terça-feira, 2 de setembro de 2014

VIA EMAIL: Marina sai menor de debate dominado por juros; Aécio em saia justa

BRASIL! BRASIL!



Pau que bate em Chico bate também em Francisco, Marina e Aécio

Posted: 02 Sep 2014 03:56 AM PDT


"Marina Silva, a “Sonhática”, cujas palavras e pensamento ninguém compreende, tem de ser desmascarada, e, mais do que isto, desconstruída em suas peripécias e dubiedades

Davis Sena Filho, Brasil 247

Quando o PT e suas lideranças resolveram lançar o mote “A verdade vai vencer a mentira” é devido às milhares de obras de infraestrutura, grandes, médias e pequenas, além de dezenas de programas sociais, que estão em pleno andamento e são escondidos, peremptoriamente, pela imprensa de mercado e por outros segmentos hegemônicos, que atuam e agem nas diferentes igrejas, no Judiciário, no Congresso e nas associações e sindicatos patronais.

Trata-se do poderoso sistema midiático privado, que se transformou em partido político de direita e que, sistematicamente, boicota os avanços sociais e econômicos conquistados pelo povo brasileiro, pois a intenção é fazer com que não haja reconhecimento das conquistas, bem como a intenção é fazer com que elas fiquem no esquecimento, como se nunca tivessem existido.
Mais informações »

A falta de coragem é o mal do Brasil

Posted: 01 Sep 2014 06:03 PM PDT


Fernando Brito, Tijolaço 

Imaginem se um candidato ou candidata, ou um jornalista, perguntasse hoje, no debate dos presidenciáveis,  com toda a gentileza e urbanidade:
- Candidata Marina Silva: a Folha de S. Paulo divulgou hoje um contrato de compra apócrifo do avião em que a senhora e Eduardo Campos faziam a campanha. A senhora disse que o avião teria sido emprestado à chapa que a senhora integrava como vice. O PSB agora diz que o avião foi doado. A senhora estaria disposta a determinar que, amanhã, que é o dia da segunda prestação de contas à Justiça Eleitoral, o PSB apresente à imprensa todos os contratos, recibos e demais comprovantes desta operação, seja ela de empréstimo ou de doação? Estes e, também, os comprovantes de pagamento dos pilotos, dos abastecimentos, dos hangares onde ficou o avião?
Assim, no más, como dizem os gaúchos.

Sem nenhuma acusação, nenhum juízo prévio, apenas com fatos.
Eu devo ser, de fato, um camarada muito antiquado.
Do tempo em que debate era muito mais que apresentar uma falinha articulada em lugares comuns.
Mais informações »

Marina sai menor de debate dominado por juros; Aécio em saia justa

Posted: 01 Sep 2014 05:46 PM PDT

No SBT, ambos avançaram
"O fato de que os juros bancários e o papel dos banqueiros na economia brasileira dominaram boa parte das falas dos sete candidatos no debate do SBT fez com que a candidata socialista, Marina Silva (PSB), saísse dele menor.

Luiz Carlos Azenha, viomundo

O assunto foi tratado, direta ou indiretamente, pelos candidatos Eduardo Jorge (PV), Luciana Genro (PSOL), Levy Fidelix (PRTB) e Dilma Rousseff (PT).
Marina, que sempre surfou em sua origem humilde, desta vez teve o nome e o projeto político associados a juros e banqueiros.

Fidelix chegou a nomear duas pessoas próximas a Marina — o empresário Guilherme Leal, da Natura, e a educadora Maria Alice Setubal, a Neca, acionista do banco Itaú — como devedores de impostos à União.
Embora não o tenha feito de forma didática, Dilma criticou a proposta de Marina de dar autonomia ao Banco Central. No governo Dilma a decisão do Banco Central de aumentar ou não os juros é tomada depois de consultas ao mercado. Num eventual governo Marina, o BC teria autonomia para fazê-lo independentemente da população ou de seus representantes eleitos.
Mais informações »

Acabou o veloriomicio. Bláblá é o que é: falsa-tucana

Posted: 01 Sep 2014 05:40 PM PDT

"FHC já enterrou o Aécio. Já, já enterra a Bláblá. (O Cerra e o Alckmin sabem …) 

Paulo Henrique Amorim, Conversa Afiada

O debate no SBT revelou uma Dilma mais segura, mais afirmativa.

E foi pra cima da Bláblárina.

Fez  primeira pergunta: de onde a Blabla ia tirar dinheiro para realizar tantos programas que custam
R$ 140 bilhões.

Ainda mais que no extenso e sempre revisto programa dela há uma única e solitária linha referente ao pré-sal.

Da mesma forma, o candidato Arrocho Neves não se refere ao pré-sal.

Agora, como com os gays, a Blabla recua.

