terça-feira, 19 de novembro de 2013

Via Email: BRASIL! BRASIL!: Sinto nojo e ódio da mídia e da suprema corte do meu país


BRASIL! BRASIL!


Fator Marina já não ajuda Eduardo Campos. E agora?

Posted: 19 Nov 2013 02:37 AM PST


"Ibope mostrou queda dos dois nomes do PSB - o de Eduardo Campos e o de Marina Silva (mais acentuado); com adesão da ex-senadora, governador pernambucano chegou aos dois dígitos das pesquisas, mas agora caiu e volta a ter 7% das intenções de votos; somado a isto, discurso da terceira via e da quebra da dualidade PT-PSDB ainda não se mostrou eficiente; alianças políticas para gerar tempo de propaganda ainda engatinham; acordo de não-agressão com o PSDB pode ser muito limitador; críticas ao governo federal também têm alcance limitado, embora pesquisa mostre certo desejo de mudança; a menos de oito meses para início da campanha, Campos tem enormes desafios pela frente

Valter Lima, Brasil 247

Passado o efeito surpresa da adesão da ex-senadora Marina Silva ao projeto do PSB, o que, no primeiro momento, turbinou os números do presidenciável do partido, o governador pernambucano Eduardo Campos, fazendo com que ele chegasse aos dois dígitos nas pesquisas, a mais recente sondagem do Ibope, divulgada nesta segunda-feira (18), mostra uma queda nas intenções de voto – tanto dele quanto dela. Em outubro, Campos pontuou em 10%, enquanto Marina apareceu com 21%. Agora, ele caiu para 7% e ela para 16%. Diante de tais dados, fica mantido o desafio do governador de Pernambuco de quebrar a dualidade entre PT e PSDB e se apresentar, com consistência, como terceira via.
Mais informações »

Pizzolato revela na Itália dossiê que embaraça julgamento de Barbosa

Posted: 19 Nov 2013 02:21 AM PST


Jobim presidiu o STF no início do processo do 'mensalão'
Correio do Brasil

"O pior pesadelo do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, que tem dado repetidas mostras de interesse pela vida política, começa a se transformar em realidade nas próximas horas, em Roma. O ex-diretor do Banco do Brasil Francisco Pizzolato fará chegar às mãos de seus advogados italianos o relatório de perto de mil páginas, que o Correio do Brasil divulga, com exclusividade, no qual apresenta provas de que o dinheiro que deu origem à Ação Penal 470 no STF origina-se em uma empresa privada e não de um ente público, como afirma o relatório de Barbosa.

Para ocultar este fato, que coloca por terra o argumento que levou os réus na AP 470 ao Complexo Penitenciário da Papuda, segundo o dossiê apresentado por Pizzolato, que tem cidadania italiana, o então procurador-geral da República Antonio Fernando de Souza e o ministro Joaquim Barbosa criaram, em 2006, e mantiveram sob segredo de Justiça dois procedimentos judiciais paralelos à Ação Penal 470. Por esses dois outros procedimentos passaram parte das investigações do chamado caso do 'mensalão'.
Mais informações »

Charge do Bessinha

Posted: 18 Nov 2013 03:36 PM PST


Sinto nojo e ódio da mídia e da suprema corte do meu país

Posted: 18 Nov 2013 03:35 PM PST


Bepe Damasco, Blog do Bepe

"Em primeiro lugar, quero me desculpar com os amigos e amigas que me prestigiam com sua atenção.É que o mundo, literalmente, desabou sobre nossas cabeças em pleno feriado da Proclamação da República e eu nada pude postar porque estava fora do Rio, sem acesso à internet. Quando viajei, tudo indicava que os mandados de prisão dos condenados na Ação Penal 470 só seriam expedidos no começo desta semana. Contudo, como não há limite para a sanha vingativa, mesquinha, autoritária e eleitoreira de Joaquim Barbosa, tudo se preciptou no dia 15. A inspiração para o título deste post é uma frase indignada do doutor Ulisses Guimarães, que no auge do regime ditatorial disparou : "Tenho ódio e nojo da ditadura". Mais de 40 anos depois, em plena vigência do regime democrático, experimento a mesma sensação de asco e revolta em relação a  um Supremo Tribunal Federal que se curva diante do monopólio de direita que controla a mídia no Brasil e manda para a cadeia, sem provas e da forma mais infame, integrantes da generosa e heroica geração de brasileiros que resistiu à ditadura e ajudou a construir o regime de liberdades e franquias democráticas de hoje.
Mais informações »

Imprensa vai fazer força-tarefa para investigar tucanos

Posted: 18 Nov 2013 03:10 PM PST


Ricardo Kotscho, Balaio do Kotscho

"Peço licença ao colega Antônio Prata, legítimo herdeiro do Mário Prata, para usar de sua fina ironia neste artigo sobre a "isenção" e a "independência" da mídia brasileira no caso do julgamento e da condenação dos dirigentes do PT, mas já vou logo avisando, para evitar mal entendidos, que se trata de um texto de ficção.

