sábado, 31 de dezembro de 2011

Fwd: BRASIL! BRASIL!


BRASIL! BRASIL!


Posted: 31 Dec 2011 05:00 AM PST

Blog: Acerto de Contas

"Na semana passada conversei com o ex-deputado Raul Jungmann sobre vários assuntos, dentre eles o ocaso em que vive a oposição no Brasil, capitaneada pelo PSDB, com DEM e PPS de satélites. Jungmann mostrou grande descontentamento com o que vem acontecendo na oposição e com o papel exercido com o PPS.

Dilma está acabando o primeiro ano de mandato, e parece que a oposição ainda não se encontrou. Como você enxerga o papel da oposição e do PPS?

É visível que a oposição não está conseguindo apresentar nacionalmente uma proposta viável a população. Ficou restrita ao ato de denunciar o governo petista e esqueceu que apenas isso não basta. Claro que denunciar é o papel democrático esperado da oposição, mas também precisamos fazer um contraponto mais amplo ao conjunto de forças que está no Governo, ter um projeto para o país. Eu diria que a oposição se acomodou no papel do denuncismo, e isso não basta. Se acostumou porque é fácil fazer isso no Governo do PT, com a quantidade de escândalos que aparece. Mas como disse, isso não basta, o Mensalão provou isso e a queda sequencial de ministros também.

Mas e o PPS nisso?

Infelizmente o PPS tem se posicionado como aliado do PSDB, sem nenhuma reciprocidade por parte desse. Estes interesses dos aliados são legítimos, mas cabe a nós a organização enquanto partido, e não como linha auxiliar.
O PPS só tem perdido com esse papel. Basta dizer que nas três vezes em que o partido teve candidato a Presidente da República ele cresceu, especialmente quando Ciro Gomes foi candidato. Chegamos a ter mais de 20 deputados e agora temos praticamente a metade disso. Claro que a oposição acabou diminuindo, até pelo adesismo que está solto pelo país, mas não justifica aceitarmos essa posição."
Entrevista Completa, ::Aqui::


Posted: 31 Dec 2011 04:53 AM PST

Danilo Macedo, Agência Brasil

"Projeções do Ministério da Agricultura para os próximos 40 anos indicam que o Brasil deve aumentar sua produção atual de grãos em 88% e a de carnes em 98%. A colheita de grãos, estimada em 159 milhões de toneladas para a safra 2011/2012, deve chegar a 299,5 milhões de toneladas em 2050. A produção de carnes, que este ano totalizou 26,5 milhões de toneladas, será de 52,6 milhões de toneladas, de acordo com a previsão.

Segundo o coordenador-geral de Planejamento Estratégico do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, José Garcia Gasques, o aumento da produtividade, gerado principalmente pela adoção de tecnologias e pelo melhoramento do processo de gestão e da qualificação do agricultor, é o principal fator do incremento na produção. A taxa de aumento de produtividade da agricultura brasileira nos últimos anos atingiu uma média de 3,6%, enquanto a dos Estados Unidos, por exemplo, ficou em 1,95%.

Segundo Gasques, o crescimento na produção de grãos será acompanhado pelo aumento da área plantada, projetado em 39%. Assim, a área cultivada deve passar de 46,4 milhões de hectares para 64,5 milhões de hectares."




Posted: 30 Dec 2011 03:10 PM PST



Posted: 30 Dec 2011 03:07 PM PST

Correio do Brasil 

"Dono de um patrimônio político oriundo da direita, o governador do Estado do Rio, Sérgio Cabral Filho, saiu em defesa de seus antigos padrinhos do PSDB, hoje envolvidos nas denúncias contidas no livro de Amaury Ribeiro Jr., A Privataria Tucana, sobre desvios bilionários durante o processo de privatização de empresa brasileiras como a Vale do Rio Doce e a Companhia Siderúrgica Nacional, entre outras.

