quinta-feira, 17 de março de 2011

Presidenta: não se mexe em direito do trabalhador

Conversa Afiada:

"Presidenta: não se mexe
em direito do trabalhador

A Presidenta deu excelente entrevista a Claudia Safatle, no Valor, nas págs. A6 e A7:

Naquele estilo dela: claro, pão-pão-queijo-queijo.

E define um programa de Governo que entusiasma.

A herdeira do Nunca Dantes vai imprimir a sua marca.

Eis um resumo.

- O que separa o Brasil do resto do mundo é que o Brasil tem água.

(O FHC diz que “aqui venta muito”)

- O Brasil tem na energia uma diferença estratégica e competitiva.

- Pré-sal é para exportar – agregar.

- Ela quer matriz energética limpa.

- Ela não brinca com inflação: o objetivo é a meta de 4,5%.

- O Brasil vai crescer este ano entre 4,5% e 5%.

- Esse negócio de “PIB potencial” é bobagem.

- A inflação não é de demanda.

- Ela não vai derrubar a economia.

- Vai fazer concessões em aeroportos.

- Cortar o custeio é como cortar as unhas – tem que cortar, sempre !

- O mercado implica com o Banco Central porque não tem ninguém do mercado na diretoria.

- Não queremos ser só commoditizados. Queremos agregar valor.

- Temos petróleo, biocombustivel, hidrelétrica, minério e somos uma potencia alimentar.

- Quer que brasileiros estudem Exatas nos Estados Unidos.

- Vai fazer uma parceria com Obama em satélites para o clima.

- Não concorda com o apedrejamento de mulher no Irã nem com prisão sem julgamento, como em Guantánamo.

- Não vem que não tem: não vai tirar direito de trabalhador.

- O Brasil assumiu seu papel internacional.

- Não cabe mais numa “Aliança para o Progresso”.

- A desigualdade de renda é ruim politicamente, socialmente e não é boa para a economia.

- “Que outro país do mundo tem a reserva de petróleo que nós temos, que não tem guerra, não tem conflito étnico, respeita contratos e tem princípios democráticos perfeitamente claros e uma visão de mundo tão generosa e pró-paz ?”



– Enviado usando a Barra de Ferramentas Google"
Postar um comentário