segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

Via Email: BRASIL! BRASIL!



BRASIL! BRASIL!


Posted: 03 Dec 2012 04:39 AM PST
"A presidenta Dilma Rousseff disse nesta segunda-feira (3) que a ampliação do Programa Brasil Carinhoso, anunciada na semana passada, consiste em um importante passo para eliminar o que chamou de lado mais cruel da desigualdade no país: a concentração da pobreza entre crianças e adolescentes.



Dilma deu detalhes sobre a ampliação da Ação Brasil Carinhoso, que passa a complementar a renda das famílias com crianças e jovens, de 7 a 15 anos de idade, para que recebam pelo menos R$ 70 por mês, para que, com isso, saiam da extrema pobreza.

No programa semanal Café com a Presidenta, ela lembrou que 42% dos brasileiros que vivem atualmente na extrema pobreza têm menos de 15 anos de idade. "Essa é uma ação muito importante, porque sabemos que não conseguimos tirar a criança da pobreza se não tirarmos também os parentes que vivem com ela", explicou.

Mais informações »


Posted: 02 Dec 2012 04:10 PM PST
"Crise na segurança e atraso em obras alertam governador e seu projeto de reeleição em 2014


Julia Duailibi e Bruno Boghossian, O Estado de S. Paulo

A vitória do PT na capital paulista e a consequente derrota do PSDB no maior colégio eleitoral do País bateram à porta do Palácio dos Bandeirantes. O governador Geraldo Alckmin (PSDB) entra na segunda fase do seu mandato sem uma marca forte na administração, com obras em ritmo lento e uma crise na área da segurança para administrar.

Integrantes do governo Alckmin admitem reservadamente que precisarão aprimorar a gestão e marcar gols até 2014 para evitar que o sentimento de mudança que marcou a eleição na capital se repita no interior - e o governo de São Paulo, comandado pelo PSDB desde 1995, passe às mãos dos petistas. Seria a maior derrota da oposição no País.

Aliados do governador afirmam que a administração é muito dependente da figura de Alckmin - que já enfrenta desgastes por causa do aumento de assassinatos na Grande São Paulo. Pesquisa Datafolha feita apenas na capital mostrou que caiu de 40% para 29% a taxa dos que consideram o governo ótimo ou bom.

Os principais projetos tocados pela equipe do Palácio dos Bandeirantes, que deveriam ser apresentados como vitrine na campanha à reeleição, em 2014, ainda patinam. O trecho leste do Rodoanel, por exemplo, deveria ficar pronto em 2014, mas, segundo integrantes do governo, só 20% das desapropriações necessárias e 5% da terraplenagem foram realizadas até agora. No mesmo período, os trabalhadores das obras do trecho sul já haviam concluído 100% das tarefas.

Os investimentos na expansão e modernização do Metrô também estão abaixo do esperado - até outubro, foram aplicados menos de um terço dos R$ 4,9 bilhões previstos no início do ano."
Matéria Completa, ::AQUI::


Posted: 02 Dec 2012 02:42 PM PST



Posted: 03 Dec 2012 04:44 AM PST
"Apresentador da Rede Globo foi detido pela blitz da Lei Seca na Avenida Niemeyer, na madrugada deste domingo; recusa ao bafômetro provocou apreensão da CNH, multa de R$ 957,70 e perda de sete pontos; o infrator Huck foi o primeiro a defender homicídio ao volante praticado por herdeiro bilionário Thor Batista



"Oops! Essa foi mal. Com seu jeito de garotão, o apresentador Luciano Huck pode nem ficar vermelho, mas o certo é, na madrugada deste domingo 2, no Rio de Janeiro, ele perdeu a pose diante da blitz da Lei Seca instalada na avenida Niemeyer. E também a carteira de habilitação, sete pontos e mais R$ 957, 70 como multa. Huck se recusou a fazer o teste do bafômetro e, por isso, sofreu as sanções legais. Passou a engrossar as estatísticas de motoristas abordados pela iniciativa que procura disciplinar e pacificar o trânsito.
Mais informações »



Posted: 02 Dec 2012 07:32 AM PST
Renato Rovai, Blog do Rovai

"Durante todo este ano a mídia tradicional jogou duro para que o julgamento do mensalão viesse a coincidir com o período eleitoral. O Supremo Tribunal Federal (STF), que não se move por pressões (que fique bem claro!), construiu um calendário perfeito. Todos os principais casos da Ação Penal 470 foram julgados na boca do primeiro ou do segundo turno. E a mídia se esbaldou na cobertura, fazendo de tudo para que a operação implicasse em prejuízo para candidaturas petistas.

