terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Fwd: BRASIL! BRASIL!


BRASIL! BRASIL!


Posted: 13 Dec 2011 05:01 AM PST

Folha.com


O clima entre os tucanos José Serra e Aécio Neves, que andava ruim há muito tempo, nos últimos dias ficou péssimo, informa a coluna de Mônica Bergamo, publicada na Folha desta terça-feira (a íntegra está disponível para assinantes do jornal e do UOL, empresa controlada pelo Grupo Folha, que edita a Folha).

A pesquisa Datafolha que mostrou no domingo Serra com rejeição de 35% entre os paulistanos jogou balde de gelo em publicitários historicamente ligados ao PSDB que tentavam convencer o partido de que ele seria o melhor candidato à Prefeitura de SP.

Serra disse ontem a interlocutores que continua na mesma: não é candidato.

Na semana passada, Aécio, ao discursar como postulante ao Palácio do Planalto, defendeu que Serra seja o candidato tucano na eleição para a prefeitura.

"[A candidatura do Serra a prefeito] é o sentimento da grande maioria do partido, pela sua liderança, pelas candidaturas que já teve, extremamente competitivo", disse. "Não podemos forçar ninguém a ser aquilo que não quer, mas, no fundo, há uma esperança de que ele seja o candidato."


Posted: 12 Dec 2011 04:13 PM PST

"Resquícios neoliberais são pendências para segundo mandato de Cristina Kirchner após controle da dívida, redução do desemprego e crescimento econômico; Confira quadro comparativo

João Peres, Rede Brasil Atual

Que a Argentina de 2011 é substancialmente diferente da que foi às ruas há dez anos, é consenso entre analistas, observadores, turistas e cidadãos. Que há problemas remanescentes – e aos montes –, nem mesmo o governo de Cristina Kirchner, empossada no sábado (10) para seu segundo mandato, até 2015, está disposto a negar. Mesmo relutante em admitir certas realidades, a presidenta tem um o cenário de desafios a cumprir mesmo após uma década de crescimento econômico e transformações sociais. E não falta a quem culpar pelas pendências.

A vitória obtida em outubro, com 54% dos votos válidos, permite supor que a maioria da população vê o atual caminho como correto. O governo que tomou posse já encontra situação diferente. Nas semanas que antecederam o triunfo eleitoral e nas que se seguiram, Cristina e seus ministros abordaram principalmente as questões econômicas, que consideram prioritárias para um momento em que se agrava a crise internacional – a redução de subsídios, o rastreamento do trajeto do dólar cuja cotação era ascendente por causa da especulação e a reabertura do diálogo pacífico com os produtores rurais entram nessa conta."
Matéria Completa, ::Aqui::


Posted: 12 Dec 2011 03:42 PM PST
"O historiador Eric Hobsbawm em recente ensaio sobre o pensamento do revolucionário e intelectual italiano Antonio Gramsci, morto em 1937 vítima do regime fascista de Mussolini, apresenta-nos a versão sobre o conceito de Estado e hegemonia desse grande pensador marxista.

Eduardo Bomfim, Vermelho

Segundo ele Gramsci considerava o Estado como um amálgama entre instituições coercitivas e hegemônicas e que uma classe dominante não conta somente com o Poder coercitivo e a autoridade mas com o consentimento que deriva da liderança intelectual e moral.

Porque para se tornar hegemônica uma classe deve transcender a organização econômico-corporativa. De tudo isso podemos extrair lições da atual crise capitalista mundial e a hegemonia do capital financeiro global através das legiões armadas dos Estados Unidos, o onipresente império da época contemporânea.

Cujo domínio, imposto e muito assimilado, surgiu de vários fatores determinantes onde se destaca o aparato ideológico-cultural, difundido por um poderoso complexo multimidiático de abrangência planetária.

Outro dos mais importantes recursos para a atual dominação imperial em escala jamais conquistada por algum império na História da humanidade tem sido a chamada "governança global" que se efetivou através de um conceito especial a Gramsci, a edificação do "consenso".
Artigo Completo, ::Aqui::


Posted: 12 Dec 2011 03:47 PM PST



Posted: 12 Dec 2011 12:45 PM PST

Helena Sthephanowitz, Rede Brasil Atual

"Se o PSDB tivesse apenas o livro "A Privataria Tucana" para se preocupar...

No domingo, o Datafolha divulgou segunda pesquisa sobre a eleição de 2012 em São Paulo. O resultado mostra influência de Luiz Inácio Lula da Silva em alta, junto de rejeição a José Serra e baixo conhecimento de outros nomes tucanos na disputa.

O cenário "animou" o PT e "enfraqueceu a ala do PSDB" favorável a uma adesão ao PSD do prefeito Gilberto Kassab, segundo a Folha de S.Paulo.

Se fosse hoje, a eleição poderia ser quase decidida por Lula. São 48% os que escolheriam o candidato apoiado pelo ex-presidente, o que abre caminho para o crescimento do ministro da Educação, Fernando Haddad, pré-candidato único do PT e apoiado por Lula. Haddad, porém, fica entre 3% e 4% das intenções de voto.