E diz que vai fazer do pré-sal o que a Dima e o Lula já fizeram: destinar os royalties à Educação e à Saúde.
Mais informações »

Por que a direita teme que Marina seja um novo Jânio

Posted: 01 Sep 2014 05:35 PM PDT

Jânio com Guevara
, DCM

"A direita teme Marina.

Entre os candidatos fortes, os conservadores ficam, é claro, com Aécio.

Mas entre Marina e Dilma a opção tende a ser por Dilma. Por uma razão básica: eles conhecem Dilma. Sabem o que ela pode fazer e o que não pode fazer. Ela é previsível.

Marina, não.

A direita teme o que ela possa fazer uma vez no Planalto.

E se ela, por exemplo, decide cortar drasticamente as verbas publicitárias do governo federal?
Mais informações »

Exportação de petróleo do Brasil tem alta de 36%

Posted: 01 Sep 2014 05:05 PM PDT


Reuters

"As exportações de petróleo do Brasil somaram 1,489 bilhões de dólares em agosto. O montante é 36,85% superior ao exportado no mesmo mês do ano passado. Os dados foram divulgados nesta segunda-feira, 1º, pelo Ministério de Desenvolvimento Indústria e Comércio Exterior (Mdic). O crescimento acontece em um momento em que a Petrobras volta a apresentar crescimento da produção de petróleo, principalmente por conta do petróleo extraído do pré-sal.

Já as importações brasileiras de petróleo e derivados somaram 2,976 bilhões de dólares em agosto, 24,7 por cento superior ao valor importado em agosto de 2013. "No grupo dos combustíveis e lubrificantes, o crescimento (das importações) ocorreu principalmente pelo aumento dos preços e das quantidades embarcadas de petróleo, gás natural, naftas e gasolina", afirmou o ministério em nota.

Incluído no grupo combustíveis e lubrificantes, as importações de petróleo somaram 1,142 bilhões de dólares em agosto, alta de 64,1 por cento em relação ao mesmo período de 2013. As compras de gasolina e diesel no exterior, não detalhadas pelo ministério e realizadas em sua grande maioria pela Petrobras, têm trazido prejuízo aos resultados da empresa nos últimos anos. Isso porque a estatal vende os produtos no país por valores inferiores aos praticados no exterior."

Charge do Bessinha

Posted: 01 Sep 2014 05:58 AM PDT


Bláblá governa com “roleta bíblica”. Aleluia !

Posted: 01 Sep 2014 05:57 AM PDT

"Ela abre a Bíblia aleatoriamente e “ouve” a decisão que vai tomar.

Paulo Henrique Amorim, Conversa Afiada

Os repórteres Natuza Nery (essa moça vai longe …), Ranier Bragon e Andre Sadi, da Fel-lha (*), a de bílis podre e mau hálito, produziram reportagem assustadora, nesta segunda-feira (1/9).

Além de fazer um programa que exige clicar no F5 a toda hora, para acompanhar as frenéticas revisões, a Bláblárina, que segundo o Ricardo Melo, passou de bagre a tubarão, “decide com a fé”!

Eles relatam que, em dois episódios decisivos em sua vida de devota, recorreu a Deus diretamente:

“Ela tem o relacionamento dela com Deus, ela conhece Deus”, diz o pastor presidente da Igreja de Bláblá, Hadman Daniel.

Ela e Jacó, provavelmente, são os únicos que O encontraram pessoalmente, face a face !.
Mais informações »

O discreto papel da cerveja nas eleições

Posted: 01 Sep 2014 05:51 AM PDT


, DCM

"Recentemente foi divulgado que uma das três empresas responsáveis por 65% do financiamento das campanhas eleitorais dos onze candidatos a Presidência da República é a AMBEV.

Quais seriam os interesses das empresas de cerveja no financiamento de campanha dos candidatos a Presidência, Senado e Congresso Nacional?
Em 1996, a Lei Federal em vigor, Nº. 9.294/1996 que regula as restrições a publicidade de bebidas foi modificada pela “bancada da bebida”, formada por deputados e senadores que representavam o interesse deste grupo. Na época, uma comitiva de artistas, publicitários, esportistas etc, em uma grande articulação das indústrias de cervejas, das agências de publicidade e dos meios de comunicação, compactuaram e pressionaram os parlamentares para que a cerveja não fosse incluída na Lei.

