quarta-feira, 6 de abril de 2011

Ibama doa 1,6 mil bois criados de maneira ilegal no Pará ao Programa Fome Zero

Portal MS :
 Operação destina 1,6 mil bois ilegais no Pará ao Programa Fome Zero

"Crédito: Nelson Feitosa/ Ibama
Bois apreendidos no Pará.


Operação do Ibama realizada no sudeste e sudoeste do Pará apreendeu até esta segunda-feira (4) cerca de 1,6 mil bois que estavam em áreas desmatadas e embargadas pelo órgão, sendo criados de maneira ilegal. Os animais deverão ser doados ao Programa Fome Zero.


A ação ocorre desde o dia 31, quando agentes ambientais ocuparam três fazendas no estado, e faz parte de uma operação mais ampla, chamada Disparada, que fiscaliza a presença de gado em floresta derrubada em cinco regiões da Amazônia, incluindo Mato Grosso e Amazonas.

Até agora, o Ibama apreendeu cerca de 500 bois no município de Cumaru do Norte, 200 em São Félix do Xingu e 900 em Altamira, no Pará. Todos estão na lista dos que mais desmatam a Amazônia no estado, segundo dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).

De acordo com o órgão, o número já chega a 4,5 mil cabeças de gado apreendidas em toda a Amazônia, incluindo fiscalizações no município de Lábrea (AM) e Sinop (MT). O gado encontrado deverá ser doado ao Programa Fome Zero, do Ministério de Desenvolvimento Social.

A presença dos bois em áreas embargadas impede a regeneração natural da floresta. Proprietários que usaram os locais como pastos devem receber multa de R$ 5 mil por hectare e até R$ 1 milhão pelo desrespeito à legislação ambiental, segundo o Ibama. Até o momento, o órgão já aplicou quase R$ 15 milhões aos três proprietários que continuaram criando gado de maneira irregular.




– Enviado usando a Barra de Ferramentas Google"
Postar um comentário