Assim que foram proclamadas as sentenças do STF na quarta-feira, os altos dirigentes do instituto Os Milenares, que reúne a nata da imprensa brasileira, fizeram uma reunião de emergência destinada a formar uma força-tarefa com representantes de todos os veículos para investigar os malfeitos tucanos, do mensalão mineiro ao trensalão paulista, passando pela compra de votos e as privatizações no governo FHC, assuntos que nem foram lembrados nestes dias pelos colunistas e editorialistas da confraria.
Mais informações »

A Globo, a Folha e a Veja versus Genoino

Posted: 18 Nov 2013 02:58 PM PST


Miruna com o pai


"Brecht, num de seus melhores momentos, falou que o pior analfabeto é o analfabeto político, que aqui vou tratar por AP, por razões de espaço e de facilidade.

O AP, como sublinhava Brecht, facilita a vida da direita predadora, da plutocracia empenhada apenas em acumular moedas. O AP é facilmente manipulado pelos poderosos.

No Brasil, como se fosse miolo de pão para pombos, a direita – pela sua voz, a mídia corporativa – arremessa ao AP denúncias de corrupção, quase sempre infladas ou simplesmente inventadas.
Mais informações »

Lambança no STF: Mello cobra resposta de Barbosa

Posted: 18 Nov 2013 02:45 PM PST



"O ministro Marco Aurélio Mello foi o primeiro integrante do Supremo Tribunal Federal a contestar a decisão - ilegal, segundo vários juristas - de determinar a transferência dos presos condenados em regime semiaberto para Brasília; "O que não compreendi, e estou aguardando uma justificativa, foi a vinda dos acusados para Brasília. Para quê? Para depois eles retornarem à origem?", questionou; clima no STF é de total constrangimento diante da atitude do presidente Joaquim Barbosa


É péssimo o ambiente no Supremo Tribunal Federal. O motivo: a decisão ilegal, contestada por juristas e advogados, tomada pelo presidente da corte, Joaquim Barbosa, de determinar a transferência dos presos condenados em regime semiaberto – como é o caso de José Dirceu, José Genoino e Delúbio Soares – para Brasília. "O que não compreendi, e estou aguardando uma justificativa, foi a vinda dos acusados para Brasília. Para quê? Para depois eles retornarem à origem?", questionou Marco Aurélio Mello, em entrevista ao jornalista Josias de Souza.

Mello foi o primeiro integrante da corte a contestar a decisão arbitrária tomada por Barbosa. "Não havia motivo para o açodamento". Ele questionou também a ausência de carta de sentença – o que transformou os réus em presos clandestinos, conforme foi denunciado pelo deputado distrital Chico Vigilante e pelo advogado Luiz Eduardo Greenhalgh. "Essa prisão ganhou contornos, nesse período, de prisões provisórias", disse Marco Aurélio. "E aí surge outro descompasso: durante a tramitação do processo não foi decretada qualquer [prisão] preventiva. Seria agora, ao término?"

Mensalão e a gaiola das loucas

Posted: 18 Nov 2013 02:40 PM PST

Luciano Martins Costa, Observatório da Imprensa

"A apresentação dos condenados na Ação Penal 470, ocorrida na sexta-feira (15/11), destampou a caixa de Pandora da imprensa e produz uma catarse que avança até esta segunda-feira (18/11) nas páginas dos jornais e nos campos de comentários de suas versões digitais.

Petistas e antipetistas chegam ao paroxismo nas redes sociais, enquanto alguns colunistas e blogueiros que se notabilizaram nos últimos anos pelo uso indiscriminado de adjetivos celebravam como se a decisão do Supremo Tribunal Federal fosse uma vitória definitiva do bem contra o mal.

As reportagens dos jornais e a versão resumida das revistas semanais de informação representam uma espécie de capítulo final de uma novela da televisão, com as costumeiras lições de moral e a repetição do olhar parcial que marcou a atuação da imprensa hegemônica durante todo o processo. O resultado é apenas muita histeria.
Mais informações »

Ibope vê Dilma vencendo em 1º turno e confiança maior

Posted: 18 Nov 2013 02:12 PM PST


"Num momento político delicado, em razão das prisões em regime fechado de ex-dirigentes do PT, pesquisa Ibope/Estadão relaxa os nervos no campo governista; presidente Dilma Rousseff apresenta evolução em taxas de aprovação de governo e confiança junto à população; frente aos adversários, mantém intenções para vencer em primeiro turno; no cenário em que concorre contra Aécio Neves e Eduardo Campos (PSB), a presidente venceria por 43% a 14% do tucano e 7% do governador de Pernambuco; no cenário em que Marina Silva (PSB) aparece no lugar de Campos, a tendência é a mesma: presidente também ampliou de 5 para 13 pontos a distância para esses rivais; Dilma venceria agora por 42% a 16% de Marina e 13% de Aécio


