sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

Via Email: BRASIL! BRASIL!



BRASIL! BRASIL!


Posted: 25 Jan 2013 05:09 AM PST


"Se foi jogo combinado ou não, ninguém sabe. Mas o fato é que, nesta sexta, Folha, Globo e Estado publicam editoriais condenando o pronunciamento da presidente Dilma na última quarta-feira sobre a redução das tarifas. Segundo os jornalões, Dilma fez seu primeiro ato de campanha. Os corvos vestiram a carapuça?

Brasil 247

Jogo combinado? No mesmo dia, os três principais jornais do País, Globo, Folha e Estado de S. Paulo, publicaram editoriais condenando a postura da presidente Dilma no pronunciamento da última quarta-feira, quando ela anunciou, em rede nacional de rádio e televisão, a redução nas contas de luz – o que, segundo os jornais, seria uma espécie de populismo elétrico. Será que os corvos vestiram a carapuça?

Leia, abaixo, as três manifestações dos jornalões:


O GLOBO - 25/01

A redução das tarifas é bem-vinda porque aumentará a competitividade do país, e não fazia sentido o consumidor arcar com tantos encargos

A redução do custo da energia elétrica, especialmente para o setor produtivo, é bem-vinda, pois a população como um todo se beneficiará à medida que as empresas ganhem mais competitividade. Não faz sentido que esse custo tenha permanecido entre os mais elevados do mundo, tendo o Brasil uma matriz de base hídrica, renovável, e com manutenção relativamente barata.
O consumidor brasileiro de energia elétrica financiou por décadas vários programas, sejam sociais ou relacionados a novos investimentos do setor. Estava mais que na hora de reduzir esses encargos."
Matéria Completa, ::AQUI::
Posted: 25 Jan 2013 05:01 AM PST


"Viagem da presidenta servirá para parcerias por Centro Paralímpico com Geraldo Alckmin e por habitação, universidade e ambulâncias com Fernando Haddad


"A presidenta Dilma Rousseff estará em São Paulo amanhã (25) e aproveitará as comemorações pelos 459 anos da cidade para mostrar que tinham fundamento as promessas de parceria entre governo federal e prefeitura após a eleição de Fernando Haddad (PT) para chefiar o Executivo municipal. No entanto, os projetos que serão assinados ou entregues durante o aniversário de São Paulo – com valor total de ao menos R$ 136 milhões apenas em verbas da União – nasceram nas gestões passadas. E terão participação do governo do estado.

A visita de Dilma terá dois momentos. Às 14h, a presidenta se dirige ao Palácio dos Bandeirantes, sede do governo paulista, para assinar os termos de cooperação para a construção do Centro Paralímpico Nacional. O complexo desportivo voltado às pessoas com deficiência física será instalado na região do Ipiranga, zona sul da capital, nas proximidades do Centro de Exposição Imigrantes. Para que as obras comecem, o Ministério do Esporte vai desembolsar R$ 110 milhões. Outros R$ 30 milhões, além do terreno de 140 mil metros quadrados, serão aportados pelo governo do estado. Até o fim da construção, a União deverá destinar ao projeto mais R$ 170 milhões. A expectativa é que o Centro Paralímpico comece a operar plenamente em 2015, às vésperas das Paralimpíadas do Rio de Janeiro, em 2016. Cerca de 3.500 paradeportistas serão atendidos simultaneamente.


"Será um dos quatro complexos com esse nível de tecnologia e performance em todo o mundo", contextualiza a médica Linamara Battistella, secretária de estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência, informando que os demais centros estão localizados na China, Ucrânia e Coreia do Sul. "Depois de implementar um centro paralímpico, os chineses melhoraram em 400% seu desempenho e suas medalhas nas Paralimpíadas."
Matéria Completa, ::AQUI::
Posted: 25 Jan 2013 04:30 AM PST


"Um dos elementos que têm caracterizado a incerteza sobre os rumos imediatos da economia brasileira e é intangível, refere-se à capacidade de realizar investimentos e de tocar os negócios da classe empresarial. A expressão corrente, derivada de Lord Keynes, é a de "despertar o instinto animal do capitalista".

João Guilherme Vargas Netto, Vermelho

Um ambiente de negócios prósperos, com grandes possibilidades de obter lucro – ainda que reconheçamos que as iniciativas meramente especulativas continuam sendo muito rentáveis – eis o quadro ideal para a realização desse desejo.
Mais informações »
Posted: 25 Jan 2013 04:10 AM PST


Leonardo Sakamoto, Blog do Sakamoto

"Eu sei que a ideia de "mandamentos" pode soar um tanto quanto arrogante. Mas, vivendo em uma sociedade com forte influência cristã, não há nada melhor para chamar a atenção e, indiretamente, fomentar uma certa culpa em nós pecadores. Resgato um debate que já passou aqui por este blog, quando me referi particularmente ao Twitter. 

