terça-feira, 12 de março de 2013

Via Email: BRASIL! BRASIL!: Para ministro da Educação, política de cotas de São Paulo segrega aluno



BRASIL! BRASIL!


Posted: 11 Mar 2013 05:53 PM PDT

Posted: 11 Mar 2013 05:52 PM PDT


Altamiro Borges, Blog do Miro

"A oposição midiática - e o seu dispositivo partidário formado por PSDB, DEM e PPS – fez de tudo para inflar a candidatura de Eduardo Campos, governador de Pernambuco e presidente do PSB. A tática era cristalina: rachar a base governista para viabilizar um postulante da direita na eleição de 2014. Até agora, porém, a jogada deu xabu! O fortalecimento de Eduardo Campos está esvaziando a candidatura de Aécio Neves, o cambaleante presidenciável tucano. Artigo do jornal Valor desta semana confirma a desgraceira!

Segundo Caio Junqueira e Murillo Camarotto, "a ala do PSDB ligada ao ex-governador de São Paulo José Serra intensificou nos últimos dias conversas com interlocutores do PSB de Eduardo Campos sobre o cenário presidencial de 2014. O movimento foi impulsionado por uma divisão crescente na bancada federal do PSDB paulista. Parte dela está incomodada com o papel secundário dispensado a Serra no debate sobre os rumos do partido e o consequente protagonismo assumido pelo senador Aécio Neves (PSDB-MG)".
Mais informações »
Posted: 11 Mar 2013 05:45 PM PDT


Mercadante: "alunos ficam sem garantias"
(Foto: Antonio Cruz/ABr)


"Aloizio Mercadante critica modelo defendido por Geraldo Alckmin, afirmando que contraria ideia de que universidade deve servir à integração social, e não à exclusão



"O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, disse hoje (11) que a política de cotas apresentada pelo governo de São Paulo mantém os estudantes de escolas públicas apartados do convívio universitário, criando exclusão no local em que deveria ocorrer a integração social. "É uma política de cotas que mantém o aluno segregado. Se é assim, o governador deveria adotar esse sistema para todos os alunos que quisessem ingressar na universidade", disse, durante conversa com jornalistas após audiência pública na Assembleia Legislativa paulista.
Mais informações »
Posted: 11 Mar 2013 05:35 PM PDT


"A presidenta Dilma Rousseff publicou decreto promulgação a Convenção 151 da Organização Internacional do Trabalho (OIT), que torna obrigatória a negociação sindical no setor público, entre outras mudanças fundamentais introduzidas nas relações de trabalho na administração pública.

Márcia Xavier, Vermelho

A regulamentação da Convenção 151 constava do rol de reivindicações da 7ª Marcha das Centrais Sindicais e Movimentos Sociais, que concentrou mais de 50 mil pessoas em Brasília, no último dia 7, mesmo dia em que a presidenta Dilma encerrou uma etapa decisiva na implantação da negociação coletiva no Brasil. Há outros grandes avanços como o reconhecimento de direitos sindicais e trabalhistas efetivos para a categoria profissional dos servidores públicos.

Segundo o presidente da Confederação dos Servidores Públicos do Brasil (CSPB), João Domingos, a regulamentação é o degrau mais alto na implantação da negociação coletiva no Brasil. Segundo ele, a etapa seguinte é a mais difícil, que é implantar o sistema nacional de negociação coletiva em todo o País. Estados, municípios e União.
Mais informações »
Posted: 11 Mar 2013 05:28 PM PDT
"O que está em jogo é a soberania popular. Na mídia e no Direito !


Paulo Henrique Amorim, Conversa Afiada

O Centro Acadêmico XI da Escola de Direito do Largo São Francisco promoveu nesta segunda-feira (11) um debate sobre a "Regulamentação da Mídia".

Participaram o professor de Direito da PUC-SP e colunista da Carta Capital, Pedro Serrano; o professor titular da ECA, José Coelho Sobrinho; a diretora-executiva do Centro de Mídia Alternativa Barão de Itararé, Renata Mieli e o jornalista Paulo Henrique Amorim.

O primeiro a falar à plateia de estudantes e professores foi  Serrano, que fez uma  ampla análise das diferenças entre Liberdade de Expressão e Liberdade de Imprensa.

