quarta-feira, 21 de agosto de 2013

Via Email: BRASIL! BRASIL!: Deputados são pressionados por operadoras de telecom para acabar com a Internet livre


BRASIL! BRASIL!


Charge do Bessinha

Posted: 20 Aug 2013 06:18 PM PDT


As brigas em série de Feliciano podem ser um sinal de surto psicótico?

Posted: 20 Aug 2013 06:17 PM PDT


"Em poucos dias, o pastor tenta tirar um vídeo do ar, discute com uma liderança neopentecostal e dá sinais de perturbação.


Marco Feliciano pode estar em surto?

O pastor deputado não tem conseguido conter sua ira. Ontem (19), chocado com um vídeo da Porta dos Fundos, tentou conclamar seus seguidores nas redes sociais a retirá-lo do YouTube. Poucos se dispuseram a tanto. Feliciano acha que o vídeo se enquadra no artigo 208 do Código Penal, que proíbe "vilipendiar publicamente ato ou objeto de culto religioso".

No Twitter, MF dava sinais de perturbação.

"Caraca segunda feira é triste, sem assunto tudo vira matéria de sites e blogs. Fiz 1 pedido no tuiter sobre 1 video fuleiro ai e bombou Kkkk".

"E um monte de troleiros enchendo minha time line de xingamentos Kkkkkkkk to Rindo muito aqui kkkkk meu Deus! Virou até enquete no UOL Kkkkkk"
Mais informações »

Nações arbitrárias

Posted: 20 Aug 2013 06:07 PM PDT


Eliakim Araujo, Direto da Redação

"A detenção do brasileiro David Miranda no Aeroporto britânico de Heathrow ganhou repercussão mundial nesta segunda-feira. David, de 28 anos, é companheiro de vida de Glenn Greenwald, o jornalista inglês que mora no Rio e tem sido o intermediário entre o ex-prestador de serviços à NSA (National Security Agency), Eric Snowden, e o jornal The Guardian, que tem publicado o material secreto da espionagem americana.

David passou nove horas detido para interrogatório em Heathrow, tempo máximo permitido por uma lei britânica antiterror (British Terrorism Act), segundo a qual qualquer pessoa minimamente suspeita de terrorismo pode ser detida para averigações.  

Acontece que essa lei, que foi criada para proteger o país de ataques terroristas,  está sendo usada pelas autoridades policiais do país indevidamente, ou melhor, a seu bel prazer,  como denunciaram vários parlamentares britânicos.  Com base nessa lei eles prendem qualquer pessoa, mesmo que não haja a mínima suspeita de terrorismo, como foi o caso do brasileiro David.

Mais de 97 por cento das pessoas detidas ao abrigo desse dispositivo legal são questionadas por menos de uma hora, de acordo com o governo britânico. Não foi assim com David.  Na verdade, eles estavam mesmo  interessados em documentos da NSA e nas ligações de Greenwald  com  Laura Poitras, uma documentarista alemã que está ajudando no trabalho de divulgação da espionagem americana."
Artigo Completo, ::AQUI::

A censura em nome da liberdade

Posted: 20 Aug 2013 05:20 PM PDT


Sylvia Debossan Moretzsohn, Observatório da Imprensa

"É possível afirmar a luta pela democratização da comunicação quando se discrimina quem pode e quem não pode trabalhar numa cobertura?

Representantes da Mídia Ninja contestaram, com toda a razão, a atitude do governo do estado do Rio de Janeiro, que há cerca de um mês os barrou na entrada do Palácio Guanabara, onde se realizava uma coletiva, porque não lhes reconhecia o status de "imprensa". No entanto, o grupo que desde a semana passada ocupa a Câmara dos Vereadores do Rio, em protesto contra o desvirtuamento na composição da CPI dos Ônibus, age precisamente da mesma forma, ao impedir o acesso de jornalistas da chamada imprensa tradicional, autorizando apenas a entrada dos ninjas. A justificativa é de que essa imprensa distorce as informações, manipula os fatos e tem um passado que a condena: "apoiou a ditadura".

Não se trata, agora, da hostilização às vezes extremamente violenta contra jornalistas, especialmente de redes de TV, durante as manifestações de massa que ocorreram em junho e julho. Nesses casos, sempre seria possível apontar uma indignação difusa, supostamente espontânea, de pessoas comuns revoltadas contra a atuação da grande mídia, embora seja sempre importante lembrar que palavras de ordem não surgem do nada: alguém "puxa" e o coro corresponde. Agora é diferente, porque há um pequeno grupo organizado que delibera quem pode ou não trabalhar, quando e como.
Mais informações »

Tensão paira no ar do STF antes de retomada de julgamento do mensalão

Posted: 20 Aug 2013 05:02 PM PDT


O decano Celso de Mello (e) pode ser o bombeiro
para apagar o fogo criado por Barbosa (d)

"Ministros avaliam pronunciamento público sobre bate-boca entre Barbosa e Lewandowski. Enquanto presidente da Corte se nega a pedir desculpas, cresce apoio de entidades a revisor da Ação Penal 470

Hylda Cavalcanti, RBA

Faltando poucas horas para a retomada, pelo Supremo Tribunal Federal (STF), do julgamento dos recursos apresentados pelos réus da Ação Penal 470, o chamado mensalão, ministros, analistas judiciários, políticos, advogados e observadores atentos ainda não sabem qual será o clima que dominará a sessão desta quarta-feira (21) – depois da briga entre o presidente do tribunal, Joaquim Barbosa, e o ministro Ricardo Lewandowski na última semana.

