quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Fwd: BRASIL! BRASIL!


BRASIL! BRASIL!


Posted: 14 Dec 2011 05:20 AM PST

Correio do Brasil


"Pela segunda vez em 11 meses, o governador de Roraima, José de Anchieta Junior (PSDB), e seu vice Chico Rodrigues (sem partido) tiveram os mandatos cassados pelo Tribunal Regional Eleitoral de Roraima (TRE-RR). A sessão ocorreu na noite de terça-feira, em Porto Velho, com uma votação tensa e apertada. O governador e o vice poderão recorrer da decisão da Justiça Eleitoral.

Por 3 votos a 2, o TRE entendeu que houve irregularidade envolvendo gastos com despesas pessoais e pagamentos de colaboradores, além da compra de 45 mil camisetas (na cor amarela) em alusão à campanha política, antes do período autorizado pela legislação.  Porém, o pleno do TRE estava desfalcado."
Matéria Completa, ::Aqui::


Posted: 14 Dec 2011 05:13 AM PST

Cynara Menezes, CartaCapital

"No livro "You Are Not a Gadget" ("Você não é um aplicativo", editora Saraiva), lançado ano passado, o americano Jaron Lanier, um dos pioneiros da realidade virtual, adverte e lamenta que a internet esteja servindo para libertar o "troll interior" que todos carregamos.

Nós, seres cordatos e decentes na vida em sociedade, estaríamos sendo tentados pelo anonimato da rede a confessar em blogs e fóruns nossos pensamentos e preconceitos mais sórdidos. Uma espécie de Médico e o Monstro virtual cuja poção capaz de liberar o lado escuro é a certeza de que ninguém saberá que somos capazes de pensar aquelas coisas –além, claro, de evitar processos judiciais.

Lanier defende o fim dos comentários apócrifos, sem a identidade de seus autores, mas antes de tudo dá alguns conselhos às pessoas em geral para resistirem à sedução da trollagem. A primeira e mais importante delas é: nunca poste anonimamente a não ser que, se você se identificar, corra algum perigo. É um conselho muito bacana, mas ele esqueceu ou não quis se dirigir também aos trolls que estão detrás das telas destes trollzinhos, com colunas opinativas impressas ou em vídeo, instigando estes pensamentos e preconceitos sórdidos. Cevando os trolls interiores.

Foi-se o tempo em que recebíamos correntes de e-mails com artigos edificantes ou engraçados. Era até chato, eu sei, mas já comecei a sentir saudade, juro. Sobretudo de quando a leitura de uma coluna mexia comigo, quando era capaz de me fazer concordar, discordar ou até me fazer mudar de opinião sobre um assunto. Felizmente ainda há exceções, mas hoje alguns colunistas só conseguem me causar indignação. O que no passado era conhecido como "polemista" se transformou num criador de casos banal, tipo aquele bêbado do bar da esquina que provoca todo mundo. Na vida real, o bêbado iria causar repulsa nos frequentadores do boteco. No mundo virtual, arrasta um monte de gente atrás dele, rindo e replicando suas asneiras."
Artigo Completo, ::Aqui::


Posted: 14 Dec 2011 05:01 AM PST

Alana Gandra, Agência Brasil

"Apesar de uma pequena melhora em 2009, continua alta a concentração da renda gerada por alguns municípios brasileiros, revela a pesquisa Produto Interno Bruto dos Municípios 2005-2009, divulgada hoje (14) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Tomando por base a média dos 10% dos municípios com maior Produto Interno Bruto (PIB), observa-se que eles geraram 95,4 vezes mais renda do que a média de 60% das cidades com menor PIB. Os maiores indicadores foram observados na Região Sudeste. Na série entre 2005 e 2009, houve uma queda suave, disse à Agência Brasil a gerente da pesquisa, a estatística Sheila Zani.

"Só que essa queda muito suave não significa que não seja enorme. É imensa a concentração". A pesquisa por regiões mostra, contudo, que em quase todas elas esse indicador vem se mantendo ou caindo de forma muito suave. Só Goiás, no Centro-Oeste, registrou aumento do nível de concentração.

A pesquisa mostra os efeitos da crise internacional de 2009 sobre a renda gerada pelos municípios brasileiros, declarou Sheila Zani. "Em 2009, quem pensava em produzir para o mercado externo perdeu participação. Quem ganhou participação foram os municípios voltados para o mercado interno."

