segunda-feira, 19 de agosto de 2013

Via Email: BRASIL! BRASIL!: Morte dos jornais tem data: no Brasil, em 2027


BRASIL! BRASIL!


Charge do Bessinha

Posted: 18 Aug 2013 05:45 PM PDT


Companheiro brasileiro de jornalista que denunciou caso Snowden é detido

Posted: 18 Aug 2013 05:38 PM PDT


Brasileiro ficou quase 9 horas retido no
aeroporto de Heathrow, em Londres

"O brasileiro David Miranda, companheiro do jornalista britânico Glenn Greenwald, ficou quase nove horas detido no aeroporto londrino de Heathrow neste domingo, com base em uma polêmica lei antiterrorismo, informa o jornal The Guardian - que pediu "esclarecimentos urgentes" a respeito do caso às autoridades britânicas.

BBC Brasil

O governo brasileiro disse que a detenção é "injustificável".

Greenwald é autor de diversas reportagens, publicadas no Guardian, a respeito de programas de ciberespionagem promovidos pela agência de segurança americana NSA, com base em documentos fornecidos pelo ex-técnico da CIA Edward Snowden (exilado na Rússia). 

O jornal também fez diversas reportagens sobre o trabalho da inteligência doméstica britânica a partir dos documentos divulgados por Snowden.
Greenwald disse, em artigo no Guardian, que a detenção de seu companheiro (que já foi liberado) é uma "tentativa de intimidação" e "um ataque à liberdade de expressão", acusações que até o momento não foram respondidas pelas autoridades britânicas. 

Segundo o Guardian, a Scotland Yard apenas confirmou que "um homem de 28 anos foi detido em Heathrow sob o Ato Antiterrorismo 2000 às 8h05 (horário local). Ele não foi preso. E foi liberado às 17h", sem dar detalhes quanto ao motivo de sua detenção temporária."
Matéria Completa, ::AQUI::

Fraude! Servidora foi "bode expiatório" no sumiço de autuação da Globo

Posted: 18 Aug 2013 05:22 PM PDT


Fernando Brito, Tijolaço
 
"O Ministério Público Federal está desafiado a mostrar que a atribuição a Cristina Maris Meinick Ribeiro do desaparecimento dos autos do processo de sonegação fiscal da Globo não foi uma armação destinada a lançar nas costas de um "bode expiatório" a supressão daqueles documentos.

Porque há provas sólidas disso.

Esse sumiço, na prática, dilatou até a edição do Refis a declaração de inadimplência da Globo com o Fisco e, por conseguinte, a sua condição legal de receber publicidade estatal.

Cristina Maris Meinick Ribeiro, a agente administrativa da Receita Federal condenada a 4 anos e 11 meses de prisão por ter desaparecido com este processo, não poderia tê-lo feito.

Pelo simples motivo de que não poderia ter acesso a um processo deste valor em janeiro de 2007, por estar respondendo, desde 2006, a processo administrativo disciplinar (PAD) grave, investigação que acarretaria até mesmo a cassação de sua aposentadoria."
Matéria Completa, ::AQUI::

As duas agendas

Posted: 18 Aug 2013 05:07 PM PDT


"As grandes manifestações conhecidas como Jornadas de Junho, que envolveram milhões de pessoas nas cidades, evidenciaram que coexistiam paralelamente duas agendas no País: a agenda institucional e a das ruas.

Eduardo Bomfim, Vermelho

A pauta institucional envolve temas que na sua origem são auto justificáveis, de presença destacada em quase todas as nações do mundo, nas organizações políticas, em vários estratos da sociedade civil, na grande mídia em geral, nos setores governamentais em todas suas esferas, municipal, estadual, federal.
Mais informações »

A via uruguaia

Posted: 18 Aug 2013 04:58 PM PDT


O presidente do Uruguai, José Mujica / Daniel Caselli / AFP

"A experiência de José Mujica no poder poderia servir de inspiração a outros governos de viés progressista na região


Os países latino-americanos que assumiram uma via à esquerda confrontam-se atualmente com a necessidade de reinventar seus caminhos. Venezuela, Equador, Bolívia, Argentina, Brasil e Peru passam, cada um à sua maneira, por desafios oriundos de seus modelos de governo.

