quinta-feira, 22 de agosto de 2013

Via Email: BRASIL! BRASIL!: Depois do Mais Médicos, vem aí o Mais Professores




Abaixo da dignidade

Posted: 21 Aug 2013 05:13 PM PDT

"Flagrado numa sucessão inesquecível de erros factuais no livro "Dirceu - A Biografia", o jornalista Otávio Cabral promete através da Folha de S. Paulo que vai fazer correções na próxima edição.

Paulo Moreira Leite, ISTOÉ

Mas é difícil escapar da pergunta. Se o livro não tivesse erros em tamanha quantidade seria uma obra aceitável como um produto cultural, destinado a enriquecer o conhecimento dos brasileiros e o debate de nosso tempo?
Essa é a questão. Erros acontecem em toda atividade humana: na medicina, na engenharia, no direito e no jornalismo.

Mas erros em excesso não são detalhes. Espelham desconhecimento.

Quem erra muito sabe pouco – aprende-se com uma criança em alfabetização ou com um adulto que tenta falar daquilo que não entende. 

Os erros de "Dirceu" ajudam a entender o livro. Otavio Cabral escreveu uma obra onde os fatos não têm a importância que deveriam ter numa obra que pretende se enquadrar no gênero das biografias. Aqui, eles são descartáveis. Podem ser trocados, descartados, substituídos. Não têm valor em si. Servem a um propósito, que é sustentar a visão de Cabral sobre Dirceu. 

Além de fatos quimicamente falsos, há outros, em estado vaporoso. Cabral não sabe são verdadeiros, ou se não passam de puros boatos. Mas divulga tudo mesmo assim, sem esconder a vontade de fazer carga – de qualquer maneira, por todo lado."
Artigo Completo, ::AQUI::

Aécio tenta encurralar Serra

Posted: 21 Aug 2013 04:31 PM PDT


Altamiro Borges, Blog do Miro

"O título não é sacanagem. Foi estampado nesta terça-feira (20) pelo jornal Estadão, que nutre enorme simpatia pelos tucanos. "Aécio pede prévias para encurralar Serra", informa a matéria assinada por Erich Decat e João Domingos. A sacanagem, pelo jeito, é do cambaleante presidenciável mineiro. "A iniciativa de Aécio Neves sobre as prévias, segundo alguns integrantes do PSDB, tem como objetivo eliminar a possibilidade de o ex-governador de São Paulo José Serra deixar a legenda. Serra, que já disputou por duas vezes a presidência (2002 e 2010), derrotado nas duas ocasiões, foi convidado a ingressar no PPS", registra o jornalão paulista, que sempre apoiou explicitamente o ex-governador paulista.


Com a jogada matreira, o senador mineiro força o eterno candidato paulista a se posicionar rapidamente. A declaração ocorre cerca de um mês antes do fim do prazo, que termina no início de outubro, para que os candidatos ingressem no partido em que irão disputar no próximo pleito. "Apesar de se posicionar favorável à realização da disputa interna, Aécio informou que o tema ainda não foi discutido pela cúpula do PSDB. O tucano voltou a defender, entretanto, que o partido tenha logo no início de 2014 um nome para a disputa à presidência da República. 'Eu não sou candidato. Eu sou hoje presidente do PSDB. Não existe nenhuma postulação à candidatura presidencial. Sou presidente do PSDB', afirmou".

Atualmente, o senador mineiro tem o controle total do partido e conta com o respaldo dos seus principais líderes, inclusive do ex-presidente FHC, tratado como "guru". José Serra está isolado na legenda e mostra-se vacilante quanto aos seus próximos passos. Na semana passada, ele garantiu que "serei candidato" – só não disse ao que. Ele vive ameaçando deixar o PSDB, mas ainda não conseguiu uma legenda viável para os seus sonhos – até no PPS, do servil Roberto Freire, há resistências ao seu nome. "Além do desgaste que sua saída criaria ao partido que ele ajudou a fundar, as pesquisas eleitorais mostram que uma candidatura de Serra dividiria o eleitorado tucano", alertou a Folha desta quarta-feira.

