quinta-feira, 4 de outubro de 2012

Via Email: BRASIL! BRASIL!



BRASIL! BRASIL!


Posted: 02 Oct 2012 05:50 PM PDT



Posted: 02 Oct 2012 05:46 PM PDT
"Justiça decreta o afastamento imediato e o bloqueio dos bens do presidente da Fundação para o Desenvolvimento da Educação (FDE), José Bernardo Ortiz, aliado do governador de São Paulo


Brasil 247

O juiz Randolfo Ferraz de Campos, da 14.ª Vara da Fazenda Pública de São Paulo, acolheu integralmente requerimento do Ministério Público Estadual e decretou o afastamento imediato e o bloqueio dos bens do presidente da Fundação para o Desenvolvimento da Educação (FDE), José Bernardo Ortiz. Ortiz é aliado do governador Geraldo Alckmin (PSDB) e a medida atinge seu filho, José Bernardo Ortiz Junior, candidato tucano à prefeitura de Taubaté (SP) que conta com o apoio de Alckmin.

O Ministério Público investiga formação de cartel em licitação da FDE para compra de 3,5 milhões de mochilas, num negócio de R$ 32,4 milhões. A investigação aponta suposto superfaturamento de cerca de R$ 11,5 milhões. O afastamento de Ortiz vale por 240 dias e o bloqueio de bens dos acusados atinge total de R$ 139,6 milhões -- valor da causa, segundo o Ministério Público."
Matéria Completa, ::AQUI::


Posted: 02 Oct 2012 05:33 PM PDT



Posted: 02 Oct 2012 04:48 PM PDT
Conceição Lemes, Vi o Mundo


'São Paulo é o Estado com maior IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores) do país. Quem mora na capital ainda paga a taxa de inspeção veicular. Em 2012, a Prefeitura da capital cobrou R$ 44,36 pela vistoria.

José Serra (PSDB) defende a cobrança. "Nada é de graça", diz o vídeo de sua campanha.




Em entrevista a O Estado de S. Paulo, Serra afirmou: "A poluição é um problema gravíssimo em SP. Revisão para evitar poluição é um serviço essencial. Se a prefeitura for pagar a inspeção, paga quem tem carro e quem não tem, o que é injusto, todos estarão pagando".

Já Fernando Haddad (PT) diz que vai acabar com a taxa que é cobrada dos munícipes proprietários de veículos, mas manterá a inspeção.



Celso Russomanno (PRB), no início da campanha, chegou a dizer que iria acabar com a inspeção veicular, mas nos últimos tempos não voltou ao assunto.  No item 11 do seu programa de governo, afirma que vai "Reformular a inspeção veicular, mantendo a devolução integral do valor da taxa cobrada pelas empresas, que deverão realizar a inspeção".

O fato é que, apesar de o tema estar com frequência no horário eleitoral de Serra e Haddad — os demais candidatos à Prefeitura da capital o têm ignorado –, a mídia, curiosamente, não aprofundou o assunto durante essa campanha.
Inclusive, nesse final de semana, a Vejinha São Paulo elogiou o programa de inspeção veicular, implantado, a partir de 2008, pelo prefeito Gilberto Kassab (na época, DEM, hoje PSD) e a Controlar. Em 2011, esse contrato foi denunciado pelo Ministério Público do Estado de São Paulo (MP-SP) à Justiça por conter várias ilegalidades, irregularidades e fraudes.


"Na verdade, está tudo errado nesse contrato entre a Prefeitura e a Controlar; ele é ilegal", afirma ao Viomundo o promotor Marcelo Duarte Daneluzzi, da Promotoria do Patrimônio Público e Social do MP-SP, um dos autores da denúncia à Justiça. "Pensei que com a campanha eleitoral essa taxa não resistisse uma semana. Mas pelo visto quase todo mundo está gostando dessa fonte de arrecadação."
Matéria Completa, ::AQUI::


Posted: 02 Oct 2012 04:37 PM PDT
"A iminente condenação de figuras emblemáticas do PT ocorre no mesmo momento em que candidatos do partido crescem nas pesquisas eleitorais


Leonardo Attuch, Brasil 247

O desabafo do ministro Celso de Mello, na sessão desta última segunda-feira no Supremo Tribunal Federal, praticamente selou o destino do núcleo político da Ação Penal 470. "O Estado brasileiro não tolera o poder que corrompe", afirmou. A frase tem como destinatários José Dirceu, ex-ministro da Casa Civil, José Genoino, ex-presidente do PT, e Delúbio Soares, ex-tesoureiro do partido, que começam a ser julgados nas próximas horas. Se praticamente todos aqueles que foram acusados de corrupção passiva foram condenados, o mesmo deve acontecer com os supostos corruptores ativos.

