quarta-feira, 25 de abril de 2012

Via Email: BRASIL! BRASIL!



BRASIL! BRASIL!


Posted: 24 Apr 2012 06:49 PM PDT




Posted: 24 Apr 2012 06:46 PM PDT


Eberth Vêncio, Revista Bula

"Enquanto mirava pelo vão da cela a lua dependurada no céu estrelado, Sepúlveda Embornal — mais conhecido na raissoçaite como "Nhambuzinho na Capanga" — pensava no pai que fora sepultado pela manhã. E ele ali: preso, sem que ao menos pudesse prestar ao velhote — que foi quem começou todo aquele emaranhado de negócios lícitos e escusos super bem sucedidos — uma derradeira homenagem, enquanto a urna de pau brasil cravejada com penduricalhos de ouro descia no vazio da cova, ao som de "Carinhoso", tocado magistralmente por um trio de cordas.

Abatido por um desgosto profundo que fez explodir um aneurisma no meio da gelatina cerebral, o barão teve morte súbita ao tomar ciência que o filho fora capturado, acusado de tráfico internacional de órgãos humanos e outros crimes menores deveras corriqueiros como rinhas de galo, compra de votos para correligionários, tráfico de influência nos vários poderes da república dos bananas, desmatamento da floresta amazônica para comercialização ilegal de madeira, destruição do cerrado pra fazer carvão e criar nelores, dentre otras cositas más.

O esquema era o seguinte: raptar e executar menores de rua, de preferência aqueles viciados que perambulavam pelas várias cracolândias do país, além da estripação dos mesmos e contrabando das vísceras. "No futuro, a história vai reconhecer o meu papel: estou prestando um bem imensurável à nação, ao retirar do convívio social estes jovens degenerados ", lamentava Nhambuzinho em suas reflexões neonazistas.

Apesar de ser duro como um caroço de pequi, o criminoso — que falava com fluência três idiomas (principalmente, a linguagem fria do dinheiro) e tinha um diploma legítimo da Faculdade do Crime — aproveitou que estava detido numa cela especial para choramingar feito bebê. "Famiglia é a coisa mais preciosa do mundo", ele se sentia um Mike Corleone deprimido, injustiçado.

Então jurou que mataria com as próprias mãos, por asfixia ou bala na cara (preferia a primeira alternativa, para se regozijar com os olhos esbugalhados da vítima e os lábios azulados), cada um dos seus algozes, especialmente os delatores, os traíras, aqueles maricas beneficiados pela delação premiada. "Que nojo a nossa justiça...", pensou, sentindo-se uma verdadeira Geni ("Ópera do Malandro", de Chico Buarque de Hollanda), tão bombardeado tivera sido pelos antigos amigos (empresários ricos, políticos-de-esquema, autoridades do Executivo e o alto clero).

Tentou em vão subornar carcereiros, sensibilizar seus corações de baru. Aproveitando o clima favorável à execração pública, ocasião em que jornais, revistas, mídias sociais e a televisão destilavam diariamente as escutas telefônicas comprometedoras envolvendo policiais corruptos, políticos velhacos de carreira, jornalistas mau-caráter, cafetinas de luxo, e médicos mercenários que operavam a melindrosa dissecação de cadáveres pueris fresquinhos, os guardiães daquele presídio de segurança relativa não puderam ceder às ofertas milionárias do sujeito, que não saía do noticiário e dos pesadelos de dezenas de socialaites da capital federal e de outras metrópoles brasileiras."
Crônica Completa, ::Aqui::


Posted: 24 Apr 2012 06:32 PM PDT


"O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, afirmou nesta terça-feira (24), em São Paulo, que os membros da CPI mista (Comissão Parlamentar Mista de Inquérito) que investigará o envolvimento do bicheiro Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira, com parlamentares, autoridades e empresas públicas e privadas terão acesso a todos os dados levantados nas operações Vegas e Monte Carlo, da Polícia Federal.

Vermelho

"Por força da Constituição, a CPMI tem poderes de autoridade judiciária. E acredito que ela [a comissão] terá acesso a tudo que foi produzido no inquérito, mas a decisão final é do STF (Supremo Tribunal Federal)", disse.

O ministro participou da abertura de uma feira internacional de segurança privada no Expo Center Norte, na zona norte da capital. Na saída do evento, em entrevista coletiva, ele defendeu a PF contra a nulidade das provas requerida pela defesa de Cachoeira.