Diante destas dificuldades, Aécio Neves encosta José Serra na parede, ao dizer que aceita as prévias, e ainda provoca: "Tenho enorme respeito pelo companheiro Serra. Reitero isso sempre que posso. Ele é parte da historia do PSDB. Acho que todos nós gostaríamos que ele ficasse no PSDB, na mesma trincheira que nós estamos. Mas a questão de mudança de partido é sempre uma questão pessoal. Obviamente PSDB saberá respeitar". Como se observa, as bicadas tucanas ficam cada dia mais são sangrentas! Nesta semana, por exemplo, um almoço do senador mineiro com bancada de deputados paulistas foi adiado para evitar mais constrangimentos. É tucano querendo encurralar o outro!"

Pesquisa contesta índices de audiência da mídia eletrônica

Posted: 21 Aug 2013 04:20 PM PDT


"Estudo da Fundação Perseu Abramo revela que a mensuração da audiência em aparelhos fixos e sem rodízio ou representatividade efetivamente nacional, e o mero registro da emissora e hora de aparelho ligado não significa audiência efetiva, identificação ou satisfação.


Uma nova pesquisa da Fundação Perseu Abramo sobre democratização da mídia, realizada pela Mark Sistemas de Pesquisa, sob orientação de Gustavo Venturi e de Vilma Bokani, contesta os índices de audiência que costumam ser brandidos pela mídia, como comprovação de que a programação obedece estritamente ao gosto da população e sua audiência.

Para Rachel Moreno, que comenta a pesquisa, ninguém garante que um aparelho de TV ligado numa determinada emissora em determinado horário signifique aceitação acrítica da programação exibida, como demonstram os dados.

Assim, a mensuração da audiência em aparelhos fixos e sem rodízio ou representatividade efetivamente nacional, e o mero registro da emissora e hora de aparelho ligado não significa audiência efetiva (a TV pode estar ligada para fazer barulho de fundo na casa, ou por inércia sem que haja ninguém assistindo), identificação (que parece precária) ou satisfação (que também acusa uma diversidade de problemas)."

Clique aqui e leia o comentário completo de Rachel Moreno

Depois do Mais Médicos, vem aí o Mais Professores

Posted: 21 Aug 2013 03:54 PM PDT


"O Ministério da Educação quer levar professores a escolas onde faltam docentes em ação semelhante ao Mais Médicos, segundo anunciou o ministro Aloizio Mercadante; a intenção é que, mediante o pagamento de uma bolsa, professores se disponham a reforçar o quadro dessas escolas

Mariana Tokarnia, Agência Brasil / Brasil247


O Ministério da Educação (MEC) quer levar professores a escolas onde faltam docentes em ação semelhante ao Mais Médicos. O Mais Professores faz parte do Compromisso Nacional pelo Ensino Médio, apresentado hoje (21) pelo ministro da Educação, Aloizio Mercadante, na Câmara dos Deputados. A criação do programa já havia sido comentada antes pelo ministro, mas é a primeira vez que é apresentado em detalhes.
Mais informações »

Charge do Bessinha

Posted: 21 Aug 2013 09:06 AM PDT


Vídeo: Black Bloc Emma diz que Veja foi machista

Posted: 21 Aug 2013 09:03 AM PDT

O fazer politica na era do ativismo virtual

Posted: 21 Aug 2013 08:43 AM PDT

A onda de ativismo saiu da internet e chegou às ruas
Marilza de Melo Foucher, Correio do Brasil 
 
"Nos países que não garantem a pluralidade dos meios de comunicação, a expansão da internet é saudável, principalmente, para as jovens democracias, tal como a brasileira, além disso, pode ser um instrumento incitativo ao exercício da cidadania. Entretanto, a internet não substitui a pratica da política no quotidiano. Deve-se levar em conta que o "fazer política" na esfera da comunicação virtual tem seus limites! Ela é um meio e não uma finalidade.

As redes sociais e a internet são muitas vezes apresentadas como o futuro da comunicação política. Logicamente, deve-se reconhecer a Internet como uma ferramenta, assim que um catalisador para a mobilização, ou difusão de uma mensagem política. Porém, o trabalho de campo é também necessário, bem como os debates diretos, as reuniões para tomadas de posições faladas em público. A Internet é uma ferramenta de informação, um meio de comunicação que é necessária, mas não suficiente. Uma questão interessante para abrir um debate com os "internautas" seria : A comunicação política em linha teria por vocação de substituir a pratica política no campo da ação?