Kassab tem aprovação de 20% dos entrevistados. O desempenho do vice-governador Guilherme Afif Domingos (PSD) também é de 3%, mas com pouca chance de crescimento. O jornal acredita que o resultado "induz" o PSDB a não abrir mão da cabela de chapa.

Os tucanos pré-candidatos também sofrem para decolar. Bruno Covas tem 6%. Andrea Matarazzo, 2%. José Aníbal, 3%. E Ricardo Trípoli, 2%."
Matéria Completa, ::Aqui::


Posted: 12 Dec 2011 03:47 PM PST

Ana Cláudia Barros, Terra Magazine

"O líder do PSDB no Senado, Alvaro Dias, minimizou as denúncias apresentadas no livro A Privataria Tucana, de autoria do jornalista Amaury Ribeiro Jr., lançado na última sexta-feira (9). Em entrevista a Terra Magazine, o parlamentar, que não costuma se negar a falar sobre casos de corrupção, contou que não leu o livro e chamou os fatos relatados por Ribeiro de "café requentado".

Por meio de documentos, o jornalista afirma ter comprovado desvios de recursos e pagamentos de propinas durante o processo de privatizações no governo do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. A obra descortina ainda, segundo o autor, um esquema de lavagem de dinheiro com conexões em paraísos fiscais, unindo membros do PSDB, como o ex-ministro da Saúde e ex-governador paulista José Serra, ao banqueiro Daniel Dantas. Pessoas vinculadas ao tucano, entre elas, sua filha, Verônica Serra, também são citadas.
O livro já teve a primeira edição com 15 mil exemplares esgotada, conforme Luiz Fernando Emediato, da Geração Editorial, que prepara nova tiragem com o mesmo número de cópias.

- Essas denúncias são da campanha (presidencial). Pelo menos, eu não vi nenhuma movimentação no PSDB em relação a elas. A primeira jornalista que me indaga a respeito disso é você. Não houve qualquer interesse, e tem vários dias que isso está na internet, nas redes sociais, e ninguém se interessou pela matéria. Exatamente porque é café requentado. Isso foi discutido na campanha e o propósito era eleitoreiro. Haviam anunciado a divulgação do livro na campanha, depois se adiou - diz Alvaro Dias."
Entrevista Completa, ::Aqui::


Posted: 12 Dec 2011 12:16 PM PST

"Terminei de ler o extraordinário trabalho jornalístico de Amaury Ribeiro Jr., "A Privataria Tucana", (Geração Editorial), o livro mais importante do ano. Para quem acompanha a vida política do país através de alguns blogs e da revista Carta Capital, não há grandes novidades além dos documentos que comprovam o que já se sabia: a privatização no Brasil, comandada pelo governo tucano, foi a maior roubalheira da história da república.

Jorge Furtado, Casa de Cinema de Porto Alegre / Vermelho

O grande mérito do livro de Amaury é a síntese que faz da rapinagem, e a base factual de suas afirmações, amparadas em documentos, todos públicos. Como bom jornalista, Amaury economiza nos adjetivos e esbanja conhecimento sobre o seu tema: o mundo dos crimes financeiros.

A reportagem de Amaury esclarece em detalhes como os protagonistas da privataria tucana enriqueceram saqueando o país. De um lado, no governo, vendendo o patrimônio público a preço de banana. Do outro, no mercado, comprando as empresas e garantindo vida mansa aos netos. Entre as duas pontas, os lavadores de dinheiro, suas conexões com a mídia e com o mundo político.

Protagonistas

Os personagens principais da maracutaia, fartamente documentada, são gente do alto tucanato: Ricardo Sérgio de Oliveira (senhor dos caminhos das offshores caribenhas, usadas pela turma para esquentar o dinheiro), Gregório Marin Preciado (sócio de José Serra), Alexandre Bourgeois (genro de José Serra), a filha de Serra, Verônica (cuja offshore caribenha, em sociedade com Verônica Dantas, lavou pelo menos 5 milhões de dólares), o próprio José Serra e o indefectível Daniel Dantas. Mas o livro tem também informações comprometedoras sobre o comportamento de petistas (Ruy Falcão e Antonio Palocci), sobre Ricardo Teixeira e sobre vários jornalistas.

A quadrilha de privatas tucanos movimentou cerca de 2,5 bilhões de dólares, há propinas comprovadas de 20 milhões de dólares, dinheiro que não cabe em malas ou cuecas. O livro revela também o indiciamento de Verônica Serra por quebra de sigilo de 60 milhões de brasileiros e traz provas documentais de sua sociedade com Verônica Dantas, irmã de Daniel Dantas, do Banco Opportunity, numa offshore caribenha."
Artigo Completo, ::Aqui::


Posted: 12 Dec 2011 12:04 PM PST

"Em nota, loja do Conjunto Nacional, em São Paulo, nega que tenha havido tentativa de compra de todas as unidades do livro, lançado na última sexta-feira e com estoque esgotado no mesmo dia

Brasil 247

A Livraria Cultura do Conjunto Nacional, em São Paulo, ainda não recebeu novos exemplares do livro "Privataria Tucana", do jornalista Amaury Ribeiro Junior, lançado na última sexta-feira, 9, e com estoque esgotado no mesmo dia. A obra traz revelações importantes sobre a era das privatizações, expõe o tráfico de influência comandado pelo ex-governador de São Paulo José Serra e revela ainda como uma guerra interna no ninho tucano deu origem a toda essa história.

