quinta-feira, 4 de outubro de 2012

Via Email: BRASIL! BRASIL!



BRASIL! BRASIL!


Posted: 03 Oct 2012 05:16 PM PDT
Tales Faria, iG / Poder Online

"A ambulante Magda Barbosa, 47 anos, não perdeu a viagem ao avistar José Serra (PSDB) na estação Santana do Metrô, Zona Norte da cidade.
Ela diz ser vítima de uma armação da fiscalização da Subprefeitura que teria levado à cassação do Termo de Permissão de Uso de sua barraca de alimentos por "pirataria".

Magda afirmou ao Poder Online que Serra tem de se livrar da "corja" liderada pelo Prefeito Gilberto Kassab (PSD) se quiser ser eleito.

Ela disse ainda que precisava trabalhar, precisava comer e que o tucano, "como vítima da repressão militar, não deveria se misturar com militares", numa referência aos coronéis da reserva que Kassab nomeou para as subprefeituras."






Posted: 03 Oct 2012 04:49 PM PDT
Da Folha / Luis Nassif Online



"Bispo Edir Macedo, da Universal, divulga criticas a Haddad em seu blog

03/10/2012 15h16
DE SÃO PAULO


O bispo Edir Macedo, da Igreja Universal do Reino de Deus, publicou nesta quarta-feira em seu blog texto com críticas ao candidato do PT à Prefeitura de São Paulo, Fernando Haddad, e em defesa da proposta de Celso Russomanno, do PRB, sobre tarifa de ônibus.

A proposta, que prevê tarifas proporcionais ao trajeto percorrido, tem sido criticada pela campanha do petista, que acusa Russomanno de ser inexperiente como administrador.

As críticas ao petista e a defesa ao candidato do PRB, que tem entre seus dirigentes bispos da Universal, acontece após Russomanno cair nas pesquisas de intenção de voto na reta final da campanha. Segundo levantamento divulgado ontem pelo Ibope, Russomanno caiu sete pontos em uma semana.


A mensagem no blog, que leva o título de "Desabafo da Revolta", acusa o petista de mentir e retoma críticas sobre o kit anti-homofobia, produzido para ser distribuído em escolas públicas pelo Ministério da Educação, mas que não chegou a circular. A pasta era comanda por Haddad na época e o material, que ficou conhecido como "kit-gay", foi alvo de ataques de evangélicos."
Artigo Completo, ::AQUI::


Posted: 03 Oct 2012 04:41 PM PDT
"Motivo é, mais uma vez, a contratação da Controlar, responsável pela inspeção veicular; prefeito de São Paulo era investigado criminalmente desde 2011 pelo mesmo caso e, agora, tem 15 dias para apresentar sua defesa prévia


Brasil 247

Ministério Púbico Estadual (MPE) de São Paulo denunciou o prefeito da capital paulista, Gilberto Kassab (PSD), e o ex-presidente da Controlar Ivan Pio de Azevedo ao Tribunal de Justiça de São Paulo sob a acusação de crime de responsabilidade na contratação da Controlar, responsável pela inspeção veicular na cidade.

Kassab era investigado criminalmente desde 2011 e, agora, tem 15 dias para apresentar sua defesa prévia ao desembargador Hermann Herschander, relator do caso. Só depois de receber a defesa é que o TJ decidirá se recebe ou não a denúncia e abre uma ação penal."
Matéria Completa, ::AQUI::


Posted: 03 Oct 2012 04:21 PM PDT
O jurista Fábio Konder Comparato
"Para o jurista Fábio Konder Comparato, imprensa alternativa pode contribuir para forjar uma mentalidade democrática entre a população, acostumada com séculos de submissão  


Aline Scarso, Brasil de Fato

Reconhecido pela defesa das causas de movimentos sociais, como o MST, e crítico ferrenho da última ditadura civil- militar (1964-1984), o jurista Fábio Konder Comparato acredita que o Brasil ainda está longe de ser um Estado verdadeiramente democrático. De acordo com ele, os brasileiros ainda têm a mentalidade e os costumes marcados por séculos de escravidão e precisam se desvencilhar da submissão e passividade. Para tanto, segundo o jurista, é preciso ampliar a educação cívica e política e aproveitar ao máximo a imprensa alternativa para denunciar essa opressão. Confira a entrevista exclusiva concedida ao jornal Brasil de Fato.      

