sábado, 17 de novembro de 2012

Via Email: BRASIL! BRASIL!



---------- Mensagem encaminhada ----------
De: Brasil! Brasil! <anfenoju@gmail.com>
Data: 17 de novembro de 2012 10:08
Assunto: BRASIL! BRASIL!
Para: francisco.marajo@gmail.com



BRASIL! BRASIL!


Posted: 17 Nov 2012 04:42 AM PST



Posted: 17 Nov 2012 04:39 AM PST
"Dono de dois carros, algumas terras e uma fazenda, o presidente do Uruguai é considero pobre, mas rebate: "Pessoas pobres são aquelas que sempre precisam de mais, aqueles que nunca têm o suficiente, porque estão num ciclo infinito"



De estilo de vida simples, o presidente do Uruguai, José Mujica, vem chamando atenção pela vida simples que leva apesar de ser um chefe de Estado. Desta vez, o modesto presidente virou pauta para a britânica BBC, que visitou sua casa, lembrando que Mujica é considerado por muitos como o presidente mais pobre do mundo (o vídeo pode ser assistido clicando aqui).

"Me chamam de o presidente mais pobre do mundo, mas eu não sou um presidente pobre. Pessoas pobres são aquelas que sempre precisam de mais, aqueles que nunca têm o suficiente, porque estão num ciclo infinito", rebate Mujica. "Escolhi esse estilo de vida austero, escolhi não ter muitas coisas, para que eu tenha tempo de viver como quero viver", explica o presidente, que tem apenas dois carros (o preferido é um Fusca 1987), algumas terras e uma fazenda. Ele também doa 90% do salário de US$ 12 mil a instituições de caridade."


Posted: 17 Nov 2012 04:29 AM PST
Amália Safatle, Terra Magazine / Blog da Amália Safatle


"Quando uma multidão de cerca de 10 mil pessoas ocupa a recém-reformada Praça Roosevelt em um movimento apartidário, advogando que Existe Amor em São Paulo, a gente se põe a perguntar: isso faz parte de um novo ativismo? Será esta uma outra forma, soft e informal, de fazer política?

Nossa hipótese é de que festa, a arte e a distração fazem parte desse caldo que passa recados fortes de insatisfação com o que está aí: uma sociedade desigual, imersa em crises civilizatórias e prova viva de que o atual sistema não está dando conta de fazer a economia funcionar em prol do bem-estar humano. E ainda por cima avança sobre os próprios limites físicos do ambiente.

Se no primeiro encontro do ciclo "Primaveras – diálogos sobre ativismo, democracia e sustentabilidade" Ricardo Abramovay e Ladislau Dowbor nos ajudaram a mapear essas crises, no segundo evento avançamos na discussão sobre como usar o ativismo e a mobilização social para enfrentá-las.
Mais informações »



Posted: 16 Nov 2012 04:36 PM PST


Morre uma criança de 7 anos durante
o bombardeio israelense a Gaza
"Em texto manifesto, linguistas denunciam a manipulação do notíciário pela grande imprensa para camuflar o massacre do povo palestino, apelam a jornalistas para que não sirvam de joguetes e para que as pessoas se informem pela mídia independente. Entre os signatários, Noam Chomsky. Confira a íntegra.


Ciranda da Informação Independente / Vermelho

Enquanto países na Europa e América do Norte relembravam as baixas militares das guerras presentes e passadas, em 11 de Novembro, Israel estava alvejando civis. Em 12 de novembro, leitores que acordavam para uma nova semana tiveram já no café da manhã o coração dilacerado pelos incontáveis relatos das baixas militares passadas e presentes.

Não havia, porém, nenhuma ou quase nenhuma menção ao fato de que a maioria das baixas das guerras modernas de hoje são civis. Era também difícil alguma menção, nessa manhã de 12 de novembro, aos ataques militares à Gaza, que continuaram pelo final de semana. Um exame superficial comprova isso na CBC do Canada, Globe and mail, na Gazette de Montreal e na Toronto Star. A mesma coisa no New York Times e na BBC
Mais informações »


Posted: 16 Nov 2012 04:23 PM PST
Altamiro Borges, Blog do Miro


"Num primeiro momento, ainda sob o impacto do tombo, o PSDB tentou negar que foi derrotado nas eleições municipais de outubro. O mentor FHC, o cambaleante Aécio Neves e o anódino Alberto Goldman publicaram artigos nos jornalões garantindo que o partido saíra mais forte do pleito. Agora, porém, os tucanos já admitem o revés eleitoral e até propõem novos rumos para a desgastada legenda. "O PSDB paulista quer levar a sigla para o divã", informa hoje (16) a Folha. 

