sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Educadores da Região do Marajó discutem ações para melhoria do Ideb

Agência Pará de Notícias:

O último Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) do município de Ponta de Pedras foi de 3.2, indicador que, apesar de estar na meta estipulada para o município, ainda está abaixo da média nacional. Visando melhorar este desempenho, a Secretaria de Estado de Educação (Seduc), em parceria com o município, abriu nesta quinta-feira, 15, o Encontro de Educadores da Rede Pública Estadual, reunindo cerca de 80 professores e técnicos em educação dos municípios de Soure, Limoeiro do Ajuru, Cachoeira do Arari, Muaná, Curralinho e Breves, todos da região do Marajó.

Alguns fatores podem explicar este desempenho abaixo do estipulado. A professora Helem Cristina Lopes, da escola sede do município, Ester Mouta, conta que nunca teve a oportunidade de discutir e analisar junto com outros educadores as causas do baixo aproveitamento dos seus alunos na Prova Brasil, que contribui para constituir a nota do Ideb. “Há três anos os nossos alunos não vão bem nesta avaliação, acreditamos que a maior dificuldade deles seja com a interpretação das questões, mas não paramos para avaliar isto a fundo. Este encontro contribuirá muito para mudar esta realidade”, afirmou.

Mas o desempenho na Prova Brasil não é o único responsável pela elevação da nota do Ideb. De acordo com o professor Luís Miguel Queirós, que no Encontro representa o secretário de estado de educação, professor Cláudio Ribeiro, fatores como matrícula, evasão escolar, distorção idade-série também contribuem. “Os números que o Ideb aponta nos remete a um desafio maior, que é proporcionar a qualidade do ensino, que passa pela melhoria da infraestrutura das escolas, do transporte, da gestão escolar e da qualificação dos professores. Isso é um compromisso de todos nós, por isso é importante fazermos este pacto social”, ressaltou.

A programação foi aberta com a Mesa Temática “Ideb, contribuições pedagógicas para a qualidade do ensino e da aprendizagem da escola pública paraense”, ministrada pelo professor Luís Miguel, na qual abordou o projeto de formação voltado para alavancar o Ideb do Pará. De acordo com ele, o projeto surgiu da necessidade de elaborar uma formação voltada para professores da 4ª, 5ª e 8ª séries do Ensino Fundamental. “Consiste em um conjunto de ações voltadas para a melhoria da prática educativa e, consequentemente, a elevação do índice”, destacou.

Em 15 dias de implementação das ações, o projeto já capacitou mais de 2500 professores, cerca de 500 técnicos de 50 municípios e mais de 54 mil alunos da rede pública já participaram do Simulado da Prova Brasil. Em Ponta de Pedras, o Encontro acontece até esta sexta-feira, 16, com as oficinas, por meio das quais os professores farão a análise dos descritores de Português e Matemática e elaborarão questões que serão apresentadas na plenária final do encontro.

Participaram ainda da abertura do encontro o secretário municipal de educação, Elísio Malato, o secretário municipal de administração Milton Bulhosa Malato, o presidente da Câmara dos Vereadores Wandique Manajás, da diretora administrativa de educação, Mirian Lobato, da diretora da escola sede do município Ester Mouta, da professora Leila Tavares e do professor Carlos Roberto de Matos.

Danielly Gomes -Ascom/Seduc

– Enviado usando a Barra de Ferramentas Google
Postar um comentário