sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

Fwd: BRASIL! BRASIL!


BRASIL! BRASIL!


Posted: 13 Jan 2012 04:50 AM PST

"A taxa de desemprego urbano na América Latina e no Caribe caiu para 6,8% em 2011, a mais baixa desde 1990, enquanto a taxa de ocupação subiu para 55,7%, de acordo com dados do Panorama Laboral 2011 divulgados nesta quinta-feira.

Vermelho / EFE

A diretora do Escritório Regional da Organização Internacional do Trabalho (OIT) para a América Latina e o Caribe, Elizabeth Tinoco, afirmou que a região "respondeu de maneira positiva à crise econômica que começou em 2009".

Neste sentido, acrescentou que a alta nas economias da América Latina em 2011 "demonstrou que é possível avançar no processo de crescimento econômico com a recuperação do emprego".

Tinoco acrescentou que o desemprego rompeu a barreira de 7%, que mantinha até 2010, e desceu para 6,8%, "um número muito significativo e muito baixo em comparação com outras regiões do mundo".

Segundo os números do Panorama Laboral 2011, o crescimento econômico na América Latina e no Caribe, com média de 4,5%, gerou cerca de 5,7 milhões de empregos, enquanto o desemprego afeta 15,4 milhões de pessoas.

Os países em que a taxa de desemprego, urbano em nível nacional, foi menor que a regional são Panamá, com 5,4%, República Dominicana, com 5,6%, e Brasil, com 6,2%.

Por outro lado, o desemprego afeta 12,6% da população da Jamaica, 11,8% dos colombianos e 8,6% dos venezuelanos.

Tinoco alertou que "o grande desafio da região é atender as preocupações e necessidades da população juvenil que é excluída do mercado de trabalho", tendo em vista a taxa de 14,9% de desemprego juvenil, que representa sete milhões de jovens latino-americanos.

Em relação às projeções para 2012, o relatório da OIT projetou que o desemprego urbano se manterá perto de 6,8% e que o número de desempregados continuará em torno de 15,7 milhões de pessoas."


Posted: 13 Jan 2012 04:31 AM PST

"Reunião na última segunda-feira na casa do vice-presidente da República, Michel Temer, fortaleceu as negociações em torno do nome de Alexandre de Moraes


O nome do presidente municipal do DEM em São Paulo, Alexandre de Moraes, desponta como alternativa mais forte ao preenchimento da vaga de vice na chapa encabeçada por Gabriel Chalita (SP), pré-candidato do PMDB à Prefeitura de São Paulo. Uma reunião realizada na última segunda-feira na casa do vice-presidente Michel Temer - e presidente licenciado do PMDB -, em São Paulo, em que estavam presentes Chalita, Moraes e o próprio Temer, fortaleceu as negociações nesse sentido.

No dia seguinte, Temer e Chalita reuniram-se com o presidente estadual do DEM em São Paulo, Jorge Tadeu Mudalen. Por ora, o obstáculo mais forte à consolidação da aliança PMDB-DEM em São Paulo é a indefinição do ex-governador José Serra (PSDB). Caso Serra decida candidatar-se à Prefeitura de São Paulo, como desejam seus aliados no PSDB paulista, o DEM vai se sentir inclinado a apoiá-lo."


Posted: 13 Jan 2012 04:17 AM PST
O Globo / Extra

"Livre de qualquer corte ou contingenciamento no Orçamento da União, o Fundo Partidário garantirá este ano aos 29 partidos políticos existentes no Brasil cerca de R$ 325 milhões para ajudar nas suas despesas - os recursos não podem ser usados na campanha eleitoral, mas reforçam a estrutura partidária. Ação apresentada ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) pelo PSD, a nova legenda criada pelo prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, poderá mudar a divisão dos recursos do fundo, com prejuízo para os partidos que perderam parlamentares para a sigla, em especial o DEM, que perdeu 16 deputados e senadores desde a eleição de 2010.

