terça-feira, 29 de janeiro de 2013

Via Email: BRASIL! BRASIL!



BRASIL! BRASIL!


Posted: 29 Jan 2013 04:26 AM PST

"O jornalista Paulo Nogueira, do Diário do Centro do Mundo, compara duas charges feitas sobre o drama de Santa Maria. Enquanto Carlos Latuff soube, com arte, ironizar o comportamento dos meios de comunicação na cobertura do caso, Chico Caruso, do Globo, fez uma peça que merece ser esquecida, com uma piada sem graça envolvendo a presidente Dilma e as vítimas do holocausto na boate Kiss


Por Paulo Nogueira, do Diário do Centro do Mundo / Brasil 247

Fazer charge num drama como o de Santa Maria é uma tarefa para poucos.
É fácil fazer bobagem, e é difícil fazer coisa boa.

Na tragédia de Santa Maria, tivemos as duas situações. O cartunista Carlos Latuff, que se celebrizou no Brasil há  pouco tempo depois de ser acusado de antissemita, brilhou.
Mais informações »

Posted: 29 Jan 2013 04:10 AM PST


O jornalista José Cristian Góes
Foto: Reprodução


"Desembargador do Tribunal de Justiça, Edson Ulisses, disse que teve a honra ofendida em crônica sobre coronelismo. O texto, entretanto, sequer cita o nome e a função da autoridade

Redação, Brasil de Fato

O Ministério Público de Sergipe denunciou criminalmente o jornalista José Cristian Góes, no último dia 23, por causa de um texto ficcional sobre coronelismo. O desembargador do Tribunal de Justiça do Estado, Edson Ulisses, é autor da ação e acusa Góes de ter ofendido a sua honra. Segundo a ação, o jornalista chamou o desembargador de "jagunço" e a sua mulher, irmã do governador Marcelo Déda (PT), de "feia". A crônica, entretanto, sequer cita o nome e a função do desembargador.

A passagem "chamei um jagunço das leis, não por coincidência marido de minha irmã" é causadora da polêmica (Leia aqui, na íntegra, o texto Eu, o coronel em mim). Góes propôs escrever um novo texto esclarecendo que jamais havia feito referência a pessoas concretas ou ao desembargador, mas Edson Ulisses rejeitou a proposta. O desembargador também negou a possibilidade de diálogo e acordo para que o processo não fosse adiante.

Diante do quadro, o MP propôs ao jornalista que aceitasse pagar três salários mínimos ou cumprir três meses de prestação de serviços à comunidade. A transação penal, uma espécie de confissão do crime, foi recusada pelo jornalista. "Em hipótese alguma aceito que cometi crime quando escrevi um texto ficcional que fala de um coronel irreal. Não aceito porque jamais citei, nem direta e nem indiretamente, o senhor Edson Ulisses. A prova é o texto", disse. Diante disso, o MP denunciou criminalmente Góes."
Matéria Completa, ::AQUI::
Posted: 28 Jan 2013 04:40 PM PST

Posted: 28 Jan 2013 04:26 PM PST


Incêndio em boate deixa mais de
232 mortos em Santa Maria (RS).
Foto: Deivid Dutra/ A Razão/ABr


Aurélio Munhoz, CartaCapital

"Passadas as primeiras 24 horas após o incêndio que destruiu 231 jovens em uma casa de shows em Santa Maria (RS), o Brasil foca suas atenções agora na identificação dos culpados por mais esta inominável tragédia urbana.

Natural que seja assim. O que aconteceu neste domingo na cidade gaúcha foi fruto de uma coleção de indefiníveis aberrações que, por sua extrema gravidade, causam indignação e merecem punição rigorosíssima.

Ocorre que não são apenas os donos ou os seguranças da casa de shows, tampouco a Prefeitura de Santa Maria e o Corpo de Bombeiros, que merecem condenação. O papel que grande parte da mídia está exercendo diante deste drama humano de proporções colossais, a exemplo do que tem feito em relação a tantos outros, também se revela abjeto e passível de duríssimas críticas.

A mídia tem todo o direito – e, mais que isto, o dever – de noticiar tragédias como a que estamos acompanhando, ao vivo e em cores. Fornecer informações de interesse público é uma das suas atribuições. A morte de 233 seres humanos, ainda mais nas circunstâncias verificadas na casa de shows é, obviamente, digna de uma extensa cobertura porque interessa a um expressivo segmento da sociedade."
Artigo Completo, ::AQUI::

Posted: 28 Jan 2013 03:59 PM PST


"Sobre o desastre de Santa Maria, voejaram as asas da desgraça: o Brasil não tem competência para organizar a Copa do Mundo, o Brasil carece de segurança. Lá se vão os Gielow, Azevedo et alii espinafrando o país e esquecendo catástrofes pelo mundo. O problema é que jornalistas liberais, aqui na Europa, só conseguem ler essa mídia míope. Mesmo o interessante The Guardian.

Flávio Aguiar, Carta Maior

Não faltaram os abutres. Sobre o desastre de Santa Maria, voejaram as asas da desgraça: o Brasil não tem competência para organizar a Copa do Mundo, o Brasil carece de segurança, etc.