Estou um tanto quanto indignado com o que ando lendo no Facebook, com boatos e porcarias circulando como fatos checados em forma de notícia, reproduzidos por uma população de mortos-vivos que não pensam, não questionam, nada – apenas compartilham. Nada de novo, mas não precisa ser assim. Dá para ter em mente alguns cuidados, que não exigem mais do que o uso de uma fila indiana de neurônios cansados, que poupariam muita dor de cabeça futura.
Mais informações »

Posted: 25 Jan 2013 03:54 AM PST


"Repórteres sem Fronteiras publicam relatório intitulado "Brasil, o país dos 30 Berlusconi", em referência ao ex-primeiro-ministro italiano, dono de um império de comunicação na Itália. Segundo o documento, a "topografia midiática" brasileira pouco mudou desde o fim da ditadura. "O Brasil apresenta um nível de concentração de mídia que contrasta totalmente com o potencial de seu território e a extrema diversidade de sua sociedade civil", diz a ONG francesa

Brasil 247

Um relatório da ONG Repórteres sem Fronteiras divulgado nesta quinta-feira defeniu o Brasil como "o país dos 30 Berlusconis", numa crítica à concentração dos veículos de comunicação do país em poucas mãos. "O Brasil apresenta um nível de concentração de mídia que contrasta totalmente com o potencial de seu território e a extrema diversidade de sua sociedade civil", analisa a ONG de defesa da liberdade de imprensa. "O colosso parece ter permanecido impávido no que diz respeito ao pluralismo, um quarto de século depois da volta da democracia", destaca a RSF (o relatório pode ser lido na íntegra aqui).

O relatório foi composto após visitas de membros da ONG a Brasília,
São Paulo e Rio de Janeiro. Segundo o RSF, "a topografia midiática do país que vai receber a Copa do Mundo de 2014 e a Olimpíada de 2016 pouco mudou nas três décadas que sucederam a ditadura militar de 1964-1985". O documento destaca que as 10 maiores companhias de mídia do país estão baseadas em São Paulo ou Rio de Janeiro, o que "enfraquece a mídia regional".
Matéria Completa, ::AQUI::
Posted: 24 Jan 2013 04:21 PM PST

Posted: 24 Jan 2013 04:20 PM PST


Ricardo Kotscho, Balaio do Kotscho

"A cantora Ivete Sangalo recebeu nesta quarta-feira o cachê de R$ 650 mil _ sim, o leitor leu direito, o valor é esse mesmo _ pago pelo governo do Estado do Ceará pelo show que ela fez na inauguração do Hospital Regional da Zona Norte, em Sobral, reduto político do governador Cid Gomes e de seu irmão Ciro.

Agora, o Ministério Público de Contas do Ceará informou que vai pedir a devolução do cachê aos cofres públicos.

O procurador de Contas do Ceará, Gleydson Alexandre, denunciou o caso como abuso, apresentando uma lista com os valores cobrados por Ivete Sangalo em outras cidades, que ficaram entre R$ 400 mil e R$ 500 mil, o que já não é pouca coisa.
Mais informações »

Posted: 24 Jan 2013 04:11 PM PST


"Comandante da polícia em Campinas determinou que agentes abordassem jovens de 'cor parda e negra'; medida causou polêmica

Caio do Valle, O Estado de S.Paulo

Um comandante da Polícia Militar em Campinas (SP) determinou, em uma ordem assinada em dezembro do ano passado, que seus agentes abordassem jovens de "cor parda e negra" em rondas na região de Taquaral. A medida, divulgada ontem pelo jornal Diário de S.Paulo, provocou polêmica, devido à discriminação da cor das pessoas suspeitas de assaltos naquela área. O governador Geraldo Alckmin (PSDB) se manifestou sobre o assunto nesta quinta-feira, 24.

Para ele, o caso não indica racismo, por se tratar apenas da caracterização física de um grupo específico de supostos criminosos e que, se fosse o caso, ela poderia indicar um suspeito "loiro" ou "asiático".

"O que houve foi um assalto ocorrido num bairro. Você tem um suspeito feito pelas características. É como se dizer: 'Olha, teve um assalto aqui e o suspeito é um loiro, uma pessoa loira, ou o suspeito é uma pessoa japonesa, asiático'. Enfim, o suspeito era uma pessoa de cor parda", afirmou Alckmin. "Mas (esse foi) um caso específico, onde havia um suspeito. Não há nenhuma forma de discriminação", ressaltou o governador, acrescentando que se fosse constatado preconceito, "a punição seria rigorosíssima".