Segundo a matéria, dois documentos enviados à cúpula do PSDB nos últimos dez dias defendem a revisão do programa e mudanças nas estratégias eleitorais do partido. Um deles foi elaborado por José Henrique Reis Lobo, ex-presidente da sigla, fiel aliado de José Serra e "confidente" de FHC. O outro foi escrito pela Juventude do PSDB de São Paulo. Os dois pregam uma reflexão autocrítica dos tucanos "sobre as derrotas eleitorais sofridas nas eleições nacionais de 2010 e nas municipais de 2012" – informa o jornal tucano.

Mais informações »


Posted: 16 Nov 2012 04:13 PM PST
"No dia 11 de outubro, em comentário na Globonews, o colunista afirmou que "a teoria do domínio do fato casa perfeitamente com a questão que está sendo julgada"; em artigo publicado hoje, ele afirmou que o PT criou uma "lenda urbana" segundo a qual o ex-ministro José Dirceu foi condenado segundo essa doutrina; autor da teoria, Claus Roxin, será convidado a dar parecer sobre o tema; assista ao vídeo



Um artigo publicado nesta sexta-feira pelo jornalista Merval Pereira, do jornal O Globo, contesta a tese de que o ex-ministro da Casa Civil, José Dirceu, foi condenado pela teoria do "domínio do fato", criada pelo jurista alemão Claus Roxin. "Ao insistirem na lenda urbana de que Dirceu foi condenado sem provas pelo uso indevido da teoria do domínio funcional do fato, os petistas que dominam a Executiva querem criar uma fantasia e iludir a sociedade, que acompanhou o julgamento por mais de três meses pela televisão e está cansada de saber que existem "provas torrenciais" contra o ex-ministro todo-poderoso", disse Merval.
Mais informações »


Posted: 16 Nov 2012 03:52 PM PST
"Os Estados Democráticos de Direito adotam a concepção de que o sistema processual (para que se tenha um processo justo), deve supor uma relação triangular entre acusação, defesa, Juiz e ainda garantir o desinteresse pessoal do juiz, a respeito do que está em jogo no processo. A pressão exercida de forma massificante pela mídia para a condenação dos réus da Ação Penal 470 introduziu uma quarta ponta neste triângulo. O "partido nazista" nos processos judiciais da Alemanha de Hitler e o "partido stalinista" na velha URSS eram a "quarta ponta do triângulo" nas suas respectivas épocas históricas. O artigo é de Tarso Genro.


Tarso Genro, Carta Maior

A nota da Executiva Nacional do PT sobre os resultados da ação penal 470, tornou-se um marco mais importante para o futuro democrático do país do que o próprio resultado do processo judicial, por três motivos relevantes: compõe sua crítica com argumentos extraídos dos próprio fundamentos do Estado de Direito e não ataca a legitimidade daquela Corte superior do Estado; mostra que a decisão foi motivadamente política, portanto, alheia –em relação aos líderes do PT- ao que consta nos autos do processo; e não defende que os réus deveriam ser absolvidos, provadas as condutas ilícitas que lhe foram imputadas.

O conteúdo da nota, certamente, levou em consideração que criticava, ao meu ver corretamente, a mesma instituição que decidiu brilhantemente sobre as pesquisas com células tronco e sobre a demarcação –que entendeu contínua- da reserva "Raposa Serra do Sol", decisões que honram a parte da história democrática e humanista daquele Tribunal.
Mais informações »


Posted: 16 Nov 2012 03:44 PM PST


Genoino. Antes vítima, até 
dos companheiros, do que réu.
Mino Carta, CartaCapital


"A mídia nativa celebra com euforia futebolística a condenação de José Dirceu e companhia. Não cabe surpresa, tampouco discutir a importância do evento e a dimensão das penas. Limito-me a perguntar aos meus caridosos botões como conseguirá José Genoino pagar a multa de 468 mil reais. Muito dinheiro para um remediado à beira da pobreza, e esta é verdade factual. Quem sabe o Supremo pudesse ter poupado da multa o ex-presidente do PT para cobrar em dobro Dirceu, e até mais: o ex-chefe da Casa Civil sabe como e onde arrumar recursos.