Segundo os advogados do bicheiro, como envolvia um parlamentar –o senador Demóstenes Torres (ex-DEM-GO)--, o caso deveria ter sido remetido ao STF. Já que não foi, sustenta a defesa, as provas obtidas por decisão da Justiça em primeiro grau seriam ilegais.

De acordo com o ministro, a PF não agiu sem conhecimento do Supremo. "A defesa sempre opta por um caminho –se defende ou tenta a nulidade das provas. Mas a PF agiu rigorosamente dentro da lei. Ninguém nunca autorizou [a escuta de] pessoas que tinham foro privilegiado sem autorização do STF", afirmou Cardozo. "Quando se investigou quem não tinha foro, existiam telefonemas de pessoas envolvidas em práticas criminosas que ensejaram que o caso fosse remetido ao STF. Só que a PF colocou a verdade à luz do sol, a claro, e agora cabe ao Judiciário decidir o que fará com essa verdade", disse."
Matéria Completa, ::Aqui::


Posted: 24 Apr 2012 06:05 PM PDT


"Depois de abrir inquérito para investigar o senador Demóstenes Torres (GO), Supremo abre investigação contra os deputados federais Carlos Leréia (PSDB-GO), Sandes Júnior (PP-GO) e Stepan Nercessian (PPS-RJ), também suspeitos de ligações com Carlinhos Cachoeira

Fernando Porfírio, Brasil 247

O Supremo Tribunal Federal mandou abrir inquéritos contra os deputados federais Carlos Leréia (PSDB-GO), Sandes Júnior (PP-GO) e Stepan Nercessian (PPS-RJ). Eles são suspeitos de ligações com o contraventor Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira. A abertura de investigação atendeu pedido do procurador-geral da República, Roberto Gurgel.

O chefe do MPF requereu o desmembramento do inquérito que tem como principal investigado o senador Demóstenes Torres (sem partido-GO). Agora, serão três inquéritos autônomos para investigar cada um dos parlamentares.

A decisão foi tomada nesta terça-feira (24/4) pelo ministro Ricardo Lewandowski. No mesmo despacho, o ministro acolheu o pedido de desmembramento do processo em relação a diversos outros investigados. No STF correrão os inquéritos que envolvem Demóstenes e os deputados federais.

Pela decisão, as investigações que tratam das ligações do governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, com o grupo de Cachoeira devem seguir para o Superior Tribunal de Justiça (STJ). O ministro Lewandowski permitiu o desmembramento do inquérito em relação ao governador do DF."
Foto: Montagem/247
Matéria Completa, ::Aqui::


Posted: 24 Apr 2012 05:48 PM PDT


João Peres, Rede Brasil Atual 

"O Ministério Público Federal apresentou denúncia hoje (24) à Justiça Federal em São Paulo contra o coronel reformado Carlos Alberto Brilhante Ustra, comandante do DOI-Codi de 1970 a 1974,  e contra o delegado da Polícia Civil de São Paulo Dirceu Gravina, ainda na ativa, pelo sequestro do bancário Aluízio Palhano Pedreira Ferreira, em maio de 1971. Se condenados, eles podem receber pena de dois a oito anos de prisão.

A argumentação se baseia em duas decisões de extradição nas quais o Supremo Tribunal Federal (STF) avaliou que o crime de desaparecimento forçado é continuado, ou seja, está vigente até que não se apareça o corpo ou uma prova de assassinato. "Alega-se que provavelmente as vítimas estão mortas. É uma ilação", afirmou o procurador da República Andrey Borges de Mendonça durante entrevista coletiva na sede do MPF em São Paulo.

Aluízio, nascido em setembro de 1922 em Pirajuí, no interior de São Paulo, aos 21 anos ingressou no Banco do Brasil. Era advogado formado pela Faculdade de Direito da Universidade Federal Fluminense e por duas vezes presidiu o Sindicato dos Bancários do Rio de Janeiro. Também presidiu a Confederação Nacional dos Trabalhadores dos Estabelecimentos de Crédito (Contec) e foi vice-presidente do antigo Comando Geral dos Trabalhadores (CGT).

