quarta-feira, 25 de setembro de 2013

Via Email: BRASIL! BRASIL!: Dilma na ONU: "Espionagem fere direitos humanos"


BRASIL! BRASIL!


Charge do Bessinha

Posted: 24 Sep 2013 05:23 PM PDT


De espionagem e arapongas

Posted: 24 Sep 2013 05:19 PM PDT


Mário Augusto Jakobskind, Direto da Redação

"A recente espionagem feita pelos serviços de inteligência estadunidense no Brasil e na América Latina, reveladas graças, entre outros, a figuras como Edward Snowden, Julien Assange e Gleen Greenwald, não chegam a se constituir em fato novo propriamente dito. O que mudou apenas foi a tecnologia utilizada. Em décadas anteriores, arapongas da CIA e maus brasileiros que ajudavam no serviço faziam o jogo.

Muitos dos apoiadores de então, ou já estão ardendo no inferno ou, impunes, aproveitando a aposentadoria pelos serviços prestados como mercenários. Um ou outro segue até ocupando espaços midiáticos com a mesma linguagem de ódio da época da Guerra Fria, Tem alguns residindo próximo da área onde se localiza a sede da CIA, em Richmond, na Virgínia.

Na história contemporânea são vários os países que sofreram com  a ação da CIA, entre os quais o Irã, em 1953, com a derrubada do nacionalista Mohammed Mossadegh, que ficou em prisão domiciliar para o resto da vida. O líder iraniano é lembrado em livros de história e com a revelação dos documentos da época confirmou-se a intervenção da CIA, do serviço secreto inglês e israelense no golpe de estado.
Mais informações »

Secretismo e contradições a serviço do Brasil

Posted: 24 Sep 2013 05:08 PM PDT

Alberto Dines, Observatório da Imprensa

"A entrevista-voto do jurista Ives Gandra Martins na Folha de S.Paulo de domingo (22/9, pág. A-10) é extremamente didática, corajosa e deve ter funcionando como um bálsamo animador para o ex-ministro José Dirceu e outros réus da Ação Penal 470. Ao afirmar que o ex-deputado e ex-chefe da Casa Civil foi condenado sem provas, o causídico admite que isso servirá de advertência aos políticos corruptos porém ao mesmo tempo criará "monumental insegurança jurídica'.

Nos últimos 13 meses não foi a primeira condenação veiculada pela imprensa da doutrina do domínio do fato. Mas pode ser considerada como a mais contundente. Ou destacada. Não apenas por que a grande imprensa endossou sem restrições o domínio do fato em detrimento do até então inabalável preceito in dubio pro reo, mas porque em função dessa opção raras foram as ocasiões em que algum jornalão a destacou de forma tão natural e, digamos, pluralista.
Mais informações »

Aécio ainda não sabe o que e para quem falar

Posted: 24 Sep 2013 04:58 PM PDT


Ricardo Kotscho, Balaio do Kotscho

"Leitores me escrevem perguntando por que não escrevo sobre Aécio Neves, o virtual candidato presidencial do PSDB, agora aparentemente livre da sombra de José Serra, e promovido a principal e única estrela do partido no último programa de propaganda eleitoral na televisão. Resposta: porque ele ainda não conseguiu criar um fato jornalístico que mereça destaque, capaz de oferecer um bom gancho para se comentar.

Ao longo do programa na TV, o candidato agora assumido, viaja de ônibus a vários pontos do País para conversar com eleitores, repetindo uma fórmula adotada pelo PT na campanha de Lula em 1994, com as "Caravanas da Cidadania".

Embora já tenha dito várias vezes que não basta criticar o governo para ganhar o apoio dos eleitores, que é preciso apresentar novas propostas e esperanças, até aqui Aécio vem reprisando os discursos de Serra contra os desmandos dos governos petistas, estratégia que já não dera certo em 2002 e 2010, quando o ex-governador paulista foi derrotado por Lula e depois por Dilma por larga margem de votos.

Em tom mais ameno do que seu desafeto partidário, o senador mineiro não consegue dizer nada de novo, de diferente do que costuma tratar nos raros discursos que faz da tribuna."
Matéria Completa, ::AQUI::

Exclusivo: Lula diz que reforma política feita pelo Congresso será capenga

Posted: 24 Sep 2013 04:31 PM PDT


Lula considera saudável o resultado das manifestações de junho por pressionar governantes / Andris Bovo. ABCD Maior

'Nada mudará para as eleições', afirma ex-presidente, que volta a pedir constituinte exclusiva e argumenta que empresários não querem financiamento público porque desejam montar as próprias bancadas

João Peres, RBA

Perto de completar 68 anos, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva demonstra ceticismo com a possibilidade de que as propostas de reforma política em tramitação no Congresso apresentem mudanças significativas. Articulador político conhecido pela habilidade entre apoiadores e opositores, o petista não vê chance de mudança significativa nas regras do jogo pelos detentores dos atuais mandatos.