Segundo ele, a Liberdade de Expressão é um princípio, que se limita no confronto natural com outros princípios. Ele dá como exemplo a Lei do Fumo, onde o princípio da liberdade se confronta com o princípio da saúde pública, e, nesse embate, se encontra um equilíbrio.

Já a Liberdade de Imprensa é uma garantia constitucional, "é a garantia de informar e sobretudo a garantia de a sociedade de ser informada": "essa, sim, tem de ser regulada", diz ele.

E informar, disse ele, é informar de forma verdadeira.

Para o professor Serrano, a regulação deve se dar na indústria da comunicação e, não, no conteúdo propriamente dito. Nessa matéria, ele qualifica a Constituição de 1988 com "um terror".
Artigo Completo, ::AQUI::

Posted: 11 Mar 2013 05:18 PM PDT


Marli Moreira, Agência Brasil

"O número de vagas abertas pela construção civil no país cresceu 1,07% em janeiro, em relação a dezembro, com a oferta de 36,2 mil postos de trabalho. O dado faz parte de pesquisa feita pelo Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo (SindusCon-SP) em parceria com a Fundação Getulio Vargas (FGV).

No acumulado de 12 meses, na comparação com o período anterior, houve alta de 2,44%, com a contratação de 82 mil trabalhadores.
Na passagem de dezembro para janeiro, o Norte é a única região do país com queda nas contratações (-0,17%). No Nordeste, o índice aumentou 0,47%; no Sudeste, 1,17%; no Sul, 1,71% e no Centro-Oeste, 1,97%.
Mais informações »
Posted: 11 Mar 2013 04:13 PM PDT


"Pegou mal; para André Moura, líder do PSC na Câmara, presença do deputado Marco Feliciano na presidência da Comissão dos Direitos Humanos e Minorias (CDHM) se transformou numa batalha de interesses contrariados: "Sinto que é preciso dialogar (...). A Câmara dos Deputados e o PSC precisam estar em sintonia com o sentimento da sociedade brasileira"; bancada do partido se reúne nesta terça-feira para reavaliar a indicação a partir da repercussão negativa; no fim de semana, passeatas em nove capitais e quatro cidades pediram saída do parlamentar considerado homofóbico, racista e fundamentalista

Brasil 247 / Sergipe 247

O líder do PSC, deputado federal André Moura, avalia a possibilidade de reabrir uma nova discussão sobre a indicação do deputado federal e pastor Marco Feliciano (PSC-SP) na presidência da Comissão dos Direitos Humanos e Minorias da Câmara Federal. Polêmica, a eleição do líder religioso, abertamente homofóbico e que já fez declarações racistas, abriu uma série de manifestações da sociedade civil organizada, em todo o Brasil.
Mais informações »
Posted: 11 Mar 2013 08:38 AM PDT

Posted: 11 Mar 2013 08:37 AM PDT


Fernanda Cruz, Agência Brasil

"A procura dos consumidores por crédito no mês de fevereiro avançou 6,9% em relação ao mesmo mês do ano passado, segundo a empresa de consultoria Serasa Experian. Essa foi a quinta alta seguida seguindo o critério de comparação anual. Em relação a janeiro, houve recuo de 13%, motivado pela redução do número de dias úteis em função do mês mais curto e do feriado de carnaval.

A demanda do consumidor por crédito havia registrado queda em dez dos 11 meses entre novembro de 2011 e setembro de 2012 – na comparação interanual. O processo de reativação da demanda, por sua vez, teve relação com a atual tendência de diminuição dos níveis de inadimplência e com as taxas de juros mais baixas, além do bom momento vivido pelo mercado de trabalho.
Mais informações »
Posted: 11 Mar 2013 08:30 AM PDT


"Economista Jim O´Neill, responsável por notar, há mais de dez anos, o potencial de Brasil, Rússia, Índia e China, diz que o Brasil é o seu preferido do grupo e que esses países serão o motor do crescimento global nesta década; ou seja: o otimismo em relação ao Brasil é maior lá fora do que aqui, onde analistas e a imprensa atacam um "crescimento pífio" da economia, enquanto indicadores apontam a retomada da atividade econômica


