sexta-feira, 27 de setembro de 2013

Via Email: BRASIL! BRASIL!: Jogadores de futebol decidem enfrentar CBF e Rede Globo


BRASIL! BRASIL!


Charge do Bessinha

Posted: 26 Sep 2013 05:15 PM PDT


Vendas nos supermercados crescem em agosto

Posted: 26 Sep 2013 05:14 PM PDT


Elaine Patricia Cruz, Agência Brasil
 
"As vendas do setor de supermercados apresentaram alta de 0,9% em agosto, em relação ao mês anterior e de 10,70% em comparação ao mesmo mês do ano passado. A informação foi divulgada hoje (26) pela Associação Brasileira de Supermercados (Abras), que reúne mais de 84 mil lojas em todo o país.

Entre janeiro e agosto deste ano, as vendas do setor cresceram 4,95% em comparação ao mesmo período do ano passado.

Segundo João Sanzovo Neto, vice-presidente da Abras, o aumento das vendas em agosto se deve, em parte, ao fato de o mês ter tido cinco sábados. "Tivemos um mês com 31 dias de vendas e cinco sábados. E o sábado tem uma participação importante no movimento", disse em entrevista à Agência Brasil.
Mais informações »

Jogadores de futebol decidem enfrentar CBF e Rede Globo

Posted: 26 Sep 2013 05:01 PM PDT


"Grupo de 75 atletas dos principais clubes do país lançam manifesto contra calendário de jogos


De forma espontânea, os principais atletas profissionais do futebol brasileiro decidiram, em conjunto, enfrentar a Confederação Brasileira de Futebol (CBF), a Rede Globo, detentora dos direitos de transmissão, e os próprios clubes, onde trabalham.

Um manifesto foi publicado na terça-feira (24) e assinado por 75 jogadores, como Paulo André (Corinthians), Elias (Flamengo), Alex (Coritiba), Rogério Ceni (São Paulo), Marcelo Lomba (Bahia) e D'Alessandro (Internacional).
Mais informações »

Ibope: Marina desaba e Dilma abre 22 pontos

Posted: 26 Sep 2013 04:02 PM PDT


"No cenário que tem Aécio Neves como candidato do PSDB, Dilma cresceu de 30% para 38% nos dois últimos meses; ao mesmo tempo, Marina caiu de 22% para 16%. Aécio oscilou de 13% para 11%, enquanto Eduardo Campos (PSB) foi de 5% para 4%; no cenário com Serra (12%), mudanças são pequenas; Dilma tem mais intenções de voto do que soma de adversários, o que pode lhe dar vitória em primeiro turno


Pesquisa Ibope/Estadão divulgada na noite desta quinta-feira (26) mostra que a presidente Dilma Rousseff (PT) abriu 22 pontos sobre a segunda colocada, Marina Silva (sem partido), na corrida presidencial. Em julho, a diferença entre elas era de apenas oito pontos, após queda vertiginosa da petista, em decorrência dos protestos que aconteceram em todo o país no mês anterior.A partir de então, a presidente cresceu em ambos os cenários de primeiro turno estimulados pelo Ibope, enquanto Marina perdeu seis pontos, se distanciando de Dilma e ficando mais ameaçada pelos outros candidatos.
Mais informações »

Consumo nacional da eletricidade aumenta 4,1% em agosto

Posted: 26 Sep 2013 03:57 PM PDT


Flávia Villela, Agência Brasil

"O consumo nacional de energia elétrica aumentou 4,1% em agosto, o equivalente a 38.686 gigawatts-hora (GWh), em comparação com igual mês do ano passado, informou hoje (26) a Empresa de Pesquisa Energética (EPE), com a divulgação da Resenha Mensal do Mercado de Energia Elétrica.

Segundo a resenha, no mês passado, o consumo de energia na indústria ficou 1,6% acima do de agosto de 2012, atingindo 15.883 GWh.

O consumo residencial avançou 7% e foi o item que mais contribuiu para a alta nacional. Nas regiões, os maiores aumentos ocorreram no Sul (10,2%) e Nordeste (9,9%). Segundo a EPE, no Sul, o frio rigoroso, com temperaturas abaixo de zero, fez aumentar o uso de aquecedores e, no Nordeste, o aumento foi impulsionado pelo aumento nas vendas de eletrodomésticos.

Na Região Sudeste, o consumo aumentou 4,8%. São Paulo, principal mercado da região, teve crescimento de 4,8%. No ano, o consumo residencial no estado apresenta alta de 4,3%.

