terça-feira, 12 de julho de 2011

O BRASIL SEM MISÉRIA: O programa tem o objetivo de tirar 16 milhões de brasileiros da pobreza extrema

Blog do Airton Faleiro:
"O Plano Brasil Sem Miséria pretende acabar, até o fim de 2014, com a pobreza extrema no Brasil. O programa, com orçamento anual de R$ 20 bilhões, é considerado uma das principais bandeiras do governo da presidente Dilma Rousseff, que com ele buscará cumprir sua principal promessa de campanha, acabar com a miséria, e justificar o slogan de seu governo – “Brasil, país rico é país sem pobreza”.


O Brasil Sem Miséria, além de tentar acabar com a pobreza extrema, busca criar aquilo que os críticos do Bolsa Família mais pediam: uma porta de saída para o Bolsa Família. Nas várias ações que pretende colocar em prática com o novo programa, o governo prevê capacitar, nas cidades, 1,7 milhão de pessoas.

Confira abaixo os principais dados do programa:

Objetivo

Tirar da miséria, até 2014, os 16 milhões de brasileiros que vivem nesta situação.

Orçamento

R$ 20 bilhões por ano

Quem são essas pessoas

São considerados miseráveis os brasileiros que vivem em famílias cuja renda per capita é de até R$ 70

59% estão no Nordeste, 21% no Sul e Sudeste e 20% no Norte e no Centro Oeste
40% têm menos de 14 anos
47% estão no campo e 53% nas cidades

Quais são as promessas


No campo

Criação de equipes técnicos agrícolas para auxiliar as famílias. Serão 11 técnicos para cada mil famílias
Pagamento de 4 parcelas semanais de R$ 600 para 253 mil famílias para a compra de insumos agrícolas e equipamentos
Aumentar de 66 mil para 255 mil o número de famílias que vendem alimentos ao governo para pelo Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), destinado a doação e à formação de estoques
Bolsa Verde: cada família em situação de extrema pobreza vai receber R$ 300 por trimestre se preservar florestas nacionais, reservas extrativistas e de desenvolvimento sustentável.
Construção de cisternas para plantio e criação de animais para 600 mil famílias
Construção de cisternas para armazenamento de água para consumo para 750 mil famílias

Na cidade
Parceria com Estados e municípios para criar banco de empregos
Abertura de vagas em 200 tipos de cursos técnicos
Apoio às prefeituras para a criar 60 mil vagas de catadores de lixo e desenvolver infraestrutura para até 280 mil catadores

Mudanças no Bolsa Família

Até agora, cada família participante do Bolsa Família podia receber, no máximo, três benefícios de R$ 32 para os filhos de até 15 anos, mesmo que tivesse mais crianças. A partir de agora, esse limite vai para cinco benefícios. A expectativa é que, com essa mudança, o número de crianças e adolescentes atendidos pelo Bolsa Família passe dos atuais 15,7 milhões para 17 milhões.

Fonte: Época

– Enviado usando a Barra de Ferramentas Google"
Postar um comentário