Os advogados do PSD querem convencer os ministros do TSE de que, mesmo sendo uma legenda nova, tem direito a receber também a parcela do fundo que é dividida segundo a votação obtida por cada partido na eleição - como não existia na eleição de 2010, o partido de Kassab quer que sejam considerados os votos obtidos na eleição pelos parlamentares eleitos por outras legendas e agora no PSD. Seriam cerca de quatro milhões de votos recebidos, em 2010, pelos 52 deputados agora do PSD. Os advogados do DEM, claro, defendem o contrário.

Da cota total do Fundo Partidário, 95% são distribuídos entre os partidos de acordo com a votação obtida na eleição para a Câmara dos Deputados, e 5%, divididos igualitariamente entre os 29 partidos existentes."





Posted: 13 Jan 2012 03:50 AM PST

Karina Toledo, Agência FAPESP
 
"A crise econômica que desde 2008 afeta Estados Unidos e Europa deverá durar pelo menos mais dez anos. Nesse período, a economia brasileira terá grande oportunidade de crescimento. E em duas décadas poderá alcançar o nível de países desenvolvidos.

A avaliação foi feita por Yoshiaki Nakano, diretor da Escola de Economia de São Paulo (EESP) da Fundação Getulio Vargas (FGV) e membro do Conselho Superior da FAPESP, durante palestra de abertura do seminário Latin American Advanced Programme on Rethinking Macro and Development Economics (Laporde), dia 9 de janeiro, na capital paulista.

Em sua terceira edição, o evento reuniu ao longo da semana palestrantes como Gabriel Palma e Há-Joon Chang (Universidade de Cambridge), Jan Krengel (Universidade do Missouri) e Luiz Carlos Bresser-Pereira (EESP-FGV).
A iniciativa teve como público-alvo jovens professores de economia do Brasil e de outros países. Foi realizada pela FGV em parceria com a Universidade de Cambridge. O evento teve apoio da FAPESP, por meio da modalidade Auxílio à Pesquisa – Organização de Reunião Científica e/ou Tecnológica, e da Ordem dos Economistas do Brasil.

Em sua apresentação, Nakano destacou o fim da hegemonia econômica dos Estados Unidos e o início de um período no qual há um vazio não apenas de poder, mas também de ideologia e de consenso político. Nesse contexto, há uma redistribuição de liderança na economia mundial e países emergentes, como China e Brasil, ganham destaque.

"A consequência mais importante da atual crise para os países desenvolvidos não é econômica, mas social e política. O velho establishment político está em declínio e, com isso, crescem os movimentos da direita populista", disse.
O fenômeno, apontou Nakano, é semelhante ao que ocorreu após a Primeira Guerra Mundial, quando ganharam força correntes como fascismo e nazismo.
Com os Estados Unidos mais preocupados em revitalizar a si mesmos, os países periféricos ganham autonomia. O papel de economia hegemônica deve ficar com a China, já que na previsão dos especialistas o Produto Interno Bruto (PIB) chinês deverá ultrapassar o dos Estados Unidos em 2018.

Segundo Nakano, resta saber se a ascensão da potência asiática vai representar o declínio da globalização liberal governada pelo mercado e o fortalecimento do capitalismo estatal autoritário no modelo chinês.
"A grande pergunta hoje é: que modelo está vindo para a economia mundial? A tendência, já vista em países como Grécia, Espanha, Itália e Portugal, é as questões domésticas se tornarem prioridade. O próximo passo é o fortalecimento do nacionalismo", disse."
Artigo Completo, ::Aqui::


Posted: 13 Jan 2012 03:43 AM PST

Folha.com

"Um relatório do Coaf (órgão de inteligência financeira do Ministério da Fazenda) revela que 3.426 magistrados e servidores do Judiciário fizeram movimentações consideradas "atípicas" no valor de R$ 855 milhões entre 2000 e 2010.

O documento ressaltou algumas situações consideradas suspeitas, como o fato de três pessoas, duas delas vinculadas ao Tribunal da Justiça Militar de São Paulo e uma do Tribunal de Justiça da Bahia, terem movimentado R$ 116,5 milhões em um único ano, 2008.

