sábado, 17 de setembro de 2011

A Feira do Vestibular da UFPA (FeiVest - UFPA) superou expectativas

A Feira do Vestibular 2011 da Universidade Federal do Pará (FeiVest - UFPA) terminou nesta sexta-feira, 16, com mais de 20 mil pessoas transitando entre os 60 estandes, os quais apresentavam a maioria dos 180 cursos de graduação da UFPA, em Belém, e mais de 70% dos cursos dos campi do interior do Estado. Ao longo destes três dias de feira, os milhares de participantes puderam também  participar de “aulões” sobre os conteúdos programáticos do Processo Seletivos (PS) 2012, visitas dirigidas pelo campus da UFPA e diversas programações culturais.

Outro serviço prestado pela FeiVest e que atraiu muita gente foi o estande do Centro de Processos Seletivos (Ceps), no qual os participantes da Feira podiam se inscrever para o  PS 2012.  O Ceps registrou mais de 13 mil inscrições. De acordo com a coordenadora logística da Feira e coordenadora do Centro de Eventos Benedito Nunes, Livi Gomes, o sucesso do estande fez a coordenação decidir manter o espaço montado, mesmo depois de encerrada a Feira.

Uma dessas participantes, que aproveitaram a FeiVest para se inscrever no vestibular, foi a estudante Maria Cristina Vasconcelos. Ela irá tentar uma vaga no curso de graduação em Fisioterapia e disse que gostou muito do que viu na Feira. “Eu estive andando pela Feira e ela está muito boa. São muitas coisas para nós nos informarmos sobre qualquer área. O estande de Fisioterapia também estava ótimo”, afirma.

Expectativa - Além do estande de inscrição no PS 2012, o mural de informações sobre o Processo também estava lotado. Nele, os vestibulandos podiam ver o edital e o número de vagas por curso ofertadas no PS 2012 e também a concorrência e as notas máximas e mínimas dos cursos da UFPA no Processo Seletivo 2011.

“Esses dados, como as notas máximas e mínimas dos cursos, são importantes para tentarmos sempre superar”, explica a estudante Paula Loureiro, que está indecisa entre os cursos de Enfermagem e Biblioteconomia. Ela diz, entretanto, que a FeiVest ajudará bastante na decisão por causa das informações que ela conseguiu, como a de que o curso de Enfermagem funciona em período integral, o que faz com que a estudante se incline mais para Biblioteconomia.

Aprendizado – De acordo com o estudante de Comunicação na UFPA, Gustavo Aguiar, a Feira é uma oportunidade não só de mostrar os cursos da Universidade para os futuros universitários, como também de aprender mais sobre a sua própria profissão.

“Como o curso de Comunicação tem duas habilitações – Jornalismo e Publicidade e Propaganda -, os estudantes de Jornalismo tiveram que conhecer mais sobre Publicidade para poder apresentar os cursos, e vice-versa. São perguntas simples, mas que fazem a gente aprender mais sobre a nossa área”, afirma o estudante, que também diz que o estande de Comunicação foi muito visitado. “Durante todos os três dias, centenas de pessoas passaram por aqui. Gente que vinha com os olhos brilhando, sabendo o que queria; mas também gente muito indecisa e que vinha tentar buscar alguma resposta para suas dúvidas. É muito bacana ter esse contato com pessoas que não sabem muito sobre a Comunicação, porque é uma profissão que tem vários mitos a serem quebrados”, complementa Gustavo.

Superação – De acordo com a coordenadora logística da Feira , Livi Gomes, o evento superou todas as expectativas. “A participação dos cursos foi maciça. Os estandes foram bem organizados, com vários materiais; as exposições conseguiram atrair o interesse dos visitantes, pois estudantes, expositores, coordenadores e professores dos cursos estiveram muito comprometidos com o evento. O número de expositores ultrapassou nossas expectativas: estávamos contando com 12 pessoas em cada estande, mas em alguns havia até 17 colaboradores, e essa participação é bastante significativa”, comemora.

A coordenadora lembra também da participação dos alunos na organização do evento. “95% foram estudantes da Universidade, os quais participaram da organização, voluntariamente”, finaliza Livi Gomes.

Assessoria de Comunicação da UFPA
Postar um comentário