sexta-feira, 22 de junho de 2012

Via Email: BRASIL! BRASIL!



BRASIL! BRASIL!


Posted: 21 Jun 2012 06:15 PM PDT


"A cada dia que passa mais se comprova a imperiosa necessidade da regulação da mídia no Brasil. O último foi o silêncio sepulcral da velha mídia conservadora, venal e golpista da notícia do arquivamento do processo contra o ex-ministro do Esporte, Orlando Silva, por parte do Conselho de Ética da Presidência da República.

Messias Pontes, Vermelho

A representação contra o ex-ministro do Esporte foi arquivada por absoluta falta de provas, fato que todos sabiam, e até a velha mídia.

Quando o policial bandido João Dias Ferreira - para se vingar de Orlando Silva por este ter exigido a devolução dos recursos recebidos (quase 4 milhões) por não ter sido aplicados no programa Segundo Tempo - o caluniou a velha mídia deu todo o espaço possível. No Jornal Nacional, da TV Globo, a mentira publicada pela famigerada revista Veja mereceu exatos 4 minutos e 23 segundos somente no primeiro dia. Mas quando saiu o resultado do arquivamento por absoluta falta de provas, o mesmo telejornal da famiglia Marinho dispensou tão somente 28 segundos, e todos os jornalões e revistonas que deram a notícia em manchetes garrafais de primeira página, simplesmente omitiram o resgate da verdade."
Artigo Completo, ::AQUI::


Posted: 21 Jun 2012 05:01 PM PDT


"Para líderes políticos que apoiam o presidente Fernando Lugo, país vive golpe de Estado. Segundo eles, não há violência explícita. Busca-se dar aparência constitucional a uma tomada do poder pela força. Com rito acelerado, se não houver novidades, a decisão final será tomada pelo Congresso até sábado. A expectativa desses ativistas é que haja protestos populares e isolamento internacional. A reportagem é de Gilberto Maringoni.

Gilberto Maringoni, Carta Maior

O Paraguai vive um golpe de Estado com coreografia legal, de acordo com o líder camponês Ramón Molina. A Câmara dos Deputados aprovou a abertura do processo de impedimento do presidente da República, Fernando Lugo, em rito sumário no final da manhã desta quinta-feira (21). No início da tarde o roteiro adentrava o Senado. Os prazos são curtíssimos. A acusação está sendo feita nesta noite e a defesa deve acontecer na sexta (22). A decisão final – se nenhum fato novo ocorrer – pode ser aprovada no sábado (23).

A depender dos votos parlamentares, Lugo é carta fora do baralho. A votação na Câmara foi de 73 votos contra o governo e um a favor. A maioria dos 45 senadores – mesmo os do Partido Liberal Radical Autêntico (PLRA), da coligação governista – quer abreviar o mandato do chefe do Executivo.

O conflito entre os representantes parlamentares da elite local e o mandatário arrasta-se há pelo menos três anos. Na raiz de tudo está a resistência de Lugo em reprimir abertamente movimentos de camponeses sem terra que se enfrentam com grandes proprietários, entre eles vários brasileiros.


Até o início da noite de quinta não havia tanques nas ruas ou violência aberta. Há – segundo ativistas locais que conversaram com Carta Maior – uma crescente resistência popular. É a grande esperança dos partidários de Lugo para manter a normalidade democrática.

A seguir apresentamos os depoimentos de Najib Amado, secretário-geral do Partido Comunista Paraguaio, Ramón Molina, líder camponês e dirigente do Partido Popular da Convergência Socialista e Martin Almada, ativista de direitos humanos."
Artigo Completo, ::AQUI::


Posted: 21 Jun 2012 04:54 PM PDT


Terra

"Os chanceleres da Argentina, Brasil, Colômbia, Uruguai e Venezuela partiram nesta quinta-feira do Rio de Janeiro para Assunção, no Paraguai, para analisar a crise gerada pela abertura de um julgamento político contra o presidente Fernando Lugo.

Fontes oficiais disseram à EFE que o chanceler brasileiro, Antonio Patriota, levará "uma mensagem da presidente Dilma Rousseff contra o que está se passando, o que é inaceitável para o Brasil", sobretudo por causa da decisão do Senado paraguaio de concluir amanhã mesmo o processo.