Segundo o relatório, 81,7% das comunicações consideradas atípicas estão concentradas no Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região (Rio de Janeiro), Tribunal de Justiça da Bahia e o Tribunal de Justiça Militar de São Paulo.

Sem apontar nomes ou separar entre servidores e juízes, os dados também mostram que ocorreram depósitos, em espécie, no total de R$ 77,1 milhões realizados nas contas dessas pessoas."
Matéria Completa, ::Aqui::


Posted: 12 Jan 2012 03:54 PM PST



Posted: 12 Jan 2012 03:52 PM PST

Ricardo Kotscho, Balaio do Kotscho

"O tucano Geraldo Alckmin, herdeiro de Mário Covas, andando de braços dados e trocando elogios com Paulo Maluf, que lança a candidatura do governador a presidente da República (em 2018)?

O ex-malufista Gilberto Kassab, agora aliado de José Serra, propõe ao ex-presidente Lula uma aliança do seu PSD (ex-DEM) com o PT nas eleições em São Paulo?

Os eleitores paulistanos terão certa dificuldade para entender o cenário que está sendo montado neste momento pelos principais partidos para a disputa de outubro.

Os primeiros movimentos em busca de alianças exóticas entre antigos inimigos políticos mostram que a sucessão municipal em São Paulo está virando uma autêntica zona federal em que ninguém é de ninguém.

Por trás de tudo, está a guerra entre alckmistas e serristas, que vem desde eleição anterior vencida por Gilberto Kassab, então no DEM, em 2006, com o apoio do governador José Serra, deixando órfão Geraldo Alckmin, que não foi nem para o segundo turno.

Agora, para se vingar, a turma de Alckmin, de volta ao posto de governador, procura alianças com meio mundo, até com Paulo Maluf e o PDT, tradicional parceiro do PT, para isolar o PDS e a ala serrista do tucanato liderada por Alberto Goldman e Aloisio Nunes Ferreira."
Artigo Completo, ::Aqui::


Posted: 12 Jan 2012 03:41 PM PST


Wálter Fanganiello Maierovitch, Terra Magazine

"O fenômeno representado pelas drogas proibidas pelas convenções da Organização das Nações Unidas (ONU) é complexo. Interesses geopolíticos, geoestratégicos e geoeconômicos são escondidos em falsas ações de combate à oferta, à demanda, ao tratamento e à reinserção social. Como avisou em 2010 o czar antidrogas da ONU, o sistema de compensações bancárias internacionais não quebrou, na crise, em razão do dinheiro movimentado pelo narcotráfico.

Nada fácil, portanto, contrastar o fenômeno com adequação e não privilegiar ações militarizadas inócuas, chamadas pelos brasileiros de "operações enxuga gelo".

Nesse campo disputam, também, adeptos de políticas conservadoras e progressistas, que descambam para dissensos político-partidários. Tudo num Brasil em que os dois últimos presidentes, Fernando Henrique Cardoso (FHC) e Lula naufragaram no enfrentamento do tema e em irresponsabilidades gritantes.

FHC e Lula foram iguais. E Lula, quando enfrentou FHC pela primeira vez, subscreveu, com intelectuais e políticos, um manifesto às Nações Unidas para se colocar fim à política criminalizante de péssimos resultados: já cansei de publicar e fazer referência à cópia do manifesto. Posição de proibição criminalizante foi defendida, na ONU, por FHC

Eleito presidente, Lula esqueceu do manifesto e executou a política norte-americana de guerra às drogas vitoriosa na ONU. Lula apenas tirou a pena de prisão por porte de droga para uso próprio, que, na sua visão de presidente, o  portador de drogas para uso pessoal é criminoso. O contrário ela achava, conforme expreso no supracitado manifesto enviado à ONU.

Com o mandato cumprido e na oposição, FHC assumiu a antiga posição de Lula e virou arauto de oposição às políticas conservadoras da ONU.