Brasil de Fato – Professor, no próximo ano a Constituição Federal completa 25 anos. Na sua avaliação o Brasil conseguiu alcançar um patamar de país democrático, que respeita os direitos sociais e as liberdades individuais, ou ainda há muita diferença entre o que está estabelecido na lei e o que está posto na prática? 

Fábio Konder Comparato – Exatamente aquilo que acaba de dizer por último. Essa diferença entre o que está na lei e o que existe na prática não é de hoje, é de sempre. E o que caracteriza a vida política brasileira é a duplicidade, com a existência de dois ordenamentos jurídicos: a organização oficial e a organização real. E também no sentido figurado há duplicidade, ou seja, o verdadeiro poder é dissimulado, é oculto. Nós encontramos na Constituição a declaração fundamental no artigo 1º, parágrafo único de que todo poder emana do povo que o exerce diretamente por intermédio de representantes eleitos. Mas na verdade, o povo não tem poder algum. Ele faz parte de um conjunto teatral, não faz parte propriamente do elenco, mas está em torno do elenco. Toda a nossa vida política é decidida nos bastidores e para vencer isso não basta mudar as instituições políticas, é preciso mudar a mentalidade coletiva e os costumes sociais. E a nossa mentalidade coletiva não é democrática. O povo de modo geral não acredita na democracia, não sabe nem o que é isso. Não sabe que é um regime político em que ele tem o poder em última instância e que ele deve decidir as questões fundamentais para o futuro do país. Não sabe que ele deve não somente eleger os seus representantes, mas também poder de destituí-los. O povo não sabe que ele deve ter meios de fiscalização contínua dos órgãos do poder, não apenas do Executivo e Legislativo, mas também do Judiciário, que se verificou estar corrompido até a medula, com raras e honrosas exceções.   

E por que essa mentalidade? 


Ora, essa mentalidade coletiva é fruto de quase quatro séculos de escravidão. Quando Tomé de Souza desembarcou no Brasil em 1549 trouxe o seu famoso regulamento de governo, no qual tudo estava previsto, mas só faltava uma coisa, a constituição de um povo. Havia funcionários da metrópole, havia um contingente de indígenas, havia o começo da escravidão, mas não havia povo. E nós não chegamos a constituir esse povo ao longo da nossa história porque o poder sempre foi oligárquico, ou seja, de uma minoria de grandes proprietários e empresários com apoio do contingente militar e da Igreja Católica. Assim nós chegamos ao século 21 numa situação de duplicidade completa. Todos acham que nós vivemos numa democracia e república, mas nós nunca vivemos de modo republicano e democrático. O primeiro historiador do Brasil, Frei Vicente do Salvador, apresentou uma declaração que até hoje permanece intocável, dizendo que nenhum homem dessa terra é repúblico, nem zela e trata do bem comum, se não cada um do bem particular. Não existe a possibilidade de democracia sem que haja uma comunidade em que o bem público esteja acima dos interesses particulares. E o chamado povão, as classes mais populares e humildes já trazem de séculos essa mentalidade de submissão, de passividade. Procuram resolver os seus problemas através do auxílio paternal de certos políticos ou através do desvio da lei. Nós vemos isso cotidianamente, nunca nos insurgimos contra uma lei que consideramos injusta, mas simplesmente nós desviamos da proibição legal.  
Foto: Sérgio Lima/Folha Imagem
Entrevista Completa, ::AQUI::


Posted: 03 Oct 2012 03:09 PM PDT
"Pesquisa interna mostra o candidato do partido se descolando do tucano na disputa à Prefeitura de São Paulo, com 21% e 16%; líder Celso Russomano (PRB) registra 29%



Pesquisa realizada pelo PT aponta o candidato do partido à Prefeitura de São Paulo, Fernando Haddad, com cinco pontos à frente de José Serra (PSDB). Enquanto Haddad tem 21%, o tucano aparece com 16%. Celso Russomano (PRB), de acordo com o tracking, continua líder, com 29%. Chalita, em quarto lugar, registra 9% das intenções de voto. Os números foram divulgados no Blog do Nassif.