Ainda segundo a EPE, o consumo do setor de comércio e serviços subiu 4,7% (6.597 GWh), influenciado pelo efeito estatístico (base elevada em 2012) e o da indústria, 1,6% (15.883). O estudo aponta ainda que os setores eletrointensivos seguem com  consumo de energia elétrica em retração, enquanto outros segmentos têm evoluído positivamente, contribuindo para o bom desempenho no consumo industrial, principalmente nas regiões Sul e Centro-Oeste."

Barilla ataca gays, gera protesto de consumidor e reação da concorrência

Posted: 26 Sep 2013 03:12 PM PDT


Concorrente De Cecco aproveitou a gafe
da Barilla para lançar campanha a favor
da inclusão / Reprodução

"Presidente da empresa italiana disse que não usaria homossexuais em campanha

Do iG

Uma declaração pra lá de infeliz de Guido Barilla , presidente da multinacional italiana Barilla, marca conhecida no Brasil pelas massas e molhos, despertou a reação de consumidores e da concorrência. Perguntado em uma entrevista sobre a razão pela qual a empresa não usava homossexuais em suas campanhas , Barilla foi categórico: "Não faremos publicidade com homossexuais porque gostamos da família tradicional. Se os gays não estão de acordo, podem comer outra massa".

A frase preconceituosa do empresário imediatamente foi criticada pelos consumidores nas redes sociais. Os internautas, inclusive os brasileiros, prometem boicotar a marca. Barilla tentou reparar o estrago e amenizar a declaração, mas não havia muito a ser feito. Por meio de nota, o empresário pediu desculpa pelo comentário e disse respeitar os gays.

Desde que a declaração foi feita, pipocam na internet protestos e paródias de campanhas da Barilla. Uma delas usa o presidente russo Vladimir Putin , que tem jogado pesado contra gays, como garoto-propaganda da marca de macarrão. Consumidores decepcionados postaram fotos de caixas da massa na lata do lixo e defenderam no Twitter, em diferentes idiomas, que os produtos desapareçam das cozinhas.

A De Cecco, que concorre diretamente com a Barilla, não perdeu tempo e divulgou um anúncio em que, mostrando o mapa italiano preenchido por diversos formatos de massa, diz: "Noi siamo diversi!".

Charge do Bessinha

Posted: 26 Sep 2013 08:39 AM PDT


A mídia nos representa?

Posted: 26 Sep 2013 08:33 AM PDT


Os meios de comunicação não foram eleitos e
manifestam uma opinião sem consenso na
sociedade / Ilustração: Minimorgan

"Um debate sobre os conceitos de opinião pública e legitimidade em um país no qual a diversidade de pensamento nunca prosperou



Parecia uma carta de independência ou um ultimato antes da declaração de guerra. Na manhã da quarta-feira 18, o jornal Estado de Minas se arvorava no papel de representante legítimo dos 19 milhões de habitantes do estado. Em editorial de primeira página, o jornal investia contra o ministro Celso de Mello, que dali a horas decidiria o futuro de 11 condenados no processo do "mensalão". "Nas ruas de Belo Horizonte, parte expressiva da população tende a considerar a aceitação dos embargos como decepcionante. Pior: um aceno à impunidade", afirmava o texto. No dia seguinte, como tantos veículos de comunicação, o diário mineiro não esconderia a insatisfação com a "prorrogação" da análise do processo. O carioca O Globo iria além. "STF mantém a impunidade de mensaleiros até 2014", cravou na capa. Em tom uníssono, a mídia lamentou o "divórcio" entre o Supremo Tribunal Federal e a "opinião pública".
Mais informações »

Novos partidos não influenciam eleições presidenciais de 2014'

Posted: 26 Sep 2013 08:24 AM PDT


"O Pros e o Solidariedade - as duas novas siglas cujos registros foram aprovados pelo TSE, apesar dos indícios de fraudes nas listas de apoiadores - não têm representatividade para influir diretamente no cenário das eleições presidenciais do próximo ano. Serão apenas mais duas sublegendas, àquelas que já nascem mirando apoiar outros partidos, como afirma o cientista político e professor da Universidade de Brasília (UnB), João Paulo Peixoto.