Apenas os idiotas não perceberam a troca de posições em decorrência do cargo de presidente."
Artigo Completo, ::Aqui::


Posted: 12 Jan 2012 03:33 PM PST

"Um tribunal militar recomendou nesta quinta-feira que o analista do Exército Bradley Manning seja julgado em uma corte marcial. Ele é suspeito de vazar documentos secretos para o site WikiLeaks e, se for condenado, pode pegar prisão perpétua.


Visto como herói por ativistas antiguerra e traidor por quem alega que o vazamento colocou vidas em risco, Manning passou de um desconhecido a uma pedra no sapato do governo americano.

Ele enfrenta mais de 20 acusações, incluindo uma de "colaborar com o inimigo", já que teria transmitido ao site centenas de milhares de documentos oficiais relacionados às guerras do Iraque e do Afeganistão, vídeos comprometedores e milhares de telegramas do Departamento de Estado americano.

Manning está preso desde 2010 preso no Estado da Virgínia.

Decisão final

O Exército americano afirmou, por meio de um comunicado, que o tribunal militar concluiu que há provas suficientes de que o acusado cometeu os delitos dos quais é acusado.

A recomendação desta quinta-feira agora será analisada por uma comissão de líderes militares e o comandante do distrito militar de Washington, o general Michael Linnington, vai tomar a decisão final.

A promotoria alega que Manning se comunicou diretamente com o fundador do WikiLeaks, Julian Assange. Os documentos publicados pelo site foram o maior vazamento de dados secretos da história americana.

Entre eles estava um vídeo de 2007 mostrando o ataque de um helicóptero americano, no qual um jornalista e um civil foram mortos, além de 250 mil comunicados diplomáticos secretos.
Após ser preso, Manning foi levado para uma prisão militar em Quântico, no Estado da Virgínia.

As condições de sua prisão causaram preocupação. Seu advogado disse que ele era obrigada a ficar nu, entre outras humilhações.
O porta-voz do departamento de Estado, PJ Crowley, pediu demissão após dizer que o tratamento militar dado a Manning inicialmente era "ridículo e contraproducente".


Posted: 12 Jan 2012 02:55 PM PST

"Ministro da Integração (PSB) alegou que seu estado não ficou com 90% das verbas antienchente, mas 44%, e "com base em critérios técnicos"; segundo ele, denúncias pretendem "atacar a imagem" de seu partido

Brasil 247

"Querem atacar a imagem do meu partido", resumiu o ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho (PSB), durante suas explicações à Comissão Representativa do Congresso Nacional sobre as denúncias de irregularidade em sua Pasta. A Integração é acusada de beneficiar o estado de Pernambuco nos repasses para prevenção de enchentes e contemplar familiares do ministro com preferência no repasse de verbas.

"Quero afirmar que a decisão tomada (em relação à liberação de verbas para Pernambuco) foi em avaliação técnica, de forma correta e adequada para remediar situação recorrente e que causou prejuízos bilionários", explicou-se o ministro. Bezerra abriu seu pronunciamento falando sobre a necessidade de "debater com o Congresso Nacional e a sociedade uma nova politica mais adequada, eficaz e eficiente para a defesa civil, que a presidenta Dilma Rousseff está implantando no país".

"Venho a este Congresso como gestor publico por ter dever de esclarecer e informar. Venho em respeito à imprensa do meu país, livre, democrática e vigilante. Tive a alegria de assegurar esse direito como constituinte", disse o ministro. Segundo Bezerra, 56% dos recursos do Ministério para desastres (prevenção, reconstrução, assistência) foi para a região Sudeste, num número que rebateria a denúncia de que 90% das verbas antienchente foram para Pernambuco."
Matéria Completa, ::Aqui::


Posted: 12 Jan 2012 02:15 PM PST


"Uma bomba explodiu dentro do Fórum de Rio Claro, interior de São Paulo, e deixou duas pessoas feridas na tarde desta quinta-feira. Elas foram socorridas pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Segundo a polícia, o explosivo estava dentro de uma caixa de papelão e era endereçado à diretora do Fórum, a juíza Cyntia Andraus Carreta.

A bomba foi detonada quando dois funcionários manuseavam o pacote e conversavam sobre o destinatário ser a juíza. Eles se feriram nas mãos.