– Acho uma bobagem esse discurso. O presidente Fernando Henrique fez muito bem ao Brasil ao abri-lo para investidores nacionais e estrangeiros, ao permitir, no caso da exploração do petróleo e do gás, a entrada de empresas nacionais e multinacionais, acabando com o monopólio da Petrobras, acabando com o monopólio da Telebrás e abrindo para investidores nacionais e as telecomunicações. Qualquer discurso caricato antiprivatização eu rejeito preliminarmente. Esse momento internacional permite um discurso falso, demagógico e arriscado, de que o Estado é capaz de tudo. Pelo contrário, o Estado precisa cada vez mais das parcerias público-privadas. A aliança PT-PMDB é muito positiva para o Brasil, para a governabilidade – disse Cabral em recente entrevista ao diário conservador paulistano Folha de S.Paulo.

Cabral mantém estreitos laços com o empresariado fluminense e chegou a repassar verbas destinadas às obras de contenção de encostas, preservação ambiental e saneamento, no total de R$ 24 milhões, à Fundação Roberto Marinho, pouco antes de uma série de desabamentos de grandes proporções, em vários pontos do Estado, causar a morte de mais de 600 pessoas, há um ano. Atualmente no PMDB, Cabral manteve seus laços políticos com o tucanato, dono dos grandes meios de comunicação no país, e de amizade com o senador Aécio Neves (PSDB-MG); além de empresários beneficiados com o fornecimento de bens e serviços ao governo estadual."
Matéria Completa, ::Aqui::


Posted: 30 Dec 2011 02:55 PM PST


"A Revista de História da Biblioteca Nacional brasileira publicou na quinta-feira 29 uma lista com 233 nomes de torturadores do regime militar. O documento, que faz parte do acervo do ex-senador comunista Luiz Carlos Prestes, foi compilado por 35 presos políticos do Presídio da Justiça Militar em 1975.

Entre os que elaboraram a lista estão Hamilton Pereira da Silva, poeta e atualmente Secretário de Cultura do Distrito Federal, José Genoino, ex-presidente do PT e assessor do Ministério da Defesa, e Paulo Vanucchi, ex-ministro dos Direitos Humanos.

O primeiro nome a aparecer no documento de militares e policiais acusados de cometer tortura durante o regime ditatorial é o do Major de Infantaria do Exército Carlos Alberto Brilhante Ustra.

Em 1978, a mesma lista foi publicada pelo jornal Em Tempo, que esgotou as tiragens de 20 mil cópias, segundo o site da Revista de História. Depois da divulgação do documento, e de outras duas relações de militares acusados do mesmo crime, o jornal sofreu dois atentados.

A sucursal de Curitiba foi invadida e pichada com a marca "Os 233". No prédio de Belo Horizonte, as máquinas de escrever da redação foram ensopadas em ácido."


Posted: 30 Dec 2011 02:42 PM PST

"Para a chanceler alemã, o novo peso econômico e internacional dos latino-americanos trouxe responsabilidades e os países da região precisam se envolver mais na busca por soluções para a crise financeira mundial

Brasil 247 / AE

A América Latina precisa se tornar parte da solução para a crise econômica e financeira internacional, afirmou a chanceler da Alemanha, Angela Merkel, em entrevista ao Grupo de Jornais das Américas.

"O novo peso econômico e internacional da América Latina também trouxe maiores responsabilidades. (A região) terá de se tornar mais envolvida na busca de soluções para questões cruciais para o futuro do mundo", disse Merkel. "Isso inclui a atual crise de dívida", acrescentou a chanceler.

Merkel disse que, para a Alemanha, isso significa uma maior coordenação com a América Latina e o desenvolvimento de iniciativas conjuntas.

À medida que as economias latino-americanas se fortalecerem e ganharem um espaço maior no cenário global, a Alemanha vai buscar reforçar seus laços com a região, afirmou Merkel, observando que dados recentes mostram que a Alemanha já está dando mais atenção à América Latina."
Matéria Completa, ::Aqui::


Posted: 30 Dec 2011 02:15 PM PST

"O economista brasileiro José Graziano, de 62 anos, ex-ministro da Segurança Alimentar do governo Lula, assume na segunda-feira (2) o cargo de diretor-geral da Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação (FAO). O cargo será ocupado por ele no período de janeiro de 2012 a julho de 2015. Há cinco anos, Graziano atua como representante da agência na América Latina e no Caribe.