Segundo a denúncia, com o golpe de 1964 Aluízio teve os direitos políticos cassados e em maio daquele ano se refugiou na embaixada do México e depois seguiu para Cuba, onde se exilou. Voltou ao Brasil no final de 1970, clandestinamente, e foi visto pelos familiares pela última vez em abril de 1971, aos 49 anos.


Militante da Vanguarda Popular Revolucionária, foi visto no começo de maio daquele ano na sede do Doi-Codi, na rua Tutoia, no bairro do Paraíso, em São Paulo. Segundo a testemunha Inês Etienne Romeu, presa em 5 de maio, Aluízio acabou detido pelo grupo do delegado Sergio Paranhos Fleury, do DOPS, no dia seguinte."
Matéria Completa, ::Aqui::


Posted: 24 Apr 2012 05:41 PM PDT


Terra

"O senador Aécio Neves (PSDB-MG) admitiu nesta terça-feira que indicou, a pedido do senador Demóstenes Torres (sem partido-GO), uma prima do contraventor Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira, para ocupar um cargo no governo de Minas Gerais em 2011. Reportagem do jornal O Estado de S.Paulo aponta que Demóstenes intercedeu junto a Aécio para que Mônica Beatriz Silva Vieira assumisse o cargo de diretora regional da Secretaria de Estado de Assistência Social em Uberaba.

Em nota, Aécio afirma que desconhecia o parentesco de Mônica com o bicheiro e a origem do pedido feito por Demóstenes, então líder do DEM no Senado, "sobre o qual à época não recaía qualquer tipo de questionamento". Ainda de acordo com o senador, a solicitação de Demóstenes foi encaminhada para avaliação da Secretaria de Estado de Governo de Minas Gerais, a quem cabe a análise de demandas partidárias.

De acordo com Aécio, a secretaria informou que o currículo da prima de Cachoeira preenchia a qualificação para o cargo, já que ela havia sido diplomada em cursos de graduação e pós-graduação em pedagogia e tinha experiência profissional como coordenadora dos programas federais Pró-Jovem e Escola de Fábrica, além de ter sido professora da Universidade de Uberaba."
Matéria Completa, ::Aqui::


Posted: 24 Apr 2012 10:10 AM PDT


"A presidenta Dilma Rousseff anunciou hoje (24) os projetos selecionados pelo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) para a área de mobilidade urbana nas grandes cidades. Ela defendeu a necessidade de ampliar os investimentos na construção de metrôs para dar mais agilidade e conforto aos usuários do transporte urbano.

"O Brasil tem que investir em metrô. Antes, as cidades não tinha condições de fazer isso porque era muito caro. Hoje, os governadores têm enorme dificuldade para construir metrôs com a cidade funcionando. É um duplo desafio", disse a presidenta. "Além disso, temos que olhar pelo lado sustentável, garantir menos tempo de vida a ser perdido pelas pessoas em um transporte de menor custo e de melhor adequação ao meio ambiente"

Ao apresentar o que chamou de "matemática humana do projeto", o ministro das Cidades, Agnaldo Ribeiro, reiterou que os canteiros de obras ligados a essa vertente do PAC vão gerar milhares de empregos.

"Mas, além do novo traçado urbano, vamos deixar um legado muito importante se considerarmos  que hoje os brasileiros ficam quatro horas por dia no trajeto casa-trabalho".

"Em muitas situações será possível fazer esse mesmo trajeto em apenas uma hora", acrescentou o ministro. "Isso significa que, na vida, serão três anos que deixarão de ser desperdiçados. Tempo livre que poderá ser dedicado a descanso, estudo e para ficar com os seus", completou."
Matéria Completa, ::Aqui::


Posted: 24 Apr 2012 10:05 AM PDT


Luis Nassif / Luis Nassif Online

"No dia 1o de setembro de 2008, os Ministros Gilmar Mendes, Cezar Peluso e Carlos Ayres Britto saíram da sede do STF (Supremo Tribunal Federal) atravessaram a Esplanada dos Ministérios e entraram no Palácio do Planalto para uma reunião com o presidente da República, Luiz Ignácio Lula da Silva.

Foi uma reunião tensa, a respeito da suposta conversa grampeada entre Gilmar e o senador Demóstenes Torres. Os três Ministros chegaram sem nenhuma prova concreta sobre a autoria ou mesmo a existência do tal grampo. Mas atribuíam-no irresponsavelmente à ABIN (Agência Brasileira de Inteligência) e exigiam de Lula providências concretas.