Um deles teve cortes e queimaduras nas mãos e estilhaços no rosto. O outro teve ferimento em uma das mãos e no peito. Segundo um Policial Militar, havia pregos no artefato.

As polícias Civil e Militar foram acionadas. O local foi isolado e uma varredura foi feita no prédio."




Posted: 12 Jan 2012 06:18 AM PST

"Denúncia do MP paulista contra Kassab por fraude em inspeção veicular culpa Maluf, Pitta e prefeito, 'da mesma matiz política'. Padrinho de Kassab e 'de matiz política diversa', Serra teria tido 'prática salutar'. Mas ação contra fraude em inspeção veicular no Rio Grande do Norte vê esquema nacional e diz que tucano preso valia-se de 'notória influência política' em estados 'cujos governos são exercidos por gestores filiados ao PSDB'. STJ libera bens de Kassab.

André Barrocal, Carta Maior

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) derrubou nesta quarta-feira (11) liminar do Tribunal de Justiça de São Paulo que bloqueara os bens do prefeito da capital, Gilberto Kassab (PSD), e suspendera contrato municipal com empresa que tem exclusividade para fazer – e cobrar por isso - inspeção obrigatória no carro dos paulistanos.

A liminar fora concedida em resposta a uma ação ajuizada em novembro pelo Ministério Público do estado de São Paulo contra Kassab, a empresa Controlar e mais 22 acusados, entre pessoas físicas e jurídicas. A ação aponta fraudes na contratação da Controlar em 1995 e na sua efetivação a partir de 2008 que teriam causado prejuízo bilionário ao erário.

Apesar de Kassab ter sido vice do ex-prefeito José Serra (PSDB) e eleito com apoio dele, a ação blinda politicamente o tucano. Segundo a promotoria, as irregularidades "se iniciaram" na gestão Paulo Maluf (1993-1996), "se agravaram" na de Celso Pitta (1997-2000) e "se repetiram de forma insustentável" com Kassab, secretário de Pitta. "Os três da mesma matiz política", frisa a ação

Já Serra, diz a ação, "este sim de matiz política diversa", tão logo assumiu a prefeitura, em janeiro de 2005, ordenou, "como lhe determina o princípio republicano" e "em prática salutar", a revisão de todas as decisões municipais que, desde 1995, tinham levado à assinatura e manutenção do contrato com a Controlar.

No mesmo 24 de novembro em que os promotores Roberto Antonio de Almeida Costa e Marcelo Duarte Daneluzzi, cujo chefe é indicado pelo governador do estado de São Paulo, denunciavam Kassab, no Rio Grande do Norte a hipótese de também ter havido fraude na escolha de empresa que inspecionaria veículos, terminava em prisões. E, ao contrário de São Paulo, a denúncia do MP sobre os fatos que levaram às detenções espalha estilhaços no PSDB.

Segundo a ação, o esquema denunciado tinha alcance nacional e tentou atuar em estados como São Paulo, Alagoas e Minas Gerais, todos administrados por tucanos. O esquema extrapolava a divisa potiguar sobretudo pela ação do tucano João Faustino Ferreira Neto, que, como já foi noticiado, foi preso no dia 24 de novembro, quando promotores e policiais agiram contra o esquema."
Matéria Completa, ::Aqui::


Posted: 12 Jan 2012 06:11 AM PST



Posted: 12 Jan 2012 06:07 AM PST

Flávia Villela, Agência Brasil

"As vendas do comércio varejista e a receita cresceram 1,3% em novembro do ano passado na comparação com o mês anterior. Os dados foram divulgados hoje (12) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Em relação a novembro de 2010 houve crescimento no volume de vendas de 6,8% e de 10,9% na receita. No acumulado do ano passado, a taxa do volume de vendas ficou em 6,7% e da receita, 12,1%. Já na comparação com os últimos 12 meses as variações foram de 7% para o volume de vendas e de 12,1% na receita nominal.

