quinta-feira, 28 de abril de 2011

Paratur leva ações do Prodetur ao Marajó

Agência Pará de Notícias:


A Companhia Paraense de Turismo (Paratur) leva ações do Programa Nacional de Desenvolvimento do Turismo no Estado do Pará (Prodetur-PA) ao pólo turístico do Marajó, através do V Workshop Prodetur - Projetos Prioritários para os Pólos Belém, Tapajós e Marajó, que acontece esta semana. O Workshop faz parte das ações programadas pela Paratur, responsável pela gestão do Prodetur no Estado, para o ano de 2011. O Workshop ocorrerá no município de Soure, no período de 27 a 30 deste mês, e no município de Salvaterra, no período de 1 a 4 de maio. Em Ponta de Pedras as atividades acontecerão de 17 a18 de maio.

A programação inclui apresentação das ações prioritárias do Prodetur para o Pólo Marajó, incluindo as que estão em execução, como avaliação ambiental estratégica, projetos de infraestrutura, fortalecimento da gestão do turismo e criação do Banco de Dados do Turismo no Estado. Também estão previstas visitas técnica à ilha do Marajó para diagnóstico da avaliação ambiental estratégica e do transporte para o Marajó.

PRODETUR - O Programa Nacional de Desenvolvimento do Turismo foi criado pelo governo federal com a finalidade de desenvolvimento o setor como atividade que contribui para a melhoria da qualidade de vida da população local. Conta com recursos do Ministério do Turismo na execução de projetos em curso e do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), para projetos em fase de aprovação.

No Pará, dos seis pólos definidos pela política estadual de turismo, o Prodetur/PA abrangerá três, nos seguintes municípios:

Pólo Belém: Belém (região continental e insular – Mosqueiro, Caratateua/Outeiro, Combu e Cotijuba)

Pólo Tapajós: Santarém e Belterra

Pólo Marajó: Soure, Salvaterra e Ponta de Pedras

Entre os critérios para inclusão desses seis municípios no Prodetur foram considerados o fluxo de turistas (nacionais e internacionais) já existente nessas cidades; o baixo IDH nas áreas insulares de Belém e no arquipélago do Marajó; a indicação, pelo MTur de Santarém e Belém como cidades indutoras da atividade turística no país (dos municípios brasileiros, apenas 65 cidades foram selecionadas).

O valor total da Carta Consulta para o Prodetur/PA é de US$ 44 milhões, sendo US$ 26,4 milhões do BID (fonte externa) e US$ 17,6 milhões do Mtur e do Estado (contrapartida). Desse total, US$ 6,6 milhões serão destinados para o Pólo Belém, US$ 15,4 milhões para o Pólo Tapajós e US$ 22 milhões para o Pólo Marajó. Nos próximos quatro anos - 2010 a 2013 - serão investidos, por ano, nesses polos, US$ 11 milhões.

O estágio atual do Prodetur envolve missão de análise do Pará, assim como formalizações de documentos necessários para que seja assinado o segundo Contrato de Empréstimo, a ser firmado entre o Governo do Estado e o Banco.

Texto: Benigna Soares - Ascom Paratur (Com informações do Prodetur)



– Enviado usando a Barra de Ferramentas Google"
Postar um comentário