Além de Patriota, as fontes disseram que o grupo que viajou para Assunção é integrado ainda pelos ministros das Relações Exteriores da Argentina, Héctor Timerman; Colômbia, María Ángela Holguín; Uruguai, Luis Almagro; e Venezuela, Nicolás Maduro."
Matéria Completa, ::AQUI::




Posted: 21 Jun 2012 04:50 PM PDT




Posted: 21 Jun 2012 04:42 PM PDT
Correio do Brasil / Abr


"O senador Vital do Rêgo (PMDB-PB) informou que até o fim da tarde desta quinta a Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) do Cachoeira recebeu 57 novos áudios gravados com autorização da Justiça e que integram o inquérito resultante da Operação Monte Carlo, da Polícia Federal.

A comissão investiga o esquema de corrupção e exploração de jogos ilegais que seria comandado por Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira, além do envolvimento dele com agentes públicos e privados.

O presidente da CPMI disse ter solicitado ao relator, deputado Odair Cunha (PT-MG), que fosse a Goiânia acelerar a liberação desses documentos. Segundo o senador, o processo enviado à comissão pelo Supremo Tribunal Federal (STF) "contém inconsistências" quando as informações são comparadas com matérias veiculadas pela imprensa. Ele acrescentou que existem trechos que estão incompletos ou simplesmente não existem, por isso a necessidade da íntegra dos áudios.

Vital do Rêgo já determinou aos técnicos da CPMI que esta sexta os novos áudios estejam disponibilizados nos computadores instalados na sala-cofre da comissão para a consulta dos parlamentares."


Posted: 21 Jun 2012 04:25 PM PDT


"Contraventor continua preso e, quanto mais o tempo passa, mais ele vai se dispondo a falar; quer inclusive voltar à CPMI; segundo pessoas próximas, se ele não sair da cadeia nas próximas semanas, 'o bicho vai pegar'

Brasil 247

Preso, vivendo a agonia de quem vai ser solto a qualquer momento mas não vê este momento chegar nunca, Carlinhos Cachoeira está com vontade de falar. Está a um passo de falar, falar muito. E se isso acontecer enquanto está preso, pode falar sem calibrar a mira.

A informação corre entre amigos do contraventor. Estão deixando Cachoeira acuado e ele, se assim continuar por mais algumas semanas – duas, na avaliação das fontes –, ficará incontrolável. Ameaça para que o tirem logo da cadeia? Não, aviso, garantem.

Cachoeira teria até combinado com um veículo de circulação nacional uma entrevista exclusiva. Depois, recuou. Até quando? Não se sabe. Ele também tem considerado voltar à CPMI, em Brasília, para dar as respostas que adiou. É só lembrar que, em vários momentos quando de seu depoimento, ele insinuou vontade de falar, só não seria naquela hora."
Matéria Completa, ::AQUI::


Posted: 21 Jun 2012 03:50 PM PDT
"Senador, sua mulher e contraventor foram no mesmo voo para Miami


O Globo

O senador Demóstenes Torres (sem partido-GO), a mulher dele, Flávia Gonçalves Coelho, e o contraventor Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira, viajaram no mesmo voo, em 26 de janeiro do ano passado, uma quarta-feira, para Miami. O voo JJ8042, da TAM, partiu de Brasília. O trio retornou no domingo, dia 30, no voo JJ8043.

O motivo da viagem foi a festa de aniversário do empresário Marcelo Limírio, que tem uma casa na cidade da Flórida. Limírio foi sócio de Cachoeira e é sócio de Demóstenes em uma faculdade em Minas Gerais. Ele também comprou uma área em Pirenópolis (GO), com o governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB) e a mulher dele, Valéria Peixoto Perillo, além de outros investidores.

A viagem está listada em documento que a Polícia Federal encaminhou nesta semana à CPI do Cachoeira. O relatório cita saídas e entradas do contraventor, do senador e da mulher dele no período de 2001 a 2012. Até 2004, Cachoeira faz poucas viagens ao exterior. Segundo os dados disponíveis, ele foi duas vezes aos Estados Unidos, três vezes à Argentina, uma vez para a Espanha e outra para a Inglaterra."
Matéria Completa, ::AQUI::


Posted: 21 Jun 2012 09:54 AM PDT


"Roberto Setúbal ironiza política do governo por mais crédito ao público: "Árvores não crescem até o céu"; após demitir 7.728 bancários em 12 meses e lucrar R$ 3,4 bi no primeiro trimestre, reclama da vida de banqueiro: "Os lucros são nominalmente altos, mas a rentabilidade não"; na tevê, garoto propaganda Luciano Huck diz que o Brasil mudou e o Itaú também; assim?