Portanto, três figuras que tiveram papel central na construção do projeto de poder do PT hoje contam as horas para uma sentença que, ao que tudo indica, será condenatória. Sem eles, o ex-presidente Lula dificilmente teria sido eleito em 2002. Como se sabe, o que hoje é chamado de mensalão nasceu da decisão do PT de construir alianças com partidos conservadores, como o PR (ex-PL), antes refratários ao partido. Esta aliança, especificamente, custou R$ 10 milhões e deu a Lula o vice-presidente José Alencar."
Artigo Completo, ::AQUI::


Posted: 02 Oct 2012 04:27 PM PDT
Ibope:





Marcio Lacerda (PSB) – 44% das intenções de voto
Patrus Ananias (PT) – 35%
Vanessa Portugal (PSTU) – 2%
Maria da Consolação (PSOL) – 2%
Alfredo Flister (PHS) – não atingiu 1%
Tadeu Martins (PPL) – não atingiu 1%
Pepe (PCO) – não atingiu 1%

Branco ou nulo – 8%
Não sabe ou respondeu – 8%





Posted: 02 Oct 2012 04:20 PM PDT



"Pesquisa Ibope aponta queda de sete pontos percentuais nas intenções de voto para Celso Russomanno, líder na disputa pela Prefeitura de São Paulo; Gabriel Chalita (PMDB) foi o que mais cresceu na última semana; José Serra (PSDB) e Fernando Haddad (PT) mantêm empate


"O fogo pesado dos adversários sobre Celso Russomanno (PRB) parece estar fazendo efeito. A taxa de intenção de voto do candidato do PRB à Prefeitura de São Paulo caiu de 34% para 27% em uma semana, segundo a última pesquisa Ibope/Estado/TV Globo, divulgada nesta terça-feira.

A cinco dias da eleição, o tucano José Serra aparece com 19%, tecnicamente empatado com Fernando Haddad (PT), com 18% -- Serra oscilou dois pontos para cima, e Haddad permaneceu com a mesma taxa. Gabriel Chalita (PMDB) foi o candidato que mais se beneficiou da queda de Russomanno, chegando pela primeira vez a 10% das preferências. Na pesquisa anterior, ele tinha 7%.

Soninha Francine (PPS) manteve os 4% que vem apresentando desde o final de agosto. Paulinho da Força (PDT), que chegou a aparecer com 5% no começo do mês passado, nem sequer pontuou nesta última pesquisa (teve menos de 1% das menções dos entrevistados).

Rejeição

A pesquisa mostoru ainda que a taxa de rejeição de Serra variou de 40% para 38%. A de Haddad passou de 16% para 19%, enquanto a de Russomanno, de 14% para 16%. Outro dado: Russomanno venceria qualquer dos adversários no segundo turno. Contra Haddad, o placar seria de 39% a 30%. Contra Serra, ganharia por 46% a 28%.

O Ibope ouviu 1.204 pessoas entre os dias 27 de setembro e 2 de outubro. A margem de erro máxima do levantamento é de três pontos porcentuais para mais ou para menos. A pesquisa foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral sob o protocolo SP-1474/2012."



Posted: 02 Oct 2012 12:59 PM PDT


O ator Rodrigo Sant'anna no papel de Adelaide, do "Zorra Total
Folha de S. Paulo



"O rapper paulistano Emicida estava voltando do jantar, no último sábado (29), quando deu de cara com Adelaide, personagem do "Zorra Total", na televisão da van.

Indignado, publicou uma carta no Facebook sobre a "desvalorização da mulher preta" e a "ditadura eurocêntrica de beleza".

"Estamos em um momento delicadíssimo na história do Brasil. Discute-se sobre o racismo na obra de Monteiro Lobato, cria-se um plano de prevenção a violência contra a juventude negra, porém um ataque contra a etnia que mais trabalhou por este país passa despercebido desta forma, como uma piada, o mesmo tipo de piada que foi hospedeira durante todos estes séculos da doença que é o racismo", disse.

