segunda-feira, 14 de outubro de 2013

ViaEmail: BRASIL! BRASIL!: Dilma anuncia primeira medida contra espionagem


BRASIL! BRASIL!


Charge do Bessinha

Posted: 13 Oct 2013 04:04 PM PDT


Eleições 2014: o Brasil não é um power-point

Posted: 13 Oct 2013 04:02 PM PDT

Saul Leblon, Carta Maior

"A disputa de 2014 coincide com uma transição de ciclo de desenvolvimento no Brasil. Nisso há consenso entre  o mercadismo e a visão progressista. Ambos concordam em que o país vive o esgotamento de uma dinâmica  econômica. Há razoável convergência, ainda, em  relação ao motor que deve puxar o novo período: o investimento produtivo; os grandes projetos de infraestrutura. Termina o espaço dos consensos.

O conservadorismo avalia que o legado recente é incompatível com o  futuro desejado. Para nascer o 'novo' é preciso destruir o 'velho'. Parece schumpeteriano, mas  é udenismo mesmo. Em sua nova roupagem: a supremacia financeira capaz de purgar qualquer vestígio de interesse nacional, público e social no manejo da economia.

Fortemente ancorada na ampliação do mercado de massa, a economia avançou nos últimos anos apoiada em ingredientes daquilo que a emissão conservadora denomina 'Custo Brasil'.

A saber,
Mais informações »

EUA subornaram generais em 64

Posted: 13 Oct 2013 03:56 PM PDT

Os problemas de Campos-Marina, após a festa de casamento

Posted: 13 Oct 2013 03:53 PM PDT



"Algumas observações iniciais sobre o acordo Marina-Eduardo Campos e as pesquisas eleitorais:

1. É fato novo relevante, não se tenha dúvida. Repõe Marina no jogo, mas não na condição de cabeça de chapa, mas evita que seus votos caiam no colo de Dilma Rousseff.

2. As pesquisas em cima da bucha distorcem a realidade. Obviamente, nos dias que antecederam, todos os holofotes da mídia miravam o caso, dando uma visibilidade desproporcional – e que não se repetirá – à dupla. Portanto, o salto deve ser relativizado.
Mais informações »

Dilma anuncia primeira medida contra espionagem

Posted: 13 Oct 2013 03:40 PM PDT


"Presidente noticiou nesta tarde, via Twitter, que determinou ao Serpro (Serviço Federal de Processamento de Dados) a implantação de um "sistema seguro de e-mails em todo governo federal"; segundo Dilma Rousseff, "esta é primeira medida para ampliar privacidade e inviolabilidade de mensagens oficiais"; denúncias de que o governo brasileiro foi espionado por agências dos Estados Unidos e do Canadá causaram mal-estar com Barack Obama; premiê canadense Stephen Harper se disse "muito preocupado", mas nada foi feito


A presidente Dilma Rousseff anunciou, na tarde deste domingo 13, a primeira medida contra espionagem no País depois das denúncias de que o governo brasileiro, e a própria chefe do Executivo, foram alvo de agências dos Estados Unidos e do Canadá. "Determinei ao Serpro implantação de sistema seguro de e-mails em todo governo federal. Esta é primeira medida para ampliar privacidade e inviolabilidade de mensagens oficiais", anunciou Dilma em sua conta no Twitter.
Mais informações »

Relator da ONU para liberdade de expressão está no Brasil. Vamos falar disso?

Posted: 13 Oct 2013 09:33 AM PDT



"Chegou esta semana em Brasília, com uma agenda que envolve uma série de reuniões com representantes do poder público e da sociedade civil, o relator das Nações Unidas para a liberdade de expressão, Frank La Rue. O guatemalteco La Rue esteve no Brasil no final de 2012, a convite do Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação, para conhecer um pouco mais de perto a realidade atual do nosso quase monopólico sistema midiático. Desta vez, voltou numa visita oficial, organizada em conjunto com o Itamaraty.

