domingo, 21 de fevereiro de 2010

Programa Territórios da Cidadania no Pará tem quase R$ 1,7 bilhão

Da Redação
Agência Pará

O Programa Territórios da Cidadania tem quase R$ 1,7 bilhão para investir no Pará em 2010. O programa do governo federal, realizado em parceria com o Estado e as prefeituras, oferece políticas públicas integradas em regiões com baixos índices de desenvolvimento. O Pará possui oito Territórios da Cidadania, abrangendo 82 municípios.

A matriz 2010 do Territórios da Cidadania será apresentada aos Colegiados de Desenvolvimento Territorial, presentes em cada um dos territórios, pelo Comitê de Articulação Estadual do programa. As prefeituras terão que cadastrar projetos no governo federal para receber os recursos disponíveis.

Ao todo, 182 ações de 18 ministérios estão sendo oferecidas este ano, no país, tais como: aquisição de máquinas e equipamentos, inclusão digital, bibliotecas públicas, construção de escolas, alfabetização, estruturação de arranjos produtivos locais (APLs), regularização fundiária de terras indígenas, apoio e assistência técnica à atividade pesqueira, agentes comunitários de saúde, farmácia popular, implantação e melhoria de sistemas públicos de abastecimento de água, energia elétrica, assistência técnica e extensão rural a quilombolas, insumos para agricultura familiar, crédito a famílias assentadas, regularização fundiária de imóveis rurais e urbanos, desenvolvimento do ecoturismo, apoio à gestão ambiental em terras indígenas e qualificação do jovem para o mercado de trabalho.

Abaixo, a relação dos Territórios da Cidadania no Pará e os valores disponíveis para cada um deles em 2010:

Baixo Amazonas - Municípios: Alenquer, Belterra, Curuá, Faro, Juruti, Monte Alegre, Óbidos, Oriximiná, Prainha, Santarém e Terra Santa - R$ 295.782.443,05

Baixo Tocantins - Municípios: Abaetetuba, Baião, Barcarena, Cametá, Igarapé-Miri, Limoeiro do Ajuru, Mocajuba, Moju e Oeiras do Pará - R$ 248.877.381,71

BR-163 - Municípios: Aveiro, Itaituba, Jacareacanga, Novo Progresso, Placas, Rurópolis e Trairão - R$ 117.097.815,96

Marajó - Municípios: Afuá, Anajás, Bagre, Breves, São Sebastião da Boa Vista, Soure, Cachoeira do Arari, Santa Cruz do Arari, Chaves, Curralinho, Gurupá, Melgaço, Muaná, Ponta de Pedras, Portel e Salvaterra - R$ 161.447.758,50

Nordeste - Municípios: Aurora do Pará, Cachoeira do Piriá, Capitão Poço, Dom Eliseu, Garrafão do Norte, Ipixuna do Pará, Irituia, Mãe do Rio, Nova Esperança do Piriá, Ourém, Paragominas, Santa Luzia do Pará, São Domingos do Capim, São Miguel do Guamá e Ulianópolis R$ 283.816.389,95

Sul do Pará - Municípios: Bannach, Conceição do Araguaia, Cumaru do Norte, Floresta do Araguaia, Pau D´Arco, Redenção, Rio Maria, Santa Maria das Barreiras e Santana do Araguaia - R$ 251.733.993,80

Sudeste - Municípios: Eldorado do Carajás, Nova Ipixuna, Itupiranga, Marabá, Parauapebas, São Domingos do Araguaia e São João do Araguaia - R$ 187.050.243,82

Transamazônica - Municípios: Altamira, Anapu, Brasil Novo, Medicilândia, Pacajá, Senador José Porfírio, Uruará e Vitória do Xingu - R$ 149.069.440,56

Total - R$ 1.694.875.467,35. Mais informações no site www.portalterritoriosdacidadania.gov.br



Enize Vidigal - Seir
Postar um comentário