sexta-feira, 30 de outubro de 2009

Governadora anuncia mais benefícios no Dia do Servidor Público

Da Redação
Agência Pará

Realização de concursos públicos, mesa permanente e democrática de negociação salarial, investimentos em qualificação profissional e auxílio alimentação para todos os servidores são alguns dos avanços registrados pelo funcionalismo público estadual nos últimos três anos. E nesta quarta-feira (28), Dia do Servidor Público, a governadora Ana Júlia Carepa proporcionará mais um importante benefício aos servidores. Ela assinará às 10 horas, no auditório do Palácio dos Despachos, convênio com o Banco do Brasil para permitir ao funcionalismo estadual, enquanto pessoa física, o acesso a crédito para financiamento de imóveis.

Em comemoração à data, a governadora também anunciará após a assinatura do convênio com o BB a contratação de mais servidores aprovados em concurso para a Secretaria de Estado de Educação (Seduc).

Entre todas essas conquistas, a mudança de postura do governo em um dos momentos mais delicados para ambos os lados - a discussão sobre melhorias salariais - é considerada um diferencial. "A negociação salarial é uma das principais marcas do governo de Ana Júlia Carepa no trato com o servidor público estadual", afirmou o presidente do Partido dos Trabalhadores (PT), João Batista, numa avaliação corroborada pelo coordenador regional do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), Roberto Sena. "Eu classifico como um dos principais avanços do governo Ana Júlia a retomada das negociações salariais com os servidores", destacou.

A relação com o servidor público, segundo João Batista, "é um princípio que o partido aplica nas gestões municipais, estaduais e federal, que é a valorização do servidor, o diálogo permanente e as melhorias nas condições de trabalho. A despeito de todas as dificuldades e de todo o descaso dos governos tucanos, a governadora busca melhorar as condições de vida dos servidores", ressaltou.

Roberto Sena lembrou que no período de 1995 a 2006 os trabalhadores tiveram apenas quatro oportunidades para negociar salários com os ex-governadores Almir Gabriel e Simão Jatene, ambos do PSDB. Outro dado significativo, citou ele, é a perda salarial, que em 11 anos (1995 a 2006) chegou a 70%. "Isso achatou o salário dos servidores", disse o coordenador do Dieese.

Reajustes - Quando assumiu o governo do Pará, em 2007, Ana Júlia Carepa reajustou em 10% os vencimentos dos servidores públicos estaduais. "Foi o maior reajuste concedido por um governador em todo o país", garantiu Roberto Sena. Em 2008, houve reajuste entre 7 a 10%, e em 2009 os aumentos variaram de 6 a 9%.

Outro avanço para o funcionalismo público estadual foi a retomada dos concursos públicos. Em apenas três anos de gestão já foram realizados mais de 27 concursos e contratados mais de 27 mil novos servidores, segundo dados da Secretaria de Estado de Governo (Segov. Entre os órgãos da administração pública que tiveram os quadros funcionais renovados pelos concursos estão as Secretariasde Segurança Pública (Segup), de Educação (Seduc) e de Saúde Pública (Sespa).

A próxima etapa no processo de valorização do servidor público é a a implantação do Plano de Cargos e Salários. "Já estamos avançando nas discussões e, em breve, esta meta do movimento sindical deverá ser uma realidade", disse Roberto Sena.

Edir Gillet - Secom
Postar um comentário