Adelaide, interpretada pelo ator Rodrigo Sant'Anna, é uma mulher negra e pobre, que circula pelo corredor do metrô com seu "tablet", pedindo "50 centarru, 25 centarru, dez centarru" aos passageiros. Para viver a personagem, cujo bordão é "a cara da riqueza", o humorista escurece a pele com maquiagem. Ele também usa um nariz falso e uma prótese na boca sem os dentes da frente.
Recentemente, entrou em cena também Brit Sprite, a filha de Adelaide, vivida pela atriz Isabelle Marques.

"Deixo aqui meu desprezo a este 'humorista' que aproveita-se da triste situação em que esta sociedade doente colocou nossas mães/irmãs/esposas/amigas. E maior ainda é minha tristeza com nossos irmãos pretos/brancos/índios que não conseguem identificar tamanha violência racial adentrando suas casas", finaliza o rapper. A íntegra da declaração está no final do texto."
Foto: Matheus Cabral/TV Globo
Matéria Completa, ::AQUI::


Posted: 02 Oct 2012 09:47 AM PDT



Posted: 02 Oct 2012 09:43 AM PDT
"Emissora queria encontro apenas com seis melhores colocados, mas Justiça reconheceu pedido de Levy Fidelix para participar; em comunicado, Globo informou que não houve acordo entre participantes


Fernando Gallo, Estado de S.Paulo

A Rede Globo cancelou o debate entre os candidatos à Prefeitura de São Paulo previsto para ser realizado nessa quinta-feira, 4. Em nota divulgada no fim da manhã desta terça-feira, 2, a emissora comunicou que não haveria tempo para garantir a realização do encontro em acordo com as regras eleitorais.

Já na segunda-feira, 1º, o novo diretor-geral de jornalismo e esporte da TV Globo, Ali Kamel, havia dito a executivos das Organizações Globo que a emissora não promoveria o debate. A emissora queria fazer o encontro apenas com os seis candidatos mais bem colocados nas pesquisas – Celso Russomanno (PRB), José Serra (PSDB), Fernando Haddad (PT), Gabriel Chalita (PMDB), Soninha (PPS) e Paulinho da Força (PDT). Contudo, a Justiça Eleitoral de São Paulo já concedeu a Levy Fidelix (PRTB) o direito de participar, e deverá dar a mesma garantia na tarde desta terça, 2, a Carlos Giannazi (PSOL), que também pleiteia a participação."
Matéria Completa, ::AQUI::


Posted: 02 Oct 2012 09:08 AM PDT


Dilma discursou durante último comício de Haddad
Marina Dias, Terra Magazine


"Foi na pequena sala montada ao lado do palco que o ex-presidente Lula mostrou-se satisfeito com o discurso de sua sucessora, Dilma Rousseff. Após o evento, Lula falou entre petistas que gostou – e muito – do que viu e ouviu durante o último comício de Fernando Haddad, candidato do PT à Prefeitura de São Paulo. 

Na noite de segunda-feira (1), em palanque montado pelo PT perto da Cohab de Itaquera, zona leste da capital paulista, Dilma fez um discurso duro, no qual respondeu a críticas do tucano José Serra, também candidato à sucessão de Gilberto Kassab (PSD).

Além de Lula, outros caciques do PT comemoraram a atitute combativa da presidente. "Serra foi indelicado e Dilma precisava responder", afirmou o presidente nacional do PT, Rui Falcão, em conversa com Terra Magazine. Segundo ele, o discurso de Dilma foi "extremamente político" e as falas feitas durante os comícios "precisam ser quentes".

Quando subiu ao palco, às 19h20, Dilma estava acompanhada do ex-presidente Lula e de Haddad. Parecia à vontade. Vários políticos a cercavam. Deputados, vereadores, o senador Eduardo Suplicy, e os ministros Aloizio Mercadante (Educação) e Marta Suplicy (Cultura)."
Foto: Terra
Matéria Comleta, ::AQUI::


Posted: 02 Oct 2012 08:44 AM PDT


A presidente Cristina Kirchner afirmou que enfrentará a "dura e nobre" tarefa de democratizar a mídia na Argentina
"Novo chefe da pasta minimiza questão judicial do grupo Clarín e diz que todos devem se adequar neste ano


Opera Mundi

O governo argentino voltou a sinalizar que não adiará a aplicação da Lei de Meios Audiovisuais e que as companhias do setor deverão seguir as regras previstas pela nova legislação até o início de dezembro.

