sexta-feira, 22 de agosto de 2014

Via Email: Lula: mídia é o principal partido de oposição

BRASIL! BRASIL!



Lula: mídia é o principal partido de oposição

Posted: 22 Aug 2014 03:40 AM PDT


"No programa eleitoral do PT desta quinta-feira (21), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva criticou "uma das piores campanhas negativas de certa imprensa que se tornou o principal partido de oposição"; segundo ele, a mídia esconde os feitos do governo Dilma e voltou a pedir voto para sua afilhada política; ele se referia a grandes obras não mostradas, como a da transposição do rio São Francisco: "Eu tenho certeza que você já está surpreso com tanta coisa que a Dilma fez e que você não sabia"; "Essa campanha vai servir exatamente para isso. Para você ver como certa imprensa gosta mais de fazer política do que informar bem"

Brasil 247

No programa eleitoral do PT desta quinta-feira (21), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva criticou "uma das piores campanhas negativas de certa imprensa que se tornou o principal partido de oposição".

Segundo ele, a mídia esconde os feitos do governo Dilma e voltou a pedir voto para sua afilhada política. Ele se referia a grandes obras não mostradas, como a da transposição do rio São Francisco, em PE.

"Eu tenho certeza que você já está surpreso com tanta coisa que a Dilma fez e que você não sabia", disse.

"Essa campanha vai servir exatamente para isso. Para você ver como certa imprensa gosta mais de fazer política do que informar bem. Como só consegue falar mal e é capaz de esconder obras fundamentais, que estão transformando o Brasil", atacou Lula.

O ex-presidente disse que sua sucessora fez "muita coisa, muita mesmo" e que só conseguiu isso porque fez um governo de continuidade. Ao mesmo tempo, não esqueceu do desejo de mudança expresso pela maioria da população em pesquisas.

"Por isso eu lhe peço: não deixe a mudança parar, não deixe o Brasil parar de mudar."

Charge do Bessinha

Posted: 21 Aug 2014 06:04 PM PDT


Divisionista, Marina faz 'strike' no PSB de Campos

Posted: 21 Aug 2014 06:00 PM PDT

"Não há mal-entendido; nas primeiras 24 horas após ser indicada candidata pelo PSB, Marina Silva abalou, de cima até embaixo, estrutura partidária e alianças firmadas, uma a uma, por Eduardo Campos; coordenadores Carlos Siqueira e João Câmara, puxador de votos em Minas Gerais Alexandre Kalil, governador do Mato Grosso do Sul, André Puccinelli, e deputado Nelson Trad (MS) deixam campanha; "O que me interessava no partido caiu de avião", disse, em seu estilo rude, o presidente do Atlético Mineiro; ex-coordenador Siqueira rompeu relações chamando Marina de "grosseira"; ela alegou "mal-entendido"; o que fica demonstrado, porém, é que o personalismo de Marina não admite diálogo, convivência e, menos ainda, contestação; depois de sair do PT, dividir o PV e abortar o Rede, ex-ministra derruba pinos no PSB; strike!

Brasil 247

 Não há mal-entendido, apesar de ter sido esta a alegação da ex-ministra Marina Silva para a saída do coordenador de campanha Carlos Siqueira. Assim como ele fez ontem, no momento seguinte após dizer à candidata que rompia relações com ela, em reunião da cúpula do PSB, nesta quinta-feira 21 o partido sofreu novas perdas. Todas elas estratégicas, que haviam sido amarradas, uma a uma, pessoalmente, pelo ex-governador Eduardo Campos.

Nas primeiras 24 horas de candidata a presidente, ainda que não tenha registro no TSE e já tenha iniciado sua propaganda, Marina fez um verdadeiro 'strike' em seu próprio time – expressão usada no boliche quando o jogador derruba, com uma única jogada, todos os dez pinos de um vez.
Mais informações »

Antes de começar, campanha de Marina entra em crise

Posted: 21 Aug 2014 05:42 PM PDT


Ricardo Kotscho, Balaio do Kotscho

"Não deu outra. Bem que avisei, desde o primeiro dia, que isso não daria certo.  Antes mesmo de começar a campanha, no dia em que foi ungida candidata a presidente pelo PSB, Marina Silva abriu a primeira grande crise na estranha aliança ambientalista-socialista, ao bater de frente com o pessebista histórico Carlos Siqueira, que era uma espécie de José Dirceu de Eduardo Campos, coordenador-geral da campanha presidencial do ex-governador pernambucano, que morreu num acidente aéreo na semana passada. Como escrevi aqui outro dia, o mundo de Marina se divide entre quem manda e quem obedece. Quem manda é ela. Siqueira não obedeceu e já caiu fora.

