segunda-feira, 19 de novembro de 2012

Via Email: BRASIL! BRASIL!



BRASIL! BRASIL!


Posted: 18 Nov 2012 04:16 PM PST
Instituto Lula


Posted: 18 Nov 2012 04:03 PM PST



Posted: 18 Nov 2012 04:00 PM PST
Frei Betto, Adital

"Tomara que o Congresso aprove a aplicação de 10% do PIB na educação. É pouco, mas bem melhor que os atuais 4,5%. Ainda não se descobriu outra via para desenvolver uma nação, aumentar o seu IDH e reduzir exclusão, miséria e violência, fora do investimento significativo em educação de qualidade.

O contingente de pessoas que trabalham em nosso país chega a 92,5 milhões, praticamente metade da população. Desses, 45,5% não têm carteira assinada ou trabalham por conta própria. E somente 771.409 têm mestrado ou doutorado. Os dados são do IBGE (PNAD 2011).

Apenas 12,5% dos que trabalham têm curso superior completo. Quase metade da mão de obra ocupada concluiu o ensino médio: 46,8%. O que significa que 53,2% de nossos trabalhadores não têm sequer nível médio.
Nossas universidades abrigam, hoje, 6,6 milhões de estudantes (de um contingente de 27,3 milhões de jovens entre 18 e 25 anos!). Dos quais 73,2% em faculdades particulares. E há apenas 1,2 milhão de estudantes em cursos técnicos. 
Mais informações »



Posted: 18 Nov 2012 03:48 PM PST


Cúpula, que teve participação dapresidenta 
Dilma Rousseff, quer fomentar pequenas empresas
para enfrentar a crise
Correio do Brasil / BBC Brasil


"O secretário-geral Enrique Iglesias encerrou neste sábado a 22ª Cúpula Ibero-americana, afirmando que esta foi a "Cúpula das micro, pequenas e médias empresas".
Na Declaração de Cádiz (Espanha), fruto do encontro dos chefes de Estado e de governo ibero-americanos, estes se comprometeram a promover as pequenas empresas como medida para incrementar a produtividade e a competitividade, num momento de crise em Portugal e Espanha e desaceleração da economia em diversos países latino-americanos.

Ainda que a cúpula tenha quase nenhum efeito prático imediato, isso significa que os países ibero-americanos se mostraram dispostos a internacionalizar as empresas, facilitando sua abertura e acesso ao crédito.
Mais informações »



Posted: 18 Nov 2012 03:39 PM PST
"Militante da causa Palestina, o ilustrador Carlos Latuff tem produzido cartoons de altíssima qualidade técnica que se espalham pelo mundo à medida que Israel intensifica seus ataques na Faixa de Gaza; ao 247, ele falou sobre o alcance do seu trabalho e sua identificação com o povo ao qual são negados os direitos mais elementares



"A função do artista é violentar". A frase, do cineasta Glauber Rocha, abre a página do artista brasileiro Carlos Latuff, na internet. Menos conhecido no Brasil do que no exterior, Latuff  é hoje um dos principais artistas gráficos dedicados à causa da Palestina. Ontem, em Paris, manifestantes protestavam contra a ofensiva militar de Israel, que já matou mais de 60 pessoas na Faixa de Gaza, carregando cartazes com alguns de seus desenhos.

Neles, Latuff retrata a hipocrisia dos discursos políticos de Israel e dos Estados Unidos, no tocante ao processo de paz no Oriente Médio. "Estive em 2009 na Cisjordânia, nos territórios ocupados, e aquilo me marcou para sempre", disse Latuff, que viajou a convite do Palestinian Center for Peace and Democracy. "É a maior opressão do nosso tempo".

Identificado com movimentos de esquerda, Latuff já fez trabalhos ligados aos zapatistas, no México, e tentou também visitar a região de Chiapas. Hoje, trabalha para publicações ligadas ao meio sindical. "É o meu ganha-pão", afirma.

O trabalho relacionado à causa Palestina, no entanto, é voluntário. Latuff produz seus cartoons e permite que sejam disseminados livremente pela internet e em jornais de qualquer parte do mundo.
Confira, abaixo, alguns de seus trabalhos:






Posted: 18 Nov 2012 08:51 AM PST


O operador Marcos Valério
-"A liberdade de imprensa é um bem maior que não deve ser limitado. A esse direito geral, o contraponto é sempre a questão da responsabilidade dos meios de comunicação. E, obviamente, esses meios de comunicação estão fazendo de fato a posição oposicionista deste país, já que a oposição está profundamente fragilizada. E esse papel de oposição, de investigação, sem dúvida nenhuma incomoda sobremaneira o governo [Lula].


Maria Judith Brito, presidente da Associação nacional de Jornais
  

Roberto Amaral, CartaCapital

"Em qualquer análise à nossa grande imprensa (ela prefere chamar-se de 'mídia'), lamentável é a necessidade de repetir, cem vezes repetir e continuar repetindo, que o objeto de nossos 'meios' não é informar (já ninguém cobra isenção), mas manipular a informação, e fazê-lo de forma aética, porque escondida, negada, negaciada. A grande imprensa, senhorial, travestida no papel de vestal, toma partido, distorce os fatos segundo seus interesses econômicos-políticos,  posando de imparcial. Aliás, penso que a questão de fundo já não é a manipulação, o partis pris, mas a insistência em apresentar-se como isenta, na tentativa de conquistar abono social para sua má conduta. Julga-se acima do bem e do mal, acima das leis e do Estado, mas, ao contrário da mulher de César, não é séria, nem parece ser séria.
Mais informações »


Posted: 18 Nov 2012 07:31 AM PST
Renato Rovai, Revista Fórum / Blog do Rovai


"No dia 11 de setembro, a Rota matou 9 suspeitos durante ação contra um suposto tribunal do crime em um sítio de Várzea Paulista. De acordo com a PM, ali estaria sendo julgado um homem acusado de abusar sexualmente de uma criança. Detalhe, o "réu" também foi morto durante a ação da Rota.