Recém-nomeado como o novo chefe da Afsca (Autoridade Federal de Serviços de Comunicação Audiovisual), Martín Sabbatella minimizou as ambiguidades que cercam um processo judicial do grupo Clarín contra a nova lei e reafirmou o dia 7 de dezembro como data limite.

"Não há dúvida que a data máxima para a adequação à lei é 7 de dezembro e quem não estiver de acordo estará ilegal e fora dos prazos. Vamos atuar para cumprir a legislação em sua plenitude", afirmou Sabbatella ao jornal Página 12."
Matéria Completa, ::AQUI::


Posted: 02 Oct 2012 06:19 AM PDT
Altamiro Borges, Blog do Miro


"A edição online do Estadão noticiou ontem à tarde:

*****

Pastor da Assembleia de Deus declara apoio a Serra

Bruno Boghossian - O Estado de S. Paulo

O pastor Silas Malafaia, da Assembleia de Deus Vitória em Cristo, declarou apoio ao candidato do PSDB a prefeito de São Paulo, José Serra. Ele justificou sua posição com críticas ao petista Fernando Haddad, que é atacado por grupos evangélicos pela criação do 'kit gay' - material didático de combate à homofobia elaborado a pedido do Ministério da Educação durante a gestão de Haddad.

"Povo de São Paulo! Gostaria de me omitir nesta eleição, mas não podemos deixar q Haddad, autor do kit gay, vá para o 2º turno. Vote em Serra!", escreveu o pastor, no Twitter.

*****
 

A declaração de apoio confirma que José Serra, que patina na disputa pela prefeitura paulistana, representa o que há de mais atrasado e retrógrado da sociedade. O sinistro Silas Malafaia é famoso por suas posições preconceituosas e direitistas, que estimulam o ódio e a violência. Nas eleições presidenciais de 2010, após sinalizar sua adesão à campanha da evangélica Marina Silva, ele se converteu num ativista da campanha do eterno candidato tucano, sempre com base em posições homofóbicas e contrárias ao direito ao aborto.

"Eu vou fornicar esse bandido"

Na ocasião, ele inclusive virou motivo de chacota nacional ao afirmar, numa entrevista à revista Época, que iria "arrebentar Toni Reis" – presidente da Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais e Travestis (ABGLT). "Eu vou fornicar esse bandido, esse safado. Eu vou arrombar com esses...", esbravejou o "pastor", que não tem nada de santo. Diante da repercussão negativa nas redes sociais, ele até tentou recuar na besteira que disse, mas já era tarde. A hastag #MalafaiaEscolheuFornicar bateu recordes no twitter.

Temeroso de um novo desgaste, o chefão da Assembleia de Deus Vitória em Cristo prometeu que não iria mais se envolver em disputas eleitorais. Mas ele não se conteve e agora volta a manifestar total apoio ao candidato do PSDB. Ele não consegue esconder as suas posições direitistas. Há quem garanta que seu posicionamento não decorre apenas de razões ideológicas, mas também por motivos bem concretos – econômicos. Alguns processos na Justiça inclusive reforçam esta suspeita.  

Jatinho de US$ 4 milhões. "Favor de Deus"

Silas Malafaia já sofreu várias investigações por desvio de dinheiro e enriquecimento ilícito. Em 2007, por exemplo, ele foi investigado duas vezes pela Receita Federal e três vezes pelo Ministério Público Federal. A Assembléia de Deus Vitória em Cristo capta em ofertas e doações de fiéis cerca R$ 40 milhões por ano. Seu programa evangélico é transmitido, com milionários custos, pela Rede TV, Band e CNT. Dublado em inglês, ele também atinge 200 países via satélite.

O pastor garante que não recebe da igreja e que vive do dinheiro de sua empresa, a Editora Central Gospel, cujo catálogo tem cerca de 600 títulos, entre livros (incluindo Bíblias), CDs e DVDs. Em 2011, sua igreja comprou o jato Gulfstream III nos Estados Unidos por US$ 4 milhões. O avião tem autonomia para oito horas de voo, doze lugares, sofá, cozinha e sistema individual de entretenimento. É um "favor de Deus", conforme está escrito em inglês na sua fuselagem."