"Não tenho magoa nenhuma dela, apenas acho que quando se está numa instituição como hospedeira, como ela é, tem que respeitar a instituição, não se pode querer mandar na instituição. Ela que vá mandar na Rede dela, porque, no PSB, mandamos nós", desabafou o ex-chefe da campanha de Eduardo nesta quinta-feira, ao deixar a reunião do PSB com partidos coligados, em Brasília, para oficializar a nova chapa presidencial.
Mais informações »

Crise no programa de TV desespera tucanato

Posted: 21 Aug 2014 05:07 PM PDT


Fernando Brito, Tijolaço  

"Análise de programas de propaganda eleitoral na televisão, há uns 15 anos, deixaram de ser feitas na base do “achismo”.

Tudo é medido, com grupos de pesquisa qualitativa – onde as pessoas não sabem para quem estão comentando – ou até com alguns equipamentos que registram a reação do telespectador diretamente.

Isso é   mantido a sete chaves pelas equipes de propaganda, que procuram se orientar pelos resultados.

Mas alguma coisa vaza, sobretudo quando é obvia.

O efeito dos programas de Aécio, até agora, foi zero, ou abaixo de zero.

A cúpula tucana sabe disso e está desesperada em busca de solução."
Matéria Completa, ::AQUI::

Marina e a opção da ligação direta com o eleitor

Posted: 21 Aug 2014 04:59 PM PDT

Bob Fernandes, Terra Magazine

Como pode justo William Bonner chamar alguém de “robô”?

Posted: 21 Aug 2014 04:20 PM PDT

Eduardo Guimarães, Blog da Cidadania

Se faltava prova da diferença com que o Jornal Nacional tratou os candidatos à Presidência da República ao longo das duas últimas semanas, mensagem que o “âncora” William Bonner postou no Twitter (vide imagem acima) em resposta à enxurrada de críticas que recebeu na internet por desrespeitar Dilma Rousseff (como pessoa), dirime a questão.

Das quatro entrevistas que o telejornal apresentou, só a de Dilma Rousseff levou Bonner a se manifestar publicamente, apesar de, em sua mensagem no Twitter, ter tentado vender a tese de que as militâncias de todos os candidatos não gostaram do seu trabalho.

Muitos se divertiram, em blogs e redes sociais, com a alusão de Bonner a “blogueiros sujos”, expressão criada por José Serra na campanha eleitoral de 2010 para se referir aos blogueiros que se opuseram à sua candidatura presidencial e apoiaram a de Dilma Rousseff. Porém, o mais “espetacular” da assunção pelo âncora do JN de seu papel político é ter chamado de “robôs” aqueles que o criticaram."
Matéria Completa, ::AQUI::

Posted: 21 Aug 2014 03:49 PM PDT


"Taxa de desocupação em julho ficou estável nas quatro regiões metropolitanas pesquisadas – São Paulo (4,9%), Recife (6,6%), Rio de Janeiro (3,6%) e Belo Horizonte (4,1%) – e mostram mínimas histórias de desemprego no País; a despeito de todas as previsões de recessão na economia, dados da Relação Anual de Informações Sociais (Rais) apontaram essa semana que rendimento real médio do trabalhador cresceu 3,18% em 2013 e que o Brasil gerou 1,49 milhões de empregos formais no período; para o ministro do Trabalho, Manoel Dias, números refletem que o mercado de trabalho continua em expansão e não há indícios de retração

Brasil 247

Dados divulgados nesta quinta-feira 21 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) apontam para uma situação de pleno emprego no País. As quatro regiões metropolitanas pesquisadas mostraram estabilidade na taxa de desocupação de junho para julho desse ano: Recife (6,6%), Belo Horizonte (4,1%), Rio de Janeiro (3,6%) e São Paulo (4,9%). Em relação a julho de 2013, houve estabilidade em Recife e Belo Horizonte, e recuos no Rio de Janeiro e em São Paulo.
Mais informações »

Charge do Bessinha

Posted: 21 Aug 2014 06:26 AM PDT


A crise que não sai nos jornais

Posted: 21 Aug 2014 06:25 AM PDT

Luciano Martins Costa, Observatório da Imprensa

"Começou a campanha eleitoral na televisão, considerada o recurso mais eficiente para a colheita de votos, e não se fala de outra coisa nos jornais.

Evidentemente, trata-se apenas de uma força de expressão, porque os diários seguem trazendo aquele mesmo cardápio variado de assuntos, determinado pela divisão das folhas em seções especializadas. O que muda é a abordagem dos mesmos temas: agora, mais do que nunca, o que sai, como sai e principalmente o que não sai na imprensa fica condicionado ao efeito que a notícia pode produzir nas urnas.

Nesta quarta-feira (19/8), o destaque do trivial variado é a prisão do ex-médico Roger Abdelmassih, condenado a 278 anos de prisão por 48 estupros e foragido desde janeiro de 2011. Também há registros sobre a crise hídrica que afeta principalmente a região metropolitana de São Paulo, além de outras variedades. Mas já se percebe que o noticiário político foi conectado ao que dizem os candidatos na propaganda eleitoral – e o noticiário econômico tende a seguir no mesmo tom.
Mais informações »

Eleição: qualquer estratégia desqualificadora é bumerangue

Posted: 21 Aug 2014 06:15 AM PDT

Gunter Zibell, GGN


"Qualquer estratégia desqualificadora é bumerangue

Ref. ao post Marina abocanha 70% dos eleitores de Aécio no 2o turno, diz pesquisa

O próprio PT deveria lembrar da época do "quanto mais bate mais cresce". Não era o que se falava em 2006?