Segundo o levantamento do Ibope divulgado nesta terça, o candidato do PRB caiu sete pontos, para 27%. Na pesquisa do Instituto, Serra e Haddad têm um ponto de diferença, com 19% e 18% respectivamente, mantendo empacte técnico."


Posted: 03 Oct 2012 02:59 PM PDT
Folha de S. Paulo


"Pesquisa Datafolha em São Paulo finalizada nesta quarta-feira (3) mostra o candidato Celso Russomanno (PRB) com 25% das intenções de voto, tecnicamente empatado com o tucano José Serra, com 23%. O petista Fernando Haddad aparece com 19%. Gabriel Chalita (PMDB) tem agora 11%.

Em relação ao levantamento anterior, Russomanno caiu mais cinco pontos. Como a margem de erro é de dois pontos, ele deixou se ser líder isolado da disputa. Serra e Haddad oscilaram um ponto percentual cada --Serra tinha 22% e Haddad, 18%. Chalita, que tinha 9%, oscilou dois pontos.

Também pontuaram Soninha Francine (PPS) 4%; Carlos Giannazi (PSOL), 1%; Levy Fidelix (PRTB), 1%; e Paulinho (PDT), 1%. Os demais candidatos não pontuaram."
Matéria Completa, ::AQUI::


Posted: 03 Oct 2012 09:58 AM PDT
Saul Leblon, Carta Maior / Blog das Frases


"Quis o destino que a resposta da Presidenta Dilma Rousseff à soberba 'paulista' de Serra acontecesse num simbólico 2 de outubro. Nessa data, há 80 anos, Getúlio Vargas derrotou a secessão da oligarquia de São Paulo, cuja marca de fantasia se atribui o rótulo de 'revolução constitucionalista de 32'.

O tucano que se gaba de já ter disputado sete eleições para cargos executivos, enfrenta um crepúsculo de campanha -talvez de vida pública - perfilando assim no lado que lhe compete na história.

Em 12 de setembro, ao ranger do chão da candidatura que pode marcar a sua despedida política, Serra vestiu a farda da nostalgia separatista. E evocou prerrogativas pré-republicanas sobre o eleitorado de São Paulo.

Como um guardinha de 32, desengavetou a carabina da resistência à construção do Estado nacional, implementada então por Getúlio Vargas. E apontou a mira contra aquela cujo cargo e trajetória política simbolizam a presença de Vargas no Brasil atual.

"Ela vem meter o bico em São Paulo; ela que mal conhece São Paulo, vem aqui dar palpite", disparou o tucano para gozo da mídia oligarca que se esponjou em manchetes nostálgicas.

A filiação da frase foi captada pela Presidenta --gaúcha na formação política, embora mineira de nascimento-- Dilma Rousseff."
Artigo Completo, ::AQUI::


Posted: 03 Oct 2012 09:15 AM PDT
"Nova lei já barrou 920 candidatos de vários partidos, segundo números dos Tribunais Regionais Eleitorais


Redação, Rede Brasil Atual

PMDB e PSDB são os partidos que mais têm candidatos barrados pela Lei da Ficha Limpa em 19 dos 26 estados com eleições municipais neste ano, segundo levantamento feito pelo site Congresso em Foco junto aos Tribunais Regionais Eleitorais (TREs). Não prestaram informações os TREs do Acre, de Alagoas, Bahia, Goiás, Piauí, Rio Grande do Norte e Rio de Janeiro. A lista inclui candidatos a prefeito, vice-prefeito e vereador.