Por um lado, desde domingo, os ministros Celso de Mello, Luiz Fux e Luiz Roberto Barroso tentam manter entendimentos com os dois envolvidos na discussão, numa tentativa de apaziguar os ânimos. Por outro, aumenta o número de manifestações de entidades de magistrados se posicionando contrárias à postura de Barbosa e se solidarizando com Lewandowski.

Até o início desta tarde, no entanto, informações de bastidores eram de que o presidente do STF não teria concordado em se desculpar publicamente por ter acusado Lewandowski de "fazer chicana" durante o julgamento (que no jargão jurídico significa utilizar de procedimentos diversos para atrasar as sessões), estando irresoluto na ideia de manter sua opinião. O ministro Lewandowski, por outro lado, não demonstrou ter dado por encerrado o assunto. Embora tenha permanecido calado, há quem ache que ele pode resolver não comparecer à sessão, caso os colegas não se manifestem em sua defesa."
Matéria Completa, ::AQUI::

Hackers invadem site da holding do banco Itaú

Posted: 20 Aug 2013 03:57 PM PDT



"Movimento Black Bloc reivindicou a invasão; grupo anarquista publicou na página de relações com investidores da Itausa, holding do grupo Itaú, um vídeo - que já saiu do ar - em que uma agência do banco aparece sendo quebrada; imagens feitas durante os protestos de rua estavam ao som de "If I could", de Eric Clapton, a mesma usada pela empresa em uma de suas peças publicitárias; instituição esclareceu que o vídeo não estava hospedado no site, mas no YouTube; movimento defende o ataque a grandes símbolos capitalistas


Hackers invadiram nesta terça-feira 20 o site de relações com investidores da Itausa, holding do grupo Itaú, e publicaram um vídeo que mostra uma agência do banco sendo quebrada. O movimento Black Bloc reivindicou a invasão na rede social Facebook.

As imagens provavelmente foram feitas durante os protestos de rua – que registraram uma série de ataques a agências de banco nas principais avenidas das cidades de São Paulo e Rio de Janeiro. O vídeo foi publicado no YouTube ao som de "If I could", de Eric Clapton, na mesma versão usada pelo banco em uma de suas peças publicitárias.

A assessoria de imprensa do Itaú informou que o vídeo não estava hospedado no site da holding, e que a página foi usada como máscara para que fosse publicado um link do YouTube, onde o arquivo foi originalmente publicado. O movimento Black Bloc tem orientação anarquista e defende o ataque a grandes símbolos capitalistas."

Charge do Bessinha

Posted: 20 Aug 2013 09:15 AM PDT


Deputados são pressionados por operadoras de telecom para acabar com a Internet livre

Posted: 20 Aug 2013 09:13 AM PDT


"A disputa em torno do PL do Marco Civil vai além das questões de espionagem. O lobby das empresas de telecomunicações pretende acabar com o modelo de Internet historicamente constituído e consolidado

Jonas Valente, CartaCapital / Intervozes

O projeto de lei (PL), que prevê a criação do Marco Civil da Internet (2.126/2011), foi apresentado pelo governo federal como umas das principais respostas às denúncias de que o governo dos Estados Unidos teria montado um esquema de espionagem que incluiria a interceptação de dados em diversos países, inclusive no Brasil.

No entanto, a disputa em torno do PL do Marco Civil vai além das questões de espionagem. O lobby das empresas de telecomunicações – que são, inclusive, acusadas de participar do esquema de monitoramento do governo americano – pretende acabar com o modelo de Internet historicamente constituído e consolidado, sobretudo, nos acessos fixos.
Mais informações »

Marina, quatro anos depois

Posted: 20 Aug 2013 08:57 AM PDT


Saul Leblon, Carta Maior

"Há quatro anos, no dia 19 de agosto de 2009, Marina Silva deixou o PT.

É cedo ainda, do ponto de vista de tempo histórico, para sentenças definitivas.

Por ora, cabe dizer, como já disse uma vez Carta Maior, que a agenda ambiental do PT não ganhou com a saída de Marina Silva.

E Marina ainda precisa provar que a ruptura fortaleceu a agenda ambiental no país.

Neste domingo, Marina concedeu entrevista à Folha.

Entrevista magra, possivelmente descarnada pela edição do jornal.
Mas generosa o suficiente para ressaltar seu time de economistas.

