domingo, 10 de fevereiro de 2013

Via Email: BRASIL! BRASIL!



BRASIL! BRASIL!


Posted: 10 Feb 2013 04:35 AM PST

Posted: 10 Feb 2013 04:34 AM PST



"Jornalista Suzana Singer, ombudsman do jornal, diz que os veículos impressos ainda não encontraram a fórmula ideal para rentabilizar seus negócios na internet e afirma que "enquanto a rede não se prova um ambiente rentável, as empresas tradicionais de comunicação não investem pesadamente para melhorar seus sites"

Brasil 247

 Maior jornal do País, a Folha de S. Paulo ainda não encontrou a fórmula ideal para atravessar a inevitável migração do papel para a era digital. Segundo a ombudsman Suzana Singer, a grande maioria dos internautas que acessam o site da Folha.com ainda não se convenceram a pagar pelo conteúdo. Leia abaixo:
 
A luta do momento

Suzana Singer

Na dura travessia para um modelo de negócios que não dependa só do impresso, jornais precisam investir em qualidade para fidelizar o internauta
O "NEW York Times" anunciou na quinta-feira passada que, pela primeira vez em sua história, a receita de circulação ultrapassou a obtida com a publicidade. A ombudsman de lá saudou: "Aviso ao leitores: vocês importam. E importam agora mais do que nunca".

Trata-se de uma mudança importante. Nos últimos anos, o "NYT", assim como a maioria dos jornais norte-americanos e europeus, viu diminuir lenta, mas continuamente, a venda dos exemplares impressos, ao mesmo tempo que a publicidade sofria uma queda vertiginosa.


A saída foi tentar convencer o internauta a pagar por informação. Deu certo para o "NYT", que em quase dois anos vendeu 640 mil assinaturas digitais."
Matéria Completa, ::AQUI::

Posted: 09 Feb 2013 04:13 PM PST


Altamiro Borges, Blog do Miro

"O folião Aécio Neves esbanjou valentia nesta quarta-feira: "O governo que se prepare, vamos voltar quentes depois do carnaval". Em entrevista ao jornal O Globo, o tucano rejeitou as críticas de setores da própria oposição de que teria se ausentado na disputa pela presidência do Senado. Há até quem afirme que ele fez corpo mole para conseguir um cargo. "Lamento profundamente que alguns senadores do PSDB não seguiram a orientação da bancada, apesar do apelo enfático que fiz", afirmou, mineiramente, o mineiro.

O Globo até insistiu. "O senhor está sendo criticado por não ter discursado da tribuna no dia da eleição". Emparedado, ele despistou: "Falar ou não no plenário, naquele dia, era bobagem, podia ou não ter falado... Mas o governo que se prepare, vamos voltar quentes depois do carnaval. Vamos fazer uma oposição cada vez mais qualificada, clara e firme". Mas "por que só a partir de agora", queixou-se o jornal da famiglia Marinho. "É natural que na segunda metade do governo as críticas fiquem mais contundentes", respondeu.
Mais informações »
Posted: 09 Feb 2013 04:02 PM PST


A situação repete a onda de atentados de novembro que resultou em três mortes e 54 prisões. Foto: Gilmar de Souza/ Ag. RBS/ Estadão Conteúdo


Rodrigo Martins, CartaCapital
 
"Passava da meia-noite e o auxiliar de cozinha Eron de Melo, de 19 anos, estava a apenas dois pontos de ônibus de sua casa. No retorno de uma visita à namorada, era o único passageiro que transitava pela Estrada Dário Manoel Cardoso, no bairro dos Ingleses, em Florianópolis, na quinta-feira 31. Tomou um susto ao ver um homem armado abordar o motorista, ordenar que ele descesse e atear fogo na cabine. O jovem tentou fugir pela porta traseira, mas ela estava fechada. Decidiu pular a catraca e atravessar as chamas. Tornou-se a primeira vítima da nova onda de ataques promovida por facções criminosas em Santa Catarina. Com o rosto, a parte de baixo das pernas e um dos braços queimados, recebeu atendimento na UTI do Hospital Governador Celso Ramos. Está fora de perigo, mas não quer falar com jornalistas. Teme represálias, justifica a família.


Em sete dias, a Polícia Militar registrou 60 ataques em 19 municípios catarinenses. Ao menos seis atentados ocorreram na madrugada da quarta-feira 6, como a detonação de um artefato explosivo na casa de um agente penitenciário em Chapecó. Ninguém ficou ferido. Os principais alvos são bases da PM e ônibus: 20 foram incendiados. Somados aos 27 destruídos na onda de violência ocorrida em novembro, os prejuízos somam mais de 14,4 milhões de reais, estimam as empresas de transporte."
Matéria Completa, ::AQUI::
Posted: 09 Feb 2013 03:04 PM PST



Eduardo Guimarães, Blog da Cidadania

"O que direi agora, leitor, a princípio pode surpreendê-lo, mas o julgamento da Ação Penal 470 (vulgo julgamento do "mensalão") pelo STF teve ao menos um grande mérito. Ficamos todos sabendo que a sociedade brasileira, quase trinta anos após o fim da ditadura militar, está infestada de protoditadores em todos os seus estratos.

Alguns deles, diga-se, muito menos proto do que ditadores, pois, para ditadores de fato, só lhes falta o Poder. Mas a cabeça de ditador, nesses, é "perfeita".