Posted: 02 Oct 2012 06:01 AM PDT


A presidenta Dilma Rousseff, na premiação
das empresas mais admiradas de 2012,
promovida por CartaCapital
CartaCapital


"Em discurso na festa de premiação das Empresas Mais Admiradas no Brasil 2012, promovido na segunda-feira 1º pela revista CartaCapital, a presidenta Dilma Rousseff disse estranhar a discussão segundo a qual o governo federal tem priorizado o consumo em detrimento do desenvolvimento do País.

Durante a sua fala, a presidenta disse que o Brasil é respeitado internacionalmente não apenas por ter uma população pacífica, mas porque, na contramão da tendência econômica mundial, retirou da miséria uma população do tamanho da Argentina e a incluiu no mercado de consumo.

"Temos 194 milhões de habitantes e não seremos um país com uma distribuição de renda que não transforma em cidadãos consumidores a sua população", disse.

E completou: "Uma grande questão por trás de nosso esforço é transformar nosso país num pais de classe média. O grande sonho desse país é ter uma classe média forte, desenvolvida, poderosa e com bons empregos e acesso a moradia, educação e sociedade."

Diante da plateia, a presidenta conclamou o empresariado a se adaptar a essa transformação da sociedade brasileira e previu: "essa classe média ficará cada vez mais exigente no que se refere à qualidade dos serviços. A defesa do consumidor é um dos elementos políticos dos mais importantes. E é importante que tenhamos consciência de que os serviços entregues ao consumidor, do governo ou da iniciativa privada, sejam de qualidade".

Dilma aproveitou o evento para dizer que as empresas celebradas durante o evento eram "um retrato do Brasil que admiramos e que queremos ver vitorioso". Ela voltou a criticar as medidas recessivas dos países desenvolvidos incapazes, segundo ela, de construir uma resposta adequada à turbulência econômica. "A opção por políticas fiscais ortodoxas e a opção por uma austeridade compulsiva têm produzido mais recessão e mais desemprego. Mas, sobretudo, produz muita desesperança entre os que veem seus direitos reduzidos depois de conquistados."
Foto: Roberto Stuckert Filho/PR
Matéria Completa, ::AQUI::


Posted: 02 Oct 2012 05:07 AM PDT
Renata Giraldi, Agência Brasil


"O representante de Portugal na Organização das Nações Unidas (ONU), embaixador Moraes Cabral, defendeu a reforma do Conselho de Segurança na ONU com o direito de o Brasil ocupar um assento permanente, assim como a Índia e um país africano. Atualmente o órgão tem 15 vagas, das quais cinco são permanentes e dez rotativas. Portugal encerra agora o período como um dos países com assento rotativo.

Moraes Cabral disse que os dois anos de Portugal no Conselho de Segurança foram positivos, pois foram analisadas crises na Costa do Marfim, na Líbia, no Iêmen, na Síria e na Guiné-Bissau. "As nossas ações foram sempre guiadas pela abertura para o diálogo e uma atitude construtiva e equilibrada, incorporando a nossa vocação para construir pontes e gerar consensos, sem abdicar dos nossos valores e princípios."

O embaixador acrescentou que é fundamental que o Conselho de Segurança discuta medidas para combater o crime organizado, terrorismo, pandemias e vários tipos de tráfico. Cabral reiterou a necessidade de a ONU retomar o debate sobre a ampliação do conselho. Ele lembrou que a atual estrutura do órgão reflete o mundo de 1945.

"É cada vez mais difícil para nós, como para muitos outros, ver que o papel crescente do Brasil e da Índia na cena internacional não foi ainda reconhecido com lugares permanentes no Conselho de Segurança", disse o embaixador, referindo-se também à participação de um país na África, que "continua a ser o único continente sem um lugar permanente no Conselho de Segurança".

Na 67ª Assembleia Geral das Nações Unidas, a presidenta Dilma Rousseff voltou a apelar para a reforma do Conselho de Segurança sob pena de decisões relevantes no mundo serem tomadas de forma externa ao órgão. Ela se referiu, por exemplo, às medidas definidas na Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan)."



You are subscribed to email updates from Brasil! Brasil!
To stop receiving these emails, you may unsubscribe now.
Email delivery powered by Google
Google Inc., 20 West Kinzie, Chicago IL USA 60610



--
Francisco Almeida / (91)81003406
Postar um comentário