Ainda de acordo com o IBGE, nove das dez atividades pesquisadas tiveram resultado positivo em novembro, com destaque para o segmento de livros, jornais, revistas e papelaria (8,6%), seguido por equipamentos de escritório, informática e comunicação (6%) e veículos e motos, partes e peças (4,6%). O único resultado negativo foi registrado na atividade tecidos, vestuário e calçados (-0,5%).

Entre novembro do ano passado e novembro de 2010, oito atividades tiveram aumento nas vendas, sobretudo, a de hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo, com crescimento de 6,3% em relação a novembro de 2010. Segundo o estudo, essa atividade exerceu principal impacto (42%) na formação da taxa do varejo, mas apesar do aumento no ritmo das vendas, que foi duas vezes maior que em outubro (2,3%), seu desempenho continuou abaixo da média geral, de 6,8%.

A pesquisa mostra também que 25 estados tiveram aumento das vendas no comércio varejista em novembro. Apenas o Ceará (-1,7%) e o Amapá (-0,4%) registraram queda nas vendas. Os estados que registraram as maiores variações positivas foram Maranhão (6,4%), Acre (6,3%), Mato Grosso (5,8%), Tocantins (4,0%) e Piauí (4,0).  
Na comparação com o mesmo período de 2010, todos os estados apresentaram acréscimos no volume de vendas do comércio, com destaque para Tocantins (20,9%), Roraima (17,5%), Paraíba (13,1%), Maranhão (11,8%) e Paraná (11,6%)."


Posted: 12 Jan 2012 05:57 AM PST

Matheus Pichonelli, CartaCapital

"Como no Big Brother, existe uma maneira muito simples de a gente parecer mais interessante do que de fato é diante de uma multidão. Basta criar uma conta no Facebook e manifestar desprezo por qualquer coisa que seja popular. Como o Big Brother ou o Orkut.

Em janeiro, quando as inserções do Pedro Bial passam a ser mais frequentes na tevê, o movimento de pudores eletrônicos ganha um tom de campanha política.

Depois que inventaram as correntes de Facebook (espécie de tevê a cores a substituir o pré-histórico jogo da velha que indicava uma hashtag), ficou muito fácil manifestar nossos bons gostos e engajamentos pela internet.

Basta compartilhar as fotos com as inscrições "Odeio BBB", "Fora Pedro Bial", "Meu sofá da sala não é privada", "Morte ao Paredão".

Pega muito bem.

Se houvesse um guia prático do internauta moderno (sim, porque existem os internautas da velha guarda, uns que se deixarem mandam até a íntegra da missa aos domingos), a ojeriza aos reality shows seria a regra número 1.

Mas não só.

Para parecer um cara muito legal na internet e na vida, é preciso também:

- Bater no Michel Teló. Sem dó. Como se ele fosse o Sarney. Todo mundo vai pensar que você morre de saudade dos tempos do sertanejão de raiz, ainda que o mais perto que você tenha chegado de um boi foi naquela visita ao Pet Zoo;

- Tenha sempre em seu mural algum auto-retrato pintado da Frida Khalo (serve uma foto em preto e branco) e desenhos estilizados do Tarantino, do Almodóvar, do Che Guevara e daqueles quatro meninos de Liverpool atravessando a zebra de pedestres em Abbey Road. Não é preciso esclarecer a conexão entre eles;

- Faça um minuto a minuto sobre a sua ansiedade pelo próximo show dos Strokes ou do Arcade Fire no Brasil. De preferência, sem pontos de exclamação nos posts, para não ser confundido (a) com fã de pagode;

- Inicie também em sua página a contagem regressiva para a Feira Literária Internacional de Paraty. Pode começar em qualquer época do ano: "Faltam 291 dias para Flip";

- De vez em quando, diga como anda sua vida acadêmica e comemore em letras garrafais quando chegar a formatura. Não se esqueça de dizer que A-M-A a profissão escolhida. No Facebook não existe gente frustada no campo profissional;

- Conte sempre coisas fofas vividas em ambiente familiar, ainda que te digam que o que se vive entre quatro paredes deva ficar entre quatro paredes;"
Artigo Completo, ::Aqui::