No auge da reunião, Gilmar blasonou: "Não queremos apenas apuração, mas punição".

Bastaria Lula ter perdido a paciência e endurecido o jogo para criar uma crise institucional sem precedentes, entre o Supremo e o Executivo. Sua habilidade afastou o risco concreto de uma crise institucional, à custa do sacrifício do diretor-geral da ABIN, delegado Paulo Lacerda, afastado enquanto durassem as investigações.

Tanto no Palácio como na Polícia Federal e no Ministério Público Federal sabia-se que o grampo, se existiu, não havia partido da ABIN nem da Operação Satiagraha, já que nenhum dos dois – Demóstenes e Gilmar – eram alvo de investigação."
Artigo Completo, ::Aqui::


Posted: 24 Apr 2012 09:59 AM PDT




Posted: 24 Apr 2012 09:56 AM PDT


"Para Eliane Cantanhêde, a questão mais relevante do País até 2014 será: volta Lula ou fica Dilma?

Brasil 247 / Folha de São Paulo

Quem será o candidato presidencial em 2014: Lula ou Dilma? Essa é a questão levantada na coluna da jornalista Eliane Cantanhêde na Folha de S. Paulo. Leia o texto de Eliane:

"Volta Lula" ou "fica Dilma"

BRASÍLIA - O Datafolha brindou Dilma com duas excelentes notícias: sua popularidade bate recordes, mas o eleitor quer Lula em 2014.

O motivo de comemoração pela aprovação de 64% é óbvio: nunca antes na história do Datafolha um presidente chegou a tanto nessa mesma fase de governo.

Já a festa porque a maioria (57%) prefere Lula em 2014 a ela (32%) não tem nada de óbvia, mas talvez seja até mais importante: além de governar, de ser obrigada a demitir uma penca de ministros herdados e de ter de conviver com uma CPI, Dilma tem que administrar um dado político fundamental -o ego do padrinho.


A pesquisa ajuda a acalmar a ansiedade e a espantar os fantasmas de Lula, que, nas conversas com aliados, não para de reclamar da imprensa, da oposição e da "elite". Quanto mais Dilma acerta e cresce, mais ele alimenta a paranoia de que tentam "desconstruir a sua imagem".
Foto: Ricardo Stuckert/Instituto / Divulgação
Artigo Completo, ::Aqui::


Posted: 24 Apr 2012 09:42 AM PDT
Bob Fernandes, Terra Magazine

"Pizza". Em qualquer canto, essa é a expressão que mais se ouve e se diz em tempos de CPI's. A palavra "pizza" tempera quase todo e qualquer comentário sobre as CPIS. Esse é o senso comum, é o que quase todo mundo pensa e diz, mas não é verdade que toda Comissão Parlamentar de Inquérito termina em pizza.

Antes, é preciso esclarecer algo importante: CPI não tem poder pra condenar nem mandar prender: as CPI's, quando terminam, encaminham suas conclusões para o Ministério Público. Prisões e condenações, que disso podem decorrer, são da competência das polícias e do Judiciário.

Vamos aos números, aos fatos, que são inquestionáveis. Essa leva recente de CPI's começa com a que ficou conhecida como "CPI do Collor". Bem, aquela CPI resultou na renúncia do Presidente da República – o que não é pouco, e seguido o rito democrático, um fato até então raro no mundo todo. Recordemos: no rastro daquela CPI, o tesoureiro de Collor, PC Farias, terminou sendo condenado e preso.

A comissão seguinte foi a dos Anões do Orçamento: 18 eram os acusados. Seis deputados foram cassados e 4 renunciaram para não perder o mandato. Da rumorosa CPI conhecida como a do "mensalão", 38 pessoas, entre parlamentares e empresários, serão julgadas pelo Supremo Tribunal. Então, como falar em "pizza"? O Supremo Tribunal é que irá condenar ou absolver, e não a CPI."
Artigo Completo, ::Aqui::

--------------------------------------






Posted: 24 Apr 2012 09:13 AM PDT


"Nesta terça, James Murdoch se explica no parlamento inglês pela prática de grampos ilegais; "Se eu soubesse, teria cortado o câncer", declarou; no Brasil, Roberto Civita, da Abril, mobiliza um exército para não ser convocado; mas ele deu azar: a Inglaterra ainda é um farol da liberdade