Senão, vejamos: dia desses, comentaristas vieram a este Blog dizer que criticar violações dos direitos de réus daquele julgamento seria "apologia ao crime" e que, portanto, este que escreve "deveria ser preso" (!). É isso mesmo que leu: querem que o exercício de meu direito constitucional à liberdade de expressão seja criminalizado. "Só" isso.
Mais informações »
Posted: 09 Feb 2013 07:22 AM PST


Mariana Martins, Observatório do Direito à Comunicação

"Mais uma vez o que me motiva a sair da inércia para escrever é a nossa mídia, aquela mesma de sempre, ávida pelo lucro e cheia de vaidades. A mídia não é um ser inanimado, ela é feita de pessoas. A mídia é feita, principalmente, de jornalistas que devem receber uma formação para saber, antes de tudo, o que é notícia e o que é espetacularização. Jornalistas que devem sempre optar pela notícia.

É uma pena que, em todas as tragédias, nós tenhamos péssimos exemplos da nossa imprensa. As coberturas são traumáticas. A grande maioria tenta logo de saída fazer das tragédias grandes espetáculos. Procuram por parentes, procuram por vítimas, procuram por testemunhas. Pessoas que, por tão intensamente envolvidas, podem não querer colocar mais uma vez o dedo na ferida. Pessoas que estão tendo que prestar depoimentos na polícia e assim por diante. (Esse tipo de fonte deve ser usada com muita cautela e parcimônia; eu diria que em doses homeopáticas. Nunca podem ser o foco da cobertura). Os jornalistas procuram também por fotos, imagens de qualquer tipo, mas que de preferência mostre desespero, mostre aflição e, na maioria das vezes, que mostrem corpos. Corpos estendidos no chão, amontoados, enfim, corpos. Cenas dos familiares recebendo as notícias, se despedindo dos entes, em momentos de profunda dor e de uma dor familiar, privada e não pública. E essas histórias se repetem a exaustão, por vários e intermináveis dias.

Convido todos os jornalistas, mas em especial os das emissoras e veículos públicos para pensar sobre a cobertura das tragédias. Estes últimos em destaque porque, por princípio, deve ousar e fazer diferente. Primeiramente, vou pedir para que vocês não pensem na audiência, o que pode ou não "trazer gente para matéria". Não pensem em alavancar audiência para veículo A ou B, não vejam isso como tábuas de salvação para o "sucesso" de vocês.

Convido vocês a pensar então na notícia. Será que todas as imagens - sejam fotos, sejam vídeos na internet que vocês colocaram na matéria - têm, de fato, o propósito de contribuir com a informação? Já sei que você vai me responder que todo mundo clica no vídeo e na imagem, que todo mundo quer ver sim aquelas imagens. E eu vou refazer a pergunta destacando a ideia principal do questionamento que é: a imagem tem relevância para aquela informação que você está dando como notícia? É essa relação muito tênue do que você precisa dar com o que as pessoas "querem ver" que precisa ser repensada. É nela que reside a audiência como preciosidade e, muitas vezes, não é só o lucro em si que move esse interesse, é a audiência mesmo, é mostrar que está bem, é fazer sucesso. É dizer que bateu o site A, B ou C, é dizer que teve mais Ibope que o programa tal e o programa tal."
Matéria Completa, ::AQUI::
Posted: 09 Feb 2013 06:58 AM PST


"Existem dois tipos de indivíduos que vivem sob as condições da nova ordem global neoliberal hegemônica desde a década de noventa passada e assim seguindo nesses primeiros treze anos do novo milênio.

Eduardo Bomfim, Vermelho

Aqueles que por razões econômicas, ideológicas, políticas, sentem-se contemplados e as grandes maiorias do planeta atordoadas pelos múltiplos fenômenos que atingem com violência os seus cotidianos.

São fenômenos resultantes das políticas impostas às nações através da oficiosa governança global, a nova etapa de acumulação do capital financeiro mundial, produzindo um tipo de civilização regressiva à época do fascismo derrotado ao fim da Segunda Guerra Mundial.
Mais informações »
Posted: 09 Feb 2013 05:39 AM PST


Dilma voltou a Salvador, onde
passou o carnaval no ano passado



"Enquanto a presidenta Dilma Rousseff descansa o corpo em uma praia baiana, durante o carnaval, a cabeça permanece ligada na minirreforma ministerial que terá lugar no Palácio do Planalto, logo após a folia de Momo. Presidente do Partido Republicano, Alfredo Nascimento, que ocupava o Ministério dos Transportes, pasta que foi alvo de denúncias em série nos últimos anos, durante os ataques da quadrilha do bicheiro Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira, e seu veículo de comunicação preferido, a revista semanal de ultradireita Veja, reuniu-se, na véspera, com a presidente Dilma para discutir as indicações de seu partido na reforma ministerial. É provável que a legenda fique com a pasta da Agricultura, com o senador Blairo Maggi (PR/MT).

A caminho da reeleição, Dilma começa a recompor sua base de apoio e após reunião demorada com o ex-ministro Franklin Martins, da secretaria de Comunicação Social da Presidência da República, durante a gestão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, há duas semanas, parece reunir munição para enfrentar a mídia conservadora, que a deseja o mais distante possível do cargo que ocupa atualmente. Dilma também compõe com o PMDB de Minas, que deverá ficar com o Ministério dos Transportes, na tentativa de neutralizar o provável candidato da direita, em 2014, o senador Aécio Neves (PSDB-MG). O PMDB paulista também deverá ocupar a pasta da Ciência e Tecnologia.
Mais informações »

You are subscribed to email updates from Brasil! Brasil!
To stop receiving these emails, you may unsubscribe now.
Email delivery powered by Google
Google Inc., 20 West Kinzie, Chicago IL USA 60610



--
Francisco Almeida / (91)81003406
Postar um comentário