Ela lembrou que em decorrência das medidas adotadas pelo governo brasileiro para combater a crise financeira internacional, "aumentaram o crédito, o emprego e a massa salarial". A consequência foi o aumento do consumo doméstico. "O mercado interno não ficou tão abalado pela crise externa", acrescentou Sheila."
Matéria Completa, ::Aqui::


Posted: 14 Dec 2011 04:40 AM PST
Portal Terra

"O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva deixou na última terça-feira o Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, após realizar o terceiro ciclo de quimioterapia no combate a um câncer de laringe, diagnosticado em outubro. Antes de seguir para o seu apartamento, em São Bernardo do Campo, ele recebeu visitas e fez comentários sobre política. Em um deles, se mostrou animado com o desempenho de Fernando Haddad (PT), pré-candidato à prefeitura de São Paulo. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Durante o dia, Lula recebeu a visita do ministro da Saúde, Alexandre Padilha. No encontro, ele afirmou que está bastante animado com o desempenho de Haddad no atual cenário eleitoral. Uma pesquisa do Datafolha divulgada no fim de semana apontou que o petista oscila entre 3% e 4% das intenções de voto. "Ele está muito animado com a candidatura dele. Se ele já deu força ao pré-candidato desde a discussão interna, imagine quando esse debate for público", disse Padilha."




Posted: 13 Dec 2011 03:20 PM PST

"Um curioso espírito de ordem unida baixou sobre a Rede Globo, a Editora Abril, a Folha de S. Paulo, O Estado de S. Paulo e outros. Ninguém fura o bloqueio da mudez, numa sinistra brincadeira de "vaca amarela" entre senhores e senhoras respeitáveis. Como ficarão as listas dos mais vendidos, escancaradas por jornais e revistas? Ignorarão o fato de o livro ter esgotado 15 mil exemplares em 48 horas?

Gilberto Maringoni, Carta Capital

Há uma batata quente na agenda nacional. A mídia e o PSDB ainda não sabem o que fazer com A privataria tucana, de Amaury Ribeiro Jr. A cúpula do PT também ignora solenemente o assunto, assim como suas principais lideranças. O presidente da legenda, Rui Falcão, vai mais longe: abriu processo contra o autor da obra, por se sentir atingido em uma história na qual teria passado informações à revista Veja. O objetivo seria alimentar intrigas internas, durante a campanha presidencial de 2010. A frente mídia-PSDB-PT pareceria surreal meses atrás.

Três parlamentares petistas, no entanto, usaram a tribuna da Câmara, nesta segunda, para falar do livro. São eles Paulo Pimenta (RS), Claudio Puty (PA) e Amaury Teixeira (BA). O delegado Protógenes Queiroz (PCdoB-SP) começa a colher assinaturas para a constituição de uma Comissão Parlamentar de Inquérito sobre os temas denunciados no livro. Já o deputado Chico Alencar (PSOL-RJ) indagou: "Nenhum jornalão comentou o procuradíssimo livro A privataria tucana. Reportagens sobre corrupção têm critérios seletivos?"

O silêncio dos coniventes
O silêncio maior, evidentemente, fica com os meios de comunicação. Desde o início da semana passada, quando a obra foi para as livrarias, um manto de silêncio se abateu sobre jornais, revistas e TVs, com a honrosa exceção de CartaCapital.

As grandes empresas de mídia adoram posar de campeãs da liberdade de expressão. Acusam seus adversários – aqueles que se batem por uma regulamentação da atividade de comunicação no Brasil – de desejarem a volta da censura ao Brasil.

O mutismo sobre o lançamento mais importante do ano deve ser chamado de que? De liberdade de decidir o que ocultar? De excesso de cuidado na edição?