Mas representantes de entidades de direitos humanos, como a Educafro, enxergam discriminação na medida. A entidade entregou ontem à Secretaria da Segurança Pública uma carta em que cobra explicações sobre a ordem emitida pelo capitão Ubiratan Beneducci, comandante da 2ª Companhia do 8º Batalhão da PM em Campinas."

Posted: 24 Jan 2013 04:04 PM PST


Dilma e Lula integram uma aliança formada 'para transformar a realidade brasileira ao longo das próximas décadas', afirma interlocutor de ambos


Correio do Brasil

 "Quem apostar em uma divisão nas relações entre a presidenta da República, Dilma Rousseff, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o Partido dos Trabalhadores (PT), "prepare-se para perder muito mais do que dinheiro". A afirmação ao Correio do Brasil, nesta quinta-feira, partiu de um interlocutor tanto da atual quando do mandatário que deixou o Palácio do Planalto para a sucessora que ele escolheu.

Ao comentar o noticiário e a campanha em curso na mídia conservadora, ambos negativos às forças progressistas, este mesmo integrante de reuniões entre setores do PT e a cúpula política do Planalto afirmou ao CdB que nada passa despercebido nem por Lula, muito menos por Dilma, sendo que "diferentemente do Lula, ela não fala nas entrelinhas", reparou, ao abordar o discurso da presidenta, em cadeia nacional de rádio e televisão, na noite passada.

– Trata-se aqui do óbvio. A presidenta chegou aos lares de brasileiros e brasileiras e disse, com todas as letras, que há uma campanha orquestrada, na mídia reacionária para ser exato, com o objetivo de inquietar o país – afirmou.


A referência recai sobre o trecho do discurso da presidenta na qual ela afirma que, "desde o mês passado, algumas pessoas, por precipitação, desinformação ou algum outro motivo" fez previsões "sem fundamento".
Matéria Completa, ::AQUI::

Posted: 24 Jan 2013 03:46 PM PST
Bob Fernandes, Terra Magazine
Posted: 24 Jan 2013 02:45 PM PST


Eduardo Guimarães, Blog da Cidadania

"Não poderia ser melhor a reação do governo Dilma Rousseff a um processo que começou há meses e que, neste mês, chegou ao ápice com manchetes espalhafatosas dando conta de que o Brasil estaria na iminência de sofrer um "racionamento" de energia devido à baixa do nível dos reservatórios das hidrelétricas ocasionada por falta de chuva.

Além da boataria desencadeada pelos jornais Folha de São Paulo, O Estado de São Paulo e O Globo sobre possível "racionamento" – boataria que chegou aos telejornais –, os comentários da grande mídia sobre a economia vêm pintando um país à beira da ruína e da estagnação, com alusões catastrofistas sobre o crescimento modesto do PIB em 2012 e "perda de confiança dos investidores".

Por razões que serão comentadas mais adiante, porém, vai ficando claro para o Brasil e o mundo que ninguém mais está dando bola para essa verdadeira cruzada da dita "grande imprensa" no sentido de convencer o país de que está indo muito mal, obrigado.

A edição deste ano do Fórum Econômico Mundial em Davos, na Suíça, conta com uma pesquisa feita entre os 1.330 empresários que discutirão a economia mundial. Essa pesquisa mostra que Brasil fica em 4º lugar no otimismo dessas pessoas.

Brasil é citado por 15% dos "CEOs" convocados para o evento como sendo um dos três países mais importantes para o crescimento das empresas, mas não é só."
Artigo Completo, ::AQUI::

Posted: 24 Jan 2013 02:35 PM PST


"Fiesp divulga cálculo para mostrar que a redução de tarifas energéticas representará economia anual de R$ 31,5 bilhões às empresas do País. "Dilma tem mostrado sensibilidade, e suas ações concretas apontam a preocupação do governo com a competitividade do país", elogiou o presidente da entidade, Paulo Skaf. PSDB classificou o pronunciamento como "lançamento prematuro à reeleição"; ao 247, o presidente do DEM, senador Agripino Maia, disse que "a presidente precisa entender que governar não é desafiar e insultar a oposição"


Depois de uma sequência de criticas da oposição ao pronunciamento em que a presidente Dilma Rousseff anunciou a redução das tarifas de energia, os empresários saíram em defesa do governo. A Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) e o Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp) informaram que a economia média anual no país passará de R$ 24 bilhões para R$ 31,5 bilhões com o desconto maior na conta de luz.