Argentina, Brasil e Venezuela são sacudidos por manifestações que pedem mudanças nos governos, mesmo que, no caso brasileiro, a base dos manifestantes não seja a mesma encontrada na Argentina e Venezuela. Em larga medida, temos no nosso país uma insatisfação com a timidez das políticas sociais e reformistas do governo, o que não é o caso em nossos vizinhos, assombrados com um descontentamento alimentado, em grande parte, de setores conservadores da vida social. Equador e Bolívia, por sua vez, ainda estão em um processo de reinvenção de suas instituições. Isso os torna, muitas vezes, dependentes de figuras carismáticas incumbidas de levar a cabo o processo de transformação política e refundação do país. O Peru, de Olanta Humala, ainda é uma incógnita nesse processo.
Mais informações »

Morte dos jornais tem data: no Brasil, em 2027

Posted: 18 Aug 2013 04:25 PM PDT


"Faltam 14 anos para que os jornais impressos desapareçam do mapa no Brasil; os dados fazem parte de um estudo da consultoria americana Future Exploration Network; nos Estados Unidos, a morte virá mais cedo, já em 2017, e a família Graham, que vendeu o Washington Post para Jeff Bezos, da Amazon.com, talvez tenha pressentido o fim; o último país do mundo a abolir os jornais, segundo o estudo, será a vizinha Argentina


Durante mais de 100 anos, a família Graham comandou um jornal que se transformou num símbolo de influência e poder nos Estados Unidos. O Washington Post, o jornal que derruba presidentes, era o ícone maior da imprensa americana. No entanto, há duas semanas, os Graham capitularam e venderam o Post por US$ 250 milhões para o bilionário Jeff Bezos, da Amazon.
Mais informações »

Como a internet está arrebentando a audiência da Globo

Posted: 18 Aug 2013 09:13 AM PDT


Salve Jorge foi a pior audiência da história da Globo

"Não é apenas o Jornal Nacional que perdeu um terço do público na última década.


Dias atrás circulou na internet um levantamento. Nos últimos dez anos, o Jornal Nacional perdeu um terço da audiência.

Quem ganhou? Não foi a concorrência na tevê.

Foi a internet.

Todos já notaram que a internet está matando a mídia impressa – jornais e revistas.

Mas são poucos os que estão enxergando um pouco adiante: a tevê, tal como a conhecemos, já está também no corredor da morte, sob a ação da internet.

Uma pesquisa da prestigiosa Forrest traz um dado que conta tudo: hoje, os brasileiros gastam três vezes mais tempo na internet do que na tevê.
Mais informações »

Charge do Bessinha

Posted: 18 Aug 2013 07:45 AM PDT


Conselheiro do Itaú cria partido de centro-direita

Posted: 18 Aug 2013 07:44 AM PDT


"Assumidamente à direita do PSDB, o Partido Novo, presidido pelo banqueiro João Amoedo, ligado ao grupo Itaú, defende a privatização da Petrobras, do BB e da Caixa; é também contra as cotas raciais e o Bolsa Família; entre os seus admiradores, estão expoentes da nova direita, como Rodrigo Constantino, o "menino maluquinho" de Veja; Amoedo condena o estado grande, o mesmo que acaba de multar o Itaú em R$ 18,7 bilhões; no Facebook, o Novo já tem 360 mil fãs, bem mais do que a Rede, de Marina


Está em criação no Brasil um partido que se assume à direita do PSDB. O Novo, idealizado por João Amoedo, ligado ao Itaú, traz slogans como "pessoas iguais a você" e "o partido político sem políticos" e visa tentar fugir da "hegemonia de esquerda" hoje em voga no País, como define o economista Rodrigo Constantino, presidente do Instituto Liberal e parte do grupo de apoiadores da legenda formado por expoentes da nova direita.

