sexta-feira, 30 de agosto de 2013

Via Email: BRASIL! BRASIL!: Globo censura Pontual: “Medicina cubana revoluciona"


BRASIL! BRASIL!


Política e ideologia conspurcam a imagem do Brasil no exterior

Posted: 29 Aug 2013 06:20 PM PDT


Eduardo Guimarães, Blog da Cidadania

"Há mais ou menos uns dois meses, a filha Gabriela, que reside há quatro anos na Austrália a fim de estudar, vendo na tevê de lá as cenas de vandalismo que ocorriam por aqui durante a onda de protestos que tomava o país, enviou-me mensagem via Facebook relatando a sua tristeza decorrente da deterioração da imagem do Brasil naquele país.

De país visto como em franco desenvolvimento, que resgatava a sua imensa dívida social, que economicamente vinha se destacando por gerar empregos em quantidades industriais enquanto o resto do mundo chafurdava no desemprego, o Brasil começava a ser visto como uma nação decadente e sem rumo.

O relato de Gabriela, então, somava-se a tantos outros feitos por brasileiros expatriados que vão constatando, envergonhados, a deterioração da imagem de um país que era visto como dotado de um povo alegre, hospitaleiro e como uma potência emergente e que, agora, estava gerando uma onda internacional de decepção."
Artigo Completo, ::AQUI::

Movimentos acionam Alckmin por violência policial em manifestações de junho

Posted: 29 Aug 2013 05:34 PM PDT


Além de MPL, 16 entidades assinam denúncia. Episódio pontual abre discussão sobre doutrina da PM
"Grupos veem ação coordenada por alto escalão do governo paulista, incluindo secretário de Segurança e chefe da PM; em entrevista coletiva, governador é chamado de 'chefe de quadrilha'

Gisele Brito, RBA

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), o secretário de Segurança Pública, Fernando Grella Vieira, e o tenente-coronel Ben-Hur Junqueira serão denunciados hoje (29) na Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão por terem deliberadamente coordenado ações violentas durante a manifestação do dia 13 de junho,  que pedia a redução das tarifas de transporte público na cidade de São Paulo. A ação é encabeçada por movimentos sociais, entre eles o Passe Livre (MPL), que estava à frente dos protestos.

As entidades consideram que a repressão a centenas de manifestantes foi um fato político decidido pelo próprio governador, classificado por elas como "chefe de quadrilha".

A denúncia baseia-se em declarações dadas antes da manifestação, quando disseram que não iriam permitir que o ato chegasse à Avenida Paulista, e falas posteriores deixando claro que tinham o controle sobre o uso da força dos policiais.
Mais informações »

Globo censura Pontual: "Medicina cubana revoluciona"

Posted: 29 Aug 2013 06:11 PM PDT


"A frase acima e todo o comentário informativo do jornalista Jorge Pontual, correspondente da Globo em Nova York foram retirados do site do programa Em Pauta, da Globo News; censura bruta; na tevê, foi ao ar, mas só porque ele falava ao vivo; Pontual, ao lado Eliane Cantanhêde, deu uma aula sobre o assunto; disse que entrevistou pesquisadora americana Julia Silver para o programa Sem Fronteiras; dali extraiu informações que a Globo detestou; sistema de medicina comunitária foi criado por Che Guevara; médicos cubanos livraram 600 mil africanos da cegueira; Organização Mundial de Saúde recomenda modelo cubano para todo o mundo; "agora, os brasileiros vão desfrutar dessa medicina que revoluciona o modelo tradicional"; tudo foi cortado; furo é do site Tijolaço; assista ao video censurado


Caiu a máscara, mais uma vez, da censura explícita existente nas Organizações Globo frente a informações que não combinam com a cartilha ideológica dos irmãos Marinho. Desta vez, um vexame explícito. O jornalista Jorge Pontual, no programa desta quinta-feira 29, foi chamado a falar, no telão do programa Em Pauta, sobre a chegada dos médicos cubanos ao Brasil.