De 920 candidaturas barradas até agora, 129 são do PMDB e 104 do PSDB. Na sequência aparecem, entre os dez primeiros, o recém-fundado PSD com 88; o PR com 70; PSB e PTB com 68 cada; PT e PP com 54 cada; PDT com 43; e DEM com 40.

Em São Paulo, os tucanos estão isolados na liderança do ranking, com 26 candidatos entre os 117 impugnados. Em seguida, aparecem PTB (17), PMDB (15), PDT (6), PR (6), PSB (6), PT (5), PPS (4), PV (4) e PSD (2).
A Lei da Ficha Limpa impede o registro de candidaturas de quem já foi condenado em segunda instância por órgãos colegiados.

Clique aqui para ler a matéria do Congresso em Foco, que traz a lista de todos os barrados pelos TREs dos 19 estados."


Posted: 03 Oct 2012 07:54 AM PDT
Antonio Delfim Netto, Folha de S. Paulo


"Numa linha diferente da maioria dos economistas que acreditam em leis "naturais" -o que sugere a liberdade para os mercados- e de outros que supõem leis "históricas" que inevitavelmente se realizam, dois gigantes dos séculos 19 e 20, Knut Wicksell (1851-1926) e John Maynard Keynes (1883-1946) sabiam que o homem não tinha um destino dado.

Para Wicksell ("Saggi di Finanza Teorica", 1896), o "último objetivo (...) é a igualdade de todos diante da mesma lei, a maior liberdade possível, o bem-estar econômico e a cooperação pacífica entre todos" -um programa que implicava na educação financiada pelo Estado, na criação de seguro-saúde, na tributação progressiva e num imposto sobre herança destinado a criar um fundo para educar jovens trabalhadores a se aperfeiçoarem e a se firmarem na vida.

Para Keynes ("The End of Laissez-Faire", 1926), "era preciso pôr, desde logo, às claras o princípio metafísico sobre o qual fundou-se o 'laissez-faire'. Não é verdade que os indivíduos detenham uma liberdade natural na sua atividade econômica. Não existe 'contrato' que confira direitos perpétuos àqueles que possuem bens ou os adquiram. O mundo não é governado do alto, de forma que o interesse privado e o interesse social sempre coincidam. Ele não é, tampouco, dirigido aqui em baixo, de forma que os façam coincidir na prática. Não é correto, portanto, deduzir dos princípios da economia que o interesse individual trabalha sempre a favor do interesse público".
Artigo Completo, ::AQUI::


Posted: 03 Oct 2012 07:41 AM PDT
"Walfrido dos Mares Guia, que coordenou a campanha à reeleição de Eduardo Azeredo, em 1998, completará 70 anos e poderá requerer a prescrição; recursos de estatais mineiras alimentaram o valerioduto, no que foi o laboratório do mensalão; Joaquim Barbosa engavetou o processo


Brasil 247

No dia 24 de novembro deste ano, um dos pais do que se convencionou chamar de mensalão poderá estourar o champanhe. Walfrido dos Mares Guia, que coordenou a campanha à reeleição do tucano Eduardo Azeredo em 1998, completará 70 anos e poderá requerer a prescrição dos crimes de peculato e lavagem de dinheiro, dos quais é acusado.

Em 1998, Azeredo utilizou as agências de Marcos Valério, a DNA e a SMPB, para financiar suas campanhas. Estatais mineiras, como a Cemig e a Copasa, carrearam recursos para um evento de motociclismo conhecido como "Enduro da Independência", que simulou gastos com publicidade. Na relação de sacadores do mensalão mineiro, ou mensalão tucano, consta até o nome do senador mineiro Aécio Neves, que teria recebido R$ 110 mil e se elegeu deputado, antes de se tornar presidente da Câmara dos Deputados, assim como João Paulo Cunha.