De terno e gravata, em seu gabinete ou em palestras ao mercado, o presidente do Itaú Unibanco, Roberto Setúbal, tem-se mostrado um dos mais reticentes, entre os grandes banqueiros do País, em apoiar e praticar a política do governo de baixar juros, reduzir margens de lucro e ampliar os empréstimos ao público. Na contramão da política de crescimento, a instituição que ele preside demitiu 7.728 sete mil funcionários nos últimos doze meses, nas contas das entidades de classe dos bancários, e, sempre que pode, o próprio Setúbal lança farpas de ironia sobre os incentivos oficiais a um novo momento no setor. "O crédito não vai mais subir no ritmo de 30% ao ano", determinou Setúbal, na quarta-feira 20, em palestra. "Árvores não crescem até o céu.

A mesma crueza não se vê nas frases de outra face pública do Itaú, o garoto propaganda Luciano Huck, de camisa laranja. Na publicidade da tevê, o eterno rapaz diz que o Itaú é um banco dos novos tempos, que reconhece que o Brasil mudou e que está mudando junto. Um banco feito para ajudar, alinhado, aparentemente, com a direção que os últimos governos vêm apontando para a sociedade. Uma propaganda de fundo político, assim. Na vida real ditada por Setúbal, no entanto, esse apoio é de todo complicado. "Empréstimo exige capital e capital precisa ser remunerado. O problema não está nas margens grandes", afirmou ele em sua palestra na quarta, fazendo, nitidamente, uma defesa dos 'grandes' spreads, que é como são chamadas as diferenças entre o preço de captação de dinheiro de um banco e o valor que este mesmo banco cobra para emprestar a seus clientes. "Há pressões por todos os lados", reconheceu, sobre o movimento do governo e da sociedade contra os altos spreads. "No fim, a racionalidade vai prevalecer".

Em defesa de seu lucro de R$ 3,4 bilhões no primeiro trimestre deste ano, não daria para o presidente do Itaú dizer que se tratou de pouco dinheiro, mas ele deu um jeito de reclamar do resultado. "Os lucros são nominalmente altos, mas não a rentabilidade", acentuou.

Diante da discrepância entre o que o Itaú prega em suas propagandas com Huck e a estratégia que revela com Setúbal, vale sempre perguntar qual das caras do Itaú é a que realmente vale."


Posted: 21 Jun 2012 09:28 AM PDT


Agência Brasil

"A taxa de desemprego em maio ficou em 5,8%, o que representa uma ligeira queda (0,2 ponto percentual) em relação a abril, quando o índice ficou em 6%. Na comparação com o resultado de maio de 2011 (6,4%), houve redução de 0,6 ponto percentual. A taxa registrada em maio deste ano é a mais baixa para o mês desde 2002, quando teve início a série histórica da Pesquisa Mensal de Emprego (PME).

Os números do levantamento, divulgados hoje (21) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostram ainda que o rendimento médio real habitual da população ocupada, que foi R$ 1,725,6 em maio, não sofreu variação na comparação mês a mês. Em relação a maio de 2011, houve um aumento de 4,9%.

De acordo com o IBGE, em maio a população desocupada, que somava 1,4 milhão de pessoas, ficou estável em relação ao mês anterior, e caiu 7,1% em relação a maio de 2011. Isso significa que em um ano houve menos 107 mil pessoas desocupadas nas regiões metropolitanas do país. Já a população ocupada, 23 milhões, aumentou 1,2% na comparação com abril e 2,5% em relação a maio do ano passado, o que representa mais 554 mil pessoas com ocupação.

Também não houve variação, no confronto com abril, no número de trabalhadores com carteira assinada no setor privado – cerca de 11,2 milhões. Já na comparação anual, foram registrados mais 427 mil postos de trabalho com carteira assinada, uma elevação de 3,9%
A Pesquisa Mensal de Emprego é feita nas regiões metropolitanas de São Paulo, do Rio de Janeiro, de Belo Horizonte, de Porto Alegre, Salvador e Recife. Entre essas, a capital baiana foi a que registrou maior taxa de desemprego em maio (8%), enquanto o menor nível foi observado em Porto Alegre (4,5%). No Rio, o índice foi 5,2%; em São Paulo, 6,2%; em Recife, 5,9%; e em Belo Horizonte, 5,1%.

Assim como o IBGE, o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) e a Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados (Fundação Seade) divulgam, em conjunto, levantamento mensal sobre o desemprego no país. No entanto, os índices apresentados nas duas pesquisas costumam ser diferentes, devido aos conceitos e metodologia usados.

Entre as diferenças está o conjunto de regiões pesquisadas. Ao contrário do trabalho do IBGE, a Pesquisa de Emprego e Desemprego (PED), feita pelo Dieese e pela Fundação Seade, não engloba o levantamento dos desempregados da região metropolitana do Rio de Janeiro. Já na PME, não estão incluídas duas regiões que fazem parte do conjunto da PED: Fortaleza e o Distrito Federal."