Não custa lembrar que, conforme a afirmação de CartaCapital formulada desde o começo do enredo precipitado pela denúncia de Roberto Jefferson, o "mensalão" não foi provado. Neste espaço, mais uma vez, ponderei que outros crimes poderiam vir à tona, tão graves quanto. Nem por isso, aderimos às celebrações encenadas pelos jornalões como se a condenação de Dirceu e companhia representasse a vitória da mídia.
Mais informações »



Posted: 16 Nov 2012 11:14 AM PST



Posted: 16 Nov 2012 11:05 AM PST
Redação, PortalIMPRENSA
"O editor de fotografia da seção árabe do Serviço Mundial da BBC, Jehad Mashhrawi, perdeu seu filho de 11 meses, Omar, durante bombardeio em sua casa na Faixa de Gaza. A criança morreu com queimaduras em quase todo o corpo.



A cunhada do jornalista também faleceu. Seu segundo filho e seu irmão foram atingidos e internados em estado grave. "O que o meu filho fez para morrer assim?", lamentou Mashhrawi . "Qual foi o seu erro? Ele tem dez ou onze meses, o que ele fez?".

Os ataques à Faixa de Gaza se intensificaram depois que mísseis israelenses mataram mais de dez palestinos. Entre eles, um dos líderes do Hamas, Ahmed Said al-Jabari."


Posted: 16 Nov 2012 07:32 AM PST
Mauro Satayana, Jornal do Brasil


"O julgamento da Ação 470, que chega ao seu fim com sentenças pesadas contra quase todos os réus, corre o risco de ser considerado como um dos erros judiciários mais pesados da História. Se, contra alguns réus, houve provas suficientes dos delitos, contra outros os juízes que os condenaram agiram por dedução. Guiaram-se pelos silogismos abengalados, para incriminar alguns dos réus.

O relator do processo não atuou como juiz imparcial: fez-se substituto da polícia e passou a engenhosas deduções, para concluir que o grande responsável fora o então ministro da Casa Civil, José Dirceu. Podemos até admitir, para conduzir o raciocínio, que Dirceu fosse o mentor dos atos tidos como delituosos, mas faltaram  provas, e sem provas não há como se condenar ninguém.

O julgamento, por mais argumentos possam ser reunidos pelos membros do STF, foi político. Os julgamentos políticos, desde a Revolução Francesa, passaram a ser feitos na instância apropriada, que é o Parlamento. Assim foi conduzido o processo contra Luis XVI. Nele, de pouco adiantaram os brilhantes argumentos de seus notáveis advogados,  Guillaume Malesherbes, François Tronchet e Deseze, que se valiam da legislação penal comum.

Mais informações »


Posted: 16 Nov 2012 07:15 AM PST
Ricardo Kotscho, Balaio do Kotscho


"Bem que procurei outro assunto mais ameno para tratar neste feriadão afro-republicano que está só começando, mas não teve jeito.

Ninguém fala de outra coisa na mídia, no trabalho,  nos botecos e nas padarias, nas feiras e nos táxis, onde quer que você vá: o medo da violência tomou conta dos paulistanos.

Leio aqui no nosso R7 que, "depois de duas noites seguidas de uma queda brusca no número de homicídios na região metropolitana de São Paulo, a capital paulista e demais municípios, juntos, tiveram um saldo de pelo menos sete pessoas mortas e 17 feridas a tiros num intervalo de sete horas e meia, entre as 21 horas de quarta-feira e as 4h30 desta quinta-feira".