Diferentemente do mensalão petista, o caso de Minas Gerais não foi para o Supremo porque os réus não foram denunciados por formação de quadrilha. É por isso que Walfrido, diferentemente de Delúbio Soares e muitos outros personagens que não têm foro privilegiado, está sendo julgado em primeira instância. E, em Minas Gerais, o caso não andou."
Matéria Completa, ::AQUI::


Posted: 03 Oct 2012 07:25 AM PDT
Correio do Brasil


"A Rede Globo de Televisão será alvo de uma Comissão Parlamentar de Inquérito, na Câmara dos Deputados, se for aprovado o pedido formulado por Levy Fidelix, presidente do PRTB. A demanda iniciou-se nesta quarta-feira, após a emissora cancelar, na véspera, o debate que seria realizado nesta quinta-feira entre os candidatos à Prefeitura de São Paulo. Fidelix afirmou que contará com o representante de seu partido na Câmara, o deputado federal Auréo Lídio Moreira Ribeiro (RJ), entre outros apoiadores no Legislativo para instaurar um processo contra a emissora, que, segundo ele, tem problemas com a arrecadação de impostos.

Levy venceu uma ação contra a rede de TV, movida na Justiça Eleitoral de São Paulo, que pretendia realizar o debate de São Paulo com, no máximo, seis candidatos, e deixar de fora o postulante do PRTB. Com base na Lei Eleitoral, que garante participação de um concorrente cujo partido possui representantes na Câmara dos Deputados, Levy garantiu, em primeira instância, a sua participação no programa. A Globo, no entanto, recorreu ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) contra a decisão do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TER/SP), mas, segundo nota da própria emissora, o debate foi cancelado "devido à falta de tempo para garanti-lo na Justiça", uma vez que o TSE ainda não se decidiu sobre o assunto.


Segundo a emissora, o debate deveria ser realizado com apenas seis candidatos – Celso Russomano (PRB), José Serra (PSDB), Fernando Haddad (PT), Gabriel Chalita (PMDB), Soninha Francine (PPS) e Paulinho da Força (PDT), os primeiros colocados nas pesquisas –, formato que considera "ideal". Além de Levy, Carlos Giannazi (PSOL) também teria garantido o direito de participar do debate, de acordo com a Lei Eleitoral, e também brigava na Justiça para garantir sua participação. Em 2008, a emissora cancelou o debate na capital paulista também pelo excesso de candidatos. Segundo o candidato do PRTB, a Globo "tentou usurpar a competência do Congresso" e se considera "acima da lei".
Matéria Completa, ::AQUI::


Posted: 03 Oct 2012 07:08 AM PDT
Portal Terra



"Roberto Cláudio (PSB) e Elmano de Freitas (PT) irão para o segundo turno em Fortaleza, de acordo com a última pesquisa realizada pelo Ibope e divulgada nesta quarta-feira. Na pesquisa estimulada, Cláudio aparece com 25% das intenções de voto, contra 23% de Elmano, ambos tecnicamente empatados. A pesquisa foi encomendada pelo Diário do Nordeste, da editora Verdes Mares.

Em terceiro lugar, aparece Moroni Torgan (DEM), com 15%. Ainda na estimulada, Heitor Férrer (PDT) tem 13%, seguido de Renato Roseno (Psol), com 9%. Inácio Arruda (PCdoB) e Marcos Cals (PSDB) aparecem com 3% cada.

Gonzaga (PSTU) tem 1%, e André Ramos (PPL) e Professor Valdeci (PRTB) não pontuaram. Moroni Torgan, porém, aparece liderando no quesito rejeição: 33% não votariam no candidato. Outros 24% não dariam seu voto para Elmano. Gonzaga é o terceiro colocado, com 20%, seguido de Inácio e Roberto Cláudio, ambos com 18%. Cals, Valdeci e André Ramos aparecem com 14% cada, e Férrer e Roseno empatam com 9%.

A pesquisa ouviu 805 entrevistados entre 28 de setembro e 1º de outubro, e a margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos. O levantamento está registrado no Tribunal Regional Eleitoral sob o número CE-00120/2012."


You are subscribed to email updates from Brasil! Brasil!
To stop receiving these emails, you may unsubscribe now.
Email delivery powered by Google
Google Inc., 20 West Kinzie, Chicago IL USA 60610



--
Francisco Almeida / (91)81003406
Postar um comentário