Posted: 21 Jun 2012 09:16 AM PDT


Bob Fernandes ,Terra Magazine

"Nesta quinta-feira (21), funcionários do Ministério Público iniciaram há pouco uma varredura em todos os computadores do Departamento de Aprovação de Edificações (Aprov), da Secretaria Municipal de Habitação (Sehab) de São Paulo, controlada por Ricardo Pereira Leite. Criado em 1977, o Aprov é responsável pela instrução, análise e decisão dos pedidos de licença para a contrução, reforma ou reconstrução de edificações de médio e grande porte na cidade. 

O MP e o Departamento de Procedimentos Disciplinares da Prefeitura investigam o grupo comandado por Hussain Aref Saab, que, até abril, era diretor técnico do Aprov e, em sete anos, adquiriu mais de cem imóveis e acumulou um patrimônio estimado em R$ 50 milhões. Sob o comando de Aref, o órgão teria desviado R$ 70 milhões dos cofres públicos."
Matéria Completa, ::AQUI::



Posted: 21 Jun 2012 09:05 AM PDT


Luis Nassif, Luis Nassif Online

"Primeiro, a operação que emprenhou Gilmar Mendes pelo ouvido - levando-o à explosão inconsequente e à antecipação do julgamento do "mensalão". Agora, a Operação Toffolli, visando constranger o Procurador Geral e provocar o  impedimento de Tofolli para o julgamento. Em ambos os casos, O Globo.

O "mensalão" merece um julgamento severo e técnico. Mas o interferência da mídia no processo ultrapassa qualquer limite de bom senso. Comporta-se como o poder maior da República, de fato.

A lista em questão é aberta a todos os procuradores e contem todos os tipos de emails e comentários. Alguns deles referem-se diretamente à coluna Radar, da Veja, como veículo de estratégia midiática de Carlinhos Cachoeira, por exemplo. Em outras áreas, espaço para bate papos. Ao todo, mais de 200 emails por dia.

O que o jornal faz é selecionar parte dos comentários - que representa pensamento de ALGUNS procuradores -, e apresentar como se fosse a opinião DOS procuradores.  Muito embora haja um sentimento  contrário à presença de Toffoli, é evidente uma enorme forçada de barra.

Há motivos para questionar a presença de Tofoli, como motivos mais que evidentes para questionar a isenção de Gilmar Mendes. Mas o viés do noticiário mostra uma compulsão de interferir no julgamento que atropela normas básicas de direito."
Matéria Completa, ::AQUI::


Posted: 21 Jun 2012 08:29 AM PDT


"O importante é que é tudo um retumbante fracasso. Como exatamente queriam os EUA.

Paulo Henrique Amorim, Conversa Afiada

O ansioso blogueiro assistiu fascinado ao ininteligível comentário da Urubóloga sobre a Rio+20 no Bom (?) Dia Brasil.

Miriam Leitão comenta participação de ONGs na Rio+20

Ininteligivel, mas muito claro: a Rio+20 fracassou por causa do Brasil.

A diplomacia brasileira perdeu todas.

As ONGs deram uma surra no Itamaraty.

O Brasil não tem ambição.

A Rio+20 é a Rio menos 20.

O desafio da Dilma – erradicar a pobreza é o maior desafio – não tem a menor importancia.

A proposta do presidente francês Hollande de adotar a "Tobin tax" sobre transações financeiras para ajudar os países pobres a evitar o desmatamento – ora, bobagem !, diz a Urubóloga, a Inglaterra é contra !

Sim, mas e daí ?

Vivemos no tempo da Rainha Vitória, quando o sol não se punha sobre o Império do Renato Machado ?

O importante é que é tudo um retumbante fracasso.

Como exatamente queriam os Estados Unidos.

E se os Estados Unidos assim queriam, o que ousariam dizer a Globo e seus notáveis neolibelistas (**) ?

Aliás, alguém viu um representante americano nessa Verde Assembléia ?

Clique aqui para ler por que o Vasco não quer nem ouvir falar em Verde.

Quanto a Hillary vai botar na mesa para ajudar as ONGS da Blábárina ?

O PiG (*) decretou o fracasso da Rio+20.

É só um ensaio para a Copa.

A Copa já é um fracasso.

Como se sabe, sob o comando do Brasil e sem o global Ricardo Teixeira, a Copa é, desde já um fracasso.

Não vai ter apito nem bandeirinha na Copa brasileira.