"Achar que os atuais deputados vão fazer uma reforma política mudando o status quo é muito difícil. Pode melhorar um pouco", diz, horas depois de participar de uma conversa com o presidente do PT, Rui Falcão, e com o deputado Cândido Vaccarezza (PT-SP), que comanda o grupo da Câmara responsável por debater alterações nas regras. Entre os deputados, parece improvável emplacar um debate sobre financiamento público de campanha. Entre os senadores, a proposta encabeçada por Romero Jucá (PMDB-RR), ex-líder da base aliada, quer mexer na pintura de muros e no tempo de campanha, mas não no formato do sistema atual.

Em entrevista à RBA, à TVT e ao jornal ABCD Maior, Lula voltou a defender que se convoque uma constituinte para tratar exclusivamente do tema. A proposta chegou a ser apresentada por Dilma Rousseff após as manifestações de junho, mas foi rapidamente deixada de lado pelo Congresso e pelo PMDB, que engavetaram também a ideia da presidenta de realizar um plebiscito sobre a reforma política. "Por que o empresariado brasileiro não está na rua fazendo campanha para que seja pública e parar de dar dinheiro? Oras, é porque a eles interessa cada um construir a sua bancada", argumenta, ao analisar o cenário formado após as manifestações de junho."
Matéria Completa, ::AQUI::

Tacada de Campos pode tirar Cid do PSB

Posted: 24 Sep 2013 03:58 PM PDT


"O governador do Ceará, Cid Gomes, tanto fez que acabou por levar o PSB a tomar uma posição radical contra ele; a legenda, agora, parece empenhada em emparedar o governador de maneira a fazê-lo sair do partido; a gota d'água foi o convite feito a ex-prefeita de fortaleza e maior desafeto do governador, Luizianne Lins, para se filiar aos socialistas e concorrer ao pleito governamental de 2014; Cid, que sempre se mostrou contrário aos planos presidenciais do governador de Pernambuco e presidente nacional do partido, Eduardo Campos, tem até o próximo dia 5 para decidir se permanece ou não no PSB

Brasil 247

O governador do Ceará, Cid Gomes, tanto fez que acabou por levar o PSB a tomar uma posição radical contra ele. A legenda, agora, parece empenhada em emparedar o governador de maneira a fazê-lo sair do partido. Para isso, a sigla convidou a ex-prefeita de fortaleza e maior desafeto do governador, Luizianne Lins, para se filiar aos socialistas e concorrer ao pleito governamental de 2014. Luizianne, porém, já garantiu que só entra se os irmãos Gomes saírem, o que torna a pressão sobre Cid ainda maior. Cid, que junto com o irmão, o ex-ministro Ciro Gomes, sempre se mostrou contrário aos planos do PSB em lançar o governador de Pernambuco, Eduardo Campos, na corrida presidencial em 2014, preferindo que a legenda permaneça na base governista e apoie a reeleição da presidente Dilma Rousseff (PT). Além, disso, quando o PSB devolveu os cargos que ocupava no Governo federal, Cid foi a única voz a demonstrar contrariedade, muito embora tenha acatado a decisão. Cid agora tem até o próximo dia 5, quando termina o prazo para as filiações partidárias, para decidir se fica ou não no PSB."
Matéria Completa, ::AQUI::

Charge do Bessinha

Posted: 24 Sep 2013 08:07 AM PDT


Jornalismo de economia passa contrariedades no Brasil

Posted: 24 Sep 2013 08:03 AM PDT


Saul Leblon, Carta Maior / Blog das Frases

"Depois de anos de abuso do recurso adversativo – 'país vai bem, mas...' – o jornalismo de economia agora se agarra ao verbo 'surpreender'. E nele equilibra precariamente a sua credibilidade.

Por exemplo: a FGV informa nesta 3ª feira que a confiança do consumidor na economia é a maior em cinco meses. Não só.

O PIB também 'surpreendeu' no segundo trimestre, resmungaram as manchetes diante do crescimento econômico bem acima do previsto pelo noticioso isento: 3,3% em relação a igual período de 2012.

O emprego foi outra variável que 'surpreendeu' em agosto, com um salto de 26% na oferta de vagas formais.

A arrecadação tributária manifestou também o seu desacordo, nesta 2ª feira, com as previsões cinzentas da emissão conservadora.

A receita atingiu valor recorde no mês passado, com alta da ordem de 3% sobre agosto de 2012.