Um curioso espírito de ordem unida baixou sobre a Rede Globo, a Editora Abril, a Folha de S. Paulo, O Estado de S. Paulo e outros. Ninguém fura o bloqueio da mudez, numa sinistra brincadeira de "vaca amarela" entre senhores e senhoras respeitáveis. Que acordo foi selado entre os grandes meios para que uma das grandes pautas do ano fosse um não tema, um não-fato, algo inexistente para grande parte do público?"
Artigo Completo, ::Aqui::


Posted: 13 Dec 2011 02:53 PM PST

Ana Cláudia Barros, Terra Magazine

"Desde que foi lançado na última sexta-feira (9), o livro "A privataria tucana", do jornalista Amaury Ribeiro Jr., vem provocando rebuliço na blogosfera e movimentando o debate nas redes sociais. O reflexo da repercussão virtual pode ser medido nas livrarias, onde a procura pela obra fez com que as 15 mil cópias da primeira edição se esgotassem logo nos primeiros dias. O assunto, entretanto, não ganhou espaço na chamada grande mídia, que, por ora, silencia e se mantém longe do tema.

Na análise do professor aposentado de Ciência Política e Comunicação da UnB (Universidade de Brasília), Venício Artur de Lima, há, de fato, omissão dos veículos de comunicação, que, segundo ele, podem sofrer "graves danos" por essa postura.

- A grande mídia que, nos últimos meses, tem se especializado em denúncias em torno de figuras públicas envolvidas em supostas atividades de corrupção, ao ignorar um livro que documenta uma ação que envolve homens públicos e montantes inacreditáveis de dinheiro, coloca em risco sua credibilidade. O livro é um sucesso de vendas. Não é um jornalismo baseado em suposições, em condicionais. É um livro que faz acusações e as documenta.

Para Venício Lima, é a comprovação definitiva de que "a imprensa no Brasil é partidária e ocupa o papel dos partidos de oposição".

- Não só comprova isso, como comprova que ela só ocupa esse papel quando é oposição ao governo. Quando diz respeito a um fenômeno que envolve uma figura como a do (José) Serra, ex-governador de São Paulo, ex-candidato a presidente da República, a mídia, simplesmente, omite. Então, acho que essa omissão escancara uma questão de partidarização, de moralidade seletiva que só será ignorada por aqueles que consomem determinado tipo de mídia porque pensam da mesma forma - critica."
Matéria Completa, ::Aqui::


Posted: 13 Dec 2011 02:46 PM PST
Marina Dias, Terra Magazine

"O secretário-geral do PSDB, deputado federal Rodrigo de Castro (MG), afirmou que integrantes de seu partido irão se reunir em Brasília ainda esta semana para discutir quais providências serão tomadas a respeito das denúncias do livro "A Privataria Tucana", de autoria do jornalista Amaury Ribeiro Jr. De acordo com Castro, as conversas contarão com o parecer do ex-governador José Serra, um dos principais alvos das acusações de Amaury.

"A reportagem sobre o livro saiu neste fim de semana (na revista CartaCapital). Então, hoje, quando estão recomeçando os trabalhos em Brasília, a gente vai conversar dentro do partido e com o ex-governador José Serra para ver o que fazer. Vamos ver qual é o desejo dele, se acionar judicialmente ou apenas ignorar tudo isso", explicou o secretário-geral tucano em entrevista a Terra Magazine."
Matéria Completa, ::Aqui::


Posted: 13 Dec 2011 02:40 PM PST
"Justiça de São Paulo também manteve decisão de abrir nova licitação para substituir a Controlar, responsável pela inspeção veicular da cidade e investigada pelo Ministério Público por irregularidades na prestação do serviço

Fernando Porfírio, Brasil 247

A Justiça de São Paulo negou pedido para suspender a liminar que determinou a abertura de nova licitação para a escolha de empresa que será responsável pela inspeção veicular. Na mesma decisão foi mantido o bloqueio dos bens do prefeito Gilberto Kassab, do secretário do Verde e do Meio Ambiente, Eduardo Jorge, e das empresas Controlar S/A e CCR.

A decisão é do desembargador José Roberto Bedran, presidente do Tribunal de Justiça. Em novembro, a 11ª Vara da Fazenda Pública da Capital havia determinado a indisponibilidade dos bens de todos os acusados de irregularidade no sistema de inspeção veicular na capital paulista.

A prefeitura recorreu ao Tribunal alegando que com a abertura de nova licitação haveria um risco de "efeito multiplicador" com pedidos para a devolução da tarifa paga para a inspeção veicular.

De acordo com o despacho do desembargador José Roberto Bedran, isso não ocorrerá porque a decisão de primeira instância manteve de pé a necessidade e a realização do exame veicular, bem como a composição tarifária, impossibilitando o ajuizamento de pedidos de restituição das tarifas pagas.