Agora, segundo o Casa Grande, na pelada desta quarta feira, o Ganso e o Neymar são, no momento, os melhores jogadores do Brasil.

Pelo que os dois fizeram ontem, imagine os piores, amigo navegante …

O que vai faltar na Copa vai ser a seleção do Galvão.

Mas, essa, segundo o Cleber Machado (narrador tão ausente quanto o Galvão) e os patrocinadores da Globo é um sucesso !

Em tempo: a manchete do Globo (impresso) é uma obra prima: "ONGs rejeitam documento da Rio+20; ONU cobra ambição".

Estamos, então, amigo navegante, diante de uma "nova ordem mundial".

Quem manda são as ONGs da Bláblárina, dos países ricos que derrubaram as florestas e não têm Código Florestal, do James Cameron.

Vamos ver se a Globo acata a opinião de algumas ONGs que o ansioso blogueiro conhece a respeito da linha editorial do jornal nacional. Ué, não é a voz das ruas que agora manda no pedaço ?

Esse "cobra ambição"… o amigo navegante já entendeu. Cobra da Dilma. A ONU cobra da Dilma.

Pela primeira vez na História a ONU (do Globo) cobra alguma coisa …

Israel, por exemplo, espera uma "cobrança" da ONU desde a metade do século passado.

Enquanto isso, o Estado Palestino espera Israel obedecer à "cobrança".

Só pode ser "cobra da Dilma".

Não foi o Governo Dilma que fracassou ?"


Posted: 21 Jun 2012 08:13 AM PDT




Posted: 21 Jun 2012 07:33 AM PDT


"Diante de altos preços dos pedágios e pouco investimento em infraestrutura, governo gaúcho e Ministério dos Transportes retomam administração de estradas

Estevan Muniz, Rede Brasil Atual

Em iniciativa inédita no país, o governo Tarso Genro (PT) decidiu retomar a administração de todas as rodovias do Rio Grande do Sul que, desde 1996, estão nas mãos de concessionárias privadas. São 1.500 quilômetros de estradas (entre estaduais e federais) cujos contratos de concessão vencem em 2013 e não serão renovados. Com a medida o governo gaúcho espera reduzir as tarifas de pedágio e até extinguir algumas praças, ao mesmo em que promete realizar um amplo programa de melhorias.

Segundo acordo firmado ontem (19) em Brasília, entre o ministro dos Transportes, Paulo Sérgio Passos, o secretário gaúcho de Infraestrutura e Logística, Beto Albuquerque, e o Chefe da Casa Civil do Governo do Rio Grande do Sul, Carlos Pestana, as rodovias federais passarão para a gerência do Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes (DNIT). As estaduais serão administradas pela Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR), cuja criação foi aprovada na Assembléia Legislativa do Rio Grande do Sul na semana passada."
Matéria Completa, ::AQUI::


Posted: 21 Jun 2012 07:25 AM PDT


"Documentos analisados pela Folha revelam que o Serviço Nacional de Informações monitorou os passos da atual presidente até 1990, quase cinco anos depois do fim da ditadura militar, quando foi presa e torturada


A presidente Dilma Rousseff foi vigiada não só durante a ditadura militar, entre 1964 e 1985, quando foi presa e torturada, mas também durante o mandato de José Sarney na presidência, entre 1986 e 1990. A informação foi divulgada na edição desta quinta-feira da Folha de S. Paulo.

Nos acervos, o jornal identificou um total de 181 documentos que mencionam Dilma, registrados entre 1968 e o final dos anos 80. Entre os papéis, 17 foram produzidos durante o governo Sarney, hoje presidente do Senado, pelo SNI (Serviço Nacional de Informações).

Foram monitoradas uma viagem de Dilma ao México e um comício onde ela e Lula protestaram contra a ampliação do mandato presidencial de Sarney, já em 1988. Relatórios do SNI da década de 70 sobre Dilma acusam uma uma suposta ligação com a JCR (Junta de Coordenação Revolucionária), grupo de esquerda armada.

Outro documento de 79, porém, agora revelado, diz não ter encontrado comprovação dessa alegação. Procurada pela Folha de S.
Paulo, a assessoria de Sarney afirmou que, em seu mandato na Presidência, ele havia ordenado ao SNI que não realizasse "levantamentos sobre a vida privada" de "nenhum brasileiro".
Foto: Divulgação


You are subscribed to email updates from Brasil! Brasil!
To stop receiving these emails, you may unsubscribe now.
Email delivery powered by Google
Google Inc., 20 West Kinzie, Chicago IL USA 60610



--
Francisco Almeida / (91)81003406

Postar um comentário