ADVERTISEMENT
Mesmo contra todos os argumentos do Ministério da Saúde, o lobby venceu, e a Lei excluiu das restrições à publicidade bebidas como a cerveja, cujo teor alcoólico é igual ou inferior a 13 graus Gay-Lussac, permitindo assim, que a “gelada” escapasse das restrições à publicidade da TV, como aconteceu com as bebidas destiladas (whisky,vodca, etc).
Mais informações »

Marina Silva e as novas bombas semióticas do "Sim!" e do "Storytelling", por Wilson Ferreira

Posted: 01 Sep 2014 05:41 AM PDT

, GGN

'O trágico mergulho fatal do Cessna Citation em Santos não só mudou o cenário eleitoral como modernizou o arsenal de bombas semióticas midiáticas. No momento em que a grande mídia esgotava sua estratégia semiótica ainda condicionada pela Guerra Fria (criar a percepção de caos e pré-insurreição ao anabolizar as manifestações de rua), eis que surge Marina Silva com o mix de ambientalismo, fundamentalismo religioso e neoliberalismo potencializado por duas poderosas bombas semióticas saídas diretamente do atual kit linguístico de manipulação do mundo corporativo globalizado: a bomba do “Sim!” e a bomba neuromarketing do “Storytelling”. O problema para os marqueteiros é que Marina Silva não é um candidato à venda, mas uma narrativa sincromística oferecida para pessoas sedentas por histórias que seduzem mais do que os dados frios e duros da realidade.  

Quem não se lembra do personagem Church Lady feito pelo comediante Dana Carvey no quadro chamado Church Chat no programa Saturday Night Live de 1986-1990? Sempre preocupada com as conspirações de Satã nesse mundo, Church Lady sempre soltava um bordão irônico ao perceber satânicas coincidências: “How con-VEEN-ient!” ("Tão conveniente!")."
Matéria Completa, ::AQUI::

Forte indício de caixa 2 no jato de Campos e Marina

Posted: 01 Sep 2014 05:33 AM PDT


'Assinatura do novo proprietário aparece ilegível no contrato de compra do jato da Cessna, usado pela campanha do PSB e que caiu com o ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos; negócio firmado em 15 de maio de 2014, por US$ 8,5 milhões, também não foi registrado em cartório; inquérito da Polícia Federal apura que o Citation PR-AFA foi objeto de pagamentos à usina AF Andrade por seis CNPJs, em 16 transferências; Marina Silva também viajou na aeronave, mas seu vice, Beto Albuquerque (PSB-RS), insiste em dizer que as suspeitas "não são problema" do partido; advogados apontam ilegalidade num contrato sem comprador identificado

Brasil 247

Uma nova arbitrariedade surge no caso do avião usado pela campanha do PSB e que caiu com o ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos. No contrato de compra do jato da Cessna, firmado em 15 de maio de 2014, por US$ 8,5 milhões (R$ 19 milhões), não consta o nome do comprador. O documento também não foi registrado em cartório.

O avião pertencia a Alexandre e Fabrício Andrade, donos do grupo A. F. Andrade, de Ribeiro Preto (a 313 km de São Paulo), uma das maiores usinas de álcool no país, hoje em recuperação judicial, com dívidas de R$ 341 milhões.
Mais informações »

Jorge Furtado: “Voto contra tudo isso que está aí”

Posted: 01 Sep 2014 05:22 AM PDT


"Cineasta explica os motivos que o fizeram apoiar a reeleição de Dilma Rousseff

Jorge Furtado, Revista Fórum 

Se alguém me dissesse, em 2004 – quando o primeiro governo Lula sofria a oposição feroz de toda a mídia brasileira e tinha pouco ou nada para mostrar de resultados – que em dez anos o segundo turno da eleição presidencial seria disputado entre duas ex-ministras do governo Lula, uma pelo Partido dos Trabalhadores e uma pelo Partido Socialista Brasileiro, eu diria ao meu suposto interlocutor que a sua fé na democracia era um comovente delírio. A provável ausência, pela primeira vez no segundo turno das eleições presidenciais, de candidatos da direita autêntica, do PSDB, do DEM e do PTB, é mais uma boa notícia que a democracia nos traz. Imagina-se que, vença quem vença, muitos dos derrotados voltarão correndo para os braços confortáveis do novo governo, esta é a má notícia.

Tenho familiares e bons amigos que vão votar na Marina e também no Aécio. Eu vou votar na Dilma. Acho que foi o Todorov quem disse (mais ou menos assim) que a democracia nos reúne para que a gente resolva qual é a melhor maneira de nos separar. Não sou nem nunca fui filiado a qualquer partido, já votei em vários, tenho amigos em alguns. Neste que é o maior período democrático da nossa história (25 anos, sete eleições consecutivas), o Brasil não parou de melhorar e não há nada que indique que vá parar de melhorar agora.
Mais informações »
You are subscribed to email updates from Brasil! Brasil!
To stop receiving these emails, you may unsubscribe now.
Email delivery powered by Google
Google Inc., 20 West Kinzie, Chicago IL USA 60610



--
Francisco Almeida 




Postar um comentário