A página do partido no Facebook já reúne mais de 360 mil fãs, número incomparável com o conquistado pela Rede Sustentabilidade, de Marina Silva, que até hoje tem apenas pouco mais de 1.800 fãs na rede social. Caso o partido não seja registrado a tempo de lançar uma candidatura em 2014, seus integrantes defendem o senador Aécio Neves, do PSDB, como a melhor opção para assumir a presidência no lugar de Dilma Rousseff.

Entre os principais pontos do discurso do Novo está a defesa de que o Estado deve sair de setores como petróleo, estradas e bancos – privatizando, desta forma, estatais como o Banco do Brasil, a Caixa Econômica e a Petrobras. Para Amoedo, "não faz sentido nenhum" a existência de um "Estado empresário", uma vez que ele "já cuida mal" de assuntos que são de sua obrigação, como saúde e educação. Amoedo condena o estado grande, o mesmo que acaba de multar o Itaú em R$ 18,7 bilhões."
Matéria Completa, ::AQUI::

Fantasmagorias de direita e de esquerda

Posted: 18 Aug 2013 06:53 AM PDT

"Os pontos de vista mais extremados de esquerda e outros de direita coincidem muitas vezes. Um exemplo histórico é o da CLT, atacada por liberais e vinculada por parte da esquerda a Mussolini. Hoje, algo análogo se passa em relação aos governos Lula e Dilma.

Flávio Aguiar, Carta Maior

Não é de hoje que pontos de vista mais extremados de esquerda e outros de direita coincidem.

O melhor exemplo histórico é o da CLT, que nestes anos comemora seus 70 anos, embora legislação trabalhista tenha começado a ser promulgada já em 1931.

Durante décadas e até hoje grande parte da esquerda comprou acriticamente o ponto de vista liberal de que ela era inspirada na Carta del Lavoro, de Mussolini. Não o foi, embora ela e o governo Vargas tivessem traços autoritários – mas era de outra cepa, a positivista do século XIX. Os trabalhos do professor Alfredo Bosi – insuspeito de "gauchismo" – são cabais a respeito, como na entrevista que deu para o no. 13 da Revista do Brasil.
Mais informações »

Quem quer, apura

Posted: 18 Aug 2013 05:45 AM PDT


Janio de Freitas, Folha de S. Paulo

"O desejo de esclarecer as licitações e compras do metrô paulistano e da CPTM, reiterado pelo governador Geraldo Alckmin, dispõe de caminhos muito mais simples, rápidos e eficientes do que os processos judiciais por ele anunciados. Estes, além de lançarem dúvida sobre a veracidade do desejo, com sua preferência pelo método confuso, e lerdo, correspondem demais a utilidades reeleitoreiras.

Não é preciso esperar pelos documentos já colhidos na investigação do Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica), e tão reclamados à toa pelo governador. Ao que se saiba, também o governo paulista não é dado a repassar aos investigados por sua polícia as pistas e provas obtidas em investigações ainda sigilosas.

As licitações, contratações e compras foram feitas pelo governo paulista. É só abrir os seus respectivos arquivos e surgirá uma profusão de documentos com indícios, esclarecimentos, mesmo com provas em um ou em outro sentido, coisas que talvez nem o Cade já tenha. O governo paulista não se deu a esse trabalho simples para embasar as informações esperadas pela opinião pública, até agora só servida de palavrório requentado.
Mais informações »
You are subscribed to email updates from Brasil! Brasil!
To stop receiving these emails, you may unsubscribe now.
Email delivery powered by Google
Google Inc., 20 West Kinzie, Chicago IL USA 60610



--
Francisco Almeida 




Postar um comentário