quinta-feira, 2 de maio de 2013

Via Email: BRASIL! BRASIL!: Querem frear o Brasil


BRASIL! BRASIL!


A autodestruição de Marina

Posted: 01 May 2013 05:59 PM PDT


Paulo Nogueira, Diário do Centro do Mundo

"Ao associar seu nome ao de figuras como Gilmar Mendes e Joaquim Barbosa, ela dá adeus ao eleitorado progressista que poderia ver nela uma opção em 2014.

Marina está abatendo a si própria antes de sequer levantar vôo.

Dois passos recentes foram particularmente desastrosos para quem tem, ou tinha, a ambição de fisgar um eleitorado de esquerda e centro-esquerda insatisfeito com o PT.

O primeiro foi um vídeo, divulgado ontem, no qual ela associa seu nome ao de Gilmar Mendes, uma das figuras mais rejeitadas do país.
No vídeo, ela agradece a Gilmar por ter evitado dificuldades para a criação da Rede, o partido com o qual ela pretende disputar a presidência em 2014 – desde que sejam alcançadas as 555 000 assinaturas requeridas.
Mais informações »

Com Paulinho, Aécio usa 1º de Maio para atacar Dilma, e ministros reagem

Posted: 01 May 2013 05:25 PM PDT

"Estaremos sempre vigilantes", disse Aécio, criticado por ministros (Foto: Nelson Antoine/Fotoarena/Folhapress)


"Tucano vai a festa da Força Sindical acusar governo de maltratar trabalhadores e de permitir volta da inflação; Gilberto Carvalho responde: 'Faz 10 anos que a história do país mudou. Pergunta se antes os sindicalistas eram recebidos no Palácio do Planalto'


 Representantes do governo e da oposição bateram boca hoje (1º) sobre a inflação durante as comemorações do 1º de Maio organizadas por quatro centrais sindicais brasileiras na zona norte de São Paulo, entre elas a Força Sindical. O assunto já se ensaiava nos discursos dos dirigentes sindicais antes mesmo que o pré-candidato do PSDB à presidência da República, Aécio Neves, tomasse a palavra.

"Não podemos permitir que o fantasma da inflação volte a rondar a mesa do trabalhador brasileiro", disse o tucano, que foi convidado pessoalmente para a festa pelo presidente da Força Sindical, Paulo Pereira da Silva, que nos últimos meses ensaia deixar o PDT, criar um novo partido e migrar para a oposição a Dilma Rousseff. "É por isso que estaremos sempre vigilantes para que o país não seja mais uma vez, neste ano, lanterna em crescimento na América do Sul."

Aécio afirmou que o Brasil vem experimentando um ciclo de 20 anos de "conquistas" econômicas e sociais, mas voltou a pregar que os avanços só foram possíveis "porque, um tempo atrás, um grupo de homens públicos,  apoiados pela sociedade brasileira, debelou a inflação e acabou com o imposto inflacionário". O pré-candidato do PSDB fazia referência ao governo de Fernando Henrique Cardoso (1994-2002) e ao Plano Real, que amenizou a inflação vivida pelo país nos anos 1990."
Matéria Completa, ::AQUI::

Numa Europa sem trabalho, protestos contra austeridade

Posted: 01 May 2013 05:08 PM PDT


"Milhares de pessoas saíram às ruas de Madri, levando bandeiras e cartazes com dizeres como "a austeridade arruína e mata" ou "reformas são roubo"; na Grécia, uma greve geral de 24 horas paralisou trens, balsas, bancos e serviços hospitalares; na Itália, protestos reuniram dezenas de milhares de pessoas, exigindo medidas contra o desemprego (que chega a 40% entre os jovens)

Clare Kane, Reuters / Brasil 247

Trabalhadores atingidos pela perda de poder aquisitivo e pelo desemprego recorde realizaram protestos por toda a Europa na quarta-feira, feriado do Dia do Trabalho, na esperança de convencer os governos da zona do euro a abrandarem as políticas de austeridade e adotarem mais medidas de estímulo ao crescimento.

Milhares de pessoas saíram às ruas de Madri, ocupando totalmente a Gran Via, importante avenida comercial da cidade. Os manifestantes levavam bandeiras e cartazes com dizeres como "a austeridade arruína e mata" ou "reformas são roubo".

"O futuro da Espanha parece terrível, estamos retrocedendo com este governo", disse a ex-funcionária pública Alicia Candelas, 54 anos, desempregada há dois anos.

A economia espanhola encolhe há sete trimestres consecutivos, e o desemprego atinge o nível recorde de 27 por cento.