Não se pode dizer que a operação foi completamente mal sucedida. Em algumas cidades, essa cobertura tirou votos de candidatos petistas que foram suficientes para derrotas eleitorais. Mas na principal cidade do país, São Paulo, a operação deu com os burros n´água.

Por isso, após o julgamento da Ação Penal 470, havia quem esperasse que o STF se voltasse para o mensalão tucano e que, mesmo contrariada, nossa mídia tradicional tupiniquim desse algum destaque ao assunto.

Robin não perdoaria: "Quanta ingenuidade, Batman!"
Mais informações »



Posted: 02 Dec 2012 06:56 AM PST
Luis Nassif, Luis Nassif Online


'Quando, no decorrer do julgamento do "mensalão",  começaram a circular as primeiras versões sobre o périplo de Luiz Fux em Brasília, para conseguir a indicação para o STF (Supremo Tribunal Federal), confesso que fiquei com um pé atrás e me recusei a divulgar.

O quadro que me traçavam era de uma pessoa sem nenhum caráter. Eram histórias tão esdrúxulas que só podiam partir de quem pretendia desmoralizar o Supremo.

Uma das histórias era sobre sua visita a Antonio Palocci. Ele próprio, Luiz Fux, teria entrado no tema "mensalão" e assegurado que, se indicado Ministro do STF, "mataria no peito" o processo, afastando o perigo de gol.

A mesma conversa teria tido com José Dirceu. Falava-se também das manobras para aproximar-se de Delfim e do MST, mas descrevendo um cara de pau tão completo que parecia um exercício de ficção em cima de Pedro Malasartes, Macunaíma ou outros personagens folclóricos.

Com sua competência imbatível, Mônica Bérgamo recolheu todas as lendas e perguntou sobre elas ao personagem. Fux se vangloria tanto da esperteza que deixou de lado a prudência e confirmou todas as malandragens. Como se diz em Minas, a esperteza comeu o esperto."
Matéria Completa, ::AQUI::


Posted: 02 Dec 2012 06:31 AM PST
"O governo não está sendo convidado a assumir o controle da imprensa. Todos as propagandas de página inteira que ligavam o lorde Brian Leveson a Robert Mugabe e Bashar Assad, toda a cobertura dos jornais The Sun e Daily Mail sobre a "imposição de uma coleira à mídia" e a ameaça de "regulação estatal da imprensa livre britânica" se provou não mais do que bobagens ditas por marqueteiros, não mais do que outro round da velha distorção que, afinal, tanto fez para a criação deste inquérito. O artigo é de Nick Davies.


Nick Davies, The Guardian / Carta Maior

Olhemos primeiro para os pesadelos que não se tornaram realidade.

O governo não está sendo convidado a assumir o controle da imprensa. Todos as propagandas de página inteira que ligavam o lorde Brian Leveson a Robert Mugabe e Bashar Assad, toda a cobertura dos jornais The Sun e Daily Mail sobre a "imposição de uma coleira à mídia" e a ameaça de "regulação estatal da imprensa livre britânica" se provou não mais do que bobagens ditas por marqueteiros, não mais do que outro round da velha distorção que, afinal, tanto fez para a criação deste inquérito.

Mais informações »


Posted: 02 Dec 2012 06:13 AM PST
Thais Leitão e Heloisa Cristaldo, Agência Brasil

"A implementação da Lei de Cotas pode mudar "radicalmente" a composição social da escola pública brasileira, principalmente no ensino médio, e influenciar também na melhoria da qualidade do ensino na rede pública. Na avaliação do coordenador-geral da Campanha Nacional pelo Direito à Educação, Daniel Cara, "as cotas colocam a escola pública no centro do debate".
"Acredito que em dois ou três anos já veremos um aumento no número de matrículas das elites ricas nas escolas públicas", diz.

Pela Lei de Cotas, regulamentada em outubro pelo Decreto nº 7.824, 50% das vagas em universidades e institutos federais serão destinadas a alunos que tenham cursado todo o ensino médio em escolas públicas. As seleções de ingresso já garantem para o próximo ano 12,5% das vagas aos estudantes da rede pública. A Lei, que tem implementação gradual, terá validade até 2022 e também considera critérios como renda familiar e raça.
Mais informações »



You are subscribed to email updates from Brasil! Brasil!
To stop receiving these emails, you may unsubscribe now.
Email delivery powered by Google
Google Inc., 20 West Kinzie, Chicago IL USA 60610



--
Francisco Almeida / (91)81003406
Postar um comentário