, o prefeito de BH é seu aliado, a quem apoiou na eleição e na reeleição na cidade, mas parece que Campos não foi avisado sobre essa verdade universal. E pretende fazer diferente."
Matéria Completa, ::AQUI::
Posted: 10 Mar 2013 05:16 PM PDT
Altamiro Borges, Blog do Miro


"Milhares de pessoas participaram ontem (9) de uma passeata em São Paulo – da Avenida Paulista até a Praça Roosevelt – em protesto contra a indicação de Marco Feliciano (PSC-SP) para a presidência da Comissão de Direitos Humanos e Minorias (CDHM) da Câmara Federal. A rejeição ao deputado – que já foi batizado nas redes sociais de "pastor das trevas" – saiu da internet para ganhar as ruas. De acordo com a Polícia Militar, o ato reuniu "entre 800 e 1.200 pessoas". Já para os organizadores, ele contou com milhares de ativistas.

Segundo Igor Carvalho, da revista Fórum, "aos gritos de 'racista, ladrão, cadê a solução' e 'se até o papa renunciou, Feliciano, sua hora já chegou', representantes de diversos movimentos sociais, com forte predominância dos ativistas da causa LGBT, chegaram a deitar nas quatro faixas da Rua Consolação, parando o trânsito... 'Somos, aqui, com certeza umas 20 mil pessoas protestando contra essa vergonha nacional, contra essa anomalia que é a eleição de Marcos Feliciano', disse Daniel de Ogum, um dos organizadores".
Artigo Completo, ::AQUI::

Posted: 10 Mar 2013 08:44 AM PDT


Racismo contra estudante negro
ocorreu na UFRJ (Reprodução)


"Estudante Negro da UFRJ é coagido a sair de ônibus universitário. Apesar de haver outros estudantes indo em direção ao alojamento, Aparecido de Jesus Silva foi o único abordado


Na terça-feira dia (26/02) , às 22h, voltando do IFCS onde assistia a aula, o estudante de Filosofia negro, Aparecido de Jesus Silva, foi coagido pelo motorista do ônibus universitário para que se retirasse do mesmo.

Aparecido relata que pegou o ônibus de número 160, placa KXW 4619, para o alojamento no terminal Rodoviário da Cidade Universitária. Ao entrar pela traseira do ônibus (que é gratuito) e sentar ao fundo, o estudante teria visto o condutor gesticular com as mãos e perguntar "Você vai para onde?" . "[o motorista] Parecia nervoso com minha presença", informou.
Mais informações »
Posted: 10 Mar 2013 08:27 AM PDT

Posted: 10 Mar 2013 08:25 AM PDT


"Alguma intenção pode haver por trás de um pedido que com certeza lhe seria negado.


Não encontrei uma resposta inteiramente satisfatória para uma pergunta que me ocorreu esta semana: o que levou Dirceu a pedir autorização ao Supremo para ir ao funeral de Chávez em Caracas?

Dirceu é, inegavelmente, um homem inteligente. Na única vez que o vi em ação, num Roda Viva, e escrevi já sobre isso, ele dominou confortavelmente as discussões. Pareceu muito mais preparado intelectualmente que os entrevistadores.

E então?
Mais informações »
Posted: 10 Mar 2013 06:49 AM PDT


"Segundo o colunista Hélio Schwartsman, o mundo produz um volume de informação diária que equivale a 450 bibliotecas do Congresso americano; o problema, portanto, é mais o excesso do que a falta de informação; ele afirma ainda que o poder dos meios tradicionais de mídia já é declinante e diz que é pouco provável que governos possam promover uma democratização mais efetiva do que a já imposta pela internet


Enquanto o PT defende uma Lei de Meios, será que a democratização da mídia já não está acontecendo na internet, sem que os governos precisem fazer nada? Quem defende essa tese é o jornalista Hélio Schwartsman, colunista da Folha, que aponta também o poder declinante dos meios de comunicação tradicionais. Leia abaixo:


SÃO PAULO - Tornou-se regra entre os grupos de centro-esquerda no poder na América Latina defender a democratização dos meios de comunicação. Os graus de empenho variam. Nos lugares onde o populismo é mais explícito e a economia não vai bem, a disputa entre o governo e a mídia tradicional pode assumir contornos dramáticos, como é o caso da Argentina. Já no Brasil, a discussão surge em espasmos e tende a ser empunhada por lideranças mais afastadas do centro do poder.
Mais informações »
You are subscribed to email updates from Brasil! Brasil!
To stop receiving these emails, you may unsubscribe now.
Email delivery powered by Google
Google Inc., 20 West Kinzie, Chicago IL USA 60610



--
Francisco Almeida 





Postar um comentário