O desembargador ainda ressaltou que a suspensão de uma liminar é medida excepcional concedida para evitar grave lesão à ordem, à saúde, à segurança e à economia públicas."
Matéria Completa, ::Aqui::


Posted: 13 Dec 2011 02:16 PM PST

"Objetivo do intercâmbio educacional é estimular o aperfeiçoamento acadêmico dos estudantes, abrangendo todas as classes sociais

Redação, Rede Brasil Atual

Em parceria dos ministérios da Educação e Ciência, Tecnologia e Inovação, a presidenta Dilma Rousseff anunciou nesta terça-feira (13), em Brasília, edital com oportunidade de mais 100 mil bolsas de estudo no exterior dentro do Programa Ciência sem Fronteiras, lançado em julho e gerenciado pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) e Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (Cnpq). A iniciativa de enviar estudantes para aprendizado em outros países, segundo a presidenta, corrige as diferenças sociais e dá as mesmas oportunidades para todas as classes.

São 75 mil bolsas financiadas pelo governo e 25 mil obtidas em parceria com empresas, como Petrobras e Vale. "Considero um dos grandes programas do meu governo", disse Dilma, ao considerar que a questão é "essencial" para os brasileiros. A presidenta ressaltou que, apesar de o país ter várias riquezas naturais e uma agricultura produtiva, o Brasil irá precisar em breve de homens e mulheres capazes de produzir conhecimento. As áreas prioritárias das bolsas são das ciências básicas, como matemática, física, química e biologia, com ênfase nas engenharias."
Matéria Completa, ::Aqui::


Posted: 13 Dec 2011 02:01 PM PST



Posted: 13 Dec 2011 01:44 PM PST


"Nos próximos dias um instituto de pesquisa entrega ao PSDB pesquisa encomendada pelo partido, como noticiou Poder Online, para testar o perfil e a intenção de votos dos pré-candidatos a prefeito de São Paulo.

O não-candidato José Serra pediu para que fosse incluído fora dessa. Não é piada.

A pesquisa, assim, inclui Bruno Covas, Ricardo Tripoli, Andrea Matarazzo e José Aníbal.

Antes de conhecer o resultado, no entanto, o PSDB constatou pela pesquisa do Datafolha que precisa estar de olho tanto no cenário de competidores como no de cabos-eleitorais, ou seja, a capacidade de o governador Geraldo Alckmin transferir votos já que o ex-presidente Lula e a Dilma Rousseff aparecem na consulta em condições bem favoráveis."




Posted: 13 Dec 2011 06:16 AM PST

 "Amaury Ribeiro também revela esquema de propina em privatizações do governo FHC

Do R7




Um esquema de propina na época das privatizações do governo Fernando Henrique Cardoso virou livro. Lançado com 15 mil cópias, A Privataria Tucana, do jornalista Amaury Ribeiro Jr., já está esgotado nas livrarias do país. 

Segundo o autor, um dos principais beneficiários do esquema teria sido o tucano José Serra e familiares dele. Amaury diz também que Serra montou um esquema para espionar o então governador mineiro Aécio Neves, que estava crescendo junto às bases do PSDB.

Para Amaury, o livro não foi bem recebido na imprensa por fazer muitas críticas sobre o comportamento da mídia nas eleições. Ainda de acordo com ele, Serra tentou negociar com o dono da editora para tentar barrar o livro.

- Ele nunca quis que o livro viesse à tona e ficava desequilibrado quando citavam meu nome."


Posted: 13 Dec 2011 06:08 AM PST

Ricardo Kotscho, Balaio do Kotscho

"Lançado faz apenas quatro dias, com 15 mil cópias, o livro A Privataria Tucana, do meu colega Amaury Ribeiro Jr., já é o mais vendido do país e está esgotado nas livrarias. O fenômeno editorial só não teve a oportunidade ainda de aparecer nas folhas da grande imprensa.

Como trata dos malfeitos do processo de privatização promovido pelo governo anterior, envolvendo com provas e documentos a fina flor do tucanato, até o momento em que comecei a escrever este texto, no final da tarde de segunda-feira, o livro foi solenemente ignorado.

O estrondoso silêncio contrasta com o barulho das denúncias contra ministros do governo atual, que repercutem imediatamente em todos os veículos, e passam semanas nas capas e manchetes.