Tudo indica, a partir de uma entrevista do economista Jim O´Neill ao jornal americano Wall Street Journal, que o otimismo em relação ao crescimento do Brasil é maior lá fora do que aqui. Responsável por perceber o potencial dos países Brasil, Rússia, Índia e China e por dar a eles o apelido de "BRICs", O´Neill aposta que o Brasil crescerá 5% nesta década. "Estou supondo que o Brasil vai crescer 5% e a Rússia, 4%", avalia.
Mais informações »

Posted: 11 Mar 2013 08:17 AM PDT


Eduardo Guimarães, Blog da Cidadania

"O conceito "populismo" sempre foi elástico e subjetivo. Contudo, em alguns momentos da história chegou a fazer sentido. No século passado, porém, não era usado apenas para caracterizar a forma de governar de políticos de esquerda como hoje. O caudilho, que por definição governa de forma populista, poderia ser partidário de qualquer ideologia.

Em resumo, caudilho seria um chefe político que governa acima dos partidos e que adota medidas populistas (demagógicas) que agradam aos governados independentemente de serem viáveis, o que, por essa teoria, no médio e no longo prazos terminariam por causar mais malefícios do que benefícios.

No Brasil, o "caudilho populista" mais famoso é Getúlio Vargas, ainda que outros políticos trabalhistas como Leonel Brizola tenham sido associados a essa pecha.

A história do "populismo", no entanto, importa menos do que o uso contemporâneo desse conceito, tal como vem sendo empregado na América Latina e, mais precisamente, na América do Sul ao longo do século XXI, período em que líderes de esquerda ascenderam ao poder por toda a região e a revolucionaram econômica e socialmente."
Artigo Completo, ::AQUI::
Posted: 11 Mar 2013 07:21 AM PDT


Rodolpho Motta Lima, Direto da Redação

"Preconceito e privilégio são palavras que caminham lado a lado, nessa ainda longa estrada que o Homem tem que percorrer para poder afirmar-se como efetivamente civilizado. Drummond escreveu um poema , "Science Fiction", em que, paradoxalmente, imagina um ET que foge do convívio com o ser humano por temer a desumanidade que existe no Homem, visto pelo extraterrestre como "um ser que no existir põe tamanha anulação de existência".

Essas considerações vêm a propósito dos constantes episódios de discriminações e posturas egocêntricas que cercam os noticiários com os mais diversos tons , que vão do inocente , folclórico ou ridículo ao comprometedor, vergonhoso e trágico.
Mais informações »
Posted: 11 Mar 2013 06:10 AM PDT
Marli Moreira, Agência Brasil




"O Índice de Preços ao Consumidor (IPC), medido pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), na cidade de São Paulo, apresentou a quinta redução consecutiva, ao ficar em 0,06% na primeira prévia de março. O resultado é 0,16 ponto percentual menor do que o apurado no fechamento de fevereiro (0,22%).

A principal influência para o decréscimo foi exercida pelo grupo habitação (de -0,21% para -0,69%). Houve ainda a contribuição do grupo despesas pessoais (de -0,10% para -0,26%) e o efeito da perda de velocidade nas correções em transportes (de 0,84% para 0,69%), saúde ( de 0,58% para 0,53%) e educação (de 0,27% para 0,10%).

Já no grupo alimentação, os preços voltaram a subir com mais intensidade ficando em média 0,49% mais caros, ante uma taxa de 0,34%. O mesmo movimento foi constatado em vestuário (de 0,36% para 0,43%)."
Posted: 11 Mar 2013 08:40 AM PDT


"Ao contrário do que noticiou o jornal Estado de S. Paulo como manchete principal neste domingo, não houve discriminação do governo federal em relação a Pernambuco; neste fim de semana, a ministra do Planejamento, Miriam Belchior, soltou nota para contestar a reportagem do jornal e até mesmo o governador pernambucano, o socialista Eduardo Campos, negou qualquer problema desse tipo; jornal ainda não reconheceu o erro


Na noite de domingo, o Ministério do Planejamento divulgou uma nota para rebater a reportagem feita pelo "O Estado de S. Paulo", como manchete principal do último domingo, que sugere discriminação em repasses financeiros para Pernambuco, estado governado por Eduardo Campos (PSB), possível candidato à presidência da República em 2014.
Mais informações »

You are subscribed to email updates from Brasil! Brasil!
To stop receiving these emails, you may unsubscribe now.
Email delivery powered by Google
Google Inc., 20 West Kinzie, Chicago IL USA 60610



--
Francisco Almeida 





Postar um comentário