Se as causas deste clima de insegurança pública continuam as mesmas, nada vai mesmo mudar enquanto as nossas autoridades de todos os níveis apenas fizerem diagnósticos e não tomarem providências urgentes e concretas para enfrentar este problema crônico da violência urbana que tomou conta das nossas cidades.
Mais informações »


Posted: 16 Nov 2012 06:56 AM PST


Posted: 16 Nov 2012 06:44 AM PST
Luis Nassif, Luis Nassif Online


Coluna Econômica


A definição dos cenários políticos futuros costuma ser tarefa tão inglória quanto a projeção de cenários econômicos.

Esse foi o desafio de uma mesa que mediei na 4a feira à noite, na Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo (FESPSP). Compunham a mesa os professores Aldo Fornazieri, Carlos Melo e André Singer.

***

Um dos pontos de discussão foi sobre o que Fornazieri chamou de "mito determinante das eleições". Em sua opinião não existe um fator que influencie eleições. O ponto determinante é a conjuntura. Há conjuntura de continuidade e conjuntura de mudança, diz ele.

Em São Paulo, Serra enfrentou uma conjuntura de mudança. E seria derrotado por qualquer um dos três candidatos que representasse o novo, Fernando Haddad, Gabriel Chalita ou Celso Russomano.

***

Melo considerou que a indicação de Serra para disputar a prefeitura de São Paulo abortou um movimento de renovação do PSDB. Por que esse erro reiterado do PSDB com Serra, indaga ele? Em sua opinião, há um esvaziamento de lideranças políticas no mundo inteiro.
Mais informações »


Posted: 16 Nov 2012 06:25 AM PST


Danilo Carneiro é um dos sobreviventes
da guerrilha do Araguaia, no Pará, onde
a CNV realiza audiência pública neste
fim de semana
"Por isso, algumas atividades externas serão adiadas para ano que vem, como seminário com jornalistas sobre Operação Condor; audiências no Araguaia permenecem na agenda



A Comissão Nacional da Verdade (CNV) reservará o final do ano para elaborar um balanço preliminar das atividades realizadas em seus primeiros seis meses de trabalho. Um relatório parcial deve ser divulgado ainda em novembro, provavelmente no dia 26, durante evento em Brasília, onde está sediada a CNV. Amparado pela Lei Federal 12.528/2011, o grupo foi empossado em 16 de maio pela presidenta Dilma Rousseff com a incumbência de investigar, em dois anos, as violações aos direitos humanos cometidas pelo Estado brasileiro durante a ditadura (1964-1988).

A sistematização deve postergar algumas atividades da Comissão. Um dos eventos que deve ocorrer apenas em 2013 é o seminário com jornalistas sobre a Operação Condor, que articulou os órgãos da repressão no Brasil, Argentina, Uruguai, Chile e Bolívia, e orquestrou sequestros e assassinatos conjuntos. "Os profissionais de imprensa têm muito a informar sobre essa questão", revela Rosa Cardoso, membro da CNV e responsável por conduzir os trabalhos sobre o convênio secreto das ditaduras sul-americanas. "Vamos envolver também a comunidade acadêmica e a universidade nesse trabalho."
Mais informações »


Posted: 16 Nov 2012 05:53 AM PST


O irmão da senadora Kátia Abreu (PSD-TO)
será convocado à CPI do Trabalho Escravo
Leandro Mazzini, Coluna Esplanada / Correiodo Brasil


"O irmão da senadora Kátia Abreu (PSD-TO), presidente da Confederação Nacional da Agricultura e expoente dos ruralistas, será convocado à CPI do Trabalho Escravo nas próximas semanas na Câmara.  André Luiz de Castro Abreu foi apontado em depoimento informal para deputados como sócio oculto da RPC Energética, cujos 56 peões foram flagrados pelo MP do Trabalho em condições subhumanas de trabalho e alojamento na fazenda Água Amarela, em Araguatins (TO) – um dos redutos dos Abreu. O presidente da CPI, Cláudio Puty (PT-PA), aprovou o requerimento."



You are subscribed to email updates from Brasil! Brasil!
To stop receiving these emails, you may unsubscribe now.
Email delivery powered by Google
Google Inc., 20 West Kinzie, Chicago IL USA 60610



--
Francisco Almeida / (91)81003406
Postar um comentário