No dia seguinte a ação, o governador Geraldo Alckmin defendeu a conduta dos PM's com a frase:

"Quem não reagiu está vivo."

Mesmo que, hipoteticamente, a ação dos policiais tenha sido legítima e dentro da lei, a frase dita por Alckmin é, no mínimo, inapropriada para a autoridade máxima do estado.

Mas, agora, um novo fato aconteceu. E, neste caso, Alckmin não pode repetir o "bordão", a não ser que use de um cinismo sem precedentes até para ele.
Mais informações »


Posted: 18 Nov 2012 07:10 AM PST
"Presidente brasileira é tratada como a grande estrela da Cúpula Ibero Americana, em Cádiz, na Espanha; numa conversa com o publisher do El Pais, Juan Luis Cebrián, ela deu lições ao país que, até recentemente, tratava o Brasil como um dos objetos de sua reconquista da América Latina; "é preciso pagar as dívidas, mas também é preciso tempo para que os países o façam em condições sociais menos adversas; não apenas por razões éticas, mas também econômicas", disse Dilma; confira íntegra



Não resta a menor dúvida: a presidente Dilma Rousseff foi a grande estrela da Cúpula Ibero Americana, realizada em Cádiz, na Espanha. Neste domingo, o jornal El Pais, maior diário espanhol, dedica uma página inteira à líder política que a publicação qualifica como "Dilma, la fuerte". E o relato foi feito por ninguém menos que Juan Luís Cebrián, presidente do grupo Prisa, que edita o El Pais (leia aqui a íntegra em espanhol).
Mais informações »


Posted: 18 Nov 2012 06:28 AM PST
Assis Ribeiro, A Procura


"O livro Capitalismo Parasitário e outros temas contemporâneos é a vigésima obra de Zygmunt Bauman. O sociólogo polonês é professor emérito de sociologia da universidade de Leeds na Inglaterra e da Universidade de Varsóvia na Polônia. Bauman introduziu, em obras anteriores, o conceito de vida líquida, que é aquela carregada de constantes incertezas, fruto do funcionamento do capitalismo dito flexível ou eletrônico. O mundo líquido caracteriza-se pelo consumo e descarte incessantes.

O ser humano vive hoje em meio a uma ansiedade constante. Temos medo de perder o emprego, medo da violência urbana, do terrorismo, medo de ficarsem o amor do parceiro, da exclusão.
O resultado? Temos que nos atualizar sempre e acumular conhecimentos, circulamos dentro de shopping centers, dirigimos carros blindados, vivemos em condomínios fechados. O medo é uma das marcas do nosso tempo. Em seu novo livro, Zygmunt Bauman faz mais um estudo singular sobre a vida contemporânea e revela um inventário dos medos atuais.

Por Renato Nunes Bittencourt*
Jornal do Brasil
No mundo líquido a única regra é a ausência de formas definidas. Não há padrões; tudo é efêmero. O livro está estruturado em cinco capítulos: os dois primeiros são descritivos e os três últimos são respostas para perguntas dirigidas a Bauman. Zygmunt Bauman, em Capitalismo parasitário, lega para a sociedade contemporânea mais uma contribuição intelectual para a compreensão dos dispositivos degradantes da atual conjuntura ideológica do dito "mundo líquido", caracterizado pela perda dos referenciais da modernidade. No ensaio são retomadas questões persistentes de obras anteriores, sem que, no entanto, a pertinência de se pensar esses problemas tenha perdido sentido, pois continuamos atrelados a um mecanismo civilizatório que gera sobre a existência cada vez mais traços de medo, de insegurança pública, assim como a sensação angustiante do vazio existencial."
Artigo Completo, ::AQUI::


Posted: 18 Nov 2012 06:01 AM PST
"Segundo o ex-governador, fator determinante para o fracasso na disputa contra Fernando Haddad em São Paulo foi a má avaliação do prefeito Gilberto Kassab; aproximação entre o PSD e o Palácio do Planalto também afasta o tucano do ex-aliado, que promete continuar no PSDB; senador Aécio Neves terá uma pedra no sapato



José Serra voltou. Fez um breve comunicado no Twitter e falou sobre a derrota em São Paulo a alguns de seus interlocutores mais próximos. O fiasco foi atribuído por Serra à má avaliação do atual prefeito Gilberto Kassab. O tucano também teria condenado a aproximação precoce entre o PSD e o Palácio do Planalto. Leia, abaixo, o texto postado pelo jornalista Josias de Souza em seu blog:  


Abalroado por dois 'postes' de Lula num par de eleições sequenciais, José Serra tomou chá de sumiço. Ausentou-se até do Twitter, um palanque virtual no qual costumava despejar mensagens em ritmo praticamente diário.
Mais informações »


You are subscribed to email updates from Brasil! Brasil!
To stop receiving these emails, you may unsubscribe now.
Email delivery powered by Google
Google Inc., 20 West Kinzie, Chicago IL USA 60610



--
Francisco Almeida / (91)81003406
Postar um comentário