Brasil 247

Se ainda faltavam argumentos para aprovar a convocação do empresário Roberto Civita, dono da Editora Abril, na CPI sobre Carlos Cachoeira, que iniciará suas atividades nesta quarta-feira, eles caíram por terra na manhã de hoje. Em Londres, o empresário James Murdoch, filho do magnata australiano Rupert Murdoch, dono da NewsCorp, maior grupo de mídia do mundo, tenta se explicar sobre as atividades do jornal "News of the World", um tabloide centenário que foi obrigado a fechar quando se descobriu que seus jornalistas publicavam grampos ilegais.

Como se sabe, a Inglaterra não é um país que restringe a liberdade de imprensa. Ao contrário, é um dos países mais liberais do mundo, onde todos os assuntos podem ser discutidos abertamente – inclusive, a própria imprensa.

Sobre os grampos do "News of the World", Murdoch filho disse que não tinha ideia alguma do que se passava no jornal. E afirmou que, se soubesse, "o câncer teria sido cortado imediatamente". Graças ao depoimento, transmitido ao vivo por várias televisões e websites, Murdoch passou a constar nos Trending Topics do Twitter, como um dos assuntos mais comentados do dia. Assim como ocorreu dias atrás com a hashtag #vejabandida."
Foto: Reuters TV / Divulgação
Matéria Completa, ::Aqui::


Posted: 24 Apr 2012 09:00 AM PDT



"O deputado Odair Cunha (PT-MG) será o relator da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito que vai investigar o envolvimento do bicheiro Carlinhos Cachoeira com políticos e empresários. O anúncio foi feito nesta terça-feira pelo líder do PT na Câmara, Jilmar Tatto.

Odair Cunha é o vice-líder do governo na Câmara. A presidência da CPI mista caberá à bancada do PMDB no Senado, que já tinha indicado para o posto o senador Vital do Rêgo (PMDB-PB).

O Partido dos Trabalhadores indicou ainda para integrar  a CPMI como titulares os deputados Paulo Teixeira (PT-SP) e Cândido Vaccarezza (PT-SP). Os suplentes são Dr. Rosinha (PT-PR), Luiz Sérgio (PT-RJ) e Sibá Machado (PT-AC). 

No entanto, essa ordem ainda pode ser modificada até as 19h30, quando o Congresso se reúne para finalizar a lista completa dos 15 senadores e 15 deputados que comporão a comissão."




Posted: 24 Apr 2012 08:32 AM PDT


Redação, Correio do Brasil / Reuters

"A aquisição do Instagram pelo Facebook este mês, por um bilhão de dólares, criou uma nova lenda no setor de tecnologia e transformou em herói o brasileiro Mike Krieger, co-fundador do aplicativo fotográfico.

O próximo desafio para os colegas locais de Krieger na tecnologia: conquistar o sucesso sem trocar o Brasil pelo Vale do Silício ou por uma universidade de elite nos Estados Unidos.

E a tarefa está se tornando mais fácil. O florescente setor tecnológico brasileiro vem atraindo o interesse de fundos de capital para empreendimentos, que estão adquirindo participações em empresas brasileiras de Web em ritmo sem precedentes.

O principal atrativo para os investidores é o maior mercado de consumo da América Latina. O Brasil já gasta US$13 bilhões online a cada ano, e apenas 40% dos brasileiros usam a Internet -uma proporção equivalente à metade da norte-americana, mas que está crescendo rapidamente.

Os maiores nomes da Internet estão correndo para reforçar sua presença no Brasil, ainda que o investimento mais amplo no país tenha se estagnado nos últimos meses devido a uma desaceleração no crescimento.

O Facebook triplicou seu número de usuários brasileiros no ano passado, e o país é agora seu terceiro maior mercado. A Netflix iniciou um serviço de vídeo em formato stream no mercado brasileiro, e a Amazon.com deve ingressar no mercado este ano, de acordo com fontes do setor.


