sexta-feira, 16 de novembro de 2012

Via Email: BRASIL! BRASIL!



BRASIL! BRASIL!


Posted: 16 Nov 2012 04:47 AM PST
"Cúpula em Cádiz é realizada num cenário inverso ao de séculos passados; hoje, são os europeus que precisam de ajuda e contam com a riqueza da América Latina para saírem do buraco; pela primeira vez no encontro, a presidente Dilma leva otimismo e promete facilitar a entrada de empresas e mão-de-obra espanhola no País



A reunião da 22ª Cúpula Ibero-Americana de Chefes de Estado e Governo, em Cádiz, neste ano, será realizada nesta sexta-feira e sábado num cenário bastante diferente do que o de séculos passados, quando a relação comercial entre a Espanha e as colônias da América Latina era inversa: mercadores e aventureiros saíam das minas e das plantações do império para levar seus tesouros ao país europeu. Hoje, as nações do Velho Continente membros do grupo, Espanha e Portugal, vivenciam uma profunda crise, enquanto as ex-colônias, como o Brasil, preveem um crescimento invejável ao olhos dos europeus.
Mais informações »


Posted: 15 Nov 2012 04:29 PM PST




Posted: 15 Nov 2012 04:24 PM PST
"Enquanto o governo brasileiro se organiza para atrair profissionais qualificados para o País, a presidente Dilma Rousseff visita uma Espanha arrasada pela crise econômica, onde mais da metade dos jovens com menos de 25 anos está desempregado. Que tal unir o útil ao agradável, premiê Mariano Rajoy?



O governo federal pretende facilitar o acesso de trabalhadores estrangeiros qualificados ao Brasil. Como o ministro da Fzenda, Guido Mantega, vem comentando, o governo está de olho em profissionais de setores estratégicos, como engenheiros e técnicos de inovação tecnológica. E, para tanto, deve desburocratizar sua entrada e estímular uma permanência prolongada no País. É a boa notícia que a presidente Dilma Rousseff carrega em sua viagem a uma Espanha arrasada pela crise financeira.

A presidente vai participar da 22ª Cúpula Ibero-Americana de Chefes de Estado e Governo, em Cádiz, no Sul do país, mas segue em seguida para Madri, onde deve permanecer até o dia 19. As discussões com o rei Juan Carlos e o primeiro-ministro, Mariano Rajoy, devem tratar situação dos brasileiros na Espanha, que costumam enfrentavar dificuldades para entrar no país. Mas, na atual situação, são os espanhois que precisam de ajuda.
Mais informações »


Posted: 15 Nov 2012 04:01 PM PST
                               Bob Fernandes, Terra Magazine


Posted: 15 Nov 2012 03:43 PM PST
Eduardo Guimarães, Blog da Cidadania


"Se existisse uma réstia, um único miserável e isolado átomo de honestidade nessa imprensa mistificadora que temos no Brasil, todos os jornais, telejornais, rádios, blogs e sites corporativos que espalharam versões sobre "repúdio popular" ao ministro do Supremo Tribunal Federal Ricardo Lewandowski, a esta altura deveriam estar noticiando o contraponto disso, uma massa de quase quatro mil pessoas neste blog e mais de seis mil no Facebook que endossaram um manifesto de desagravo a ele pelas agressões e calúnias de que tem sido vítima, as quais, incessantemente, flertam com o crime contra a honra.

Por muito menos do que fizeram com esse homem de vida inatacável e notório e reconhecido saber jurídico, seu par naquela Suprema Corte, o ministro Gilmar Mendes, saiu processando meio mundo –  inclusive quem, ainda que acidamente, não mais do que meramente opinou em blogs.

Pois bem: aqui mesmo, neste blog, durante os últimos dias em que o manifesto de desagravo a Lewandoswki foi levado a cabo, algumas dezenas de pessoas, sob nomes e sobrenomes provavelmente falsos, fizeram graves ataques à honra do desagravado – todos deletados sem dó nem piedade. Ataques de um teor absurdo, injustos, irresponsáveis, os quais, espantosamente, sempre acabam repercutidos nos grandes meios de comunicação, como no dia do segundo turno das últimas eleições, quando a mídia, em bloco, relatou "manifestações de repúdio" ao ministro, como a de uma cidadã que teria dito sentir nojo dele, ou do mesário de sessão eleitoral que se recusou a lhe estender a mão ao ser cumprimentado."
Artigo Completo, ::AQUI::


Posted: 15 Nov 2012 02:43 PM PST
"Parentes de policiais que foram mortos neste ano se reuniram na Avenida Paulista. Vestidos de preto e carregando cruzes brancas, os manifestantes homenagearam os mais de 90 policiais que morreram em todo o Estado


Elaine Patricia Cruz, Agência Brasil / Brasil 247

Parentes de policiais que foram mortos neste ano no estado de São Paulo fazem neste momento, de uma manifestação na Avenida Paulista, na capital do estado. Segundo a Polícia Militar, cerca de 60 pessoas participam do ato, que teve início no meio da tarde de hoje (15).

Os manifestantes vestem preto e carregam cruzes brancas, lembrando os mais de 90 policiais que morreram em todo o estado. De acordo com a Polícia Militar, a passeata, que segue em direção ao Cemitério do Araçá, é tranquila.