'Surpreendeu', apesar dos R$ 51 bi em desonerações concedidas para fomentar a produção. Intervencionismo, de resto, inaceitável, pelos critérios da mídia financeirizada, que há anos vaticina o desequilíbrio fiscal 'iminente' causado pela 'gastança petista'.
Mais informações »

Dilma na ONU: "Espionagem fere direitos humanos"

Posted: 24 Sep 2013 07:49 AM PDT


"Presidente abre pronunciamento na ONU batendo duro nos EUA; Dilma Rousseff classificou "espionagem" como "invasão de privacidde" e, nesta medida, ataque à soberania nacional e aos direitos humanos; "Tecnologias de informação não podem ser o novo campo de luta entre os Estados", disse; "A ONU deve desempenhar uma ação de segurança para regular o papel dos Estados frente à internet", acrescentou; Dilma anunciou que o "Brasil apresentará propostas para um novo marco civil da rede mundial, com mecanismos multilaterais para assegurar princípios bons"; presidente também pediu reforma na governança do FMI e da própria ONU; "É preocupante a limitação do Conselho de Segurança", reafirmou; para ela, a Síria "é o maior desastre deste século: é preciso calar a voz das armas, não há saída militar"; "Abandono do multilateralismo é o prelúdio de guerras", acrescentou, em mais um recado a Barack Obama

Brasil 247

A presidente Dilma Rousseff abriu seu pronunciamento na abertura da 68ª Assembleia Geral da ONU batendo duro na espionagem praticada pelos Estados Unidos contra o governo brasileiro. Ele chamou o ato de "ataque à soberania nacional e aos direitos humanos". Dilma anunciou o que o Brasil está propondo a criação de "um mecanismo multilateral" de regulação democrática na internet, á fim de evitar novas invasões de privacidade. O discurso foi encerrado às 11h08 (horário de Brasília).

Dilma lembrou que o Brasil vive em paz com seus vizinhos "há 140 anos" e que, por isso, não via motivos para sofrer qualquer tipo de desconfiança de países amigos. A presidente afirmou acreditar que as práticas de espionagem feitas pela governo americano, "não somente contra o Brasil", podem ser financiadas por empresas privadas. Ela foi enfática na defesa da criação de "um mecanismo multilateral para controle da internet de maneira democrática". E avisou que o Brasil tomará medidas próprias para se defender de nova tentativas de invasão de privacidade."
Matéria Completa, ::AQUI::

Inadimplência das empresas recua 3,5% em agosto, aponta Serasa

Posted: 24 Sep 2013 07:38 AM PDT


Agência Brasil

"A inadimplência das empresas recuou 3,5% em agosto, com relação a julho, de acordo com o índice divulgado hoje (24) pela empresa de consultoria Serasa Experian. Houve também uma queda de 0,7% na comparação de agosto deste ano com o mesmo mês de 2012. Porém, nos oito primeiros meses deste ano, foi registrado aumento de 1,4%, quando comparado com o mesmo período do ano passado.

Para os economistas da Serasa Experian, a queda da inadimplência entre as empresas brasileiras está diretamente relacionada ao recuo do índice entre os consumidores. Quando quitam suas dívidas de maneira mais efetiva, as empresas conseguem pagar as suas próprias.
Mais informações »

Lei de Requião pode melhorar o jornalismo

Posted: 24 Sep 2013 06:54 AM PDT


"Sem obrigação de prestar contas pelo que divulgam, os meios de comunicação atiram primeiro para perguntar depois

Paulo Moreira Leite, ISTOÉ

Aprovado por unanimidade no Senado, o projeto de Roberto Requião, que garante o direito de resposta no prazo de até 7 dias, vai ajudar a melhorar o jornalismo e os jornalistas brasileiros.

Vamos combinar que se vive hoje num universo de impunidade e tiro livre em direção a honra de qualquer cidadão, em especial homens públicos que são antipatizados e mesmo perseguidos pelos meios de comunicação.

Sem nenhum controle legal, nenhuma obrigação de prestar contas por aquilo que divulgam, os meios de comunicação atiram primeiro para perguntar depois. Às vezes, nem perguntam. Ou perguntam e ignoram explicações que não lhes convém.
Mais informações »

O Congresso Nacional tem medo do deputado Bolsonaro

Posted: 24 Sep 2013 05:57 AM PDT

Sonegação da Globo vai virar marchinha de Carnaval

Posted: 24 Sep 2013 05:42 AM PDT


"Suspeito que o Carnaval do ano que vem, ao invés de versos moralistas sobre o mensalão, verá uma profusão de blocos fazendo chacota com a sonegação da Rede Globo

Miguel do Rosário, Brasil 247

O final de semana foi histórico. O grito de independência de Celso de Mello deflagrou uma "espiral do silêncio" que, até o momento, agia em favor dos golpistas. O vento mudou de lado. Nos últimos dias, diversas personagens do mundo jurídico, inclusive celebridades do conservadorismo político, atacaram frontalmente os arbítrios e as injustiças da Ação Penal 470.

O exemplo mais estrondoso veio de Ives Gandra, jurista e autor de dezenas de livros sobre Direito, que se tornou célebre na mídia por suas invectivas contra o PT. Neste domingo, Gandra chuta o pau da barraca e diz, em entrevista para Monica Bergamo, na Folha, que Dirceu foi condenado sem provas.
Mais informações »
You are subscribed to email updates from Brasil! Brasil!
To stop receiving these emails, you may unsubscribe now.
Email delivery powered by Google
Google Inc., 20 West Kinzie, Chicago IL USA 60610



--
Francisco Almeida 




Postar um comentário