Se o livro do Amaury não é bom e não prova nada, que se escreva isso com todas as letras. O que não dá é para fingir que o livro, resultado de mais de dez anos de pesquisas do repórter, não existe, é um fantasma criado pela blogosfera desvairada.

Meu amigo Nirlando Beirão, colega de trabalho aqui no R7 e no Jornal da Record News, já comentou o assunto em seu blog hoje ("Conheça o livro A privataria Tucana, de Amaury Ribeiro Jr.") e no telejornal com o Heródoto Barbeiro, na sexta-feira.

Volto ao tema apenas para fazer as perguntas aí do título, que já repeti mil vezes e ninguém me responde. É para isso que defendem a liberdade de imprensa com tanto fervor e chamam de censura qualquer tentativa de se regulamentar a área de comunicação social?

Trata-se do exemplo mais descarado de manipulação da informação e do tratamento seletivo das denúncias do "jornalismo investigativo" da velha imprensa.

Para quê e para quem, afinal, serve esta liberdade de imprensa pela qual todos nós lutamos durante os tempos da ditadura, que eles apoiaram, e hoje é propriedade privada de meia dúzia de barões da mídia que decidem o que devemos ou não saber?

As respostas, por favor, podem ser enviadas aqui para a área de comentários do Balaio."


Posted: 13 Dec 2011 05:45 AM PST

Info Online / Abr

"O Brasil está em quarto lugar entre 120 países com maior número de empreendimentos que podem receber o Selo Verde, nome pelo qual é conhecido o Leadership in Energy and Environmental Design (Leed), um protocolo de avaliação e certificação internacional de edifícios ecologicamente sustentáveis. Mesmo assim, apenas 1% do que é construído no país se encaixa no conceito de sustentabilidade ambiental.

De acordo com o gerente de Relações Institucionais e Governamentais da Green Building Council (GBC) Brasil, Felipe Faria, o país está à frente de nações como Canadá e Índia em número de certificados verdes e a demanda de mercado por construções sustentáveis não para de crescer. Mas os desafios nessa área ainda são grandes, segundo Fábio, sobretudo devido ao preconceito e à falta de informação.

"Os custos operacionais da edificação são baixos e, para os governos, é muito mais fácil investir em eficiência energética do que em aumento de produção de energia. Muitos ainda acham que os custos são maiores, mas, em muitos casos, sai mais barato investir em projetos verdes. Investir em eficiência energética e uso racional de água vale muito a pena".
Matéria Completa, ::Aqui::


Posted: 13 Dec 2011 05:14 AM PST

"Principais candidatos à sucessão na capital gaúcha, José Fortunati (PDT), Manuela D'Ávila (PCdoB) e Adão Villaverde (PT)  estão todos do mesmo lado; candidatura a reeleição de Fortunati está consolidada, mas PT ainda tenta convencer PCdoB a compor coligação

Rodolfo Borges, Brasil 247

O quadro da sucessão na prefeitura de Porto Alegre está definido. E pende para a esquerda. Parte de uma mesma base estadual, o prefeito José Fortunati (PDT), a deputada federal Manuela D'Ávila (PCdoB) e o presidente da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul, Adão Villaverde (PT), não chegaram a acordo para compor uma única coligação e lançaram pré-candidaturas individuais. "Entramos na disputa para ganhar", avisa o deputado estadual Villaverde, que não enxerga problema numa competição dentro do mesmo espectro ideológico.

Ao 247, Villaverde disse, contudo, que a única candidatura "mais consolidada" é a do prefeito pedetista. "Ainda vamos sentar com o PCdoB, o PSB, o PTB", projeta o presidente da Assembleia Legislativa gaúcha. Mas vai conseguir convencer a deputada Manuela D'Ávila a abandonar suas pretensões? "Nossa candidatura é para cabeça de chapa. Achamos legítimo que o PCdoB faça o mesmo. Vamos respeitar, sem propor disputa que não seja de conteúdo", diz Villaverde, insinuando que, para a composição, a deputada federal ficaria no máximo com a vice-candidatura."
Matéria Completa, ::Aqui::


You are subscribed to email updates from BRASIL! BRASIL!
To stop receiving these emails, you may unsubscribe now.
Email delivery powered by Google
Google Inc., 20 West Kinzie, Chicago IL USA 60610



--
Francisco Almeida / (91)81003406

Postar um comentário