Posted: 12 Jan 2012 05:43 AM PST


"Estudo da Universidade pública de Indiana identifica que quase metade do país, que ainda é o mais rico do mundo, está abaixo do nível da pobreza; desemprego permitiu que 50 milhões de americanos não tenham acesso aos serviços de saúde

Brasil 247

O próximo presidente dos Estados Unidos, seja novamente Barack Obama ou seu adversário republicano, ainda a ser definido, terá um desafio gigantesco nos próximos quatro anos. O país, ainda considerado o mais rico do mundo, tem atualmente o maior número de pobres dos últimos 52 anos.

O dado foi publicado em um estudo divulgado nesta quarta-feira, 11, pelo apresentador de televisão e comentarista político Tavis Smiley, que pediu o levantamento à Indiana University School of Public and Environmental Affairs, intitulado "At Risk: America's Poor During and After the Great Recession" (Em Risco: Pobres dos EUA Durante e Depois da Grande Recessão), como base factual para a Poverty Tour (turnê da pobreza) nacional, conduzida no último verão por Smiley e o professor Cornel West da Princeton University."
Matéria Completa, ::Aqui::


Posted: 12 Jan 2012 05:32 AM PST

"A consciência democrática e progressista brasileira exige a democratização da comunicação, pois já na segunda década do século XXI é inconcebível uma ditadura midiática como aqui existe, cujo serviço sujo a serviço do capital financeiro e do que há de mais retrógrado dentro e fora do País só prejuízos tem causado à tenra democracia nacional.

Messias Pontes, Vermelho

A regulação da mídia brasileira data de 1962, portanto há meio século, quando a televisão ainda era transmitida em preto e branco e nem se sonhava com o fantástico avanço tecnológico ora verificado. Rádio e televisão são concessões públicas, e o poder concedente é quem deve ditar as normas do seu funcionamento, mas no Brasil essas normas são ditadas por meia dúzia de famílias que se utiliza do espectro eletromagnético como propriedade sua. Quando se exige a democratização da comunicação, a velha mídia conservadora, venal e golpista, sinicamente, brada à exaustão que os democratas, e principalmente a esquerda, querem impor a censura.

Essa velha mídia, que tem como centro o GAFE (Globo, Abril, Folha e Estadão), é que vem impondo uma censura deplorável, omitindo fatos relevantes e manipulando a opinião pública em favor dos interesses da direita mais reacionária e do imperialismo, notadamente o norte-americano. O mais nocivo desses veículos é a Globo que, infelizmente, ainda detém a maior fatia da audiência, embora esta venha despencando a cada ano por falta de credibilidade, já que mente, calunia, manipula e omite. A revista Veja é o lixo do jornalismo.

Roberto Marinho, o homem dos generais golpistas, dizia que o seu poder com a Globo consistia não pelo que podia dizer, mas pelo que podia omitir. Quem não lembra da campanha das Diretas Já – final de 1983 e até abril de 1984 -, maior movimento de massas já verificada no Brasil e que a Globo tentou esconder até o fim? Quem não lembra do grande comício do dia 25 de janeiro de 1984, na Praça da Sé, em São Paulo e o Jornal Nacional, mostrando imagens de longe dizia que "multidão comemora aniversário da cidade?". Quem não lembra dos crimes da ditadura militar que a velha mídia, e em especial a Globo, escondia? Quem não lembra do desastre com o avião da Gol que colidiu com um legacy, em 29 de setembro de 2006, cujos destroços apareceram na Serra o Cachimbo, em Mato Grosso, quando morreram 154 pessoas e a Globo, embora tenha feito a reportagem, não divulgou para "não desviar a atenção do escândalo do dossiê petista e assim favorecer a candidatura de Lula"?
Artigo Completo, ::Aqui::


You are subscribed to email updates from BRASIL! BRASIL!
To stop receiving these emails, you may unsubscribe now.
Email delivery powered by Google
Google Inc., 20 West Kinzie, Chicago IL USA 60610



--
Francisco Almeida / (91)81003406

Postar um comentário