sábado, 29 de dezembro de 2012

Via Email: Os ministros agiram de maneira consciente, condenando de qq jeito mesmo



Novo post em megacidadania

Os ministros agiram de maneira consciente, condenando de qq jeito mesmo

by Alexandre Cesar Costa Teixeira
O pior é ter que aturar essa simulação de polêmica na mídia velha. Os jornalões tratam o assunto como se fosse um tema polêmico, apresentando seus " especialistas", como se, de fato, existisse qq vislumbre de controvérsia na matéria. Não há e nunca houve. Nunca num Estado Democrático de Direito a presunção de culpa foi, sequer, cogitada. Os ministros agiram de maneira consciente, condenando de qq jeito mesmo, pq tinham a convicção de que mídia velha resolveria a questão. Esqueceram de combinar, tb, com a blogosfera e de proibir a transmissão do julgamento, ao vivo; o resultado é esse aí. Os jornalões gritando que existem provas em abundância, os magistrados alegando que não precisaram delas para formar suas convicções; a defesa publicando na rede as provas produzidas por ela, e o próprio MPF declarando que não conseguiu provas pq quadrilha não deixa provas. Ou seja, não existem provas mesmo; o que foi produzido, foi produzido pela defesa e inocenta os réus das acusações mas mesmo assim, choveram condenações e uma boa parte do país aplaude o fim da corrupção.
Houvessem, de fato, provas, e os jornalões usariam o espaço que utilizam para os especialistas em Direito Quântico defenderem as condenações, para apresentar as tais provas.
No caso da compra de votos, por exemplo, temos que a defesa apresentou o trabalho que comprova que os depósitos não alteram as votações. O MPF alega a compra de votos; onde está a prova da compra? Da " não compra" a defesa produziu mesmo sem ter esse ônus. Não tem.
Visanet/Banco do Brasil, o MPF alega desvio de dinheiro público da Visanet ( seja lá o que isso signifique ) e alega que o dinheiro pago as empresas de MV não foram investidos em publicidade; a defesa coloca na rede toda a publicidade da Visanet no período. MPF, nada...
Destino dos tais milhões desviados pela quadrilha... Ninguém sabe e parece não interessar aos magistrados.
Então temos uma quadrilha perigosíssima, que precisa ser encarcerada, urgentemente, que desviou não sei qtos milhões de dinheiro público de uma empresa privada, para comprar meia dúzia de votos para aprovar projetos que não precisavam dos votos e entregou o resto todo para um publicitário que já foi inocentado e ninguém sabe onde, para que e com quem estão os tais milhões. A única coisa certa é que não havia como o José Dirceu não saber disso tudo (??? ) pq não faz sentido o tesoureiro do Partido ter feito tudo isso (???? ) sem o conhecimento do Presidente do Partido que, obviamente, estava a serviço do Ex-Ministro Chefe da Casa Civil. Parece piada mas os magistrados condenaram todo mundo por ter que saber de algo que nem eles magistrados parecem saber do que se trata.
Querer dar ares de polêmica a esse julgamento é quase que legitimá-lo; os ministros do STF devem explicações a sociedade e, se nós não cobrarmos, vão voltar do recesso com a mesma cara-de-pau ( e isso a gente já sabe que eles são mesmo ) com que condenaram os réus, como se nada tivesse acontecido. Esse julgamento não tem nada de polêmico, tem sim e muito, de aberrante. A prova cabal da farsa é o próprio respaldo que a imprensalona vem dando aos farsantes; aliás, o mesmo respaldo que deu e dá a quadrilha Veja/Cachoeira/PGR instalada no MPF, já denunciada da tribuna do Senado.
Texto de Cristiana Castro publicado em sua página no facebook:
Cristiana Castro
Cristiana Castro – RJ
Alexandre Cesar Costa Teixeira | dezembro 29, 2012 às 10:16 pm | Categorias: Uncategorized | URL: http://wp.me/p2HDhN-tQ
Comentário    Ver todos os comentários    Gostei
Unsubscribe or change your email settings at Manage Subscriptions.
Obrigado por voar com WordPress.com




--
Francisco Almeida / (91)81003406
Postar um comentário