Vermelho

Em 26 de junho deste ano, Graziano foi eleito diretor-geral da FAO com 180 votos. Ele venceu a disputa com o ex-ministro de Relações Exteriores da Espanha, Miguel Ángel Moratinos, que obteve 92 votos e que é atualmente subdiretor da organização para a América Latina e Caraíbas.

Por iniciativa do deputado Assis do Couto (PT-PR), Graziano foi homenageado em sessão solene na Câmara, no último dia 13 de dezembro. "Graziano foi eleito para dirigir o mais alto organismo internacional, com a missão de buscar soluções para esse histórico e difícil problema da alimentação. Ele terá que enfrentar grandes desafios, como o de alimentar um mundo com sete bilhões de habitantes, ampliando o acesso e a distribuição de alimentos e, simultaneamente, cuidar do planeta, dos recursos naturais, pois somente eles garantem a sustentabilidade da produção", afirmou Assis do Couto, na ocasião

José Graziano destacou o sucesso do Brasil no combate à fome e à miséria, que pode ser uma referência para muitos países. "Os resultados que o Brasil está obtendo no combate à fome inspiram outros países. Minha eleição reflete essa esperança, embora isso não signifique que o nosso modelo é o único possível", ressaltou Graziano."
Matéria Completa, ::Aqui::


Posted: 30 Dec 2011 05:30 AM PST

"Cada um tem sua lista e os itens mais frequentes incluem transformar-se em alguém diferente e muito melhor, livrar-se de defeitos insuportáveis, trazer para a luz suas brilhantes qualidades para que se tornem evidentes, tirá-las da sombra para mostrar ao mundo quem realmente você é"

Márcia Denser, Congresso em Foco

Entra e sai ano, a gente costuma sempre sair, entrando com novos e os melhores propósitos e listas do mundo, destinados a nós mesmos, como se fosse possível refazer, a cada novo ano, nosso itinerário de vida. Cada um tem sua lista e os itens mais frequentes incluem transformar-se em alguém diferente e muito melhor, livrar-se de defeitos insuportáveis, trazer para a luz suas brilhantes qualidades para que se tornem evidentes, tirá-las da sombra para mostrar ao mundo quem realmente você é – esbelto (se for gordo), amável (se for intratável), eficiente (se for relaxado), sempre alegre (se for um maldito deprimido), otimista (no caso, se for outro maldito fatalista incurável), sempre para cima ( se a depressão te come por um perna entra e sai ano), enfim, ser perfeito.

Aquele sujeito a quem todo mundo quer por perto, convida, procura, aponta como exemplo.

Bom. Estaria tudo certo se: 1) a perfeição não fosse uma merda (não tem uma música do Gilberto Gil que diz, pelo subtexto, que a "perfeição é uma meta (merda), etc."?);

2) se não existisse o velho e bom axioma psicológico que diz: nosso pior defeito, nosso aspecto mais negativo, também é o mais positivo, nossa grande qualidade,  mais,  precisamente aquilo que nos diferencia – e nos torna únicos – no mundo inteiro.

Concordo, é paradoxal, mas é isso aí. E por que me ocorreu a tal lista de propósitos? Porque na base dela está minha mania de "ser perfeita". Mania que aparece diante de desde as grandes crises (morte em família, rupturas afetivas, mudanças radicais, inclusive de casa) até as menores, como passagens de ano & outros rituais minúsculos, descendo irrevogavelmente (é mais forte do que eu!) a detalhes mórbidos, ridículos, pentelhíssimos.

Porque é aí que o bicho pega."
Artigo Completo, ::Aqui::


You are subscribed to email updates from BRASIL! BRASIL!
To stop receiving these emails, you may unsubscribe now.
Email delivery powered by Google
Google Inc., 20 West Kinzie, Chicago IL USA 60610



--
Francisco Almeida / (91)81003406

Postar um comentário