Neste fim de semana, boatos começaram a surgir nas redes sociais dando conta de que houve tentativa, da parte de Serra, de comprar todas as unidades da livraria da Avenida Paulista, e assim impedir que outras pessoas o adquirissem. Ao Brasil 247, uma vendedora da loja confirmou a história, publicada no sábado. "O Serra ligou ontem [sexta-feira] à noite pedindo para reservar, porque ele iria comprar todos", disse uma fonte que não quis se identificar. "Foi ele mesmo quem ligou, mas nós não pudemos reservar. A gente quer vender o livro e parece que ele quer vetar a venda", acrescentou."
Matéria Completa, ::Aqui::


Posted: 12 Dec 2011 11:53 AM PST

"Legislativo paulista lança mão de medidas nunca publicadas no 'Diário Oficial' para aumentar número de funcionários das lideranças partidárias


Com base em dois atos internos de 2005 (11/2005 e 19-A/2005) que nunca foram publicados em Diário Oficial, a Mesa Diretora da Assembleia Legislativa de São Paulo cede funcionários a lideranças da Casa para beneficiar aliados e para esconder seu verdadeiro tamanho.

Por meio do mecanismo, lideranças chegam a ter até o triplo do número de funcionários permitidos pelo ato que regula a lotação máxima. Anteontem, a Casa divulgou a lista de funcionários e, em nota oficial, tentou explicar a manobra secreta com o fato das "atribuições das lideranças partidárias" terem sido ampliadas (leia abaixo).

Pelo ato 06/2011, o PSDB pode ter até 55 funcionários, mas tem atualmente 90. Destes, apenas 39 são contratados pela liderança, entre comissionados e efetivos. Os outros 51, segundo o líder tucano, deputado Orlando Morando, "estão lotados na Presidência e nas secretarias, onde originalmente foram contratados, mas hoje estão à disposição da liderança (do PSDB)".

Morando afirmou controlar a frequência dos funcionários e prometeu à reportagem " acesso a esse controle sem problema nenhum, no momento oportuno".
Matéria Completa, ::Aqui::


Posted: 12 Dec 2011 11:40 AM PST

Brizola Neto, Tijolaço.com

"O livro de Amaury Ribeiro Jr, a Privataria Tucana, é destaque na Folha.

Não no jornal, onde não merece nem uma linha, é claro.

Mas na Livraria da Folha, onde – apenas três dias depois de lançado  – já é o mais vendido, superando o livro de Eike Batista, que contou com ampla cobertura, inclusive com chamadas no site do jornal.

Depois a Ombudsman da Folha fala que a blogosfera dá olé na grande mídia.

Pudera, foi ela que criou este "sucesso clandestino" .
Talvez os editores de jornais, revistas, rádios e televisões não tenham se dado conta de que "a Sibéria do esquecimento" – como uma vez Leonel Brizola definiu o banimento dos meios de comunicação das pessoas e dos temas que desagradavam Roberto Marinho – esquentou muito depois do surgimento da internet.

O silêncio da mídia, retumbante como está sendo, não a cobre de suspeitas.
Cobre de vergonha a hipocrisia do moralismo seletivo que pratica."




Posted: 12 Dec 2011 11:31 AM PST

Hermano Freitas, Portal Terra

"O médico do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Roberto Kalil Filho, disse no final da manhã desta segunda-feira que os resultados preliminares de seus exames permitem otimismo. "Os primeiros resultados são animadores", disse o médico, acrescentando que mais detalhes seriam revelados à tarde.

O ex-presidente foi internado na manhã desta segunda-feira no hospital Sírio Libanês para a terceira e última sessão de quimioterapia contra um câncer na laringe, diagnosticado em outubro.

Lula chegou ao hospital pela garagem, sem acesso da imprensa por volta das 7h30 (horário de Brasília), e foi submetido a alguns exames, como uma laringoscopia e uma tomografia, para avaliar os resultados obtidos do tratamento.

O ex-presidente, de 66 anos, afirmou no domingo estar confiante no sucesso do tratamento. "Os médicos estão otimistas, então eu não tenho porque não estar", disse Lula, que posou para fotos sem o chapéu que usava para esconder a cabeça raspada."
Matéria Completa, ::Aqui::


You are subscribed to email updates from BRASIL! BRASIL!
To stop receiving these emails, you may unsubscribe now.
Email delivery powered by Google
Google Inc., 20 West Kinzie, Chicago IL USA 60610



--
Francisco Almeida / (91)81003406

Postar um comentário