"Nunca houve um 1º de Maio com mais razões para sair às ruas", disse Candido Mendes, líder da UGT, uma das duas centrais sindicais que convocaram trabalhadores e desempregados a aderirem aos mais de 80 protestos programados no país."
Matéria Completa, ::AQUI::

Querem frear o Brasil

Posted: 01 May 2013 08:54 AM PDT


O presidente do Banco Central, Alexandre Tombini,
participa de audiência pública na Comissão de
Assuntos Econômicos
(CAE) do Senado. Foto: Antônio Cruz / ABr

Roberto Amaral, Blog: pensarBrasil

"Diz-nos o Sr. Alexandre Schwartsman, ex-diretor do Banco Central, que "A saída [da 'crise'] é frear a economia. É demitir mesmo". Dizem os 'economistas' midiáticos, catados a dedo pelos jornalões para confirmarem seus editoriais, que, 'com esse nível de emprego' (e aí repousa o cerne da história), a inflação vem a galope, e se é assim,  a única coisa a fazer é subir os juros e  promover o desemprego  para que o consumo caia. Ou seja, desmontar a política que reduziu os efeitos da crise do capitalismo internacional e realizou a mais importante distribuição de renda conhecida entre nós. Demitir, afastar de vez a 'ameaça' do pleno emprego com que sonha a sociedade sadia. Esta é a pérola do pensamento neoliberal, reduzindo a vida da nação aos seus índices macroeconômicos, gasto público, juros, inflação etc., donde o aumento da taxa de juros real, produzindo menor taxa de inflação, menor PIB e maior desemprego.  Com esse programa recessivo os economistas midiáticos vão ao orgasmo. Povo, como dizia a desterrada Zélia, é apenas um 'detalhe', a política é um estorvo, as metas estratégicas, em país que renuncia ao seu destino histórico, uma fantasia, administrada pela tecnoburocracia financeira estatal, preparando-se para o grande salto da gerência privada.
Mais informações »

I am gay

Posted: 01 May 2013 08:30 AM PDT


Eliakim Araujo, Direto da Redação
 
"Um dia histórico para a NBA".  Foi assim que o ex-craque do basquete americano e atual comentarista de TV, Charles Barkley, definiu a atitude do jogador Jason Collins de se assumir como gay, tornando-se o primeiro atleta do sexo masculino em atividade em um dos quatro esportes mais populares dos EUA a assumir sua sexualidade.

Vale destacar que Collins, um negão forte (sem qualquer conotação racista), simpático e disciplinado, com 2.13 metros de altura, jogou 12 temporadas na NBA (a liga do basquete americano), marcando uma média de 3,6 pontos e 3,8 rebotes nos 713 jogos que disputou em  toda a sua carreira. Números que não fazem dele um atleta de ponta. 

Este ano jogou no Boston Celtics e foi transferido no meio da temporada para o Washington Wizzards, equipe de menor projeção na Liga. Com a eliminação desta última das finais do campeonato, Collins estava sem contrato  e com grande chance de não ter time para jogar na próxima temporada.

Entretanto,  a declaração de Collins à revista Sports Illustrated "I'm a 34-year-old NBA center. I'm black. And I'm gay"   é um dos assuntos mais comentados pela mídia americana nestes dois últimos dias. A declaração catapultou-o ao spot lights das TVs que disputam a primazia de entrevistá-lo.
Com essa surpreendente  projeção midiática pode ser que Collins encontre uma equipe capaz de contratá-lo para a temporada 2013/2014.

Ele recebeu o apoio de gente como o ex-presidente Bill Clinton: "um momento importante para o esporte profissional e para a história da comunidade LGBT".  E pediu o apoio da Liga para que Collins possa seguir jogando na próxima temporada."
Artigo Completo, ::AQUI::

Com números, Lula fatura 1º de Maio no Facebook

Posted: 01 May 2013 06:36 AM PDT



"Página do ex-presidente na rede social está em festa; gráficos enormes apontam a elevação de 70% no valor do salário mínimo desde 2003, a queda, no mesmo período, de 12,4% para 5,5% na taxa de desemprego, e avanços no setor da educação; "Vamos comemorar os avanços e lutar por ainda mais conquistas", postou Lula, sorridente sob um capacete de canteiro de obras; ele fez contas sobre a criação de escolas técnicas no País "desde D. Pedro II" e disse, referindo-se ao público, que "o filho do pedreiro virou doutor"; o ex-metalúrgico quer bombar no feriado do trabalhador

Brasil 247

O ex-presidente Lula está procurando chamar atenção neste feriado de 1º de Maio. Compreende-se. Não há sindicalista ou ex-sindicalista que não sinta um comichão nesse dia internacional de manifestações trabalhistas. O ex-metalúrgico não é exceção.

Em sua página no Facebook, onde tem 313 mil seguidores, Lula aparece hoje sorridente debaixo de um capacete de canteiro de obras. O ex-presidente postou frases que ressaltam os avanços na criação de empregos e recuperação do valor do salário mínimo a partir do início de sua gestão, em 2003, até os dias de hoje, no governo Dilma Rousseff."
Matéria Completa, ::AQUI::

O Estado mata e quer debater a maioridade penal

Posted: 01 May 2013 06:30 AM PDT

You are subscribed to email updates from Brasil! Brasil!
To stop receiving these emails, you may unsubscribe now.
Email delivery powered by Google
Google Inc., 20 West Kinzie, Chicago IL USA 60610



--
Francisco Almeida 




Postar um comentário