De acordo com a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), a manifestação na Avenida Paulista provoca lentidão para os motoristas que trafegam sentido Paraíso/Consolação."


Posted: 15 Nov 2012 02:13 PM PST
Guilherme Sardas, PORTAL Imprensa


"Um dos jornalistas convidados a discursar na noite de premiação do II Prêmio Abdias de Nascimento – que premia matérias e fotografias sobre a questão racial no país –, o jornalista Heraldo Pereira, da TV Globo, arrancou fortes aplausos da plateia do teatro Oi Casa Grande, no Rio, ao falar sobre a reeleição do presidente norte-americano Barack Obama.

Após comentar que tem sido interpelado por amigos e colegas sobre o que pensa sobre o presidente reeleito, Heraldo disse "ficar constrangido com a comoção brasileira sobre Obama". 

"Não podemos nos apropriar nesta conquista norte-americana. Podemos ficar maravilhados, mas não é uma experiência nossa. Temos muito o que caminhar ainda. A eleição de Obama mostra como um país que não é de maioria negra como os EUA pode eleger o maior dirigente do país", comentou.

Por fim, Heraldo destacou a importância de se falar mais do tema do negro nas redações. "A temática do negro é muito pouco tematizada nas redações", concluiu."


Posted: 15 Nov 2012 08:02 AM PST


Você tem que dar o devido...
senão cria uma situação injusta,
quase como uma campanha contra
o Estado", declarou o governador tucano
Hermano Freitas, Portal Terra


"O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), disse nesta quinta-feira que não existe uma crise na segurança pública do Estado como resultado de mais de uma centena de mortes por disparos de arma de fogo em homicídios na região metropolitana da capital, sendo 92 policiais militares desde o início do ano.

Citando a taxa de óbitos por 100 mil habitantes, disse que São Paulo tem "o melhor índice do Brasil" e que não levar isso em conta é uma "campanha contra o Estado". "O Estado tem tamanho de país! Aqui é maior que a Argentina! A região metropolitana é a terceira maior metrópole do mundo, tem 22 milhões de pessoas. Então é preciso dar o devido... senão se cria uma situação muito injusta, quase que uma campanha contra São Paulo e não é possível fazer isso e ainda criar uma situação de pânico na população", declarou nesta manhã, após citar quantidade de homicídios versus população.
Mais informações »


Posted: 15 Nov 2012 07:13 AM PST


Antiquado. Romney oferecia ideias
do século XIX para um planeta
conectado no século XXI
Delfim Netto, CartaCapital


"Deu Barack Obama – porque este falou à nação que é, enquanto seu adversário, o republicano Mitt Romney, falou para a nação que gostaria que fosse. O presidente se reelegeu por margem apertada: recebeu um pouco mais de 50% da votação popular, contra 48% do seu oponente, mas conquistou com folga (até inesperada) a maioria dos votos no Colégio Eleitoral: 332 delegados contra 206 de Romney.

Ao insistir em falar para a nação que gostaria que continuasse sendo (o "-país real"), mas que já não é, o candidato republicano abriu caminho para Obama cooptar a "diversidade americana", nos cidadãos com quem ele festejou o espírito de solidariedade e a quem agradeceu, especialmente, no seu discurso de confirmação da vitória na madrugada da quarta-feira 7, em duas intervenções seminais: "O que faz a América ser excepcional", disse, "são os vínculos de solidariedade que unem a nação mais diversificada da terra e sustentam a crença que nosso destino é compartilhado. Vi donos de empresas familiares reduzirem seus próprios rendimentos para contratar vizinhos e vi trabalhadores aceitarem reduzir horários de trabalho para não verem o amigo perder o emprego".
Mais informações »



Posted: 15 Nov 2012 05:56 AM PST
"Vista por adversários como uma tentativa de calar a oposição, o plano obrigará o grupo Clarín a vender parte de suas concessões de televisão a cabo na Argentina


Marcia Carmo, BBC Brasil  / Brasil 247

O governo argentino apresentou nesta quarta-feira o polêmico projeto para mudar o mercado da mídia no país. Voltada para os setores de rádio e de televisão, a lei, que entra em vigor no próximo dia 7 de dezembro, determina que as empresas que não limitarem suas operações "voluntariamente" à fatia de mercado fixada pela nova norma terão suas licenças leiloadas e licitadas pela administração central.

As informações foram dadas pelo presidente da Autoridade Federal de Serviços de Comunicação Audiovisual (Afsca), Martín Sabbatella. O objetivo, segundo ele, é evitar a formação de "gigantes" no setor de comunicação social no país.
No entanto, para muitos analistas, a iniciativa do governo argentino é uma tentativa de "calar a oposição", especialmente o Grupo Clarín, um dos maiores críticos da administração de Cristina Kirchner.
Mais informações »


You are subscribed to email updates from Brasil! Brasil!
To stop receiving these emails, you may unsubscribe now.
Email delivery powered by Google
Google Inc., 20 West Kinzie, Chicago IL USA 60610


--
Francisco Almeida / (91)81003406
Postar um comentário