Em Brasília, La Rue se reuniu nesta segunda-feira com a Secretaria Geral da Presidência da República. Ele se encontrará ainda com os ministros das Comunicações e da Justiça, com a ministra da Secretaria Especial de Direitos Humanos e com deputados e senadores. A agenda oficial tem quatro temas centrais: o marco civil da internet, o marco regulatório das comunicações, a proteção da infância na mídia e as agressões sofridas por jornalistas no Brasil.
Mais informações »

Charge do Bessinha

Posted: 13 Oct 2013 08:57 AM PDT


Obesidade: as consequências do preconceito

Posted: 13 Oct 2013 08:55 AM PDT


Natasha Pitts, Adital

"Nas últimas semanas, ganhou destaque na novela Amor à Vida, da Rede Globo de Televisão, o preconceito contra as pessoas gordas. A personagem Perséfone, uma enfermeira vivida pela atriz Fabiana Karla, teve que enfrentar uma maratona de insultos, apelidos e desaforos para ficar com seu noivo, um homem bonito e magro. 

Na vida real, muitos homens e mulheres, crianças, adolescentes e pessoas de mais idade também sofrem o mesmo tormento que a personagem e motivados por isso buscam medidas extremas de emagrecimento, que vão de dietas com pouquíssimas calorias, consumo de remédios para reduzir o apetite à exacerbação nos exercícios físicos. As consequências disso são problemas físicos, como úlceras, gastrite, refluxo esofágico, apneia do sono e também psicológicos, como depressão e reclusão, que muitas vezes acompanham as pessoas pelo resto da vida.
Mais informações »

Datafolha: apoio de Serra e FHC inviabiliza vitória de Aécio

Posted: 13 Oct 2013 07:04 AM PDT


Aécio tem o desafio de não machucar
egos no partido e de não prejudicar
sua imagem junto ao eleitor

"58% dizem que não votariam em candidato apoiado pelo ex-presidente. 38% escolheriam nome ligado a Lula. Votos de Marina se transferem para Dilma

Redação, RBA

A exemplo de 2010, o apoio do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso é um ônus para o candidato do PSDB ao Palácio do Planalto. 58% dizem que não votariam no nome apoiado por FHC, contra 12% que escolheriam o político apoiado por ele. O ex-governador de São Paulo José Serra tampouco ajuda: 54% deixariam de votar no candidato ligado a ele, e 15% se inclinariam para o outro lado da balança.
Mais informações »

Datafolha: Dilma herdou mais votos de Marina

Posted: 13 Oct 2013 06:05 AM PDT


"Cruzamento de dados do instituto revela que 42% dos marineiros migraram para a candidatura da presidente Dilma, 21% caíram no colo do tucano Aécio Neves e 15% foram para Eduardo Campos; no entanto, números também mostram viés de alta para o governador pernambucano e um risco para o tucano: 60% dos entrevistados dizem que não votariam em um nome apoiado pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso


O cruzamento dos dados das últimas pesquisas Datafolha, realizado pelo próprio instituto, traz uma boa notícia para a presidente Dilma Rousseff. Foi ela quem herdou a maior parte dos votos de Marina Silva.

Em números precisos, 42% dos marineiros migraram para Dilma, 21% foram para Aécio Neves e 15% para Eduardo Campos, a quem ela apoia oficialmente.

No entanto, há um viés de alta para o pernambucano, uma vez que apenas 37% dos eleitores de Marina sabem que, agora, ela está filiada ao PSB.

Divulgada ontem pelo Datafolha, a pesquisa mostrou que Dilma seria reeleita em primeiro turno, com 42% dos votos, contra 21% de Aécio e 15% de Eduardo Campos.

Se José Serra fosse o candidato tucano, no lugar de Aécio, a migração dos votos de Marina seria semelhante. Dilma herdaria 40%; Serra, 25%; Campos, 15%.

Da pesquisa, o pior dado para o PSDB é o que revela que 60% dos eleitores não votariam num nome apoiado pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso – que talvez tenha que ser escondido pelos tucanos, assim como foi nas eleições anteriores."
You are subscribed to email updates from Brasil! Brasil!
To stop receiving these emails, you may unsubscribe now.
Email delivery powered by Google
Google Inc., 20 West Kinzie, Chicago IL USA 60610



--
Francisco Almeida 




Postar um comentário