Entre os quais avultam medalhões neoliberais, como Eduardo Giannetti da Fonseca, do conservador Insper, e André Lara Resende, formulador tucano do Plano Real, que hoje se dedica a buscar uma ponte entre o arrocho ortodoxo e a agenda verde do não crescimento.
Mais informações »

"Fantástico" e a decadência da Globo

Posted: 20 Aug 2013 08:07 AM PDT


Altamiro Borges, Blog do Miro

"Saiu nesta terça-feira (20) na coluna Outro Canal, da jornalista Keila Jimenez:

*****

"Fantástico" faz 40 e vê a concorrência encostar

No mês em que completa 40 anos no ar, o "Fantástico", da Globo, enfrenta uma de suas piores fases em audiência. O dominical, que vem passando por reformas, registrou em agosto, até o dia 18, média de 19 pontos. Cada ponto equivale a 62 mil domicílios na Grande São Paulo.
Mais informações »

Sheik: um pequeno beijo para o homem, um enorme passo para o futebol brasileiro

Posted: 20 Aug 2013 07:25 AM PDT


Reprodução/Instagram

Fabio Chiorino, CartaCapital / Esporte Fino

 "Não importa a orientação sexual do jogador. Não importa se a foto acima é apenas uma brincadeira entre amigos. Emerson Sheik rompeu a barreira da intolerância, um dos comportamentos mais marcantes do futebol brasileiro. O atacante zombou de todos aqueles que enxergam as relações amorosas tão inflexíveis quanto o 4-4-2 que o técnico insiste em escalar. Sheik, ao dar o "selinho" no amigo, namorado, parente, afim, deu uma voadora na hipocrisia hasteada por torcedores, dirigentes e até mesmo colegas de profissão.

Héteros e gays sempre jogaram no mesmo time, assim como o craque e o perna de pau. Mas nunca foi permitida qualquer manifestação que colocasse em dúvida a "masculinidade" dos jogadores. E formamos uma legião homofóbica que prega apelidos jocosos, expulsa jogadores, torna a discussão necessária em mais um retrocesso.
Mais informações »

O 7 de setembro e a tristeza de Flaubert

Posted: 20 Aug 2013 06:36 AM PDT

Miguel do Rosário, o cafezinho

 "Peu de gens devineront combien il a fallu être triste pour ressusciter Carthage", escreveu Flaubert a um amigo, referindo-se às dificuldades que encontrou, em sua própria imaginação, para reconstruir ficcionalmente aquela brilhante civilização, destruída inteiramente por Roma. Tradução: "Pouca gente entende como é preciso estar triste para ressuscitar Cartago".

Walter Benjamin cita a frase num de seus ensaios sobre história, no qual ele expõe uma forma mais moderna de analisar o passado, diferente da acadêmica-tradicional, que sempre valorizava o vencedor. Um historiador, ou filósofo de história, deve entender o patrimônio cultural que herdou não apenas como resultado do "esforço dos grandes gênios", mas também como da "escravidão anônima de seus contemporâneos".

A tristeza de Flaubert nasce, justamente, de uma tentativa de se distanciar emocionalmente do triunfalismo cultural que se estende, de classe dominante à classe dominante, desde os primórdios da civilização.

No dia 7 de setembro, por exemplo, estão programados centenas de manifestações em todo o Brasil. Esquerda e direita unidas em lindos protestos populares, apartidários e pacíficos. O fato de possivelmente terminarem em depredações, saques generalizados, seja através de ações de "infiltrados" ou não, não será mais, todavia, um detalhe insignificante."
Artigo Completo, ::AQUI::

TCE quer barrar empresas do propinoduto em São Paulo

Posted: 20 Aug 2013 06:30 AM PDT


Advogado americano Peter Solmssen, responsável por evitar pagamento de propinas e formação de cartel na Siemens, diz que a autodenúncia no Brasil não é marketing para limpar imagem do grupo


"O Tribunal de Contas do Estado (TCE) de São Paulo quer declarar inidôneas a Siemens e as outras 19 empresas que atuaram no esquema de cartel de trens no Estado, para vetar futuras contratações pelo governo estadual.

Investigações apuram denúncias de que agentes do governo paulista, de 1998 a 2008 – gestões do PSDB -, teriam recebido propina dessas empresas. Na semana passada, o governador Geraldo Alckmin (PSDB) foi criticado por processar a multinacional alemã, mas não cancelar sua participação em licitações.

Segundo o Estadão, o presidente do TCE, Antônio Roque Citadini, requereu ao Ministério Público de Contas abertura de procedimento para eventual declaração de inidoneidade das companhias que atuariam no cartel.

Um dos conselheiros do próprio órgão é alvo das investigações. Robson Marinho é ex-chefe da Casa Civil de Mario Covas e está ligado a contas secretas na Suíça com cerca de US$ 3 milhões em depósitos, possivelmente oriundos de propinas da empresa francesa Alstom.

A estratégia é a mesma adotada pelo governo federal, por meio da Controladoria-Geral da União (CGU), que rotulou de inidônea a empreiteira Delta, protagonista do escândalo envolvendo o contraventor Carlinhos Cachoeira."
You are subscribed to email updates from Brasil! Brasil!
To stop receiving these emails, you may unsubscribe now.
Email delivery powered by Google
Google Inc., 20 West Kinzie, Chicago IL USA 60610



--
Francisco Almeida 




Postar um comentário