A presidente Dilma Rousseff encontrou ar fresco em meio ao ambiente político poluído pelas prisões dos ex-dirigentes petistas José Dirceu, José Genoíno e Delúbio Soares em regime fechado. Pesquisa Estadão/Ibope divulgada na tarde desta segunda-feira (18) mostrou que Dilma, em qualquer cenário, estaria reeleita em primeiro turno como presidente da República.
Mais informações »

Charge do Bessinha

Posted: 18 Nov 2013 07:05 AM PST


A política, sem ilusões

Posted: 18 Nov 2013 07:02 AM PST


Rodolpho Motta Lima, Direto da Redação

"Não tem mais jeito: está aberta a temporada eleitoral. A imprensa costuma dizer que os políticos a antecipam, mas bem que ela gosta do ambiente, propício a especulações, pareceres de especialistas e muita possibilidade de armação embutida...

Mesmo achando que é cedo demais, vou tentar analisar, a partir de minha visão do mundo e consequentes convicções ideológicas, o panorama que se está desenhando.  Cabe a expressão "convicções ideológicas"  porque é impossível, nessa matéria, imaginar-se uma isenção total. Achar, por exemplo, que o Merval ou o Sardenberg vão, em um momento qualquer de suas vidas, aplaudir uma plataforma que se coloque, ainda que parcialmente, contra o neoliberalismo, é entrar em devaneios profundos. A política não só é a arte do possível, mas também relativiza esse possível, conforme as intenções do poder e os sistemas econômicos que lhe são impostos.
Mais informações »

Destinos cruzados: a vida de Genoíno e a saúde da democracia

Posted: 18 Nov 2013 06:57 AM PST


"Maturidade não é sinônimo de complacência. Afrontar o despotismo é um predicado intrínseco à vida democrática.

Saul Leblon, Carta Maior

Um déspota de toga não é menos ilegítimo que um golpista fardado.

A  justiça que burla as próprias sentenças, mercadejando ações cuidadosamente dirigidas ao  desfrute da emissão conservadora, implode o alicerce da equidistância republicana que lhe confere o consentimento  legal e a distingue  dos linchamentos falangistas.

Joaquim Barbosa age na execução com a mesma destemperança  com que se conduziu na relatoria da Ação Penal  470.
Mais informações »

OAB: regime fechado é "ilegalidade"'

Posted: 18 Nov 2013 05:46 AM PST


"Nota assinada pelo presidente da Comissão de Direitos Humanos da OAB, Wadih Damous, quebra silêncio da entidade de advogados sobre erro de Joaquim Barbosa na decretação da prisão de deputado José Genoíno; "estado de saúde do deputado requer atenção", alerta Damous, que pediu respeito "à dignidade da pessoa humana" e atacou tentativa de "espetacularização midiática" e "linchamentos morais descabidos"; ele lamentou, ainda, que pedidos de advogados sobre correção na ordem de prisão não estão sendo apreciados "na mesma rapidez que a prisão foi decretada"; íntegra


Quebrando o silêncio da Ordem dos Advogados do Brasil sobre transformação, na prática, pelo presidente do STF, Joaquim Barbosa, do regime de prisão semi-aberto a que tem direito o deputado José Genoíno, o Conselho de Direitos Humanos da entidade se manifestou.

Em nota assinada pelo presidente do órgão, Wadih Damous, a prisão em regime fechado de Genoíno é classificada como "uma ilegalidade e uma arbitrariedade". Lamenta-se que, apesar de a Justiça ter sido alertada para esse fato pelo advogados do deputado, "infelizmente o pedido não foi apreciado na mesma rapidez que a prisão foi decretada".

Abaixo, a íntegra da notaa do presidente da Comissão Nacional de Direitos Humanos da OAB, Wadih Damous:

O estado de saúde do deputado José Genoino requer atenção. A sua prisão em regime fechado por si só configura uma ilegalidade e uma arbitrariedade. Seus advogados já chamaram a atenção para esses dois fatos mas , infelizmente, o pedido não foi apreciado na mesma rapidez que prisão foi decretada. É sempre bom lembrar que a prisão de condenados judiciais deve ser feita com respeito à dignidade da pessoa humana e não servir de objeto de espetacularização midiática e nem para linchamentos morais descabidos."
You are subscribed to email updates from Brasil! Brasil!
To stop receiving these emails, you may unsubscribe now.
Email delivery powered by Google
Google Inc., 20 West Kinzie, Chicago IL USA 60610



--
Francisco Almeida 




Postar um comentário