Najla Passos, Carta Maior

O Partido Republicano da Ordem Social (Pros) e o Partido Solidariedade (SDD) - as duas novas siglas cujos registros foram aprovados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), nesta terça (24), apesar dos indícios de fraudes nas listas de apoiadores - não têm representatividade para influir diretamente no cenário das eleições presidenciais do próximo ano. Serão apenas mais duas sublegendas, àquelas que já nascem mirando apoiar outros partidos, como afirma o cientista político e professor da Universidade de Brasília (UnB), João Paulo Peixoto.
Mais informações »

A "crise" no Brasil: rendimento real do trabalhador cresce 1,7% entre julho e agosto

Posted: 26 Sep 2013 08:11 AM PDT


Vitor Abdala, Agência Brasil

"O rendimento médio real habitual do trabalhador cresceu 1,7% em agosto deste ano na comparação com julho, chegando a R$ 1.883. O valor também é superior, em 1,3%, ao observado em agosto do ano passado. O dado é da Pesquisa Mensal de Emprego (PME), divulgada hoje (26) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O maior crescimento nos rendimentos, em relação a julho, foi observado na área de construção (3,7%), seguido por serviços prestados a empresa, aluguéis, atividades imobiliárias e intermediação financeira (2,7%) e educação, saúde, serviços sociais, administração pública, defesa e seguridade social (2,3%). Foram observadas quedas nos setores de serviços domésticos (-1,4%) e comércio (-0,2%).

Entre as categorias de trabalho, o maior aumento foi percebido nas pessoas que trabalham por conta própria (2%), seguido por empregados sem carteira no setor privado (1,5%), empregados com carteira no setor privado (1,3%) e funcionários públicos e militares (0,7%).

A massa de rendimento real habitual dos ocupados chegou a R$ 44,2 bilhões, uma alta de 2,3% em relação a julho e de 2,7% na comparação com agosto do ano passado."

Após espionagem, Dilma adia decisão sobre caças

Posted: 26 Sep 2013 07:23 AM PDT

Daniel Rittner e Leandra Peres, Valor Econômico

"A não ser que haja uma reviravolta na atitude do governo americano em relação ao escândalo de espionagem eletrônica, a presidente Dilma Rousseff está praticamente convencida a adiar para 2015 a compra de novos caças para a Força Aérea (FAB), deixando o capítulo final da novela em torno do projeto FX-2 para um eventual segundo mandato."

Desemprego em agosto cai para 5,3%. Pleno emprego!

Posted: 26 Sep 2013 06:22 AM PDT


Vitor Abdala, Agência Brasil

"A taxa de desemprego caiu para 5,3% em agosto deste ano, depois de ficar em 5,6% em julho. Em relação a agosto de 2012, no entanto, a taxa manteve-se estável. O dado foi divulgado hoje (26) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em sua Pesquisa Mensal de Emprego (PME).

Segundo o IBGE, a população desocupada caiu 6% em relação a julho, alcançando 1,3 milhão de pessoas nas seis regiões metropolitanas pesquisadas. Já a população ocupada manteve-se estável em 23,2 milhões de pessoas, o que mostra que não houve aumento na geração de postos de trabalho entre os dois meses. Em relação a agosto de 2012, no entanto, foram criados 273 mil empregos.

O número de trabalhadores com carteira assinada ficou em 11,7 milhões, o mesmo de julho, e 3,1% maior do que agosto do ano passado."

Dilma na ONU ajuda a entender por que os gringos consideram Veja uma gossip magazine

Posted: 26 Sep 2013 05:32 AM PDT


Reprodução / Facebook


"Ontem, 24 de setembro de 2013, foi um dia histórico para as relações internacionais brasileiras. O país reafirmou sua soberania e mostrou que não aceita a posição de vassalo frente a grandes potências. O discurso da presidenta Dilma durante a abertura da 68ª Assembleia-Geral das Nações Unidas foi na medida. De modo firme e direto, a nossa presidenta não só cobrou dos EUA respostas e mudanças, como também chamou a comunidade internacional para posicionar-se e assumir responsabilidades frente à espionagem norte-americana.

Dilma ousou ao afirmar que a espionagem dos EUA fere os direitos humanos. Sim, a nossa presidenta falou para líderes do mundo inteiro que a nação que se autoproclama "xerife do mundo" violou os direitos humanos em escala global.
Mais informações »
You are subscribed to email updates from Brasil! Brasil!
To stop receiving these emails, you may unsubscribe now.
Email delivery powered by Google
Google Inc., 20 West Kinzie, Chicago IL USA 60610



--
Francisco Almeida 




Postar um comentário