No telão ao lado de Pontual estava a também comentarista Eliane Cantanhêde, que disse que eles viajariam em "aviões negreiros" em coluna no jornal Folha de S. Paulo. Ela tomou, sem querer, uma aula do correspondente da Globo News em Nova York. De tal ordem, que todo o comentário informativo de Pontual foi retirado do ar ao ser transposto para a versão internet, no site da Globo News.
Mais informações »

Almoço de Aécio com PSDB-SP tem Serra no cardápio

Posted: 29 Aug 2013 09:15 AM PDT


"Numa típica cantina paulistana, entre macarronadas e tintos, presidente nacional do PSDB pode resolver falar sério com bancada paulista de deputados estaduais e federais; os quase cem comensais são os últimos a sustentar a esdrúxula posição de José Serra sobre prévias no atual contexto tucano; FHC matou a charada em duas frases: "A imensa maioria quer Aécio... Serra tem de ser respeitado"; presidenciável mineiro uniu o partido nacional e vem a São Paulo enfrentar foco divisionista; governador Geraldo Alckmin, claro, em cima do muro

Marco Damiani, Brasil 247

Entre garfadas de macarrão e brindes de tinto italiano, numa típica cantina paulistana, o presidenciável Aécio Neves faz durante o almoço de hoje um movimento decisivo e corajoso para enfrentar o foco divisionista do PSDB. Diante de todos os deputados estaduais e federais paulistas, um time de 35 comensais, ele vai mostrar a cara sem precisar dizer muito.

Todos ali sabem que a seção do partido em São Paulo é o último foco de resistência a impedir a unidade nacional dos tucanos em torno da candidatura de Aécio. Se passar do ponto atual, empapa, alcança a categoria de divisionismo. Até aqui alinhada com Serra, a bancada vai tornar o almoço indigesto se não realizar um gesto efetivo pró-Aécio, ao menos.

Entre os tucanos, porém, nunca se sabe. O próprio Serra não foi convidado ao encontro porque, afinal, não é parlamentar. O governador Geraldo Alckmin, em igual condição, não deve ir. Melhor, neste momento. Ele deixou Aécio falando sozinho em Barretos, no interior de São Paulo, na talvez maior festa regular do Estado, a do Peão de Barretos. Havia, como há, o melhor hospital do câncer a visitar e muita gente para encontrar. Mas Alckmin preferiu não ir. Não será com esta postura que ele irá recuperar a popularidade perdida nas crises da segurança, dos transportes e dos casos Siemens e Alstom. Furão lá, não seria o caso de ser penetra hoje."
Matéria Completa, ::AQUI::

Charge do Bessinha

Posted: 29 Aug 2013 08:30 AM PDT


A candidatura do PSDB volta à estaca zero

Posted: 29 Aug 2013 08:29 AM PDT


"Em torno da construção da candidatura de Aécio, FHC reassumiu o comando do PSDB, inclusive sobre o programa para 2014. Mas Serra ainda é o espectro que ronda o partido a cada campanha e segue como um de seus problemas. Enquanto patinam, Dilma tem dianteira de quase o triplo das intenções de voto sobre os tucanos.

Antonio Lassance, Carta Maior

Tarde demais para voltar atrás

O muro, que tantas vezes serviu de metáfora para os tucanos, funciona como nunca enquanto representação de um partido emparedado.

Seu candidato preferencial, Aécio Neves, não deslancha nas pesquisas. Ao contrário, recuou. Sua primeira estratégia naufragou e ele corre contra o tempo para aprumar-se. Com a mística mineira de que come quieto, pelas beiradas, e de que devagar se vai mais longe, Aécio tratou de sua candidatura como se tivesse todo o tempo do mundo. Foi engolido pelos acontecimentos.