As entidades, ambas presididas por Paulo Skaf (PDMB), projetam que, em um prazo de 30 anos, a economia passará de R$ 720 bilhões para R$ 945 bilhões. Em nota, as entidades disseram considerar que a redução das tarifas de energia é um passo importante para o Brasil recuperar a competitividade (confira a íntegra da nota). Skaf elogiou as taxas e disse que a sociedade toda ganhará, pois os custos de produção serão reduzidos também.

"A medida beneficia todos os setores da sociedade, e atinge diretamente o bolso de cada brasileiro", disse. "Dilma tem mostrado sensibilidade, e suas ações concretas apontam a preocupação do governo com a competitividade do país. Todo mundo usa energia, todos os produtos precisam de energia para serem produzidos, todos os serviços consomem energia. Ao reduzir a conta de luz, o benefício é de todos," ressaltou Skaf, na nota."
Matéria Completa, ::AQUI::

Posted: 24 Jan 2013 07:16 AM PST

Posted: 24 Jan 2013 07:11 AM PST


Agência Brasil 
 
"Pela sexta vez, as autoridades do Brasil e da União Europeia se reúnem nesta quinta-feira 24 para a discussão de temas específicos envolvendo as duas regiões. O encontro ocorre em duas etapas: na primeira, a presidenta Dilma Rousseff conversa com o presidente da Comissão Europeia, José Manuel Durão Barroso, e o presidente do Conselho Europeu (órgão político do bloco), Herman Van Rompuy. Na segunda, os três se reúnem com os ministros brasileiros e as autoridades europeias.
Mais informações »

Posted: 24 Jan 2013 06:57 AM PST


Flávia Villela, Agência Brasil

"O anúncio da presidenta Dilma Rousseff de redução da tarifa de energia elétrica em até 32% para a indústria foi bem recebido hoje (24) por especialistas durante seminário sobre o tema na sede da Federação das Industrias do Rio de Janeiro (Firjan). A utilização do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) como indexador de custos do setor, no entanto, foi criticada.

Para o diretor do Grupo de Estudos do Setor de Energia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Nivaldo José de Castro, o anúncio foi uma boa surpresa. "A decisão que a Presidência da República tomou ontem reforça esse esforço de tornar a economia brasileira mais competitiva e aumentar seu poder aquisitivo. Realmente surpreende esse esforço para caminhar na direção de uma diminuição tarifária estrutural."
Mais informações »
Posted: 24 Jan 2013 05:57 AM PST


"Ex-prefeito de Osasco, Celso Giglio está como presidente interino da Assembleia Legislativa, mesmo tendo sido barrado pela Lei da Ficha Limpa após ter reprovadas as contas de sua última gestão; para o governador, só está nessa condição quem não tem maioria na Câmara


Apesar de ter sido barrado pela Lei da Ficha Limpa, o deputado estadual do PSDB Celso Giglio, além de assumir a presidência interina da Assembleia Legislativa foi defendido nesta quarta-feira pelo governador de São Paulo, Geraldo Alckmin.

Giglio passou a ser considerado ficha-suja, condição que o torno inelegível, após ter barradas as contas de sua última gestão, quando era prefeito de Osasco (SP). Mesmo assim, assumiu como presidente interno no último sábado, no lugar do titular Barros Munhoz (PSDB), que pediu licença.

Para Alckmin, o deputado só foi considerado ficha-suja por não ter maioria na Câmara. "[Quando há] uma conta rejeitada no Tribunal de Contas do Estado, se você tem maioria na Câmara, rejeita o parecer do tribunal. E quem dá a última palavra é o Legislativo. Se você não tem maioria, mantém a rejeição, você fica inelegível", declarou."
Posted: 24 Jan 2013 05:39 AM PST


Jornal recolheu exemplares e
retirou foto de sua edição digital


Redação, PortalIMPRENSA

"Nesta quinta-feira (24/11), o jornal espanhol El País paralisou a distribuição de sua edição por conta de uma foto falsa do presidente da Venezuela, Hugo Chávez, informou o portal G1. A imagem, fornecida pela agência Gtres Online, mostrava um homem entubado após operação em uma cama de hospital.

Segundo a agência, o "homem" na foto era Chávez durante recuperação de cirurgia contra o câncer em Havana, Cuba. No texto junto à foto, porém, o El País explicava que não conseguiu verificar de forma independente as circunstâncias, o local e a data da imagem fornecida pela Gtres Online.
Mais informações »
You are subscribed to email updates from Brasil! Brasil!
To stop receiving these emails, you may unsubscribe now.
Email delivery powered by Google
Google Inc., 20 West Kinzie, Chicago IL USA 60610



--
Francisco Almeida / (91)81003406
Postar um comentário