Será que podemos mudar o modo de desenvolvimento no Brasil e ter acesso aos serviços públicos de qualidade à partir de uma militância virtual que basta "clicar" no computador e, em poucos minutos a revolução virtual estará pronta para a ação transformadora? Basta convocar a galera no Facebook e dizer que o modo atual de desenvolvimento não corresponde à sociedade que queremos construir. Que precisamos criar um conviver mais fraternal em nossas cidades, um meio ambiente urbano mais sano, com menos poluição, com transportes comuns limpos e eficazes, com cidades dotadas de ciclovias e calçadões para se caminhar. Em poucos minutos centenas de pessoas irão clicar "eu amo" ou compartilhar com outras ativistas virtuais e ganhar adesões de milhões e a ciberutopia de uma cidade melhor será realizada!."
Artigo Completo, ::AQUI::

Setor de serviços tem crescimento nominal de 8,6% em junho

Posted: 21 Aug 2013 08:30 AM PDT


Flávia Villela, Agência Brasil

"O setor de serviços registrou crescimento nominal, que não desconta a inflação, de 8,6% em junho, na comparação com o mesmo mês do ano passado. A taxa foi superior à de maio deste ano (7,6%) e inferior à de abril (11,6%). Os dados fazem parte da Pesquisa Mensal de Serviços (PMS), primeiro indicador conjuntural mensal que investiga o setor no país, divulgado hoje (21) pela primeira vez pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Todas as unidades da Federação apresentaram crescimento nominal do setor de serviços, sendo que as maiores taxas foram registradas em Mato Grosso (29,7%), no Acre (16,3%), Ceará (16,0%), em Mato Grosso do Sul (13,4%) e no Distrito Federal (13,2%). As menores foram observadas no Espírito Santo, em Minas Gerais e Pernambuco (todas com 5,1%), no Paraná (4,6%), Piauí (3,2%) e Rio Grande do Sul (1,6%).

Os serviços prestados às famílias registraram variação de 9%, após crescimento de 10,6% em maio e de 11,2% em abril. A participação do segmento na composição do índice geral é 7%. Os itens dessa área cujas taxas tiveram maior crescimento foram alojamento e alimentação (10,3%) e outros serviços prestados às famílias (1,2%). As maiores taxas foram observadas no Ceará (37,2%), em São Paulo (15,1%) e Goiás (9,7%). As menores, no Distrito Federal, na Bahia (4,0%), no Espírito Santo (2,2%) e Rio de Janeiro (-0,7%)."
Matéria Completa, ::AQUI::

Congresso mantém vetos de Dilma

Posted: 21 Aug 2013 07:48 AM PDT


Manifestantes a favor e contra os vetos de
Dilma ao Ato Médico acompanharam a sessão
de ontem do Congresso
/ Laycer Tomaz/Câmara dos Deputados

"Marcada por intensas manifestações nas galerias, a sessão do Parlamento destinada a análise de quatro vetos da presidenta confirmou a vitória do governo

Agência Senado / RBA

Marcada por intensas manifestações nas galerias, a sessão do Congresso Nacional destinada a análise de quatro vetos da presidente Dilma Rousseff foi encerrada pouco antes das 22h desta terça-feira (20). O resultado, divulgado na madrugada, confirmou a vitória do governo, na primeira votação sob as novas regras para apreciação de vetos presidenciais: foram mantidos todos os quatro vetos em análise.

A maior pressão esteve sobre os vetos à Lei 12.842/2013, conhecida como Lei do Ato Médico, que também concentrou os discursos dos parlamentares.
Mais informações »

EXCLUSIVO: CHEGAM 400 MÉDICOS CUBANOS

Posted: 21 Aug 2013 07:02 AM PDT



"Nesta quarta-feira, o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, anuncia a formalização do acordo com Cuba para a vinda de 400 médicos ao Brasil. Outros 1.500 profissionais  cubanos  devem desembarcar um pouco mais adiante. A decisão reflete um novo momento do programa 'Mais Médicos' que ,progressivamente, furou o bloqueio duplo da má vontade conservadora e do elitismo corporativista. Lançado em oito de julho, a iniciativa ataca fatores emergenciais e estruturais que multiplicam áreas desassistidas no país.