Não adianta a presidenta Dilma ter voado direto de Santiago para Santa Maria, o governador Tarso Genro ter aterrisado lá com a ministra Maria do Rosário, o prefeito Cezar Schirmer ter feito o possível e o impossível, os que saíram a tempo terem tentado abrir rombos na parede ajudando os bombeiros, o soldado Leonardo de Lima Machado ter saído e voltado duas vezes, até morrer asfixiado.
Mais informações »
Posted: 28 Jan 2013 03:22 PM PST

Posted: 28 Jan 2013 03:17 PM PST


"Emocionada e com a voz embargada, a presidente Dilma Rousseff pediu que os prefeitos de todo o país atuem para evitar a repetição de tragédias como o incêndio em Santa Maria (RS). Foi durante a abertura do Encontro Nacional de Novos Prefeitos, em Brasília. "[As vítimas] eram jovens. Tinham sonhos. Podiam ser nossos futuros prefeitos e prefeitas, presidentes e presidentas, cientistas, agrônomos, psicólogos e juízes. Eles podiam ser os filhos e netos de cada um de nós", disse

Stênio Ribeiro e Wellton Máximo, Agência Brasil / Brasil 247

Emocionada e com a voz embargada, a presidenta Dilma Rousseff pediu que os prefeitos de todo o país atuem para evitar a repetição de tragédias como o incêndio em Santa Maria (RS). Na abertura do Encontro Nacional de Novos Prefeitos, em Brasília, Dilma conclamou os gestores de todas as esferas de Poder para assumirem a responsabilidade de fiscalizar locais públicos e de concentração de pessoas.
Mais informações »
Posted: 28 Jan 2013 07:46 AM PST


Eduardo Bomfim, Vermelho

"Os caminhos para a superação dessa etapa não são fáceis porque há no interior das nações segmentos que se opõem ao avanço. São grupos minoritários que auferem lucros fabulosos com o estágio incompleto de autonomia e independência das nações.

Esses são os conglomerados financeiros-industriais, vários fazem parte de estruturas globais monopolistas, exercem o controle dos negócios internacionais, dos rumos das finanças mundiais.
Mais informações »
Posted: 28 Jan 2013 07:00 AM PST
"É o mínimo que merecem os responsáveis pela tragédia para haver o mínimo de Justiça; pena máxima por homicídio qualificado é de 30 anos, vezes 236 jovens vidas; a minha Sofia estaria lá

Marco Damiani, Brasil 247

"Sofia tem 19 anos. Faz Faculdade de Gastronomia. A carreira certamente existe nas renomadas universidades de Santa Maria, no Rio Grande do Sul. Se estivesse estudando lá, Sofia certamente estaria com suas amigas e amigos na Kiss. Como os jovens que morreram, Sofia também teria chances mínimas de escapar por aquela portinhola arremedo de saída de emergência.
Sofia está aqui, mas as outras meninas e meninos que ingenuamente entraram naquela ratoeira, com o intuito de se divertir, se foram para sempre. Sinto forte dor por eles, por seus pais, suas turmas, pelos futuros ceifados. Uma dor incomparavelmente menor, é claro, da que sentem os pais, avós, irmãos e amigos que vejo pele televisão. A todos, meus sentimentos e orações.
Mais informações »
Posted: 28 Jan 2013 06:43 AM PST


Luciano Martins Costa, Observatório daImprensa

"Um dos exercícios mais interessantes na análise da imprensa é a busca de pontos em comum entre o noticiário e os editoriais e artigos. Nos jornais de sexta-feira (25/1), por exemplo, algumas das coincidências estão expostas nas reportagens sobre o projeto de redução da tarifa de energia elétrica.

O tom do material publicado, sobre um pronunciamento da presidente da República anunciando que o Tesouro Nacional vai garantir o corte de custos da energia, induz o leitor a uma interpretação negativa da decisão do governo. Artigos e editoriais repetem quase literalmente declarações de representantes da oposição e o tom geral do conteúdo dos jornais tende a inverter o sentido da iniciativa e transformá-la em algo condenável.
Mais informações »

Posted: 28 Jan 2013 06:37 AM PST


Assis Ribeiro, Correio Braziliense

"A Frente Parlamentar Evangélica tem hoje 79 parlamentares, entre deputados e senadores, o que representa 13% do Congresso Nacional. Os integrantes do grupo estão entre os grandes opositores dos chamados projetos progressistas, como a Lei Gabriela Leite. Presidente da Frente Evangélica, o deputado João Campos (PSDB-GO) afirma categoricamente que a proposta "não tem nenhuma chance de lograr êxito". Para ele, o Congresso está mais conservador porque esse é o perfil da sociedade brasileira. "Esse projeto é um plágio do projeto do Gabeira que já derrubamos. Conhecendo a Casa como eu conheço, não há chance de prosperar", comenta Campos.

O representante dos evangélicos diz que é preciso ampliar as políticas de inclusão social e a criação de vagas no mercado de trabalho para tirar as mulheres da prostituição. "As mulheres ficam nessa vida por falta de oportunidades, elas não querem viver disso. Nossa defesa é da dignidade da pessoa humana", diz João Campos. O deputado acredita que a bancada de perfil progressista vai encolher. "As pessoas que defendem essas ideias merecem nosso respeito e têm legitimidade para discutir. Vamos fazer esses debates sem levar para o lado pessoal. Mas a maioria da sociedade é conservadora e a Casa representa a sociedade", finaliza o presidente da Frente Parlamentar.
Mais informações »
You are subscribed to email updates from Brasil! Brasil!
To stop receiving these emails, you may unsubscribe now.
Email delivery powered by Google
Google Inc., 20 West Kinzie, Chicago IL USA 60610



--
Francisco Almeida / (91)81003406
Postar um comentário