domingo, 28 de março de 2010

Creas Regional Marajó II será inaugurada em abril

Governo entrega sede do Creas para atender quatro municípios do Marajó

Da Redação
Agência Pará

O governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Assistência e Desenvolvimento Social (Sedes), entrega nesta sexta-feira (19), às 10h, à população do município de Breves, no Arquipélago do Marajó, a sede própria do Centro de Referência Especializada de Assistência Social (Creas), Regional Marajó I, que já atende os municípios de Curralinho, Bagre, Gurupá e Anajás. O novo prédio fica na Avenida Rio Branco, centro de Breves.

A cerimônia da entrega do Creas contará com a presença da governadora Ana Júlia Carepa, da secretária nacional de Assistência Social do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), Rosilene Cristina Rocha, e da secretária de Estado de Assistência e Desenvolvimento Social, Eutália Barbosa Rodrigues.

O imóvel onde funcionará o Creas pertence ao governo do Estado e era usado como residência por funcionários do Banco do Estado do Pará (Banpará). Agora, foi cedido para a Secretaria de Estado de Assistência e Desenvolvimento Social (Sedes), que fez a reforma e adaptações para abrigasse os serviços do Centro. O novo espaço possibilitará melhores condições de trabalho aos servidores.

Proteção social - Os Creas são o investimento mais importante no âmbito da Proteção Social Especial - R$ 290 mil/ano. Os centros são destinados ao atendimento individual, familiar e comunitário em situações de violação de direitos, como abuso e violência sexual, trabalho infantil, violência contra a mulher e o idoso, e vulnerabilidade social grave (pessoas abandonadas, moradores de rua, trabalho escravo etc.).

Os centros contam com uma equipe de profissionais formada por assistentes sociais, psicólogos, pedagogos, educadores sociais e de orientação jurídica para atendimento especializado às vitimas.

Além da entrega do prédio do Creas, será realizado o II Encontro com Gestores Municipais do Marajó, para debater os desafios da implantação da Política de Assistência Social na Amazônia e as especificidades da região do Marajó.

Também serão lançados no Marajó os projetos de Inclusão Socioprodutiva, que beneficia os 16 municípios do arquipélago nas cadeias produtivas do açaí e do pescado, e mais 13 municípios de outras regiões, e de Segurança Alimentar e Nutricional, com o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), que beneficiará 12 municípios do Marajó. Em Breves, alunos das escolas públicas estaduais e municipais vão ser atendidos pelo Projeto Arte que Alimenta, com ações nas áreas de educação e segurança alimentar.

Durante o evento será assinado um Termo de Compromisso do governo do Estado com as prefeituras dos 16 municípios marajoaras beneficiados pelo PAA. Haverá ainda a assinatura de contrato, por um agricultor familiar que participará do PAA, representando os municípios da região.

Planejamento - No sábado (20), diretores e técnicos da Sedes participarão de reuniões com técnicos do Centro Referência de Assistência Social (Cras), do Creas, Programa Bolsa Família e agricultores familiares, para apresentação e planejamento dos projetos de Inclusão Socioprodutiva e Programa de Aquisição de Alimentos, respectivamente. A equipe se reunirá à tarde com lideranças das cadeias produtivas do açaí e pescado.

Desde o início do atual governo, os 16 municípios do Arquipélago do Marajó têm recebido investimentos do Plano de Desenvolvimento Regional Sustentável. O Plano do Marajó é um instrumento de gestão das esferas municipal, estadual e federal, com ações acompanhadas pelo Fórum do Marajó, composto por instituições governamentais e entidades sociais. Nos três últimos anos de governo já foram investidos mais de R$ 282 milhões em obras e serviços na Região de Integração do Marajó.

Em abril deve ser inaugurado no município de Soure o Creas Regional Marajó II, que atenderá Soure, Salvaterra, Santa Cruz do Arari e Cachoeira do Arari.

Ascom/Sedes
Postar um comentário