Os investimentos do setor de capital para empreendimentos no Brasil quase triplicaram no ano passado, de acordo com estimativas informais. A entrada de capital novo provocou disparada na avaliação de companhias locais, a um ponto que levou certos observadores a alertar quanto ao perigo de uma bolha. "No começo de 2012, nenhum fundo de capital para empreendimentos havia investido no Brasil. Agora, mais de uma dúzia deles, os maiores do mundo, estão desesperadamente em busca de investimentos aqui", disse Julio Vasconcellos, presidente-executivo do site de descontos Peixe Urbano, uma das empresas de Internet iniciantes de maior sucesso no Brasil."
Matéria Completa, ::Aqui::


Posted: 24 Apr 2012 08:19 AM PDT



"Com 75,9 milhões (37,4% da população) de usuários da internet, o Brasil desponta hoje em quinto lugar entre os 20 países com maior número de pessoas conectadas na rede mundial de computadores, atrás apenas do Japão, da Índia, dos Estados Unidos e da China. Levantamento feito pela assessoria do PT no Senado, com base em dados de institutos governamentais e não governamentais, faz uma radiografia desse setor.

O aumento dos valores captados pelas lojas virtuais, no chamado comércio eletrônico (e-commerce), de R$ 540 milhões, em 2001, para R$ 18,7 bilhões, em 2011, dá uma dimensão de como o brasileiro tem se mostrado cada vez mais à vontade diante da vitrine virtual da internet. O valor dessas transações comerciais no ano passado não leva em consideração vendas de automóveis, passagens aéreas e leilões online.

Os dados servem de subsídio para que os senadores do partido formem opinião sobre a proposta de emenda à Constituição (PEC) que redistribui os recursos do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) entre os estados nas relações comerciais pela internet. A matéria deve ser apreciada na reunião de quarta-feira (25) da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado."
Matéria Completa, ::Aqui::


Posted: 24 Apr 2012 07:48 AM PDT


adNEWS

"A internet assumirá a segunda posição entre as mídias ainda em 2012, deixando o meio jornal para trás. De acordo com estimativa apresentada pelo IAB Brasil nesta terça-feira, 24, o digital crescerá 39%, fechando o ano com 13,7% de participação e faturamento na casa dos R$ 4,7 bilhões. Em 2011, a web representava 11% do polo publicitário.

O crescimento do mercado de buscas será de 50% e o de display (banner) terá incremento de 25%, informou o presidente da instituição, Fabio Coelho - que também preside o Google Brasil."
Matéria Completa, ::Aqui::


Posted: 24 Apr 2012 07:00 AM PDT
'Fracassarão novamente os que preveem derrota da nacionalização do petróleo. Há nove anos, a Argentina avança – exatamente por desprezar o neoliberalismo


Mark Weisbrot, The Guardian / Outras Palavras

A decisão do governo argentino, de re-nacionalizar a YPF, antiga empresa estatal de petróleo e gás, foi recebida na mídia internacional com brados de ultraje, ameaças, presságios de tormenta e ruína e até xingamentos.

Já vimos este filme antes. Quando o governo argentino entrou em moratória da dívida externa, no final de 2001, e desvalorizou sua moeda algumas semanas depois, choveram lamentos e condenações na imprensa. A medida provocaria inflação descontrolada, fecharia o crédito internacional à Argentina e provocaria ao final escassez de divisas. A economia iria mergulhar numa espiral de recessão.

Nove anos depois, o PIB de Argentina cresceu cerca de 90%, o índice mais alto no hemisfério. Os índices de desemprego estão no patamar mais baixo de todos os tempos; tanto a pobreza quando a "pobreza extrema" foram reduzidas em dois terços. Os investimentos sociais, já corrigidos pela inflação, quase triplicaram. Provavelmente por isso, Cristina Kirchner foi reeleita em outubro, numa vitória arrassadora.

Esta história de sucesso raramente é contada, em especial porque implicou reverter muitas das políticas neoliberais fracassadas que – apoiadas por Washington e pelo FMI – conduziram o país a sua pior recessão, entre 1998 e 2002. Agora, o governo está revertendo outra política neoliberal dos anos 1990: a privatização do setor de petróleo e gás, que jamais deveria ter ocorrido."
Tradução: Antonio Martins
Matéria Completa, ::Aqui::


You are subscribed to email updates from Brasil! Brasil!
To stop receiving these emails, you may unsubscribe now.
Email delivery powered by Google
Google Inc., 20 West Kinzie, Chicago IL USA 60610



--
Francisco Almeida / (91)81003406
Postar um comentário