Em 2012, articulou dentro do PSDB para que recebesse apoios firmes e tivesse seu nome aventado como a bola da vez. Em seguida, em fevereiro de 2013, fez um discurso de candidato ao qual a velha mídia só não deu mais destaque porque o conteúdo era fraco, e sua oratória, sofrível. Em maio, foi eleito presidente do Partido, forma de insuflar sua evidência nacional e estreitar os laços com os diretórios regionais. Finalmente, em agosto, recebeu o apoio dos presidentes dos 27 diretórios estaduais. Cada evento dessa natureza foi organizado para consolidar Aécio como a opção incontestável do PSDB para 2014. No entanto, quanto mais reafirmam o senador como "o" candidato, menos seguros os tucanos estão de que fizeram a escolha acertada. A única certeza é a de que é tarde para voltar atrás.
Mais informações »

Alckmin socorre Folha, Estadão e Veja

Posted: 29 Aug 2013 07:43 AM PDT


Altamiro Borges, Blog do Miro

"O Estadão está falido e circulam boatos de que poderá ser vendido em breve. O Grupo Abril, que edita a asquerosa Veja, já fechou várias revistas, demitiu centenas de jornalistas e também está em dificuldades. Já a Folha não consegue conter a queda da sua tiragem e promoveu ajustes em seus cadernos. A crise só não é mais brava porque as famiglias Mesquita, Civita e Frias contam com um poderoso "aliado" em São Paulo. O atento José Augusto, do blog "Amigos do presidente Lula", descobriu que o governador tucano Geraldo Alckmin torrou mais R$ 3,8 milhões na compra 15.600 assinaturas destes veículos decadentes.
Mais informações »

"Abominável", diz Lula, sobre vaia aos cubanos

Posted: 29 Aug 2013 06:33 AM PDT


"Segundo o ex-presidente, os profissionais de saúde de Cuba "fizeram um favor para nós, de cobrir um lugar para onde os brasileiros não querem ir". Em discurso na comemoração dos 30 anos da Central Única dos Trabalhadores, ele aproveitou para criticar a postura dos médicos brasileiros, que, segundo ele, não estariam dispostos a abrir mão do conforto. "Imagine a grandeza da atitude humanitária dessas pessoas, que não vêm aqui para a Avenida Paulista, para a avenida Copacabana", afirmou


O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que ontem participou das comemorações dos 30 anos da Central Única dos Trabalhadores, se mostrou indignado com as agressões contra médicos cubanos, ocorridas em Fortaleza, na última segunda-feira. "Acho abominável um grupo de pessoas ir fazer protesto contra profissionais de outros países que fizeram um favor para nós, de vir aqui cobrir os lugares que os médicos brasileiros não querem ir", disse ele.

O ex-presidente afirmou ainda que os médicos cubanos "fizeram um favor para nós, de cobrir um lugar para onde os brasileiros não querem ir. Imagine a grandeza da atitude humanitária dessas pessoas, que não vêm aqui para a Avenida Paulista, para a avenida Copacabana". Segundo ele, decisão do governo de trazer os cubanos merece aplausos. "Quero de público dizer que sou totalmente solidário à companheira Dilma e ao companheiro Padilha pela coragem de trazer os médicos para o Brasil".

Sobre os problemas da saúde pública no país, ele responsabilizou o Congresso Nacional, pelo fim da CPMF. "A elite brasileira derrotou no primeiro ano do meu segundo mandato a CPMF, tirando R$ 50 bilhões por ano. Se tivessem feito um pouco de manifestação naquele momento, não teríamos perdido. Aquela cobrança era a forma mais eficiente de fiscalizar a sonegação."

Ontem, no Twitter, o advogado Luiz Eduardo Greenhalgh, ex-deputado eleito pelo PT, postou uma foto de uma manifestação de médicos brasileiros, em que questionava a atitude "mercenária". Uma médica exibia uma nota de R$ 100,00 e, segundo a postagem, havia dito que queria, sim, mais dinheiro."
You are subscribed to email updates from Brasil! Brasil!
To stop receiving these emails, you may unsubscribe now.
Email delivery powered by Google
Google Inc., 20 West Kinzie, Chicago IL USA 60610



--
Francisco Almeida 




Postar um comentário