sexta-feira, 11 de setembro de 2009

Governo investirá R$ 100 milhões na construção do linhão do Marajó

+
Da Redação
Agência Pará

No próximo dia 25 (sexta-feira), a governadora Ana Júlia Carepa vai inaugurar a mini torre do linhão do Marajó no município de Portel, marcando o lançamento da pedra fundamental da obra, que deve ser concluída em 18 meses. Na sessão desta quarta-feira (09) na Assembleia Legislativa, a deputada Bernadete ten Caten (PT) ressaltou a importância do linhão do Marajó para a população carente, e o compromisso da governadora Ana Júlia Carepa em concretizá-lo, garantindo a infraestrutura de energia elétrica para fomentar o desenvolvimento dos municípios do arquipélago marajoara, que ainda são abastecidos por usinas a diesel.

O linhão representa um investimento de R$ 100 milhões, recursos que serão utilizados na construção de subestações e linhas de transmissão, para levar energia da Hidrelétrica de Tucuruí ao delta do Rio Amazonas, beneficiando vários municípios. Segundo a deputada, o contrato para a compra de equipamentos e materiais já foi assinado, os terrenos para instalação das torres foram adquiridos e a Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) concedeu o licenciamento para o início das obras.

"O linhão, o Plano de Desenvolvimento Regional Sustentável (PDRS) do Marajó e a parceria do Estado no Programa Luz para Todos são investimentos em infraestrutura que representam um importante passo para o desenvolvimento socioeconômico de uma região que possui um dos menores Índices de Desenvolvimento Humano (IDH) do Brasil", destacou a parlamentar.

A inclusão do Marajó no Sistema Nacional de Eletricidade, frisou Bernadete ten Caten, "é uma conquista popular", já defendida pela então senadora Ana Júlia Carepa. Ao assumir o governo do Pará, em 2007, ela priorizou o enfrentamento da pobreza na região do Marajó, a primeira a receber as ações do Plano de Desenvolvimento Regional, posto em prática pelo atual governo em parceria com a União.

A importância do linhão para o abastecimento direto de energia elétrica foi apontada pela população local nas consultas feitas durante a elaboração do PDRS. O Termo de Compromisso para a construção do linhão foi assinado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva e pela governadora Ana Júlia Carepa.

Secom (com informações da assessoria parlamentar)
Postar um comentário