Não fazer campanha de ódio favorece a quem não faz, portanto. Aliás, ponto positivo para os peessebistas e marinistas, é raro vê-los desfiando falsas narrativas em relação a Aécio, Genro, Jorge ou Dilma. Espero que esse nível se mantenha, posto que até dá orgulho participar de algo assim.

Uma das coisas sem sentido que vi é uma campanha em redes sociais para LGBTs não votarem em Marina por ela ser evangélica. Mas assim, sem que haja algum posicionamento melhor dentre os dois principais.
Mais informações »

Polícia Federal intima Serra a depor sobre cartel de trens em São Paulo

Posted: 21 Aug 2014 06:04 AM PDT

Flávio Ferreira, Marcio Carvalho / Folha de S. Paulo

"A Polícia Federal intimou o ex-governador paulista e candidato ao Senado José Serra (PSDB) para depor sobre os contatos que manteve com empresas do cartel de trens que atuou no Estado entre 1998 e 2008, de acordo com documento obtido pela Folha.

A polícia quer saber se o tucano, quando era governador, atuou a favor das multinacionais CAF e Alstom numa disputa com outra empresa do cartel, a Siemens, como sugerem e-mails e o depoimento de um executivo à PF.
Além de Serra, outras 44 pessoas serão ouvidas pela polícia, que investiga suspeitas de fraude em licitações em sucessivos governos do PSDB. O depoimento de Serra foi marcado para 7 de outubro, dois dias após o primeiro turno das eleições deste ano.

Também foram convocados o ex-secretário dos Transportes Metropolitanos José Luiz Portella, o atual presidente da estatal CPTM Mário Bandeira e o ex-presidente do Metrô Sérgio Avelleda."
Matéria Completa, ::AQUI::

Audiência do jn cai abaixo dos 20 pts !

Posted: 21 Aug 2014 05:51 AM PDT

"Precisou da Dilma para subir de novo. Quem manda querer inventar o Everaldo ?

Paulo Henrique Amorim, Conversa Afiada

Horário eleitoral derruba audiência, e JN fica abaixo de 20 pontos


RESUMO: Exibido mais cedo, às 19h55, por causa do horário eleitoral gratuito, o Jornal Nacional registrou 19,7 pontos na Grande São Paulo, queda de 19% em relação às quatro terças-feiras anteriores. O telejornal entrevistou o presidenciável Pastor Everaldo, do PSC. Após a propaganda política, Império não foi prejudicada pela propaganda política e consolidou 30,2 pontos.

(…)


Em tempo: audiência da entrevista com Dilma foi a maior após a Copa do Mundo.

Com Dilma Rousseff, JN tem maior audiência após Copa do Mundo


RESUMO: A entrevista com a presidente Dilma Rousseff rendeu ao Jornal Nacional a maior audiência após a Copa do Mundo: 28,0 pontos na Grande São Paulo, o melhor desempenho do telejornal com presidenciáveis até agora. A participação de Aécio Neves, do PSDB, no dia 11, registrou 22,8 pontos. Com Eduardo Campos, do PSB, o JN marcou 23,6 na última terça (12)
.

(…)

Vontade de Dilma enterrada pelo Congresso, plebiscito da reforma política volta à tona

Posted: 21 Aug 2014 05:46 AM PDT

Manifestantes foram às ruas do centro de São Paulo no último dia 12 por Constituinte exclusiva
"Movimentos organizam consulta à sociedade entre 1º e 7 de setembro, em meio a um período eleitoral guiado por influência das doações privadas, e esperam fomentar debate que não será feito no Congresso

Eduardo Maretti, RBA

O movimento pelo Plebiscito Popular por uma Constituinte Exclusiva e Soberana do Sistema Político entrou na reta final no último dia 12 com um ato no centro de São Paulo e objetivo de colocar na agenda nacional muito mais do que faz supor a única pergunta que os cidadãos irão responder na consulta, marcada para ocorrer entre os dias 1° e 7 de setembro: "Você é a favor de uma Constituinte Exclusiva e Soberana sobre o sistema político?"
 
Segundo a Secretaria Operativa Nacional do movimento, 373 entidades – movimentos sociais e sindicais, associações e partidos políticos – trabalham pelo plebiscito. Já foram criados cerca de mil comitês populares no país. Os ativistas que trabalham no movimento e, consequentemente, por uma reforma política ampla e com participação popular, não acreditam que mudanças significativas possam ocorrer no âmbito do Congresso Nacional.
Mais informações »
You are subscribed to email updates from Brasil! Brasil!
To stop receiving these emails, you may unsubscribe now.
Email delivery powered by Google
Google Inc., 20 West Kinzie, Chicago IL USA 60610



--
Francisco Almeida 




Postar um comentário