sábado, 21 de abril de 2012

Via Email : Blog do Planalto




Blog do Planalto

Link to Blog do Planalto

Posted: 20 Apr 2012 11:01 AM PDT
A presidenta Dilma Rousseff disse hoje (20) que as taxas de juros cobradas no Brasil devem refletir a situação econômica do país. Em entrevista coletiva após cerimônia no Palácio do Itamaraty, ela voltou a afirmar que, tecnicamente, é difícil justificar a manutenção de spreads tão elevados.
"Porque nós não somos um país qualquer. Nós somos, hoje, um país, que é reconhecidamente um país com uma situação econômica de estabilidade, de respeito. Nós somos um país que temos absoluto respeito aos nossos princípios macroeconômicos, de controle de inflação, de robustez fiscal, relação dívida-PIB. Temos uma situação muito especial em relação às economias emergentes. Estamos caminhando para taxas maiores de crescimento. Então, os juros também vão refletir, cada vez mais, essa realidade de maturação."
Posted: 20 Apr 2012 10:38 AM PDT

Ao lado do embaixador Samuel Pinheiro Guimarães, presidenta Dilma participa da formatura dos novos diplomatas do Instituto Rio Branco. Foto: Roberto Stuckert Filho/PR
A presidenta Dilma Rousseff defendeu hoje (20) uma relação econômica equilibrada entre os países da América Latina. Aos novos diplomatas, durante a formatura do Instituto Rio Branco, ela afirmou que o Brasil deve mostrar que é possível um novo modelo de política internacional que não seja imperialista ou de subordinação.
"Nós temos de mostrar, aqui na América Latina, que é possível uma relação econômica mais equilibrada, de integração de cadeias produtivas, e que os países, diferenciadamente, ganhem, reconhecendo o papel de cada país nesse cenário, sabendo, inclusive, que há diferenças. Sabendo que há relações diferenciadas também desses países com o mundo", disse a presidenta.
No discurso, ela acrescentou que as taxas de juros, a taxa de câmbio e os impostos altos são as três amarras que precisam ser equacionadas para que o Brasil acelere o crescimento econômico.
"Nós somos, hoje, a sexta potência. Mas não é isso que importa. O que importa é que nós sejamos, do ponto de vista do nosso país, do ponto de vista da nossa população, de fato, a sexta economia em matéria de renda per capita e de acesso à educação e aos serviços públicos de qualidade."
Posted: 20 Apr 2012 05:41 AM PDT
Agenda presidencial A presidenta Dilma se reúne hoje (20) com o ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra, no Palácio do Planalto.
Às 11h, no Palácio do Itamaraty, ela participa da cerimônia de formatura da Turma de 2010-2012 do Instituto
Rio Branco. Em seguida, às 12h05, haverá cerimônia de Condecoração da Ordem de Rio Branco.

À tarde, a presidenta se reúne com a ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira. Será às 15h no Palácio do Planalto.
Posted: 19 Apr 2012 03:27 PM PDT
O ministro das Relações Exteriores, Antonio Patriota, disse hoje (19) que Brasil e Uruguai articulam um novo modelo de integração. Segundo ele, a reunião entre a presidenta Dilma Rousseff e o presidente José Mujica, no Palácio da Alvorada, foi uma "oportunidade histórica" para avançar na integração energética e das cadeias produtivas.
"Foi uma reunião centrada no que ambos dirigentes consideram oportunidade histórica para desenvolver um novo modelo de integração entre Brasil e Uruguai. Oportunidade histórica pelo nível alcançado na discussão política e também no nível alcançado nos projetos de integração que permitem olhar para o futuro com um nível de ambição mais elevado", avaliou o ministro.


Segundo Patriota, as relações entre Brasil e Uruguai vivem um "excelente, único e histórico momento". A expectativa agora é expandir a cooperação bilateral nas áreas de tecnologia e inovação, e fortalecer a integração de suas cadeias produtivas, sobretudo no setor da construção naval.
"A presidenta Dilma quer transformar a cooperação neste setor em uma produção emblemática", explicou o ministro.
Já a integração energética deve ganhar novo impulso, segundo Patriota, com a construção da linha de transmissão que ligará Candiota, no Rio Grande do Sul, a Montevidéu, e com a exploração da energia eólica que deve gerar 300 megawatts em solo uruguaio.
You are subscribed to email updates from Blog do Planalto
To stop receiving these emails, you may unsubscribe now.
Email delivery powered by Google
Google Inc., 20 West Kinzie, Chicago IL USA 60610





--
Francisco Almeida / (91)81003406

Postar um comentário