O Brasil tem apenas 1,8 médico por mil habitante; a Argentina tem três. O governo quer elevar o índice brasileiro para 2,5 por mil. Precisará de mais  168.424 médicos. As escolas brasileiras formam cerca de 18 mil médicos por ano. Mais de 3.500 municípios aderiram ao programa. O ministro Padilha pretende acudir a emergência com a vinda imediata de profissionais estrangeiros; e corrigir a usina estrutural desse hiato incorporando as escolas de medicina à política da saúde pública no Brasil.

De dois modos: incentivando a formação do clínico-geral e transformando a residência médica em prestação de serviço remunerada no SUS. O acordo com Cuba, bombardeado originalmente, foi revalidado pelo próprio boicote corporativista, que tornou explícita a indiferença das elites em relação aos segmentos mais vulneráveis da população. Foi obra da paciência política do governo. Hoje, mais de 54% dos brasileiros declaram-se favoráveis à vinda de estrangeiros para socorrer as regiões distantes e periferias conflagradas. Mais que uma vitória isolada, o Mais Médicos descortina uma nova família de políticas públicas, que convoca a universidade se incorporar ao do passo seguinte do  desenvolvimento brasileiro."

Cassação em Taubaté é nova bomba no colo de Alckmin

Posted: 21 Aug 2013 06:15 AM PDT


"Depois das denúncias no metrô, envolvendo as empresas Siemens e Alstom, governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, terá que explicar a corrupção na Fundação para o Desenvolvimento da Educação, que, nos últimos anos, liberou mais de R$ 700 milhões em bolsas universitárias; até recentemente, a FDE era comandada por José Bernardo Ortiz, homem de total confiança de Alckmin; ontem, seu filho, José Bernardo Ortiz Júnior, teve seu mandato cassado na prefeitura da rica cidade de Taubaté justamente em função dos desvios na FDE, que alimentaram sua candidatura; é mais um escândalo que conecta desvios no setor público ao financiamento de campanhas políticas


Uma decisão tomada ontem pela Justiça Eleitoral, que cassou o mandato do prefeito de Taubaté (SP), José Bernardo Ortiz Júnior, do PSDB, é a nova bomba que explode no colo do governador Geraldo Alckmin, que ainda não se recuperou do chamado propinoduto do metrô, alimentado pelas empresas Siemens e Alstom. Ortiz Júnior foi cassado porque sua campanha foi alimentada, segundo a Justiça, com recursos desviados da Fundação para o Desenvolvimento da Educação (FDE), uma poderosa autarquia do governo estadual, que, nos últimos anos, distribuiu mais de R$ 700 milhões em bolsas universitárias (leia mais aqui sobre a cassação de Ortiz Júnior).

O problema é que, até recentemente, a FDE era comandada por um dos mais próximos auxiliares de Alckmin: José Bernardo Ortiz, que vem a ser o pai do prefeito cassado. Ortiz foi afastado do comando da FDE e teve seus bens bloqueados porque, segundo a Justiça, teria superfaturado licitações até para a compra de mochilas escolares. Mesmo com todas as suspeitas, Alckmin sempre reiterou a confiança em Ortiz (leia mais aqui). Segundo o Ministério Público, as mochilas teriam sido superfaturadas em R$ 11,5 milhões.

No entanto, café pequeno perto dos R$ 700 milhões distribuídos em bolsas universitárias nos últimos anos em São Paulo – o que fez com que instituições de ensino recém criadas se transformassem rapidamente em potências do setor (leia mais aqui).

Com a cassação de Ortiz Júnior, Alckmin se depara mais uma vez com um escândalo que conecta desvios de recursos no setor público ao financiamento de campanhas políticas. Exatamente como no caso do metrô."
You are subscribed to email updates from Brasil! Brasil!
To stop receiving these emails, you may unsubscribe now.
Email delivery powered by Google
Google Inc., 20 West Kinzie, Chicago IL USA 60610



--
Francisco Almeida 




Postar um comentário